25 de jul de 2008

JESUS FORMA OS DISCÍPULOS PARA FORMAR A IGREJA



Jesus tinha uma predileção radical: Sua opção preferencial foi atender e formar os seus discípulos. Passou a maior parte do seu tempo missionário com os discípulos.
Jesus dava tratamento especial aos seus discípulos, o que não fazia com todos. Jesus interessava-se mais por eles do que pela imensa multidão que o rodeava. Não porque eles eram melhores, mas por questão estratégica. Aos seus discípulos revelava coisas que os reis e profetas desejariam ver e ouvir. Jesus afastava-se das multidões para estar a sós com os discípulos: Mc 9,30-31a.
Jesus dedicava sua atenção aos seus discípulos, estava ocupado em seu trabalho mais importante: A formação de seus discípulos; o que estava acima de qualquer outra atividade.
Jesus falava ao povo confusamente por parábolas e só aos discípulos explicava em particular seus significados: Mc 4,33-34 e Lc 8,9-10. Os levava a um lugar separado: Mc 6,31.
Jesus forma uma pequena ‘comunidade’, uma ‘panelinha’ de amor, de amigos, uma fraternidade em formação em que o amor mútuo é o mais novo mandamento: Jo 13,34-35.
No meio das multidões, dirigia-se, muitas vezes, prioritariamente aos seus discípulos, instruindo-os: Lc 12,1.
Com os discípulos Jesus celebrou a Páscoa, levou-os ao Getsêmani, apareceu a eles quando ressuscitado, e envio-os o Espírito Santo.
Seus discípulos não o deixam mais, pois já não tem para onde ir (Jo 6,26). Era muito diferente ser um entre os milhares de seguidores de Jesus e ser um dos doze discípulos. A multidão seguia Jesus, muitas vezes porque Ele lhes dava pão (Jo 6,26), porque falava bonito e com autoridade, ou porque fazia milagres. Os seus discípulos só tinham um objetivo: Imitar o Mestre; aprender a viver com o seu estilo de vida (Lc 6,40).
Aos discípulos é que Ele dá poder e autoridade para curar e libertar (Lc 9,1).
Jesus diz que sobre seus discípulos é que Ele fundaria a Sua Igreja (MT 16,18-19). E queria, e quer todos reunidos e unidos nessa Igreja: Jo 10,14-16.
Jesus os envia e todos devem ouvi-los como se fosse ao próprio Jesus: MT 10,40; Lc 10,16; MT 28,18-20.
A grande questão é: Você e eu queremos viver como os milhares de seguidores de Jesus ou queremos viver o nível de comprometimento de discípulo?
Qual é a sua resposta?
Aproveite e, num segundo de oração, responda agora mesmo ao Senhor que está aí do seu lado...
(aproveitando o momento, por favor, pergunte a Ele o que Ele está achando do blog, tá?... rsrs
e não se esqueça de deixar um comentário...)
Deus te abençoe imensamente!!!
Alessandro Silva
(Texto publicado também no jornalzinho do Grupo de Oração Nova Jerusalém)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.