10 de set de 2008

Liturgia Diária!!!

Quarta-feira, dia 10 de Setembro de 2008
S. Nicolau Tolentino, presbítero, +1305



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Leão XIII : "Felizes vós, os pobres"

Leituras

1 Cor. 7,25-31.
A respeito de quem é solteiro, não tenho nenhum preceito do Senhor, mas dou
um conselho, como homem que, pela misericórdia do Senhor, é digno de
confiança.
Julgo, pois, que essa condição é boa, por causa das angústias presentes;
sim, é bom para o homem continuar assim.
Estás comprometido com uma mulher? Não procures romper o vínculo. Não estás
comprometido? Não procures mulher.
Todavia, se te casares, não pecas; e se uma virgem se casar, também não
peca. Mas estes terão de suportar as tribulações corporais e eu quisera
poupar-vos a elas.
Eis o que vos digo, irmãos: o tempo é breve. De agora em diante, os que têm
mulher, vivam como se não a tivessem;
e os que choram, como se não chorassem; os que se alegram, como se não se
alegrassem; os que compram, como se não possuíssem;
os que usam deste mundo, como se não o usufruíssem plenamente. Porque este
mundo de aparências está a terminar.


Salmos 45(44),11-12.14-15.16-17.
Filha, escuta, vê e presta atenção; esquece o teu povo e a casa do teu pai.

Porque o rei deixou-se prender pela tua beleza; ele é agora o teu senhor:
presta-lhe homenagem!
filha do rei é toda formosura, os seus vestidos são de brocados de ouro.
Em vestes de muitas cores é apresentada ao rei; as donzelas, suas amigas,
seguem-na em cortejo.
Avançam com alegria e júbilo e entram felizes no palácio real.
No lugar de teus pais, estarão os teus filhos; farás deles príncipes sobre
toda a terra.


Lucas 6,20-26.
Erguendo os olhos para os discípulos, pôs-se a dizer: «Felizes vós, os
pobres, porque vosso é o Reino de Deus.
Felizes vós, os que agora tendes fome, porque sereis saciados. Felizes vós,
os que agora chorais, porque haveis de rir.
Felizes sereis, quando os homens vos odiarem, quando vos expulsarem, vos
insultarem e rejeitarem o vosso nome como infame, por causa do Filho do
Homem.
Alegrai-vos e exultai nesse dia, pois a vossa recompensa será grande no
Céu. Era precisamente assim que os pais deles tratavam os profetas».
«Mas ai de vós, os ricos, porque recebestes a vossa consolação!
Ai de vós, os que estais agora fartos, porque haveis de ter fome! Ai de
vós, os que agora rides, porque gemereis e chorareis!
Ai de vós, quando todos disserem bem de vós! Era precisamente assim que os
pais deles tratavam os falsos profetas».


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Leão XIII, papa de 1878 a 1903
Encíclica Rerum novarum, 13

"Felizes vós, os pobres"

Os deserdados da fortuna aprendem da Igreja que, segundo o juízo do próprio
Deus, a pobreza não é um opróbrio e que não se deve corar por ter de ganhar
o pão com o suor do seu rosto. É o que Jesus Cristo Nosso Senhor confirmou
com o Seu exemplo. Ele, que «de muito rico que era, Se fez indigente» (2Co
8,9) para a salvação dos homens; que, Filho de Deus e Deus Ele mesmo, quis
passar aos olhos do mundo por filho dum artesão; que chegou até a consumir
uma grande parte da Sua vida em trabalho mercenário: «Não é Ele o
carpinteiro, o Filho de Maria?» (Mc 6,3).
Quem tiver na sua frente o modelo divino, compreenderá mais facilmente o
que Nós vamos dizer: que a verdadeira dignidade do homem e a sua excelência
reside nos seus costumes, isto é, na sua virtude; que a virtude é o
património comum dos mortais, ao alcance de todos, dos pequenos e dos
grandes, dos pobres e dos ricos; só a virtude e os méritos, seja qual for a
pessoa em quem se encontrem, obterão a recompensa da eterna felicidade.
Mais ainda: é para as classes desafortunadas que o coração de Deus parece
inclinar-se mais. Jesus Cristo chama aos pobres bem-aventurados: convida
com amor a virem a Ele, a fim de consolar a todos os que sofrem e que
choram(Mt 11,28); abraça com caridade mais terna os pequenos e os
oprimidos. Estas doutrinas foram, sem dúvida alguma, feitas para humilhar a
alma altiva do rico e torná-lo mais condescendente, para reanimar a coragem
daqueles que sofrem e inspirar-lhes resignação.
Com elas se acharia diminuído um abismo causado pelo orgulho, e se obteria
sem dificuldade que as duas classes se dessem as mãos e as vontades se
unissem na mesma amizade.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.