"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12

26/02/2009

bispo Sérgio Von Helder não chutou o balde da Universal


Chico Silva

A história lembra aqueles milagres que muita gente diz que presenciou, mas que ninguém consegue provar. Sérgio Von Helder, o pastor da Igreja Universal que em 1995 chutou uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, no dia da padroeira, teria se convertido ao catolicismo. O boato começou na internet, chegou a dois jornais do interior de São Paulo, foi publicado em uma respeitada revista católica, a Pergunte e Responderemos, editada pelo insuspeito dom Estêvão Bettencourt, monge do Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro, e acabou no Programa do Ratinho, no SBT. Também congestionou as linhas telefônicas e lotou caixas de e-mails das emissoras de tevê católicas do País. Mas o milagre virou mico. Von Helder trabalha no escritório da Universal, em Nova York, seguindo ordens de Edir Macedo, o patrono da Universal. Tanto que a mando do chefe, ele teria intermediado as aquisições de um canal de tevê em Atlanta e de uma emissora de rádio em Nova York.

A publicação levou muitos católicos a acreditar no falso milagre. O fato ganhou ainda mais repercussão quando um programa da tevê Canção Nova, emissora católica de Cachoeira Paulista, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, baseado na revista de dom Estêvão, divulgou o milagre como se tivesse ocorrido. ISTOÉ procurou Von Helder no escritório da Universal em Nova York. O bispo não retornou às ligações até o fechamento desta reportagem. De qualquer forma, este é mais um round na batalha que católicos e evangélicos vêm travando desde meados dos anos 90. E esse assalto parece ter sido vencido pelos discípulos de Edir Macedo.Apesar de falsa, a história é extraordinária. O bispo Von Helder teria sido acometido por um estranho mal, que atingiu justamente a perna que chutou a santa. Desesperado com a possibilidade de ficar aleijado, o bispo buscou tratamento em um hospital americano. Entre os médicos da equipe que o atenderam, ficou encantado com uma enfermeira negra. Ela dispensava cuidados especiais ao paciente odiado por milhões de católicos brasileiros. Depois de curado, Von Helder foi cumprimentar os médicos e quis agradecer pessoalmente à enfermeira que tanto cuidado lhe havia dispensado. Ficou chocado ao ser comunicado que no hospital não trabalhava nenhuma mulher negra. Consternado, acreditou que a mulher que o atendeu era a aparição de Nossa Senhora. A partir dali, teria se tornado um fervoroso praticante do catolicismo. Dom Estêvão, que em sua revista publicou o relato que originou a confusão, admite que não procurou confirmar a história com o próprio Von Helder. “Eu vi a notícia em um site e a publiquei com ressalvas, pois não foi o próprio Von Helder que me disse. Mas até o momento a Universal não se manifestou.”

Retirado de "Isto é On Line :
http://www.istoe.com.br/reportagens/28209_O+CONTO+DA+SANTA?pathImagens=&path=&actualArea=internalPage

137 comentários:

  1. ora, se a história é falsa, então por que o proprio helder jamais se pronunciou desmesntindo.

    ResponderExcluir
  2. O fato ocorreu em 1997 e não em 1995.

    ResponderExcluir
  3. tomara que isso tenha realmente acontecido pra ele deixar de ser ignorante, onde ja se viu? desrespeitar a crença dos outros assim? francamente, não vejo em nenhuma passagem biblica, Jesus impondo religião a ninguem e muito menos desrespeitando.Jesus é amor,compreensão, compaixão.

    ResponderExcluir
  4. tomara que isso tenha realmente acontecido com ele pois cometeu uma grosseria anormal, não lembro de nenhuma passagem biblica onde Jesus ficou impondo crenças pra ninguem, francamente, ta mais do que na hora de entendermos que Jesus é amor, compreensão, compaixão e não comercio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é comércio? Qual é a igreja que mais lucra com vendas de imagens e afins?

      Excluir
  5. O Fato ocorreu em ano de 1995 sim senhor! Naquele ano eu ainda morava em Vitória da Conquista Bahia. No ano de 1997, mais precisamente em fevereiro daquele ano eu me mudei para Curitiba-PR. Escrevo isto porque um anônimo contestou a data dizendo ter sido em 1997; o que não foi verdade.

    Francisco Silva Filho - Curitiba-PR

    ResponderExcluir
  6. ESPERO REALMENTE QUE SEJA MENTIRA POIS SOU CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA E NÃO VEJO SENTIDO NENHUM NA CONVERSÃO DESSE PASTOR IGNORANTE PARA A RELIGIÃO CATÓLICA, ESPERO QUE ELE PERMANEÇA NA UNIVERSAL POIS ISSO NÃO ME TRARIA NENHUM ORGULHO!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha quem esta falando em ignorância... Deus quer a salvação de todos! Você está se achando melhor que ele?

      Excluir
    2. Pastor ignorante? não sentiria orgulho? conversão para a igreja católica? conversão é para Deus e não para placas de igreja, e quem disse que Deus quer que voce sinta orgulho de algo? voce é serva de Deus ou FISCAL DA FÉ DOS OUTROS? estranho não, como alguém fala que é serva de Deus se não quer a conversão dos filhos de Deus? ja percebi que voce é daquelas pessoas "católicas" que nunca leu a biblia de verdade, que vai na igreja por que seus pais querem que voce vai, que acho que conheceu Jesus, mas aí vai Joaõ 3:16 "Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna...
      se Deus fez isso por nós, quem é voce para querer dar sua opinião sobre fé?
      Quando orar o pai nosso preste atenção no que estas declarando, não é uma simples reza é uma determinação em forma de oração....
      CRESÇA EM CRISTO......JESUS TE AMA.....

      Excluir
  7. Poxa! Ele não se converteu?!
    Coitado!
    Mesmo assim a Mãezinha continua olhando por ele e esperando o pedido de perdão dele!
    Maria, vos guarde!
    Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  8. Olha quem cura é Deus, quem faz milagres é Deus, mas não devemos desfazer de nenhuma religião, eu sou católica, mas Deus esta em primeiro lugar em minha vida. Pois na Biblia está escrito:
    Tem boca mas não fala, tem ouvido mas não escuta,então muitas pessoas preferem pedir ou recorrer a santos do que a Deus e Ele atende sim as preces dessas pessoas, mas não é o santo ou santa que faz o milagre mas é Deus que é todo poderoso, e se vc tem fé e acredita tudo acontece. Mas acima de tudo e de todos esta Deus. Não devemos agredir a nenhuma religião e nem desrespeitar, desfazer e nem criticar a devoção de ninguém e sim pedir a Deus que abra os nossos olhos e nos mostre a verdade e nos der inteligencia, sabedoria para entender e compriender a sua vontade e o seu amor que é infinito para conosco.Deus conhece os nossos pensamentos mesmo antes de nós mesmos,vamos confiar e esperar e não criticar ou ofender ninguém pelas suas atitudes ou erros, mas sim orar e pedir que Deus toque em nossos corações e nos mostre o que é certo ou errado, para não comeeter-mos os mesmos erros dos outros.
    Ass. Nanda

    ResponderExcluir
  9. Olá queridos amigos,vejam bem, eu vi pela tv varias reuniões desse pastor,que tem tendência neo-pentecostal,por ter enfase ao exorcismo. Não sebemos qual foi a real intenção dele se foi para se promover ou revolta ao sentimento nacional de adoração a santa. Eu tambem achei errado aquilo. Mas respondendo a jaqueline,é bom ler a biblia com mais cuidado, jesus era da religiao judaica , criticou os judeus farizeus,os escribas mas que tambem os respei-tassem por seu trabalho,criticou os saduseus não por serem tais, mais por causa de suas eresias,por que nao criam em anjos,milagres ,o sobrenatural e eram liberais,não tinham cuidado com a doutrina. No velho testamento Deus ordenava Destruir altares de outros Deuses,consentia e ordenava que se matassem os povos que adoravam outros Deuses. Nós cristãos deveriamos pedir por profetas que falasem a verdade da palavra independete de que religiao cristã formos.

    ResponderExcluir
  10. Sou evangélica mais não concordo com tal ato. Devemos sim respeitar a liberdade de culto dos outros. Todos tem Bíblia mais são poucos os que leem, quero apenas deixar aqui um pedido para meus irmãos católicos que leiam a Bíblia, pois lá tem a resposta para tudo o que necessitamos. Leia;Deuteronômio cap.5 vers.6a9,jeremias,cap.10, salmos,115 e 135,Deuteronônomio,cap.4,vers.15 a 20 e João,cap.3 vers.13. Que o Senhor Jesus esteja no coração de cada um de nós, e ao invés de estarmos olhando a vida do nosso irmão por falha ou erro vamos orar por ele, pois só o Deus altíssimo é quem pode julgar a cada um segundo as suas obras. Eu acho que Jesus deve ficar muito triste com os filhos dele discutindo por religião e igreja, ele quer os filhos dele em busca das almas perdidas que estão ai fora necessitando de ajuda, e não que fiquemos brigando, pois somos todos filhos do mesmo pai de amor. Ele está voltando vamos parar com tantas acusações uns para com os outros ele não esta feliz com isso. Quem é pai sabe do que eu estou falando nenhum pai que ver seus filhos brigando por qualquer que seja o motivo, imagine o nosso Senhor JESUS. Que tristeza, vamos pensar nisso.

    ResponderExcluir
  11. Leiam o livro de Santa Brigida da Suécia.
    Revelações e profecias

    ResponderExcluir
  12. " Amai a Deus Sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo "
    Meu senhor e meu Deus, perdoe nossos Pecados,e nos conduza a vida eterna, Amém!

