27 de out de 2008

Os mártires vivos do Iraque



“Viver a Palavra de Deus significa para nós testemunhá-la pagando o preço com as nossas vidas”. Foi o que disse o cardeal Emmanuel III Delly, patriarca de Babilônia dos Caldeus, no seu discurso durante o Sínodo, expressando a dor e o sofrimento dos iraquianos.

Os iraquianos são obrigados a deixar as suas casas e a emigrar. Nos últimos dias, especialmente, muitas famílias abandonaram Mossul para escapar da morte, das ameaças e das bombas.

Numa entrevista concedida em Roma a H2onews, o cardeal Delly reafirmou o seu apelo:

Sobre o diálogo inter-religioso no Iraque, o patriarca afirmou:

“Somos 7/8 famílias de Mossul. Chegamos aqui após um deplorável ataque na área de al-Sediq, no qual foram mortos um pai e seu filho. O que nós fizemos? Qual é a posição do governo diante deste episódio? Durante um mês foram assassinados cristãos e foram bombardeadas a suas casas. O que fizeram aquelas famílias? Tornaram-se pessoas sem-teto, sem alimento, água, roupas, sem dinheiro. O que nós fizemos? Para onde iremos? Queremos retornar às nossas casas”.

“Peço que cuidem do Iraque, e de não deixá-lo de lado. Até hoje, muitos países jamais mencionaram o Iraque ou mostrado qualquer interesse por ele. Se o Iraque fosse um estado pobre, teriam feito, mas já que é rico em recursos olham somente aos seus próprios interesses. Como uma autoridade no Iraque, e como iraquiano, peço aos responsáveis que se ocupem do Iraque, e dos direitos dos iraquianos, e de se colocarem a serviço de toda a humanidade, de progredir na justiça e na santidade, assim que todos possam olhar para os iraquianos como irmãos e que os iraquianos possam reconquistar a sua dignidade”.

“Por muito tempo, vivemos uns com os outros no amor e na fraternidade. O diálogo não é feito de palavras. Nós o vivemos através da vida em comum, através de nossos compromissos e interesses recíprocos juntos com os irmãos muçulmanos nos últimos 14 séculos. É este o significado do diálogo: eu respeito a fé muçulmana e o islã respeita a minha fé. A religião é para Deus e a nação é para todos”.

Veja o Vídeo Clicando aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.