15 de out de 2008

2009: Ano Catequético Nacional - 'Catequese, caminho para o Discipulado'

1. POR QUE UM ANO CATEQUÉTICO:

Há cinqüenta anos acontecia o primeiro Ano Catequético, hoje, dando continuidade ao dinamismo do movimento catequético, queremos fazer com que todas as nossas Dioceses, Paróquias e comunidades, sejam de fato comunidades catequizadoras, cuja eixo norteador é a formação para o discipulado e missão. Neste sentido, a 44ª Assembléia Geral dos Bispos (2006) aprovou por unanimidade a realização de um Ano Catequético, celebrando 50 anos do primeiro Ano Catequético, ocorrido em 1959. A iniciativa é resultado da importância e valorização que a Igreja vem dando a CATEQUESE, como ficou expresso no processo de elaboração do Diretório Nacional de Catequese (DNC – 2002 a 2005); e também na V Conferência de Aparecida, sem o impulso da catequese não há como formar discípulos missionários.

O Ano Catequético tem como tema: "Catequese , caminho para o discipulado" e lema: "Nosso coração arde quando Ele fala, explica as Escrituras e parte o pão" (Lc 24,13-35). Terá sua culminância com a 3ª Semana Brasileira de Catequese que se realizará de 7 a 11 de outubro de 2009 em Itaici (Indaiatuba - SP).

2. COMO A IGREJA ESTÁ SE PREPARANDO PARA O ANO CATEQUÉTICO:

O objetivo do ano catequético se expressa da seguinte forma: Dar novo impulso à catequese como serviço eclesial e como caminho para o discipulado.

A busca de um novo impulso à catequese, levando à consciência de que a catequese é uma dimensão de toda ação evangelizadora. Uma ação eclesial só é evangelizadora se também catequiza. Catequese não é portanto, uma ação restrita aos ministros da catequese, mas é de todo cristão. Com isso há necessidade de recuperar a concepção de catequese como processo permanente de educação da fé e não somente em vista à preparação aos sacramentos.

Catequese como caminho para o discipulado, traz presente a necessidade do encontro pessoal com Jesus Cristo e conseqüentemente o seguimento e missão, todo discípulo é missionário, são as duas faces de uma mesma realidade, conforme afirma o Documento de Aparecida .

A CNBB, através da Comissão Episcopal Pastoral para Animação Bíblico-Catequética, convoca a Igreja do Brasil para o Ano Catequético Nacional de 2009 e apresenta como instrumento de trabalho o TEXTO-BASE.

Este subsídio para o grande mutirão catequético está centrado na iniciação à vida cristã, no discipulado missionário, à luz do itinerário dos discípulos de Emaús (Lc 24,13-35).

Está organizado em três partes, seguindo o método ver-julgar-agir, resgatado e valorizado no Documento de Aparecida (DA 19) e presente também no Diretório Nacional de Catequese (DNC 157).

ANO CATEQUÉTICO É PARA TODA IGREJA:

Não quer ser um evento isolado, se insere no processo de recepção do Documento de Aparecida, nas novas Diretrizes aprovadas na 46ª Assembléia Geral da CNBB, nos demais eventos eclesiais, enfim, quer impulsionar e dinamizar toda a caminhada pastoral da Igreja, Dioceses, Prelazias, Paróquias, comunidades, Pastorais e Movimentos. Diante disso, os Bispos, os Párocos, primeiros responsáveis pela catequese, juntamente com os agentes de pastoral leigos/as, de modo especial os/as catequistas são conclamados a dinamizar as atividades propostas para este evento que tem a seguinte programação:

ABERTURA OFICIAL :

2º Domingo de Páscoa nas Dioceses, Prelazias, Paróquias, Comunidades, com criatividade e de forma celebrativa.

Um destaque na 47ª Assembléia Geral dos Bispos (2009): Celebração Eucarística ou outro evento.

Encerramento: Domingo de Cristo-Rei.

TEMA DA 3ª SEMANA BRASILEIRA DE CATEQUESE:

"Iniciação à Vida Cristã"

DATA E LOCAL: 07 a 11 de outubro de 2009 - Indaiatuba (Itaici) - SP

Fonte: CNBB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.