    AMIGOS, PAREM COM ISSO, ENQUANTO FICAMOS NOS ESBOFETEANDO POR AQUI, O REINO DO ENCARDIDO FICA EM FESTA, PAREM COM ISSO, QUEM QUISER ADORAR QUE ADORE, QUEM QUISER SER CURADO PELA FÉ QUE SEJA, DEUS ESTÁ DENTRO DE CADA UM NÓS E PONTO FINAL, CADA UM TEM QUE SEGUIR O QUE O SEU CORAÇÃO MANDAR, ERRADO OU CERTO A SALVAÇÃO É INDIVIDUAL...
    Irmãos Católicos, não precisamos disso pra fortalecer a nossa Igreja, precisamos de MUUUIIITA ORAÇÃO, JEJUM, CARIDADE, AMOR AO PRÓXIMO E ADORAÇÃO AO ESPIRITO SANTO... cuidado com as informações que correm na internet, confirme antes de divulgar qualquer nota, mesmo com ressalvas, pelo amor de Deus.
    Que Deus abençõe a Canção Nova que admiro tanto
    e a todo ser vivo deste mundo, Amém !
    Ass. Tiago - Macaé - RJ

    ResponderExcluir
  13. Queridos Irmãos. Todoas as graças de Deus passam pelas mãos de Maria, Nossa Mãezinha do Céu! Ela é Nossa Medianeira, Nossa Intercessora. Creiam.....

    ResponderExcluir
  14. Sempre verifico as histórias p ver se são evrdade mesmo. Nesse caso, na verdade, o link correto p a reportagem da Isto É, é:

    http://www.istoe.com.br/reportagens/28209_O+CONTO+DA+SANTA?pathIma

    ResponderExcluir
  15. Hélio Jorge13/4/10 11:28 PM

    Gostaria de comentar, que está escrito na bíblia dito por Jesus: Sejam santo como eu... vocês podem fazer muito mais do que eu fiz.Também tem na bíblia, que na formação do tabernáculo de Deus, foi determinado que colocassem dois querobins ao lado do altar.Também Jesus falou das grandes recompensas àqueles que servissem à Deus com amor, justiça, desprendimento e mansidão.Falou ainda daqueles que seriam lembrado de geração em geração.A bíblia também diz: Não faleis daquilo que não conheces. Os segredos de Deus, está além da capacidade humana. Ninguém pode se colocar na condição de guiar pessoas rumo a salvação, pelo que leu, interpretou, materializou e passa para os devotos com a maior naturalidade e irresponsabilidade. É preciso disciplina para alcançar a sabedoria.Ainda assim, eu aguardo muitos irmão católicos que desertaram, e hoje disputam espaços como verdadeiros filhos pródigos.Pois,ainda hoje criticam a religião que lhes deram origem cristã.Sendo assim, diz o grande mestre, no final dos tempos será só um pastor, e um só rebanho. Como podem repudiar os santos dessa forma, se todos buscam ser santos? Então ser santo para eles, não deveria ser tão importante assim! Não quero que me tenham como hipócrita, mas, gostaria de discutir como diz o senhor Jesus: conheças a verdade, e a verdade vos libertará...

    ResponderExcluir
  16. Não devemos julgar os atos do Pastor. O que fez não é uma atitude cristã, isso é fato! Mas o poder de julgar é somente de Deus. Em relação a Nossa Maria Santissima, também devemos entender aqueles que por algum motivo não acreditam nela. Mas algo é certo: a Mãe existe e Jesus no alto da cruz instituiu a maternidade de Maria sobre nós e se o seguimos com a orientação do Espirito Santo, devemos relembrar essa entrega. Que Maria possa se manifestar na vida dos que não creem para salvar essas almas da perdição eterna. Ela é nossa mãe e nos ama no silêncio. Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós! Amém.

    ResponderExcluir
  17. Eu sou católica, acredito que ao invés de brigas e discussões, as pessoas deveriam se unir, independente de credo e religião, pois do jeito que as coisas andam, uma violência cada vez mais absurda, fatos de cair o queixo de tão inacreditável! O diabo está a solta só esperando nossas fraquezas para nos atacar. Vamos orar mais e vigiar, para que nessa batalha o exército de Jesus seja vencedor!Que Deus abençoe a todos.

    ResponderExcluir
  18. vamos ser irmãos em cristo jesus!muita fome pra ser saciada ,muita miseria a ser resolvida,muitos sem crer em nada.catolico! evangelico!são realmente cristão?
    vamos somente plantar o amor!

    ResponderExcluir
  19. Apesar dessas seitas evangélicas insistirem em ser igreja, não é possível isso sem a comunhão com os santos. Cristo faz na eucaristia e em todas as passagens que se reuni com os discípulos, os futuros santos da igreja, seus sacramentos. Os milagres são assim, silenciosos e com propósitos. Muito diferente daquela seção de macumba que existe no culto dessas seitas que de vez em quando abaixa algum espírito...sem sacramentos não há Igreja. Igreja só tem uma...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sou cristão15/11/12 10:50 PM

      é "ser cristão", infelizmente vc está muito mal informado; em nenhum momento da Bíblia eu pude ver Deus dividindo Sua glória com algum santo. Apesar se hoje termos autoridade para pisar em serpentes e escorpiões, expulsar demônios e curar enfermos, Tudo é em nome e para a Glória de Deus. Realmente igreja só existe uma: nós, ou seja todo aquele que confessa Cristo como Senhor e Salvador!!!

      Excluir
  20. Os santos, considerados pais da Igreja, brilharam, como homens verdadeiramente perfeitos. Perto deles nada somos nem fazemos.
    Que é nossa vida comparada com a deles?
    Santos e amigo do Senhor Jesus, serviram-no na sede e na fome, no frio, nas vigílias, em jejuns e oração, nas santas meditações, nas perseguições e em muitos opróbrios (cf 2Cor 11,23-27).
    Por quantas graves tribulações não passaram os apóstolos, os mártires, os confessores, as virgens e todos quantos quiseram seguir os passos de Cristo!
    "Não fizeram conta de sua vida neste mundo e a guardaram para a vida eterna" (Jo 12,25).
    Que vida rigorosa e abnegada viveram os Pais do deserto, que grandes tentações enfrentaram, quantas vezes foram molestados pelo inimigo, como era ardente e freqüente sua oração, como era estrita sua abstinência, com que zelo e com que fervor se empenharam no progresso espiritual, com que vigor combateram os vícios, com que pureza de coração e com que retidão no agir levavam a vida diante de Deus!
    Trabalhavam de dia e dedicavam a noite á oração, sem interrompê-la, contudo, mentalmente durante o trabalho.
    As horas de oração lhes pareciam breves. A douçura da união com Deus os fazia esquecer até mesmo a necessidade de comer.
    Renunciavam a todos os cargos, as honras, aos amigos e aos parentes. Não queriam ter nada do mundo.
    Fundados na verdadeira humildade, viviam obdientes, caminhando com amor e paciência, progredindo cada dia e recebendo imensas graças de Deus.
    Servem de exemplo a todos. Estimulam-nos a sempree progredir, diferentemente do grande número de frouxos que nos induzem ao relaxamento.
    Que bom seria que diante do exemplo dos santos se despertasse em ti o gosto pelo progresso nas virtudes!.

    joseribamar.almeida@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão estudem e meditem não é fabula é lógica incontestável
      Pedro esteve em Roma isso é certeza absoluta nos escritos nos e testemunhos de todos os pais da igreja,você vai certamente também encontrar seus registros e provas na arqueologia na história e geologia.pois os apóstolos de Jesus Cristo tinham seus discípulos e um desses se chamava São Lino (30-76) seu nome aparece mencionado na Bíblia católica, no texto da Epístola de são Paulo para timótio (4:21). São Lino conviveu com São Paulo fato incontestável pela tradição pela historia.os pais da igreja testificam são lino como papa sem contar os documentos da Igreja que comprovam tudo.
      a igreja do seculo 1 é magistral nasceu católica .
      não existe nada que prove o contrario não se pode mudar uma historia já feita
      por isso todos os pais da igreja historiadores pregadores antes de 1480 são unânimes em
      bendizer e reconhecer essa bem aventurança
      a contestação de que São Pedro nunca foi papa e que nunca esteve em Roma só nasceu quando surgiu o protestantismo com Lutero que criou a igreja Lutera em 1517 e a história todo mundo já sabe sua igreja se dividiu em seguida em milhares de denominações e por isso de lá pra cá muitos argumentam contestam e inutilmente tentam em vão distorcer a verdade negando que São Pedro nunca foi papa e que nunca esteve em roma negar essa verdade que veio dos Pais da igreja é negar toda uma historia que foi passada documentada relatada transmitida mostrada confirmada e ainda mesmo assim com tudo isso tão claro e tão evidente mostrando ser São Pedro o nosso primeiro papa ainda assim as vezes aparecem uns sonhadores hereges que apresentam historias que parecem fabulas de desenho animado afirmando que São Pedro não foi papa. tem uns tão amador que passa do ridículo e outros metido a apologético daqueles que pegam frases dos pais da igreja tira a frase do contexto faz um jogo de palavras e amontoa um monte de metáforas de palavras escolhidas a dedo tentando provar catastrófico que São pedro nunca esteve em roma.o mais engraçado e que as vezes aparecem outros dizendo que a igreja católica surgiu com constantino esses nem dou oi pra que finalizando se você estuda matemática num livro errado que diz que 8 mais ou é igual a 9 ou que 5 mais 5 é 11 com certeza você vai aprender errado. uma pergunta o falso é o que foi criado primeiro ou o que foi copiado depois pra debater discutir se algo é falso certo ou errado teria primeiro era que ter história vivido a época debatido na época não se pode jamais mudar uma historia já feita viva a igreja Católica apostólica Romana
      parabéns amigo

      Excluir
    2. sou cristão15/11/12 10:54 PM

      Só uma correção: Lino nunca foi papa; era Bispo!!!!

      Excluir
  21. as igrejas evangelicas enganam muito o povo,pedem quantias altas em dinheiro para serem abençoadas.alguem ja viu isto?se você não tem para contribuir quer dizer que sua benção não vem?esse tal VON HELDER deveria era ficar sem as duas pernas dependente dos outros pra ele ver o que é bom.pode ter a certeza que se ele não pagou ainda vai pagar;passe o tempo que passar vocês verão mais cedo ou mais tarde.PIOR QUE A ENGANAÇÃO EVANGÉLICA NÃO EXISTE,VOCÊS NÃO TEM MORAL PRA CHUTAR NEM VOCÊS MESMOS.PORQUE VOCÊ VON HELDER NÃO APARECE PARA RELATAR A VERDADE?É SIMPLESMENTE A VERGONHA?MOSTRE A SUA CARA.AH SÓ PARA CONCLUIR;MULETAS; CADEIRAS DE RODA;ESPIRITOS NA SUA IGREJA SÃO TODOS CONTRATADOS SOMENTE PARA ENGANAR O POVO.

