13 de dez de 2008

O Bom Humor Bíblico


O dicionário nos define humor como disposição de espírito; veia cômica; ironia delicada e alegre; graça.

Alegria: Contentamento; satisfação; prazer moral; festa.

Graça: Favor; benevolência; perdão; agrado; atrativo; gracejo; dom sobrenatural, como meio de salvação ou santificação; agradecimento; ser acolhido com benevolência, etc.

Sabemos que Deus fez o humor e presenteou ao homem como um dom que lhe proporciona prazer, eu imagino Adão classificando os animais e dando nome a todos eles. A própria natureza tem formas que são muito engraçadas e que nos provocam risos! O sorrir é uma característica do ser humano, o sorriso é a menor distancia entre duas pessoas. Creio eu que se não fosse a “queda” os seres humanos se relacionariam somente através do humor. Com o pecado original, surgiu também o “mau humor” e naturalmente por causa dele nós temos tanto preconceito com o humor.

No Velho Testamento vemos muitos momentos de humor: Abraão riu quando o anjo lhe disse que seria pai, pois ele pensou que era uma brincadeira ou uma piada! Gênesis 17-17. O profeta Elias usou de humor para ridicularizar o falso deus baal l Reis18-27. Eliseu transformou uma batalha numa brincadeira e com o bom humor transformou a guerra em paz: 2 Reis 6-19,23. Centenas de textos bíblicos mostram o bom humor de Deus e do seu povo.

No Novo Testamento vemos que Jesus crescia em estatura, sabedoria e graça. No seu batismo, os céus se abrem e o pai diz: “Este é o meu filho amado no qual me alegro”.

A alegria e o humor fazem parte da vida e ministério de Jesus. Em João 6-5 Jesus brinca com Filipe, mandando, ele dar de comer a multidão! Sendo que isto seria impossível.

Numa de suas comparações Jesus fala de primeiro tirar um “toco” de dentro do próprio olho para poder ver um cisco no olho do próximo. Nas três parábolas de Lucas 15 Jesus termina as histórias com uma grande festa! Em João 15-11 Ele coloca o propósito de alegria: “... para que minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja completa”.

Ao colocarmos as lentes do bom humor podemos ver as centenas de passagens bíblicas que revelam o fino humor de Deus em suas ações. É claro que por causa de nossa educação repressora, carregamos a imagem de um Deus carrancudo e sério, porém o evangelho nos mostra um pai amoroso e brincalhão com suas crianças. Quem é pai sabe como é gostoso brincar com os filhos, mesmo quando já são adultos. “ quem não se fizer como criança...” Não somente o pai pode brincar com os filhos, mas os filhos devem brincar com o pai. Brincar com nosso pai não é falta de respeito, pelo contrario, a brincadeira revela: confiança, liberdade, comunhão, inocência, santidade, amizade etc.

Deus criou o homem e satanás veio e provocou a desgraça. Deus, porém com sua soberania e com seu amor, transformou a desgraça em graça! Para mim a alegria, o humor nasce no coração de Deus. Quero, portanto, servir ao Senhor com alegria. Salmos 100 Pois ele nos trouxe novas de grande alegria. Lucas 2-10. Os setenta voltaram para Jesus com alegria. Lucas 10-17. Um dos frutos do Espírito é a alegria! Por isso alegrai-vos, repito: alegrai-vos! Disse Paulo aos Filipenses.

Tradicionalmente, nós imaginamos um Deus serio e carrancudo. Isto não é verdade! Por exemplo: “Em seu trono, no céu, o Senhor ri e faz pouco caso dos tolos planos dos homens” (Sl 2:4, A Bíblia Viva). Deus é um ser bem humorado completo de alegria e de risos, Ele é o criador de todas as coisas boas.

O humor e a sátira podem ser armas poderosas na transmissão da verdade. Se estiverem alicerçados em uma linguagem forte e interessante. O humor e a ironia serão capazes de romper a rotina mental, ultrapassar o limite das palavras e nos colocar diante de realidades que antes desconhecíamos. O humor é um dos grandes reveladores da verdade. Quando rimos de nossas próprias fraquezas, tornamo-nos mais sadios e mais sábios! Uma das mais poderosas maneiras de mudarmos e melhorar a nós mesmos, é não nos levarmos demasiadamente a sério. As pessoas que se levam muito a sério quase sempre pensam que não necessitam melhorar. O bom-senso e a auto-crítica, gerados pelo bom humor, evitam isso.

Mas o humor nem sempre é um instrumento do bem e da verdade, ele pode expressar amor ou ódio, tolerância ou preconceito, fraternidade ou racismo, sabedoria ou ignorância.

Uma das grandes virtudes do riso é provocar relaxamento de tensões. O bom humor é inofensivo a todos os seres humanos, desmascara a hipocrisia, tem relações profundas com a alegria pura e a felicidade. Brincar com as nossas posições teológicas e fazer humor da nossa vida religiosa, nos permite ser espirituais e não legalistas santos e não moralistas, verdadeiros e não falsos. Não devemos ter medo de rir, pois é terapêutico, ainda que você morra de rir, rir não mata, rir é uma coisa séria, e se não for o melhor remédio, eu diria que é melhor que remédio!
Jasiel Botelho
Fonte: http://jasielbotelho.blogspot.com/2007/12/biblincando_21.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.