29 de nov de 2008

Liturgia Diária!!!

Sabado, dia 29 de Novembro de 2008
Sábado da 34a semana do Tempo Comum

Beato Redento da Cruz, religioso, mártir, +1638, Beato Dionísio da Natividade, religioso, mártir, +1638



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Divina Liturgia de São Basílio : Rezar em todo o tempo, diante do Filho do Homem

Leituras

Apoc. 22,1-7.
Mostrou-me, depois, um rio de água viva, resplendente como cristal, que
saía do trono de Deus e do Cordeiro.
No meio da praça da cidade e nas margens do rio está a árvore da Vida que
produz doze colheitas de frutos; em cada mês o seu fruto, e as folhas da
árvore servem de medicamento para as nações.
E ali nunca mais haverá nada maldito. O trono de Deus e do Cordeiro estará
na cidade e os seus servos hão-de adorá-lo
e vê-lo face a face, e hão-de trazer gravado nas suas frontes o nome do
Cordeiro.
Não mais haverá noite, nem terão necessidade da luz da lâmpada, nem da luz
do Sol, porque o Senhor Deus irradiará sobre eles a sua luz e serão reis
pelos séculos dos séculos.
E disse-me: «Estas palavras são dignas de fé e verdadeiras: o Senhor Deus,
que inspira os profetas, enviou o seu anjo para mostrar aos seus servos o
que brevemente vai acontecer.
Eis que Eu venho em breve. Feliz o que puser em prática as palavras da
profecia deste livro.»


Salmos 95(94),1-2.3-5.6-7.
Vinde, exultemos de alegria no SENHOR, aclamemos o rochedo da nossa
salvação.
Vamos à sua presença com hinos de louvor, saudemo-lo com cânticos
jubilosos.
Pois grande Deus é o SENHOR, é um rei poderoso, mais que todos os deuses.
Na sua mão estão as profundezas da terra e pertencem-lhe os cimos das
montanhas.
Dele é o mar, pois foi Ele quem o formou; a terra firme é obra das suas
mãos.
Vinde, prostremo-nos por terra, ajoelhemos diante do SENHOR, que nos criou.

Ele é o nosso Deus e nós somos o seu povo, as ovelhas por Ele conduzidas.
Oxalá ouvísseis hoje a sua voz:


Lucas 21,34-36.
«Tende cuidado convosco: que os vossos corações não se tornem pesados com a
devassidão, a embriaguez e as preocupações da vida, e que esse dia não caia
sobre vós subitamente,
como um laço; pois atingirá todos os que habitam a terra inteira.
Velai, pois, orando continuamente, a fim de terdes força para escapar a
tudo o que vai acontecer e aparecerdes firmes diante do Filho do Homem.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Divina Liturgia de São Basílio (século IV)
Oração eucarística, II Parte

Rezar em todo o tempo, diante do Filho do Homem

«Fazei isto em memória de Mim. Todas as vezes que comerdes deste pão e que
beberdes deste cálice anunciareis a Minha morte, confessareis a Minha
ressurreição.» Fazemos, pois, memória do Senhor, dos sofrimentos salvíficos
de Cristo, da Sua cruz vivificante, do Seu enterramento durante três dias,
da Sua ressurreição de entre os mortos, da Sua ascensão ao céu, da Sua
presença à Tua direita, ó Pai, e da Sua segunda vinda, glorioso e temível,
oferecendo-Te, daquilo que Te pertence, estas coisas que são Tuas.

Em tudo e por tudo Te cantamos, Te bendizemos, Te damos graças, Senhor, e
Te suplicamos, a Ti, nosso Deus. Foi por isso, Mestre santíssimo, que fomos
considerados dignos de servir no Teu santíssimo altar, não pela nossa
justiça, porque nada fizemos de bom nesta terra; mas, por causa da Tua
bondade e da Tua misericórdia superabundante, ousamos aproximar-nos do Teu
altar, oferecer o sacramento do santíssimo corpo e do sangue sagrado do Teu
Cristo. Pedimos-Te e invocamos-Te, ó Santo dos Santos: que, pela Tua
bondade e benevolência, o teu Espírito Santo desça sobre nós e sobre os
dons aqui presentes, que os abençoe e os santifique, que consagre este pão
ao precioso corpo de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (o diácono
responde: Ámen) e este cálice ao precioso sangue de Nosso Senhor e Salvador
Jesus Cristo (o diácono responde: Ámen), derramado pela vida do mundo (o
diácono responde: Ámen).

Que todos nós, que participamos no único pão e no único cálice, estejamos
unidos uns aos outros na comunhão do único Espírito Santo, e que nenhum de
nós participe no corpo santo e no sangue sagrado do Teu Cristo para seu
juízo e sua condenação, mas que encontremos piedade e graça, com todos os
santos que, desde o começo, Te foram agradáveis. [...] E concede-nos
glorificar e aclamar, a uma só voz e com um só coração, o Teu nome adorável
e maravilhoso: Pai, Filho e Espírito Santo, agora e para sempre, pelos
séculos dos séculos. Ámen.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.