    ResponderExcluir
  22. Tenho pena dos evangélicos, iludidos por pastores. A única e verdadeira Igreja de Cristo é a Católica, Apostólica Romana: "Pedro, sobre essa pedra construirás a minha Igreja"!
    Qual foi a igreja construída? a basilica de São Pedro, católica, que está quase ao lado do cárcere onde São Pedro ficou preso. Todas as comunhões evangélicas derivam de Calvino, Lutero, e outros, etc., fundadas mais de 1400 anos depois de Cristo (como por exemplo a Universal, fundada há pouco tempo, por Edir Macedo, que até se intitula bispo, ahahaha, coitado). Gente isso é História, não é invenção, é só estudar um pouquinho mais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sou cristão15/11/12 11:07 PM

      é anônimo se vc gosta de história, deveria ler um pouco mais, sabia!quando Cristo diz que de Pedro construiria a Sua Igreja, estava referindo-se ao povo eleito, separado e não à uma estrutura física(templo)em momento algum da História Pedro foi eleito Papa. a igreja evangélica não "nasceu com Calvino ou Lutero; ela sempre existiu desde Pentecostes. Nos reformadores houve o racha, ou melhor o rompimento com as doutrinas que não se enbasavam na Palavra de Deus, como por exemplo as indulgências, purgatório e o privilégio de só os clérigos deterem para si o conhecimento da Bíblia.

      Excluir
  23. a biblia diz que só há um medianeiro (l timoteo 2:5)e em nenhum outro nome há salvação (atos 4:12) a quem me comparareis...isais 46:4-5-6
    joao 3:13 diz que só jesus subiu ao ceu.
    maria diz: a minha alma engrandece ao senhor,e o meu espirito exulta em Deus meu SALAVADOR.lucas 1:46-47. faça oque ELE vos disser...joão 2:5
    existe sim muita diferença entre o catolicismo e a igreja evangelica, catolicismo prega dógmas,filosofias e sutilesas. colossenses 2:8
    enquanto a igreja evangelica prega a biblia .


    Jesus disse: ide e pregai o meu EVANGELHO...marcos 16:15

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ceita acorda amigo o protestantismo é tao ceita que por interpretação particular de dividiu em mais de 20 mil acorda colega

      Excluir
    2. É uma pena que vcs evangélicos PENSEM que pregam a Bíblia... Vocês na verdade pregam apenas alguns versículos da Bíblia... Se pregassem realmente a Bíblia, seriam católicos, pois a Bíblia conduz ao catolicismo! Como Santo Agostinho dizia: "Se você crê nos evangelhos apenas naquilo que lhe agrada, você não crê nos evangelhos, mas em você mesmo...
      Voces são todos hereges e vão arder no fogo do inferno por calúnia a Esposa de Cristo, Fiel e Casta, Santíssima Igreja Católica, a mesma ontem, hoje e por toda a eternidade, pelos séculos dos séculos. Amém!
      Salve Maria, cheia de graça, Rainha da Igreja, Mãe de todos os homens! (até dos que não querem ser seus filhos)

      Excluir
    3. sou cristão15/11/12 11:34 PM

      é verdade anônimo, aquele que prega somente parte da Bíblia não é cristão, concordo com vc. por isso qualquer um que encare esse desafio(pregar a Palavra de Deus) deve ter consciência que a boca bendiz ou amaldiçoa. porém mãe só tenho uma: a minha genitora. a esposa de Cristo, ou melhor, Sua noiva somos todos nós, aqueles que o servem, adoram e o reconhecem como Único Senhor e Salvador. a igreja católica e a evangélica eram uma só: católica(universal), apostólica(enviados, mensageiro). somente quando o coração do homem falou mais alto que a vontade de Deus é que houve o racha; celibato, purgatório, culto a santos, indulgência, etc. Maria não é e nunca foi mãe de todos os homens; leia Marcos 3:31-35. naõ quero ofender e nem julgar ninguém, cada um é livre para crer no que quiser, mas quando começam a dizer um monte de asneiras, tenho que pronunciar-me.

      Excluir
  24. Nos vivemos em um pais democratico, onde temos o direito de falar o que pensamos, denfeder o que acreditamos e criticar o que não aprovamos e diante disso iremos sofrer as consequencias. E aprovo o que o Bp Sergio Von Helde fez, não tenho nada contra os caloticos e mas sou contra a religião catolica, ContrA os seus ensinamentos e doutrina que não tem nenhum FUNDAMENTO BIBLICO e desafio a qualquer catolico provar, que os ensimantos catolico tem fundamento biblico. E vejo a igreja catolica como uma instituição podre e suja. Eu gostaria que cada catolico apenas MEDITASSEM em cada palavra contina na Biblia e não tenha a menor duvida de que vocês vão encontrar muitas contradição e perguntas que umas das vitimas dessa religião os padres não saberão responder.

    Que Deus venha abençoar e abrir o entendimento de cada um de vocês.

    Tarciso Gonçalves

    ResponderExcluir
  25. Irmão, a doutrina católica é a que tem sido fiel à verdadeira fé cristã. Você não pode julgar a fé de uma Igreja através de alguns membros que não a vivem. Há problemas na Igreja Católica, como haveria em qualquer uma, em qualquer time, em qualquer partido, etc, porque ela não é feita apenas de doutrina, mas de pessoas humanas que são santas, pecadoras, "anjos" e "demonios".
    Ao invés de ficarmos apontando erros uns dos outros, gastemos nosso tempos tentando salvar o mundo, os homens de seus pecados...

    ResponderExcluir
  26. Alessandro.

    Eu não estou criticando a má conduta de alguns padres e outros membros da igreja catolica, até porque no meio evangelico também existe pastores, bispos e etc que também praticam má conduta e isso é biblico. O que eu gostaria de alerta, são que a maioria dos ensinamentos da igreja catolica não possui NENHUM FUNDAMENTO biblico, quantos cristão protestante do passado foram queimados em praça publica por que eram contra os ensinamentos catolico, sem falar nos milhões de judeus também mortos e muitos outros feitos que a sua igreja fez, isso é apenas o que a historia conta. Como a sua igreja proibi que padres tenham uma esposa, ela que que todos sejam como foi o apostolo Paulo? Nem todos tem a estrutura que Paulo teve. Vou deixar abaixo algumas perguntas e gostaria que você me respondesse fundamentado na Biblia.

    Onde está escrito que existe purgatorio e por que devemos acender vela para que eles encontram luz?

    Onde está escrito que devemos adorar Maria e os apostolos e a reza da ave maria onde está?

    Quem falou que a igreja catolica foi a primeira igreja e que o apostolo Pedro foi o primeiro papa?

    E a aparecida, isso é um verdadeiro absurdo em qual versiculo da Biblia faz mensão de que devemos a adorar?

    Amigo, a palvra santo que dizer separado, todos aqueles que aceitam Jesus, são santos, são sepado do mundo.

    Pra finalizar medite nesse versiculo "PORQUANTO HA UM SO DEUS E UM SO MEDIADOR ENTRE DEUS E OS HOMENS, CRISTO JESUS,...".

    Deus te Abençõe em nome Do Senhor Jesus








    Bom amigo,

    Aguardo suas respostas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. amigo você é analfabeto me desculpa estude acorda deixa de ignorância vai estudar patrística hermenêutica historia arqueologia estude nas fontes verdadeira não caia na lavagem cerebral de protestantes sem sabedoria de protestantes que não sabem aceitar a verdade só existe uma igreja verdadeira e eu ti provo em todos os sentidos que é a igreja católica apostólica romana e se você vier com blá blá blá nem lhe responderei e não venha com versiculos decorados e nem com historias e fabulas de protestantes que não tem tradição e nem fonte de historia um abraço estude nas fontes verdadeira olha você e qual quer historiador só pode criticar dizer que é falso quando existe algo contra no mesmo passado aprenda amigo não se pode mudar uma historia já feita não acredite em marmelada em 1517 surgiu a igreja Luterana e hoje se dividiu em mais de 20 mil denominações estude na fonte e depois falamos um abraço

      Excluir
    2. amigo existe varias passagens na bíblia que mostra o purgatório veja aí algumas passagens e vê se não distorce e não venhas com blá blá blá
      Mat. 12:32 – Quem disser alguma coisa contra o Filho do Homem será perdoado. Mas quem disser algo contra o Espírito Santo nunca será perdoado, nem neste mundo, nem «no mundo vindouro».
      A Frase “no mundo vindouro” (vem do Grego “en to mellonti”) e se refere ao estado pós-vida (veja, por exemplo, Marcos 10.30; Lucas 18.30; 2tem o perdão, chama-se PURGATÓRIO.
      Mat. 05:48 – Jesus diz: “Sede perfeitos, como vosso Pai celeste é perfeito”. Apenas obtemos a perfeição através da purificação, e, no ensino católico, essa purificação, se não for concluída em terra, continua num estado de transição que chamamos de purgatório.0.34-35; Efes. 1.21 para linguagem similares). Ou seja, o PERDÃO não é dado no Céus mas antes de entrarmos nele, porém NÃO há perdão no Inferno. Isso prova que existe outro estado de vida além daquele na terra onde se pode obter o perdão. A Igreja Católica por 2.000 tem ensinado que este outro estado de vida, que NÃO é na terra, mas onde também se ob

