26 de out de 2008

Liturgia Diária!!!

Domingo, dia 26 de Outubro de 2008
XXX Domingo Comum (semana II do saltério)
Santo Evaristo, papa, mártir, +107



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Santo Anselmo : «Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os profetas»

Leituras

Ex. 22,20-26.
Não usarás de violência contra o estrangeiro residente nem o oprimirás,
porque foste estrangeiro residente na terra do Egipto.
Não maltratarás nenhuma viúva nem nenhum órfão.
Se tu o maltratares, e se ele clamar a mim, hei-de ouvir o seu clamor;
a minha ira inflamar-se-á e matar-vos-ei à espada, e as vossas mulheres
ficarão viúvas e os vossos filhos ficarão órfãos.
Se emprestares dinheiro a alguém do meu povo, ao indigente que está
contigo, não serás para ele como um usurário: não lhe imporás juros.
Se penhorares o manto do teu próximo, devolver-lho-ás até ao pôr-do-sol,
porque a capa é tudo o que ele tem para cobrir a pele. Com que é que ele se
deitaria? E se vier a clamar a mim, ouvi-lo-ei, porque Eu sou
misericordioso.


Salmos 18(17),2-3.3-4.47.51.
Eu te amo, ó SENHOR, minha força.
SENHOR é a minha rocha, fortaleza e protecção; o meu Deus é o abrigo em que
me refugio, o meu escudo, o meu baluarte de defesa.
SENHOR é a minha rocha, fortaleza e protecção; o meu Deus é o abrigo em que
me refugio, o meu escudo, o meu baluarte de defesa.
Invoquei o SENHOR, que é digno de louvor, e fui salvo dos meus inimigos.
Viva o SENHOR! Bendito seja o meu protector! Glorificado seja o Deus que é
a minha salvação!
Deus dá grandes vitórias ao seu rei e usa de bondade com o seu ungido, com
David e seus descendentes para sempre.


1 Tess. 1,5-10.
pois o nosso Evangelho não se apresentou a vós apenas como uma simples
palavra, mas também com poder e com muito êxito pela acção do Espírito
Santo; vós sabeis como estivemos entre vós para vosso bem.
Vós fizestes-vos imitadores nossos e do Senhor, acolhendo a Palavra em
plena tribulação, com a alegria do Espírito Santo,
tendo-vos, assim, tornado um modelo para todos os crentes na Macedónia e na
Acaia.
Na verdade, partindo de vós, a palavra do Senhor não só ecoou na Macedónia
e na Acaia, mas por toda a parte se propagou a fama da vossa fé em Deus, de
tal modo que não temos necessidade de falar disso.
De facto, são eles próprios que contam o acolhimento que vós nos fizestes e
como vos convertestes dos ídolos a Deus, para servirdes o Deus vivo e
verdadeiro
e para aguardardes do Céu o seu Filho, que Ele ressuscitou de entre os
mortos, Jesus, que nos livra da ira que está para vir.


Mateus 22,34-40.
Constando-lhes que Jesus reduzira os saduceus ao silêncio, os fariseus
reuniram-se em grupo.
E um deles, que era legista, perguntou-lhe para o embaraçar:
«Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?»
Jesus disse lhe: Amarás ao Senhor, teu Deus, com todo o teu coração, com
toda a tua alma e com toda a tua mente.
Este é o maior e o primeiro mandamento.
O segundo é semelhante: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Santo Anselmo (1033-1109), monge, doutor da Igreja
Carta 112, dirigida a Hugo, prisioneiro; Opera omnia, 3, p.245

«Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os profetas»

Como reinar nos céus mais não é do que aderir a Deus e a todos os santos,
pelo amor, numa única vontade, de tal forma que exercem em conjunto um
único e mesmo poder, ama pois a Deus mais do que ti próprio, e verás que
começas a ter o que desejas possuir de forma perfeita no céu. Concerta-te
com Deus e com os homens – se estes não se separarem de Deus – e começarás
a reinar com Deus e com os seus santos. Porque, na justa medida em que
agora te concertares com a vontade de Deus e com a dos homens, Deus e todos
os santos concertar-se-ão com a tua vontade. Portanto, se queres ser rei
nos céus, ama a Deus e aos homens como deves, e merecerás ser o que
desejas.

Mas este amor, não poderás possui-lo na perfeição se não esvaziares o
coração de todos os outros amores [...] Eis por que aqueles que enchem o
coração com o amor a Deus e ao próximo têm apenas o querer de Deus, ou o de
outro homem, na condição de que este não seja contrário a Deus. Eis por que
são fiéis à oração, e a esta maneira de viver, a lembrarem-se sempre dos
céus; porque lhes é agradável desejar a Deus e falar acerca d'Esse que
amam, ouvir falar d'Ele e pensar n'Ele. É por isso também que rejubilam com
todos os que estão em graça, que choram com os que estão em dificuldades
(Rm 12,15), que têm compaixão pelos infelizes e que dão aos pobres, porque
amam os outros homens como a si mesmos. [...] Sim, é assim que, de facto,
destes dois mandamentos do amor «dependem toda a Lei e os profetas».




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.