28 de out de 2008

Liturgia Diária!!!

Terça-feira, dia 28 de Outubro de 2008
S. Simão e S. Judas Tadeu, apóstolos



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Papa Bento XVI : "Convocou os discípulos e escolheu doze dentre eles, aos quais deu o nome de Apóstolos"

Leituras

Efésios 2,19-22.
Portanto, já não sois estrangeiros nem imigrantes, mas sois concidadãos dos
santos e membros da casa de Deus,
edificados sobre o alicerce dos Apóstolos e dos Profetas, tendo por pedra
angular o próprio Cristo Jesus.
É nele que toda a construção, bem ajustada, cresce para formar um templo
santo, no Senhor.
É nele que também vós sois integrados na construção, para formardes uma
habitação de Deus, pelo Espírito.


Salmos 19(18),2-3.4-5.
Os céus proclamam a glória de Deus; o firmamento anuncia a obra das suas
mãos.
Um dia passa ao outro esta mensagem e uma noite dá conhecimento à outra
noite.
Não são palavras nem discursos cujo sentido se não perceba.
seu eco ressoou por toda a terra, e a sua palavra, até aos confins do
mundo. Deus fez, lá no alto, uma tenda para o Sol,


Lucas 6,12-16.
Naqueles dias, Jesus foi para o monte fazer oração e passou a noite a orar
a Deus.
Quando nasceu o dia, convocou os discípulos e escolheu doze dentre eles,
aos quais deu o nome de Apóstolos:
Simão, a quem chamou Pedro, e André, seu irmão; Tiago, João, Filipe e
Bartolomeu;
Mateus e Tomé; Tiago, filho de Alfeu, e Simão, chamado o Zelote;
Judas, filho de Tiago, e Judas Iscariotes, que veio a ser o traidor.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Papa Bento XVI
Audiência geral de 3/5/2006 (trad. DC 2359, p. 514 © copyright Libreria Editrice Vaticana)

"Convocou os discípulos e escolheu doze dentre eles, aos quais deu o nome de Apóstolos"

A Tradição Apostólica não é uma colecção de objectos, de palavras como uma
caixa que contém coisas mortas; a Tradição é o rio da vida nova que vem das
origens, de Cristo até nós, e envolve-nos na história de Deus com a
humanidade. Este tema da Tradição é de grande importância para a vida da
Igreja.

O Concílio Vaticano II realçou, a este propósito, que a Tradição é
apostólica antes de tudo nas suas origens: "Dispôs Deus, em toda a sua
benignidade, que tudo quanto revelara para a salvação de todos os povos
permanecesse íntegro para sempre e fosse transmitido a todas as gerações.
Por isso, Cristo Senhor, em quem se consuma toda a revelação de Deus Sumo
(cf. 2 Cor 1, 30; 3, 16; 4, 6), mandou aos Apóstolos que pregassem a todos
os homens o Evangelho... como fonte de toda a verdade salutar e de toda a
disciplina de costumes, comunicando-lhes os dons divinos" (Const. dogm. Dei
Verbum, 7).

O Concílio prossegue, anotando como tal empenho foi fielmente seguido
"pelos Apóstolos que, pela sua pregação oral, exemplos e instituições,
comunicaram aquilo que tinham recebido pela palavra, convivência e obras de
Cristo, ou aprendido por inspiração do Espírito Santo" (ibid.). Com os
Apóstolos, acrescenta o Concílio, colaboraram também "varões apostólicos
que, sob a inspiração do mesmo Espírito Santo, escreveram a Mensagem da
salvação" (ibid.).

Como chefes do Israel escatológico, também eles doze como doze eram as
tribos do povo eleito, os Apóstolos continuam a "recolha" iniciada pelo
Senhor, e fazem-no antes de tudo transmitindo fielmente o dom recebido, a
boa nova do Reino que veio até aos homens em Jesus Cristo. O seu número
expressa não só a continuidade com a santa raiz, o Israel das doze tribos,
mas também o destino universal do seu ministério, que leva a salvação até
aos extremos confins da terra. Pode-se captar isto do valor simbólico que
têm os números no mundo semítico: doze resulta da multiplicação de três,
número perfeito, e quatro, número que remete para os quatro pontos
cardeais, e portanto para todo o mundo.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.