      Excluir
    3. Lucas 12:47-48 – quando o Mestre vier (no final do tempo), alguns vão receber pancadas leves ou pesadas, mas viverão ( ou seja, ganharão a vida eterna). Esse estado onde se receberão os castigos leves ou pesados não é o céu ou o inferno, porque no céu não há castigos, e no inferno não se ganha mais a vida eterna e não se vive com o Mestre.
      Lucas 16:19-31 – Nesta história, vemos que o homem morto rico sofre, mas ainda sente compaixão pelos seus irmãos e quer avisá-los do seu lugar de sofrimento. Mas não há sofrimento no céu, e no inferno não há compaixão, porque a compaixão é uma graça de Deus e os que estão no inferno estão privados dessa graça de Deus para toda a eternidade. Então onde está o homem rico? Ele está no purgatório.
      1 Coríntios. 15:29-30 – Paulo menciona pessoas sendo batizadas em nome dos mortos, no contexto da expiação pelos seus pecados (as pessoas são batizadas em nome dos mortos, para que o morto possa ser levantado «naquele dia»). Essas pessoas não podem estar no céu porque eles ainda estão com o pecado, mas eles também não podem estar no inferno, pois lá seus pecados já não podem ser expiados. Eles estão no purgatório. Estes versos diretamente correspondem a 2 Macc. 12:44-45 que mostra também as orações específicas para os mortos, para que eles possam ser perdoados de seus pecados.
      Fil. 02:10 – todo joelho se dobrará a Jesus, no céu, na terra, e “debaixo da terra” que é o reino dos justos mortos, ou o purgatório.
      2 Tm. 1:16-18 – Onesíforo está morto, mas Paulo pede misericórdia para com ele “naquele dia.” O contexto de “naquele dia” demonstra seu uso escatológico (ver, por exemplo, Rm 2.5,16; 1 Cor 1,8;.. 3,13 e 5,5; 2 Cor 1,14;. Phil 1.6,10;. 2,16; 1 Tessalonicenses 5.2,4,5,8;. 2Ts 2.2,3;. 2 Tm 4.8).. Claro, não há necessidade de misericórdia no céu, e não há misericórdia dada no inferno. Onde está Onesíforo? Ele está no purgatório.
      Heb. 12:14 – sem santidade ninguém verá o Senhor. Nós precisamos de santificação final para alcançar a verdadeira santidade diante de Deus, e esse processo ocorre durante as nossas vidas e, se não for concluído durante a nossa vida, o será no estado de transição do purgatório.
      Heb. 12:23 – os espíritos dos justos que morreram na piedade são “aperfeiçoados”. Pois apesar de justos, eles não necessariamente chegaram à perfeição necesserária pare ingressar na presença de Deus. Por causa de sua fé, eles são feitos perfeitos após a morte. Como vimos, todos no céu já estão perfeitos, e aqueles no inferno não pode mais ser aperfeiçoados. Conclui-se então que esses espíritos estão no purgatório.
      1 Pedro 3:19; 04:06 – Jesus pregou aos espíritos na “prisão”. Trata-se do lugar onde as almas justas são purificadas para a visão beatífica. Lembrem-se que Jesus também usou a expressão prisão ao se referir ao lugar onde serão jogados aqueles que NÃO se reconciliarem com seus irmãos em Mat 5:25, e de onde não sairão até pagarem o último centavo, ou seja, até que tenham sido completamente purificados. Note que nessa parábola Jesus não fala sobre uma situação temporal somente, mas sobre o que ocorrerá no âmbito espiritual.
      Mat 5:25 – Se alguém fez alguma acusação contra ti, procura logo entrar em acordo com ele, enquanto estais a caminho do tribunal; senão o acusador entregar-te-á ao juiz, o juiz entregar-te-á ao guarda, e irás para a prisão.
      Ap 21:4 - Deus enxugará as lágrimas, e não haverá pranto, nem dor, mas apenas após a vinda do novo céu e do falecimento do atual céu.
      Lucas 23:43 – muitos protestantes argumentam que, porque Jesus enviou o bom ladrão à sua direita para o céu, não pode haver purgatório. Existem várias contestações. Em primeiro lugar, quando Jesus usa a palavra “paraíso”, ele a usa a partir do hebraico “sheol”, que significa o reino dos justos falecidos. Este era o lugar onde os mortos que estavam destinados para o céu, mas permaneciam cativos até a ressurreição do Senhor. Em segundo lugar, uma que vez que não havia pontuação no grego arcaico, no qual foi escrito o manuscrito original, a afirmação de Jesus: “Em verdade te digo, hoje estarás comigo no paraíso

      Excluir
    4. ” não significa que houve uma vírgula antes da palavra “hoje”. Isto significa que Jesus poderia ter dito: “Eu te digo hoje, você estará comigo no paraíso” (ou seja, o que Jesus poderia ter enfatizado com declaração não foi “hoje” no sentido de ”agora”, e sim que em algum momento no futuro, a bom ladrão iria para o céu). Em terceiro lugar, mesmo que o ladrão tenha ido direto para o céu, isto não prova que não existe purgatório (aqueles que são completamente santificados nesta vida – talvez por uma morte sangrenta em arrependimento – ganhem talvez pronta admissão para o céu). Essa passagem prova, na verdade, apenas que a Salvação é total e unicamente subordinada à Misericórdia de Deus. Afinal a Salvação é um dom-gratuito de Deus.
      Gênesis 50:10; Num. 20:29; Deut. 34:8 – aqui estão alguns exemplos de oração e penitência e ritual de luto pelos mortos, por períodos de tempo específicos. O entendimento judáico dessas práticas é que as orações libertam as almas do seu doloroso estado de purificação e aceleram sua jornada para Deus.

      Excluir
    5. Ora, na própria Bíblia está escrito que "Muitas outras coisas há que fez Jesus, as quais, se se escrevessem, uma por uma, creio que nem no mundo todo poderiam caber os livros que seria preciso escrever" (Jo. XXI, 25).
      Portanto, nem tudo o que Jesus fez está na Bíblia.
      E São Paulo escreveu:
      "Permanecei, pois, constantes, irmãos, e conservai as tradições que aprendestes ou por nossas palavras ou por nossa carta" (II Tess. II, 15).

      Portanto, São Paulo afirma que nem tudo o que ensinou está na Sagrada Escritura, pois manda que os cristãos guardem as tradições que lhes transmitiu por palavras, além do que ensinou por cartas.
      Se você procurar em nosso site, encontrará outras respostas a protestates a quem tenho explicado tudo isso que, agora, lhe escrevo de novo. Consulte nosso site e leia as cartas refutando as loucuras protestantes.
      Quanto ao purgatório, a posição do auto denominado pastor que você cita se fundamenta no erro luterano de que todos os pecados são iguais, que não há pecados graves e pecados leves.
      Pergunta ele: "o que podemos entender por "faltas leves? "
      E depois, quase no final de sua mensagem, diz ele

      Excluir
    6. Mas então, admite ele que há pecados pesados e outros leves?
      Que existem pecados maiores e menores, está na Bíblia. Por exemplo, "O que me entregou a ti tem maior pecado ", disse Cristo a Pilatos. (Jo XIX, 11)
      Então, como esse tal de Airton afirma que crê só no que está na Biblia e nega que haja pecados de diferente gravidade, quando a própria Bíblia ensina que há pecados maiores e menores?
      Você vê, meu caro Carlos Alberto, como agem esses protestantes . Eles manipulam a Bíblia para enganar os católicos, citando alguns textos e ocultando outros.
      E, provado que há pecados maiores e menores, tudo o que ele diz cai por terra.
      Cristo ensinou ainda que há desigualdade nos pecados quando disse aos fariseus que eles reparavam num cisco no olho do próximo e não viam a trave no próprio olho. (Cfr. Mt. VII, 3). Logo, há pecados que são como um cisco e outros que são como uma trave. E Cristo condenou os fariseus que "coavam um mosquito e engoliam um camelo" (Mt XXIII. 24).

      Excluir
    7. Caro amigo,

      Se Você soubesse a história dos escritos bíblicos se lembraria que vários livros ( exatos 7) não estão contidos na bíblia protestante em relação a bíblia dos católicos. Isso sem contar os vários outros livros que não constam nem no cânon católico nem no da reforma protestante. Além do mais, procure em sua bíblia, pois esta passagem está na sua também: no início do livro de "SÃO LUCAS" ( SÃO MESMO POIS ELE FOI UM SANTO) fala da aprição do Arcanjo Gabriel à Maria SANTÍSSIMA e ele diz AVE cheia de graça, logo depois Maria ao conversar com sua prima Izabel diz: MINHA ALMA GLORIFICA AO MEU SENHOR, EXULTA À DEUS MEU SALVADOR, DORAVENTE TODAS ( ESTÁ NA BÍBLIA = TODAS) AS GERAÇÕES ME PROCLAMARAM BEM-AVENTURADA.
      está na bíblia todas as gerações. Você está fora destas TODAS gerações?

      PJ de Passos - Minas Gerais

      Excluir
    8. Amigo o protestantismo seus lideres esconderam coisas sujas olhe e divulgue o que foi descobrido


      quarta-feira, 28 de março de 2012
      SBB publica a Septuaginta e acaba mentira protestante
      Por Fernando Nascimento

      Era praxe no meio protestante, sacarem do seu paiol de mentiras estratégicas a afirmação: “a Igreja Católica colocou sete livros na bíblia em 1546, no concílio de Trento. Estes livros são “apócrifos”, “espúrios”, "escondidos", "secretos", "obscuros". Faziam isso com diabólica intenção de caluniar a Igreja Católica.

      Recentemente a SBB – Sociedade Bíblica do Brasil, que publica as bíblias protestantes no Brasil, acabou com séculos de mentira protestante, quando para a surpresa de todos, publicou a Septuaginta, ou seja, uma bíblia que reúne os livros do Velho testamento usada pelos apóstolos de Jesus e que contém os sete livros que eles, os protestantes, alegavam que a Igreja Católica havia “acrescentado”.

      De sorriso amarelo, a SBB publicou o seguinte texto confuso que promovia a obra:

      “Septuaginta (ou Tradução dos Setenta)
      Esta foi a primeira tradução. Realizada por 70 sábios, ela contém sete livros que não fazem parte da coleção hebraica, pois não estavam incluídos quando o cânon (ou lista oficial) do Antigo Testamento foi estabelecido por exegetas israelitas no final do Século I d.C.

