16 de ago de 2008

Paulo de Tarso, o Apóstolo das Nações

O homem que se deixou usar pelo Espírito Santo de Deus...


Ainda no ano passado, no dia 28 de junho de 2007, o Papa Bento XVI convocou um ano jubilar dedicado ao Apóstolo Paulo. O início foi no dia 28 de junho de 2008 e se encerrará no dia 28 de junho de 2009. O Santo Padre o convocou porque é neste período que celebramos os 2 mil anos do nascimento do grande apóstolo.
Todos nós sabemos o quanto Saulo de Tarso – em coerência com sua fé na doutrina de Moisés e com sua formação na escola do grande mestre Gamaliel – perseguia tenazmente os cristãos. Mas Jesus o esperava no caminho de Damasco, porque queria fazer do perseguidor o Apóstolo das Nações.
Jesus, que apareceu para ele no caminho, poderia fazer tudo que tencionava. Mas não. Ele lhe dá uma ordem para que entre em Damasco, porque é lá que lhe deve ser dito o que deve fazer. Ao mesmo tempo, Cristo aparece a Ananias, um homem simples daquela cidade, cristão recentemente convertido, e o envia com ordens precisas para que vá a casa onde está Saulo, porque “este homem” – disse-lhe Jesus – “vai ser para mim um instrumento escolhido que levará o meu nome diante das nações, dos reis e dos filhos de Israel”. E acrescenta: “Eu lhe mostrarei tudo o que terá de padecer pelo meu nome”.
Ananias obedece. Vai até Saulo, impõe-lhe as mãos e este é curado da cegueira e fica cheio do Espírito Santo. Só depois disso é que ele [Saulo] é batizado, e no impulso e no poder do Espírito, que o possui, começa imediatamente a proclamar nas sinagogas que Jesus Cristo é o Filho de Deus. O que o antigo perseguidor recebe do Senhor, através da imposição das mãos e da oração de Ananias, é o que ele vai fazer agora em favor de todos aqueles a quem o Senhor o enviar.
A partir de Antioquia, para onde ele é convocado a ir por Barnabé, Paulo vai ser o grande apóstolo da efusão do Espírito e do uso dos carismas. Ele impõe as mãos sobre os pagãos e eles ficam cheios do Espírito Santo, convertem-se, são batizados e começam uma vida nova em Cristo.
Paulo se deixa usar pelos carismas do Espírito e, então, prodígios, sinais, curas, milagres se realizam diante dos novos convertidos. O apóstolo lhes demonstra que essa graça é também para eles. Assim, ele os exorta a impor as mãos e a pedir que muitos outros recebam o batismo no Espírito. Ele os impulsiona a se deixarem usar pelos carismas do Espírito Santo e igualmente maravilhas acontecem por meio deles.
Foi em Antioquia que o próprio Espírito Santo separa Paulo de Barnabé e os envia em missão. Foram três grandes viagens apostólicas que aconteceram e assim as principais cidades do mundo então conhecido são atingidas por essa explosão do poder do Espírito. Sempre guiado pelo Espírito, Paulo vai chegar a Roma, onde, apesar de estar em prisão domiciliar, exerce corajosamente um amplo trabalho missionário. É aí que no ano 67 ele culmina com o martírio a sua maravilhosa missão. Paulo foi realmente o Apóstolo das Nações.
Muitas celebrações acontecerão neste ano jubilar, especialmente o Sínodo, que vai ser realizado em Roma no mês de outubro, com este tema tão importante para nós: “A Palavra de Deus na vida e na Missão da Igreja”. Nossa família Canção Nova quer participar o máximo possível desses lindos acontecimentos. A melhor maneira, porém, de viver este ano dedicado a São Paulo será realizar com ardor o que ele viveu e realizou: sermos apóstolos da efusão do Espírito e do uso dos carismas, levando essa graça ao maior número de pessoas. O Senhor nos confia esta missão.
Cremos que esse é o meio maravilhoso que o Senhor dá à sua Igreja nos tempos de hoje: levar Jesus Cristo e a Sua salvação ao nosso mundo paganizado. A nossa família quer dar à Igreja a sua parte de contribuição para que isso aconteça. Juntos somos mais. Conto com você nessa urgente tarefa.

Padre Jonas Abib

pejonas@cancaonova.com

Fundador da Comunidade Canção Nova e Presidente da Fundação João Paulo II. É autor de diversos livros, milhares de palestras em áudio e vídeo, viajando o Brasil e o mundo em encontros de evangelização. Acesse: wwww.padrejonas.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.