30 de ago de 2008

Liturgia Diária!!!

Sabado, dia 30 de Agosto de 2008
Beata Joana Jugan, religiosa, +1879, Santa Tecla, virgem, mártir, séc. I



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São [Padre] Pio de Pietrelcina : «Passado muito tempo, voltou o senhor daqueles servos»

Leituras

1 Cor. 1,26-31.
Considerai, pois, irmãos, a vossa vocação: humanamente falando, não há
entre vós muitos sábios, nem muitos poderosos, nem muitos nobres.
Mas o que há de louco no mundo é que Deus escolheu para confundir os
sábios; e o que há de fraco no mundo é que Deus escolheu para confundir o
que é forte.
O que o mundo considera vil e desprezível é que Deus escolheu; escolheu os
que nada são, para reduzir a nada aqueles que são alguma coisa.
Assim, ninguém se pode vangloriar diante de Deus.
É por Ele que vós estais em Cristo Jesus, que se tornou para nós sabedoria
que vem de Deus, justiça, santificação e redenção,
a fim de que, como diz a Escritura, aquele que se gloria, glorie-se no
Senhor.


Salmos 33(32),12-13.18-19.20-21.
Feliz a nação cujo Deus é o SENHOR, o povo que Ele escolheu para sua
herança.
Do céu, o SENHOR contempla e vê toda a humanidade;
Os olhos do SENHOR velam pelos seus fiéis, por aqueles que esperam na sua
bondade,
para os libertar da morte e os manter vivos no tempo da fome.
nossa alma espera no SENHOR; Ele é o nosso amparo e o nosso escudo.
Nele se alegra o nosso coração e em seu nome santo confiamos.


Mateus 25,14-30.
«Será também como um homem que, ao partir para fora, chamou os servos e
confiou-lhes os seus bens.
A um deu cinco talentos, a outro dois e a outro um, a cada qual conforme a
sua capacidade; e depois partiu.
Aquele que recebeu cinco talentos negociou com eles e ganhou outros cinco.
Da mesma forma, aquele que recebeu dois ganhou outros dois.
Mas aquele que apenas recebeu um foi fazer um buraco na terra e escondeu o
dinheiro do seu senhor.
Passado muito tempo, voltou o senhor daqueles servos e pediu-lhes contas.
Aquele que tinha recebido cinco talentos aproximou-se e entregou-lhe outros
cinco, dizendo: 'Senhor, confiaste-me cinco talentos; aqui estão outros
cinco que eu ganhei.'
O senhor disse-lhe: 'Muito bem, servo bom e fiel, foste fiel em coisas de
pouca monta, muito te confiarei. Entra no gozo do teu senhor.'
Veio, em seguida, o que tinha recebido dois talentos: 'Senhor, disse ele,
confiaste-me dois talentos; aqui estão outros dois que eu ganhei.'
O senhor disse-lhe: 'Muito bem, servo bom e fiel, foste fiel em coisas de
pouca monta, muito te confiarei. Entra no gozo do teu senhor.'
Veio, finalmente, o que tinha recebido um só talento: 'Senhor, disse ele,
sempre te conheci como homem duro, que ceifas onde não semeaste e recolhes
onde não espalhaste.
Por isso, com medo, fui esconder o teu talento na terra. Aqui está o que te
pertence.'
O senhor respondeu-lhe: 'Servo mau e preguiçoso! Sabias que eu ceifo onde
não semeei e recolho onde não espalhei.
Pois bem, devias ter levado o meu dinheiro aos banqueiros e, no meu
regresso, teria levantado o meu dinheiro com juros.'
Tirai-lhe, pois, o talento, e dai-o ao que tem dez talentos.
Porque ao que tem será dado e terá em abundância; mas, ao que não tem, até
o que tem lhe será tirado.
A esse servo inútil, lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá choro e
ranger de dentes.'»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São [Padre] Pio de Pietrelcina (1887-1968), capuchinho
TN in Ep 4,875, 878

«Passado muito tempo, voltou o senhor daqueles servos»

«Meus irmãos, até agora nada fizemos; comecemos, pois, a partir de hoje.»
Era a si próprio que São Francisco dirigia esta exortação; humildemente,
façamo-la nossa. É verdade que ainda nada fizemos, ou que fizemos muito
pouco! Os anos sucedem-se, sem que perguntemos a nós próprios o que
podíamos ter feito; quer dizer que não há nada a modificar, a acrescentar
ou a cortar na nossa conduta? Vivemos sem preocupações, como se não
estivesse para chegar o dia em que o Juiz eterno nos chamará a Si, em que
teremos de prestar contas dos nossos actos e daquilo que fizemos com o
nosso tempo.

Não percamos tempo. Não deixemos para amanhã aquilo que podemos fazer hoje;
os túmulos estão cheios de boas intenções; aliás, quem sabe se amanhã ainda
estaremos amanhã? Oiçamos a voz da nossa consciência, que é a voz do
profeta: «Oxalá ouvísseis a Sua voz! Não torneis duros vossos corações» (Sl
94, 7-8).

Só temos à nossa disposição o momento presente; velemos, pois, e vivamo-lo
como um tesouro que nos foi confiado. O tempo não nos pertence; não o
desperdicemos.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.