      A igreja primitiva geralmente incluía tais livros em sua Bíblia. Eles são chamados apócrifos ou deuterocanônicos e encontram-se presentes nas Bíblias de algumas igrejas.

      Esta tradução do Antigo Testamento foi utilizada em sinagogas de todas as regiões
      do Mediterrâneo e representou um instrumento fundamental nos esforços empreendidos
      pelos primeiros discípulos de Jesus na propagação dos ensinamentos de Deus.”
      http://www.sbb.org.br/interna.asp?areaID=45

      Excluir
    9. Vamos por partes, fazer as devidas correções no despistador texto da SBB:

      1- Diz a SBB: “Esta foi a primeira tradução. Realizada por 70 sábios, ela contém sete livros que não fazem parte da coleção hebraica, pois não estavam incluídos quando o cânon (ou lista oficial) do Antigo Testamento foi estabelecido por exegetas israelitas no final do Século I d.C.”

      Correção: os sete livros não fazem parte da coleção hebraica, porque essa tal “coleção hebraica” é posterior a coleção cristã, é do final do primeiro século e foi feita pelos judeus que perseguiram Jesus e queriam extirpar os livros cristãos do meio judaico. Confirmando isso diz a SBB em vergonhosa contradição: ” A igreja primitiva geralmente incluía tais livros em sua Bíblia”. Detalhe: a “Igreja primitiva” é a Igreja de Jesus, a mesma e milenar Igreja Católica.

      2- Diz a SBB: “Eles são chamados apócrifos ou deuterocanônicos e encontram-se presentes nas Bíblias de algumas igrejas.”

      Correção: os sete livros são chamados “apócrifos” pelos inimigos de Cristo que os arrancaram de seu cânon judaico, feito só no final do primeiro século. Deram-lhes malandramente o nome de “apócrifos” para desclassificá-los e os protestantes engoliram e se acomunaram aos escarnecedores de Jesus.

      "Apócrifos" sempre significou: [escritos de assunto sagrado não incluídos pela Igreja no Cânon das Escrituras autênticas e divinamente inspiradas.] (Dicionário Enciclopédia. Encarta 99).

      Ou seja, “apócrifos” são os livros que ficaram fora do Cânon da Igreja, e os que estão na Septuaginta, estão sim no Cânon da Igreja, e a SBB provou isso dizendo: ” A igreja primitiva geralmente incluía tais livros em sua Bíblia”.

      3- Diz a SBB: Esta tradução do Antigo Testamento foi utilizada em sinagogas de todas as regiões do Mediterrâneo e representou um instrumento fundamental nos esforços empreendidos pelos primeiros discípulos de Jesus na propagação dos ensinamentos de Deus.”

      Ou seja: a SBB está simplesmente confessando que a Septuaginta, que é o velho Testamento da bíblia católica “foi utilizada em sinagogas de todas as regiões do Mediterrâneo e representou um instrumento fundamental nos esforços empreendidos pelos primeiros discípulos de Jesus na propagação dos ensinamentos de Deus.”

      Excluir
  27. É verdade sim. Se não é então, porque ninguém mais falo sobre isso, nem o bispo Sergio, nem Edir? To cansado de tanta ignorância, acho que todo evangélico deveria estudar mais e falar menos, pois a religião católica só tenta mostrar a verdade e não é verdade que adoram santos afiiii!! Tem tanta coisa errada. Deveríamos estudar mais e entender o que é catolicismo e depois julgar. Em fim, tome cuidado com os lobos vestidos de pastores, que só querem seu didim. Os santos são exemplos a serem seguidos e com eles podemos nos unir em oração pra melhor amarmos a Deus e como consequência podemos alcançar suas graças com mais facilidade. Jesus disse: "Sede santos porque eu sou santo" Portando quem não tenta ser santo não entra no ceu. Jesus é o único que intercede por nós ao pai, porem aquele que é santo pode sim nos levar a Jesus. Assim foi quando Jesus fez seu primeiro milagre. Foi maria quem pediu e foi Jesus quem fez. Nossa isso tudo dá um livro... Estudem.(protestantes) dai depois de estudarem se continuarem em outra religião talvez podemos chamar de "evangélicos"Isso tudo não é pra todos afinal tem alguns que são mais espertos.

    ResponderExcluir
  28. meu nome é nivaldo...
    minha opinião, é de não ser real este acontecimneto integralmente... sou catolico sim
    creio na santidade de nossa senhora aparecida, creio em deus pai, e confio em sua misericordia.
    deus não age se vingando, pois ele mesmo nos ensina a perdoar, esse é o tipo de vingança que deus nos ensina a fazer perdoar sempre... obs. muitas pessoas gostam de se promover indirentemente da atitude que ele tenha de vir a tomar, seja em forma de agressão ou em forma de humildade, e esse é um dos principais defeito do homem, a sua falsidade... portanto não acredito neste milagre relatado acredito sim que esse homem
    tenha chutado sim a santa pois eu vi acredito tambem que ele teve essa enfermidade em sua perna
    e que ele recebeu o cuidado adquado e foi curado com o consentimento do nosso senhor, assim como deus permite a cura de milhões de pessoas neste mundo ele permitir que esse homem foi curado, não devemos elevar este fato amais pois seria uma injustica de nossa parte para com deus pois esta noite ele permitir a vida de uma pessoa que estava ente a vida e a morte no hospital são vicente de curitiba, e tambem permite que o nosso ex-vice-presinte tenha vida pois ele tambem ja passou por muitas situações delicadas
    finaliso dizendo que DEUS TE AMA DE FORMA INCONDICIONAL, MESMO QUE VOCE NÃO PERMITE QUE ELE ENTRE EM SUA VIDA ELE ESTA EM VC, TE CUIDA E NÃO PERMITE QUE VOCE DESABE... POIS ELE TE AMA ... Nivaldo_tato@hotmail.com

    ResponderExcluir
  29. Casualmente estava vendo site depois de ter sido direcionado pelo Google, e a única católica sensata que vi responder aqui, foi a Nanda. De fato não temos de julgar ninguém. E se a imagem da chamada santa tem poder, ela então que se defenda do que foi feito. Como ela mesmo não pode fazer, pois é incapaz, a lição que fica aqui é que temos que nos dirigir somente ao Senhor Deus em Nome do Senhor Jesus Cristo, que é o Único meio de se chegar ao Pai. Os católicos falham até mesmo como muitos evangélicos, no fato de não conhecerem a Palavra de Deus, lendo a Bíblia regularmente. Então não sigam imagens de gesso ou outro qualquer que se diz santo, conheça primeiro o conteúdo daquilo que Deus deixou para que não sejamos ignorantes quanto ao que nos espera no futuro e não ponhamos nossa esperança naquilo que não pode Salvar. A Salvação vem somente através do Senhor Jesus Cristo. Um Abraço. Mário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vai estudar amigo não converse sobre o que você não sabe
      desde os tempos de moisés salomão entre outros se usava imagens de anjos flores para enfeitar os templos procure na bíblia um homem de nome Bezalel e veja o que Deus fez dele

      vou ti da outra ideia estude a palavra venerar e adorar não no dicionario dA língua brasileira como fazem muitos protestantes kkkkkkkkkkkkkk veja a palavra venerar no Hebraico grego ou aramaico Deus ti abençoe
      juizo

      Excluir
    2. Os versículos usados pelos mesmos todos já conhecem. Obviamente, esses versículos são verdadeiros, autenticos e dignos de serem cumpridos como verdadeiros mandamentos de Deus, o que realmente são. Porém os mesmos são olhados fora do contexto bíblico, como eles fazem e repetem a todo momento.Normalmente os católicos são acusados pelas seitas protestantes de idolatria, principalmente quando o tema é a veneração dos ícones sagrados. Segundo eles o fato de se curvar seja para o que for implica automaticamente em um ato idólatra, um culto de adoração (latria) que é devido unicamente a Deus.

      Entrando então no tema proposto, temos que entender que há um outro modo de se prostar a alguém: quando se presta honras, quando alguém é digno de respeito. Para exemplificar poderíamos citar os paises onde a monarquia ainda é presente ou até mesmo no Brasil Imperial, onde as pessoas se curvavam ao imperador. Óbvio que isso não é adoração, muito pelo contrário, é uma forma respeitosa mostrando uma consideração elevada pelo mesmo. Isso também acontecia com os reis citados na bíblia que logo abaixo eu mostrarei. Querendo os protestantes ou não esse ato de respeito está presente em toda a sagrada escritura em diversos versículos. Selecionei o maior número possível destes para que com esse estudo a diferença entre essas duas formas sejam esclarecidas de uma vez por todas.

