17 de nov de 2008

Trabalhadores encontram no lixo forma para enfrentar desemprego

Nem só de reciclagem vive o lixo. Em São José dos Campos, interior de São Paulo, uma cooperativa encontra no lixo diversos objetos antigos que retratam também um pouco da história dos moradores da cidade. Dos lugares onde menos se espera, a vida recicla a dignidade e a história de quem vive do que a sociedade descarta.

Nesta cooperativa são recolhidos, por mês, cerca de 50 toneladas de material reciclável. Na maioria, papel e garrafa PET. Ao todo, cerca de 30 trabalhadores encontraram no lixo uma forma para enfrentar o problema do desemprego.

Hoje, as cooperativas são importantes instrumentos de colaboração com as empresas. O Brasil gera 140 mil toneladas de lixo por dia. A metade ainda segue direto para os lixões sem tratamento algum.

O material mais aproveitado no país é o alumínio: No ano passado, foram reciclados 95,7%. Recolher materiais recicláveis é uma prática cada vez mais comum em nosso país. O Brasil é recordista mundial em reciclagem de alumínio.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.