31 de ago de 2008

Liturgia Diária!!!

Domingo, dia 31 de Agosto de 2008
XXII Domingo Comum (semana II do saltério)
São Raimundo Nonato, presbítero, +1240



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Santo Agostinho : «Renunciar a si mesmo, tomar a própria cruz e seguir a Cristo»

Leituras

Jer. 20,7-9.
Seduziste-me, Senhor, e eu me deixei seduzir! Tu me dominaste e venceste.
Sou objecto de contínua irrisão, e todos escarnecem de mim.
Todas as vezes que falo é para proclamar: «Violência! Opressão!» A palavra
do Senhor tornou-se para mim motivo de insultos e escárnios, dia após dia.
A mim mesmo dizia: «Não pensarei nele mais! Não falarei mais em seu nome!»
Mas, no meu coração, a sua palavra era um fogo devorador, encerrado nos
meus ossos. Esforçava-me por contê-lo, mas não podia.


Salmos 63,2.3-4.5-6.8-9.
Deus, Tu és o meu Deus! Anseio por ti! A minha alma tem sede de ti; todo o
meu ser anela por ti, como terra árida, exausta e sem água.
Quero contemplar-te no santuário, para ver o teu poder e a tua glória.
teu amor vale mais do que a vida; por isso, os meus lábios te hão-de
louvar.
Quero bendizer-te toda a minha vida e em teu louvor levantar as minhas
mãos.
minha alma será saciada com deliciosos manjares, com vozes de júbilo te
louvarei.
porque Tu és o meu auxílio, e à sombra das tuas asas eu exulto.
minha alma está unida a ti, a tua mão direita me sustenta.


Romanos 12,1-2.
Por isso, vos exorto, irmãos, pela misericórdia de Deus, a que ofereçais os
vossos corpos como sacrifício vivo, santo, agradável a Deus. Seja este o
vosso verdadeiro culto, o espiritual.
Não vos acomodeis a este mundo. Pelo contrário, deixai-vos transformar,
adquirindo uma nova mentalidade, para poderdes discernir qual é a vontade
de Deus: o que é bom, o que lhe é agradável, o que é perfeito. Ao serviço
da comunidade


Mateus 16,21-27.
A partir desse momento, Jesus Cristo começou a fazer ver aos seus
discípulos que tinha de ir a Jerusalém e sofrer muito, da parte dos
anciãos, dos sumos sacerdotes e dos doutores da Lei, ser morto e, ao
terceiro dia, ressuscitar.
Tomando-o de parte, Pedro começou a repreendê-lo, dizendo: «Deus te livre,
Senhor! Isso nunca te há-de acontecer!»
Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: «Afasta-te, Satanás! Tu és para mim
um estorvo, porque os teus pensamentos não são os de Deus, mas os dos
homens!»
Jesus disse, então, aos discípulos: «Se alguém quiser vir comigo, renuncie
a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.
Quem quiser salvar a sua vida, vai perdê-la; mas, quem perder a sua vida
por minha causa, há-de encontrá-la.
Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua vida? Ou que
poderá dar o homem em troca da sua vida?
Porque o Filho do Homem há-de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos,
e então retribuirá a cada um conforme o seu procedimento.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Santo Agostinho (354-430), bispo de Hipona (norte de África) e doutor da Igreja
Sermão 96 (§4-9)

«Renunciar a si mesmo, tomar a própria cruz e seguir a Cristo»

Aquilo que o Senhor ordenou – «Se alguém quer vir Comigo, renuncie a si
mesmo» – parece duro e penoso. Mas não é duro nem penoso, quando Aquele que
ordena ajuda a realizar aquilo que ordena. Porque, se é verdadeira a
palavra do salmo que diz: «por causa das palavras dos teus lábios, segui
caminhos difíceis» (Sl 16, 4), também é verdadeira a palavra de Jesus, que
disse: «o Meu jugo é suave e o Meu fardo é leve» (Mt 11, 30). É que o amor
suaviza tudo aquilo que no mandamento é árduo. Sabemos bem de que prodígios
é capaz o amor. Por vezes, o amor é mau aliado, e dissoluto; mas quantas
dificuldades sofrem os homens, que tratamentos indignos e insuportáveis
estão dispostos a aguentar para alcançarem aquilo que amam! [...] Como o
grande negócio da vida há-de ser escolher adequadamente aquilo que se deve
amar, será de admirar que aquele que ama a Jesus Cristo e quer segui-Lo
renuncie a si mesmo para O amar? [...]

E o que significa o que vem a seguir: «Tomar a própria cruz»? Que ele
suporte aquilo que é penoso e Me siga. Porque, quando um homem começa a
seguir-Me, comportando-se segundo os Meus preceitos, há muito quem o
contradiga, muito quem se oponha a ele, muito quem o desencoraje, também
entre aqueles que afirmam ser companheiros de Cristo, que são os mesmos que
impedem os cegos de gritar por Ele (Mt 20, 31). Sejam ameaças, lisonjas ou
proibições, se queres seguir a Cristo, transforma tudo isso em cruz;
aguenta, suporta, sem te deixares esmagar. [...]

Amais o mundo; mas convém amar mais Aquele que fez o mundo. [...] Estamos
num mundo que é santo, que é bom, que foi reconciliado, que foi salvo, ou
antes, que tem de ser salvo, mas que é salvo, desde já, na esperança.
«Porque na esperança é que fomos salvos» (Rom 8, 24). Assim, pois, neste
mundo, ou seja, na Igreja, que segue a Cristo, Ele diz-nos a todos: «Se
alguém quer vir Comigo, renuncie a si mesmo.»




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.