      Excluir
    3. Se prostrar por respeito e honra a um Anjo:

      E, levantando Davi os seus olhos, viu o anjo do SENHOR, que estava entre a terra e o céu, com a sua espada desembainhada na sua mão estendida contra Jerusalém; então Davi e os anciãos, cobertos de sacos, se prostraram sobre os seus rostos. (1Cr 21:16 ACF)

      Então o SENHOR abriu os olhos a Balaão, e ele viu o anjo do SENHOR, que estava no caminho e a sua espada desembainhada na mão; pelo que inclinou a cabeça, e prostrou-se sobre a sua face. (Num 22:31 ACF)

      E sucedeu que, subindo a chama do altar para o céu, o anjo do SENHOR subiu na chama do altar; o que vendo Manoá e sua mulher, caíram em terra sobre seus rostos. (Juízes 13:20 ACF)

      Excluir
    4. Se prostrar por respeito e honra a um homem:

      Vendo, pois, Abigail a Davi, apressou-se, e desceu do jumento, e prostrou-se sobre o seu rosto diante de Davi, e se inclinou à terra. (1Sm 25:23 ACF)

      E o fizeram saber ao rei, dizendo: Eis aí está o profeta Natã. E entrou à presença do rei, e prostrou-se diante dele com o rosto em terra. (1Re 1:23 ACF)

      E mandou o rei Salomão, e o fizeram descer do altar; e veio, e prostrou-se perante o rei Salomão, e Salomão lhe disse: Vai para tua casa. (1Re 1:53 ACF)

      Estando, pois, Obadias já em caminho, eis que Elias o encontrou; e Obadias, reconhecendo-o,prostrou-se sobre o seu rosto, e disse: És tu o meu senhor Elias? (1Re 18:7 ACF)

      Vendo-o, pois, os filhos dos profetas que estavam defronte em Jericó, disseram: O espírito de Elias repousa sobre Eliseu. E vieram-lhe ao encontro, e se prostraram diante dele em terra. (2Re 2:15 ACF)

      E veio Judá com os seus irmãos à casa de José, porque ele ainda estava ali; e prostraram-se diante dele em terra. (Gen 44:14 ACF)

      Excluir
    5. E o rei no seu furor se levantou do banquete do vinho e passou para o jardim do palácio; e Hamã se pôs em pé, para rogar à rainha Ester pela sua vida; porque viu que já o mal lhe estava determinado pelo rei. Tornando, pois, o rei do jardim do palácio à casa do banquete do vinho, Hamã tinha caído prostrado sobre o leito em que estava Ester. Então disse o rei: Porventura quereria ele também forçar a rainha perante mim nesta casa? Saindo esta palavra da boca do rei, cobriram o rosto de Hamã. (Est 7:7-8 ACF)

      E ele mesmo passou adiante deles e inclinou-se à terra sete vezes, até que chegou a seu irmão. Então Esaú correu-lhe ao encontro, e abraçou-o, e lançou-se sobre o seu pescoço, e beijou-o; e choraram. Depois levantou os seus olhos, e viu as mulheres, e os meninos, e disse: Quem são estes contigo? E ele disse: Os filhos que Deus graciosamente tem dado a teu servo. Então chegaram as servas; elas e os seus filhos, e inclinaram-se. E chegou também Lia com seus filhos,e inclinaram-se; e depois chegou José e Raquel e inclinaram-se. (Gen 33:3-7 ACF)

      E, não tendo ele com que pagar, o seu senhor mandou que ele, e sua mulher e seus filhos fossem vendidos, com tudo quanto tinha, para que a dívida se lhe pagasse. Então aquele servo, prostrando-se, o reverenciava, dizendo: Senhor, sê generoso para comigo, e tudo te pagarei. (Mat 18:25-26 ACF)

      Porém, depois da morte de Joiada vieram os príncipes de Judá e prostraram-se perante o rei; e o rei os ouviu. (2Cr 24:17 ACF)

      Então saiu Moisés ao encontro de seu sogro, e inclinou-se, e beijou-o, e perguntaram um ao outro como estavam, e entraram na tenda. (Exo 18:7 ACF)

      Depois também Davi se levantou, e saiu da caverna, e gritou por detrás de Saul, dizendo: Rei, meu senhor! E, olhando Saul para trás, Davi se inclinou com o rosto em terra, e se prostrou. (1Sm 24:8 ACF)

      E Mefibosete, filho de Jônatas, o filho de Saul, veio a Davi, e se prostrou com o rosto por terra e inclinou-se; e disse Davi: Mefibosete! E ele disse: Eis aqui teu servo. (2Sm 9:6 ACF)

      E a mulher tecoíta falou ao rei, e, deitando-se com o rosto em terra, se prostrou e disse: Salva-me, ó rei. (2Sm 14:4 ACF)

      Então foi Joabe ao rei, e assim lho disse. Então chamou a Absalão, e ele se apresentou ao rei, e se inclinou sobre o seu rosto em terra diante do rei; e o rei beijou a Absalão. (2Sa 14:33 ACF)

      Então Joabe se prostrou sobre o seu rosto em terra, e se inclinou, e agradeceu ao rei; e disse Joabe: Hoje conhece o teu servo que achei graça aos teus olhos, ó rei meu senhor, porque o rei fez segundo a palavra do teu servo. (2Sm 14:22 ACF)

      Excluir
    6. E, atravessando a barca, para fazer passar a casa do rei e para fazer o que bem parecesse aos seus olhos, então Simei, filho de Gera, se prostrou diante do rei, quando ele passava o Jordão. (2Sm 19:18 ACF)

      E Bate-Seba inclinou a cabeça, e se prostrou perante o rei; e disse o rei: Que tens? (1Re 1:16 ACF)

      Então Bate-Seba se inclinou com o rosto em terra e se prostrou diante do rei, e disse: Viva o rei Davi meu senhor para sempre. (1Re 1:31 ACF)

      E entrou ela, e se prostrou a seus pés, e se inclinou à terra; e tomou o seu filho e saiu. (2Re 4:37 ACF)

      E Davi veio a Ornã; e olhou Ornã, e viu a Davi, e saiu da eira, e se prostrou perante Davi com o rosto em terra. (1Cr 21:21 ACF)

      Excluir
    7. Os gentios se prostrariam à Jerusalém:

      Também virão a ti, inclinando-se, os filhos dos que te oprimiram; e prostrar-se-ão às plantas dos teus pés todos os que te desprezaram; e chamar-te-ão a cidade do SENHOR, a Sião do Santo de Israel. (Is 60:14 ACF)

      Assim diz o SENHOR: O trabalho do Egito, e o comércio dos etíopes e dos sabeus, homens de alta estatura, passarão para ti, e serão teus; irão atrás de ti, virão em grilhões, e diante de ti se prostrarão; far-te-ão as suas súplicas, dizendo: Deveras Deus está em ti, e não há nenhum outro deus. (Is 45:14 ACF)

      Excluir
    8. Josué se prostra perante um objeto santo:

      Então Josué rasgou as suas vestes, e se prostrou em terra sobre o seu rosto perante a arca do SENHOR até à tarde, ele e os anciãos de Israel; e deitaram pó sobre as suas cabeças. (Jos 7:6 ACF)

      Excluir
    9. Hebreus se prostraram ao Senhor e ao Rei:

      Então disse Davi a toda a congregação: Agora louvai ao SENHOR vosso Deus. Então toda a congregação louvou ao SENHOR Deus de seus pais, e inclinaram-se, e prostraram-se perante o SENHOR, e o rei. (1Cr 29:20 ACF)

      Perceba que nesta passagem mostra justamente um ato parecido, porém com sentidos e razões diferentes: eles se prostram a Deus, para adora-lo, mas também ao Rei, para reverencia-lo. Deus em momento algum se enfureceu com aquilo.

      Excluir
    10. Objeções

      João se prostrou ao anjo e foi repreendido:

      E eu, João, sou aquele que vi e ouvi estas coisas. E, havendo-as ouvido e visto, prostrei-me aos pés do anjo que mas mostrava para o adorar. (Apo 22:8 ACF)

      Aqui perceba que claramente João deixa muito claro qual foi o ato dele: adoração. Ele se prostrou justamente para adora-lo, e foi repreendido pelo próprio anjo:

      E disse-me: Olha, não faças tal; porque eu sou conservo teu e de teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus. (Apo 22:9 ACF)

      O mal aqui não estava em se prostrar, mas em se prostrar para adora-lo. Compare o ato de João com os citados acima, como 1Cr 21, 16 em que Davi se prostra para o anjo e não é repreendido pelo mesmo.

      Excluir
    11. Cornélio se prostrou a Pedro e foi repreendido:

      E aconteceu que, entrando Pedro, saiu Cornélio a recebê-lo, e, prostrando-se a seus pés o adorou. Mas Pedro o levantou, dizendo: Levanta-te, que eu também sou homem. (At 10:25-26 ACF)

      Aqui acontece a mesma coisa: Cornélio se prostra para adora-lo e não simplesmente reverencia-lo, por isso foi repreendido. Compare com esse texto:

      E, acordando o carcereiro, e vendo abertas as portas da prisão, tirou a espada, e quis matar-se, cuidando que os presos já tinham fugido. Mas Paulo clamou com grande voz, dizendo: Não te faças nenhum mal, que todos aqui estamos. E, pedindo luz, saltou dentro e, todo trêmulo, se prostrou ante Paulo e Silas. E, tirando-os para fora, disse: Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar? E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa. (At 16:27-31 ACF)

      A diferença entre esse texto e o de cima fica clara: em um houve adoração, já no outro não. Paulo e Silas não repreendem o carcereiro, pois o que ele fez foi apenas um ato de respeito, uma suplica, um pedido em desespero, longe de ser uma adoração aos mesmos.

      Excluir
    12. Conclusão

      Quando prestamos devida reverencia aos ícones sagrados, estamos apenas mostrando um respeito pelo que eles representam e não adorando os mesmos como ídolos. Nem toda vez que nos prostramos, como ficou claro nesse texto, é um ato de adoração. Por isso a Igreja não repreende quando é realizado ao sacerdote, ao altar, a uma relíquia, ao ícone, etc.

      É óbvio que certas posições, como a genuflexão, é recomendada pela Igreja para somente ser feita a Deus, em um ato de adoração. Com o tempo se criou o costume de diferenciar os dois hábitos, ou seja, dobrando-se o joelho esquerdo com sentido de respeito, obediencia e submissão ao Rei, e para Deus, dobrando-se o joelho direito, significando um ato de adoração, o culto a Deus, pois, somente Deus é adorado[1]. Mas aos ícones e as pessoas importantes, devemos reverencia-los pelo que significam para nós e pelo o que são para nós, respectivamente.

      Jesus ti ama

      Excluir
  30. todos ,todos os evangelicos são mentes vasia acham que estão sentado no trono de Deus e ficam jugando a fé dos outro camboio de invejosos,sem obras é só voces fazer um curso de teologia que voceis vao ver quem que são os hidolatras,divisores do cristianismo,a palavra demonio vem de divisor,aquele que divide ,foi isso que esse pastorzinho das ovelhas do diabo macedo tentou faser,traser o ódio entre as religioes,cuidem de suas religiões seus charlatães enganadores e mutilados leiam o apocalipse 12 e me responda voces estão do lado da mulher o do dragão

    ResponderExcluir
  31. não acredito e nem desacredito,mas se for verdae,sera uma grande lição.mas se nao for,se este senhor ainda nao recebeu o castigo merecido,com certeza no juizo final este fato será lembrado,nao por ele ter chutado uma imagem q todos sabemos q era de gesso,mas pelo q ela simboliza na fé catolica.não existe igreja mais suja do q esta universal,q usa o santo nome de DEUS para roubar pobres coitados.se existir o inferno la eles estão!

