24 de nov de 2008

Liturgia Diária!!!

Segunda-feira, dia 24 de Novembro de 2008
Segunda-feira da 34ª semana do Tempo Comum

Santo André Dung Lac e companheiros, presbíteros, mártires vietnamitas, séc. XVIII e XIX



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Paulino de Nola : «Ela deitou tudo o que tinha para viver»

Leituras

Apoc. 14,1-3.4-5.
Na visão apareceu o Cordeiro; estava sobre o Monte Sião e, com Ele, estavam
cento e quarenta e quatro mil pessoas que tinham o seu nome e o nome de seu
Pai escrito nas frontes.
Ouvi também uma voz que vinha do céu que era como o fragor do mar ou como
estrondo de forte trovão. A voz que eu ouvira era ainda semelhante à música
de harpas tocadas por harpistas.
E cantavam um cântico novo diante do trono, diante dos quatro seres
viventes e diante dos anciãos. Ninguém podia aprender aquele cântico a não
ser os cento e quarenta e quatro mil que tinham sido resgatados da terra.
Estes são os que não se perverteram com mulheres, porque são virgens; estes
são os que seguem o Cordeiro para toda a parte. Foram resgatados, como
primícias da humanidade, para Deus e para o Cordeiro.
Na sua boca não se achou mentira: são irrepreensíveis.


Salmos 24(23),1-2.3-4.5-6.
Ao SENHOR pertence a terra e o que nela existe, o mundo inteiro e os que
nele habitam;
pois Ele a fundou sobre os mares e a consolidou sobre os abismos.
Quem poderá subir à montanha do SENHOR e apresentar-se no seu santuário?
que tem as mãos inocentes e o coração limpo, o que não ergue o espírito
para as coisas vãs, nem jura pelo que é falso.
Este há-de receber a bênção do SENHOR e a recompensa de Deus, seu salvador.

Esta é a geração dos que o procuram, dos que buscam a face do Deus de
Jacob.


Lucas 21,1-4.
Levantando os olhos, Jesus viu os ricos deitarem no cofre do tesouro as
suas ofertas.
Viu também uma viúva pobre deitar lá duas moedinhas
e disse: «Em verdade vos digo que esta viúva pobre deitou mais do que todos
os outros;
pois eles deitaram no tesouro do que lhes sobejava, enquanto ela, da sua
indigência, deitou tudo o que tinha para viver.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São Paulino de Nola (355-431), bispo
Carta 34, 2-4 : PL 61, 345-346

«Ela deitou tudo o que tinha para viver»

Lembremo-nos daquela viúva que, preocupada com os pobres, de si mesma se
esqueceu a ponto de dar tudo o que lhe restava para viver, pensando na
única vida que havia de vir, como o atesta o próprio Senhor. Os outros
tinham dado o que lhes era supérfluo, mas ela, talvez mais pobre que muitos
pobres – pois a sua fortuna estava reduzida a duas simples moedas -, era
mais rica, em seu coração, que todos os ricos. Ela só olhava para as
riquezas da recompensa eterna; desejosa dos tesouros celestes, renunciou a
tudo o que possuía, bem como aos bens que vêm da terra e a ela retornam (Gn
3,19). Deu o que tinha para possuir o que não via. Deu os seus bens
perecíveis para adquirir bens imortais. Esta pobrezinha não esqueceu os
meios previstos e dispostos pelo Senhor para obter a recompensa futura. Por
isso o Senhor, Juiz do mundo, não se esqueceu dela, pronunciando logo a sua
sentença: faz o elogio daquela que vai coroar no dia do julgamento.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.