    ResponderExcluir
  32. Bom, com tantas coisas acontecendo no mundo e que ainda vem por ai temos que tomar cuidado com as nossas palavras, Deus, Jesus e o Espirito Santo estão chegando. Irmãos vamos lutar por todos e não apenas por uma religião, em fim a religião não salva e sim a fé, a bondade e as ações que fazemos aqui onde por equanto estamos, então antes de brigas que nunca vão terminar, vamos juntos rezar, orar, meditar sobre o que é bom, o que é e como podemos salvar uns aos outros, e desta forma vamos estar bendizendo a Deus pai e vamos estar de fato esperando o regresso do mesmo.

    ResponderExcluir
  33. Meu nome é Marilze, sou católica desde que fui batizada, ainda bebê, e gostaria de mostrar uma grande diferença entre a Igreja Católica e Evangélica: pergunte aos evangélicos quem fundou a igreja deles e com certeza, logo dirão o nome de um pastor, enquanto que a Igreja Católica no mundo inteiro, foi criada por Jesus Cristo, quando disse¨Tú ès Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja.Aí , nós católicos, não precisamos nem discutir mais nada.

    ResponderExcluir
  34. Se os evangélicos fossem tão crentes no que eles seguem, jamais roubariam os pobres e desrespeitariam seus irmãos, mesmos que fossem católicos, batistas, espiritas e outras. Deus disse: "Ama teu próximo, como a Ti mesmo!!!"
    Somos todos irmãos, viemos do pó e voltaremos ao pó. Nossos atos serão julgados no juízo final, pense bem no "tal" Deus que vc segue!!!

    ResponderExcluir
  35. Natty, quem rouba os pobres? Pelo jeito voce nunca pertenceu a Igreja de Jesus! Tenho pena de voce!
    O governo rouba na cara larga e voce paga na boa... Agora quando a Igreja precisa pedir contribuíção voluntária para manter o aluguel do prédio, pagar a luz, pagar água, pagar os gastos com materiais de limpeza, etc...ela é tachada de roubar os pobres. Se arrependa enquanto é tempo, pois Jesus vai voltar pra arrebatar a Igreja, e muitas pessoas vão ficar aqui nesta terra sofrendo amargamente! SE ARREPENDA ENQUANTO É TEMPO! Jesus te ama e quer te salvar também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão estudem e meditem não é fabula é lógica incontestável

      Pedro esteve em Roma isso é certeza absoluta nos escritos nos testemunhos de todos os pais da igreja,você vai certamente encontrar seus registros e provas na arqueologia na história e geologia.pois os apóstolos de Jesus Cristo tinham seus discípulos e um desses se chamava São Lino Data(30-76) seu nome aparece mencionado na Bíblia católica, no texto da Epístola de são Paulo para timótio (4:21). São Lino conviveu com São Paulo fato incontestável pela tradição pela historia.os pais da igreja testificam são lino como papa sem contar os documentos da Igreja que comprovam tudo.

      a igreja do seculo 1 é magistral nasceu católica .

      não existe nada que prove o contrario não se pode mudar uma historia já feita

      por isso todos os pais da igreja historiadores e pregadores vividos antes de 1480 são unânimes em

      bendizer e reconhecer essa bem aventurança

      a contestação de que São Pedro nunca foi papa e que nunca esteve em Roma só nasceu quando surgiu o protestantismo com Lutero que criou a igreja Lutera em 1517 e a história todo mundo já sabe sua igreja se dividiu em seguida em milhares de denominações e por isso de lá pra cá muitos argumentam contestam e inutilmente tentam em vão distorcer a verdade negando que São Pedro nunca foi papa e que nunca esteve em roma negar essa verdade absoluta que é mostrada tão evidentemente pelos nossos Pais da igreja que tem toda uma historia que foi passada documentada relatada transmitida mostrada confirmada e ainda mesmo assim com tudo isso tão claro e tão evidente mostrando ser São Pedro o nosso primeiro papa tão nítido mesmo com isso tudo tão claro e concreto as vezes aparecem uns sonhadores hereges que apresentam historias que parecem fabulas de desenho animado afirmando que São Pedro não foi papa. tem uns tão amador que passa do ridículo e outros metido a apologético daqueles que pegam frases dos pais da igreja tira a frase do contexto faz um jogo de palavras e amontoa um monte de metáforas de palavras escolhidas a dedo tentando provar catastrófico que São pedro nunca esteve em roma.o mais engraçado e que as vezes aparecem outros dizendo que a igreja católica surgiu com constantino esses nem respondo parquê? respondo historia e não respondo piadas até por que não sou um bom piadista? finalizando se você estuda matemática num livro errado que diz que 8 mais8 é igual a 9 ou que 5 mais 5 é igual 11 com certeza você vai aprender errado. uma pergunta o falso é o que foi criado primeiro ou o que foi copiado depois ?pra debater discutir se algo é falso certo ou errado você teria primeiro era que ter história vivido a época ou alguém ou seguidores da época historiadores pais da igreja do mesmo periodo que contestasse lutasse afirmasse tivesse provas e que tivesse seguidores e debatido e vivido na época em que tudo nasceu olha não se pode jamais mudar uma historia já feita resumindo se um compositor cria uma letra e ele não a regista e essa letra faz muito mais muito sucesso só que ele não registra sua letra e muitos ficam sabendo disso e direpente nesse mesmo tempo vier a aparecer milhares de compositores cada um afirmando ser o legítimo real dono da letra de quem seria essa letra de quem melhor lutasse ou mentisse dizendo ser o real dono dela? claro que não ficaria sempre uma dúvida na cabeça mesmo que

      Excluir
    2. se passasse 200 anos e mesmo depois desses compositores mortos o que iam dizer os jornais os livros as rádios e se fossem debater essa mesma letra discultida a 200 anos atrás?é do fulano poderia dizer até um nome que afirmasse ser o real dono da letra mas sempre uma dúvida ficaria??? agora se um compositor faz uma letra e a regista e possui documentos e provas de ser ele o real dono dessa letra afirmo seguramente que podem aparecer 1000000 milhões de compositores afirmando ser o dono ou se outros afirmassem ser a letra copia plagio etc... mas se não tiver sido feito antes mostrada carimbada registrada de nada valeria podem brigar discutir ameaçar blá blá blá mais mesmo assim o real legítimo dono da letra jamais estaria ameaçado de pagar multa e perder sua letra resumindo assim é a historia da sublime igreja católica apostólica romana tendo seus registos e documentos nesses 2000 mil anos de papado olhem alguns relatos

      Excluir
    3. o Papa Clemente, escreve aos Coríntios ,e afirma que serão punidos aqueles que afastaram presbíteros injustamente . Nesa época vivia S João , se o Bispo de Roma não tivesse o primado , S João poderia intervir.


      Clemente Romano (séc I e II), III sucessor , conheceu Pedro pessoalmente em Roma.fato mais que confirmado pelos pais da igreja e pelos documentos da igreja

      Olhe o que diz Santo Inácio ( sec. II ) diz que a Igreja de Roma preside as demais , escrevendo aos romanos . Santo Irineu diz ser a Igreja Romana tem primazia , e foi fundada por Pedro e Paulo (Heres. 3. 3. 2).

      E um historiador contemporâneo de Eusébio

      o Historiador Optato de Milevi, no ano 367:

      Diz

      “Na cidade de Roma, quem por primeiro se sentou na cátedra episcopal foi o Apóstolo Pedro, ele que era a cabeça de toda a Igreja, (…) Os apóstolos nada decidiam sem estar em comunhão com esta única cátedra (…) Recorde a origem desta cátedra, todos que reinvidicam o nome da Santa Igreja Católica…” (O Cisma Donatista 2:2).

      E muito antes disso, provando a sucessão apostólica, Santo Irineu (no ano 180), registrou em sua obra: “Depois de terem fundado e estabelecido a Igreja de Roma, os bem-aventurados apóstolos Pedro e Paulo confiaram-na à administração de Lino, de quem fala São Paulo na Carta a Timóteo (2 Tm 4,21). Sucedeu-lhe Anacleto …” (Contra as Heresias 3,3,2)
      Olhem essa magnífica passagem de santo Inácio em umas das suas carta
      Sto. Inácio de Antioquia do ano 35-110

      Foi uns dos discipulos de São joão evangelista

      Excluir
  36. É mentira essa história ele não regrediu a sua fé, a perna dele está normal, a CIDINHA é só uma estátua não tem poder pra castigar muito menos lançar enfermidades, concordo ele agiu errado chutando a estátua porque desrespeitou os católicos, mas eu confesso eu gostei porque quantas vezes os evangélicos são zombados apedrejados e criticados como ladrões e nada é feito, lembrando também dos padres pedófilos comedores de criancinhas, resumindo todo lugar sempre tem uma maçã podre.

    ResponderExcluir
  37. o bispo helder não foi curado por ela e alem disso ele nunca teve esta doença foi papo furado!!!
    o diabo ta feliz por vcs pois O SENHOR JESUS não esta gostando dessas atuaçoes na biblia diz para não adorai imagens se vcs discordarem pode até ser pois sua biblia tem mais tres livros que nunca existiu pois JESUS CRISTO não o escreveu!!!
    DEUS ABENÇOE A TODOS!!!!



    LEIAM

    ResponderExcluir
  38. Sou Cristão e realmente não nos prostamos diante de imagem e não acreditamos nelas, mais acreditamos que existe um Deus o qual se manifestou desde a crição do mundo o qual em Apocalipse 21 fala sobre o julgamento de todos os seres humanos sejam eles catolicos, evangelicos etc. Somos todos criaturas de Deus pois não fomos feitos por religião A ou B, precisamos manifestar a vontade de Deus em nossos corações e em nossas vidas, no dia do Julgamento saberemos quem será aceito perante Deus ou não, não cabe a mim a julgar, precisamos saber ou procurar o que é certo e o que é errado pois a Biblia fala que o povo de Deus está perecendo por falta de conhecimento de forma que se um catolico acha que ter ou adorar imagem traz algum bem que ele venha a fazer tal coisa pois não só eu o dono de sua vida mais cada um vai dá conta de si proprio naquele dia.
    Que Deus venha direcionar cada um e dando o que merecemos, um grande abraço
    Edenilton

    ResponderExcluir
  39. Se Deus é contra imagens, então porque mandou construir a Arca da Aliança com a imagens de dois querubins.
    Vocês precisam aprender a interpretar e não a aceitar o que os outros afirmam como certo para vocês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sou cristão16/11/12 12:14 AM

      em nenhum momento Deus manda adorar a arca da aliança

      Excluir
  40. EU FICO ME LAMENTANDO COM ESSAS POLÊMICAS, EM TORNO DESSE ASSUNTO DE DISPUTA RELIGIOSA, E MAIS ESTUPEFATO AINDA, PORQUE TODOS, ( DIGO TODOS ) OS FIÉIS DE TODAS AS CRENÇAS NÃO SE DÃO CONTA DE UMA PARTE IMPORTANTE, QUE É, JESUS CRISTO NÃO VEIO CONVIVER ENTRE OS HOMENS PARA CRIAR RELIGIÕES, MAS VEIO PARA FUNDAR A SUA IGREJA, ESTA BEM CLARO NA BÍBLIA, E MESMO ASSIM, DESDE OS TEMPOS REMOTOS NO INÍCIO DO CRISTIANISMO, OQUE A HUMANIDADE FEZ, FOI FUNDAR RELIGIÕES, POR ASSIM ACHAR QUE O DEUS DELES É OUTRO E MELHOR, E ASSIM CAUSANDO TORTURAS, PERSEGUIÇÕES, EXTERMÍNIOS ENTRE OUTRAS FORMAS DE PERSUADIR O SEU SEMELHANTE, QUE NÃO FOSSE DO SEU ACORDO, E HOJE, DOIS MILE 11 ANOS APÓS O NASCIMENTO DE JESUS CRISTO O HOMEM AINDA NÃO ENTENDEU A MENSAGEM QUE ELE DEIXOU PRA NÓS, INTERPRETO TODAS AS POLÊMICAS ATUAIS COMO POLÍTICA RELIGIOSA COMO SIMPLES INTERESSES ECONÔMICOS, UMA TEM MEDO QUE A OUTRA TIRE A SUA FATIA. MAS A MENSAGEM QUE CRISTO DEIXOU AQUI NA TERRA NINGUÉM INTERPRETOU COM SABEDORIA E INTELIGÊNCIA.

    ResponderExcluir
  41. Este Bispo não representa os evangélicos. O que ele fez foi lamentável para dizer o mínimo. Entristece muito o nosso coração e tenho certeza o de Deus também.

    ResponderExcluir
  42. Milagre é Milagre em qualquer lugar. Porque tanta briga se amamos ao mesmo DEUS?
    "Antes de apontar um dedo, verifique para onde os outros quatro estão apontando"
    "Ide e ensinai o meu Evangelho sem pedir nada em troca." Se foi Jesus quem disse, porque pedir algo em função da obra?

    ResponderExcluir
  43. Oras não é possível que em pleno século 21 ainda tem irmãos evangélicos e até católicos que dizem que adoramos imagem,as imagens veneramos(latria)e não adoramos.Elas nos serve para lembrar de pessoas que seguiram a JESUS com seu testemunho de vida e acreditamos que estas ja estejam Junto de DEUS,CONCORDO com aqueles que dizem que devemos ler a biblia la encontraremos resposta,DEUS proibe imagens de idolos somente de idolos.paremos de brigar deixemos o julgamento para DEUS.DEVEMOS nos unir contra o MAL que reina no mundo...JESUS CERTA VEZ REZOU AO PAI PARA QUE FOSSEMOS UM,E SO SEREMOS QUANDO.PRATICARMOS VERDADEIRAMENTE O AMOR ,EUM BOM EXEMPLO DE AMOR ,É O RESPEITO MUTUO,INFELIZMENTE,EM TODA HISTÓRIA EXISTE PESSOAS QUE ESTRAPOLÃO...AMEMOS E O AMOR TRIUNFARA

    ResponderExcluir
  44. FALA SERIO AO INVES DE FICAR COLOCANDO MERDA NA INTERNET VAI LAVAR UMA LOUÇA !!!! TUDO MENTIRA A CURA, A NEGRA Q APARECEU, TUDO MENTIRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir
  45. Como um homem pode se considerar bispo quando não carrega dentro de si a alma da humildade? Sergio V. helder nao teve a humildade de explicar todos esses acontecimentos,chutou a imagem da Santa ,causou tantas turbulências e não se pronunciou em nenhum momento pra responder nada,ele cometeu um ato desrespeitoso e desumano,sem coração apenas por impulso de raiva,por fraqueza humana,e continua agindo assim,talvez ele queria aparecer e ainda esta conseguindo...se ele cometeu esse absurdo então ele q corrija quando achar necessário,o ato de se arrepender vive dentro dele a culpa também,mais ele deveria pedir perdão nao somente pelo ato horrível de chutar a imagem da santa mais pra todos nos devido todo esse transtorno q ele causou....e apesar de tudo isso o q importa o q aconteceu se nao somente a ele o proprio Sergio,se a Santa apareceu ou nao pra ele esse assunto diz respeito somente a ele,e se isso fosse algo divino ja saberiamos ,Jesus veio ao mundo e tao pouco mostrou seu poder,um poder enorme q ele poderia ter usado pra nunca duvidarmos da existência dele ,mais ao invés disso nos deu o livre arbitrou de decidir e escolhermos o que quisermos,de decidirmos o tamanho de nossa fe. A nossa fe não pode ser medida pelo o q vemos mais sim pelo o q sentimos e isso q Deus quer pra nos,poder ter certeza da nossa fe e nosso amor.E respondendo a alexandre q afirma e q alertar q os ensinamentos da igreja católica nao tem fundamento,e colocou varias perguntas,bom suas perguntas irão ficar sem respostas e sua duvida como escrevi a pouco é sua,responda vc sozinho,so vc sabe o tamanho de sua fe,so vc sabe o amor q sente por Deus ,se vc tem duvida sobre sua religiao se nao esta feliz com ela entao mude e seja feliz pois se vc parar pra refletir ,afirmar q a igreja catolica nao tem fundamento e a mesma coisa q sergio fez ao chutar a imagem da santa,pra vermos como somos induzidos a cometer o mesmo erro de outra forma.Depois de vermos tanta tristeza pelo mundo,tantas crianças morrendo de fome e outras... e perder tempo discutindo algo q so diz respeito a si próprio,pois deveríamos cuidar mais do próximo,essas imagens sim q doí o coraçao!
    sou catolica

    ResponderExcluir
  46. Maria intercede no silencio.
    'peça a Mãe que o Filho atente'♥
    Maria intercede por cada um de nós!
    Deus realiza o milagre.
    não é preciso essa "guerrinha" entre a religiões...
    _Amar o próximo como a ti mesmo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga religião se discute sim se um pastor vier com blá blá blá pra você diz pra ele me fale um nome de um escritor ou um historiador de um pastor ou ceita protestante antes de 1480 ele não terás respostas pois não existe
      parabéns por você proteger a mãe de cristo vou ti mostrar vários documentos sobre Maria na fonte ela é admirada antes de Constantino como muitos blasfemadores protestantes afirmam e o pior é que eles inventam essas piadas sem fonte de historia

      pegue aí esse material riquíssimo

      A Mariólogia¹ tem sua origem nas raízes do Cristianismo, o primeiro a mencionar aspectos mariológicos e pontos sob a figura de Maria no plano de Salvação em Cristo e a estudá-la foi Santo Ireneu de Lião (†202) Grande Pai Ocidental da Igreja em sua obra; “De Recapitulacionae” explica-nos; é o primeiro a declarar Maria como a nova Eva mãe do novo Adão; mais tarde muitos outros Pais da Igreja, demostraram em suas obras a devoção e piedade cristã que deste dos primeiros crentes tinha-se por Nossa Senhora, fato que herdou a Teologia Católica com o estudo Mariológico fazendo compreender “A missão de Maria na História da Salvação” (BOFF, Clodovis. 2009, p.11).


      “As etapas da salvação da humanidade são percorridas no sentido inverso ao da queda, desligando-se progressivamente, os laços das últimas até as primeiras [...] É assim que o laço da desobediência de Eva, sem pecado, mas que peca, é desligado pela obediência de Maria, [...]”.

      Mais tarde os padres da Igreja o apoiarão como, por exemplo, no século II, poderíamos citar tambémS. Justino, (†165); Santo Ireneu (†202) ao qual relacionamos acima: Tertuliano de Cartago, (†220)S. Atanásio, (295-373) Santo Efrém (†373), Escreveu belos hinos de louvor a Maria São Cirilo de Jerusalém (†386); São Cirilo de Alexandria (†444) Doutor Mariano;
      Dentre os decorreres dos séculos a figura Mariana entre os Padres da Igreja ficará cada vez mais forte;

      Orígenes: afirma; (184-254)
      “Maria tem dois filhos, um, homen-Deus e o outro puro homem; de um Maria é Mãe corporal, do outro, Mãe espiritual” (Speculum B.M.V., lect. III art. 1,2º )

      Santo Agostinho (354-430) diz;
      “A Santíssima Virgem é o meio de que Nosso Senhor se serviu para vir a nós; e é o meio de que nos devemos servir para ir a ele.” (Santo Agostinho Sermo 113 in Nativit. Domini).

      Excluir
    2. São Leão Magno [Grande]:(400-461) diz;
      “Digo com os Santos: Maria Santíssima é o paraíso terrestre” (S. Leão Grande; Sem. de Annuntiatione)

      São Germano de Constantinopla - (610-733) Diz;
      “Pois ninguém fica cheio do pensamento de Deus se não for por ela” (S. Germano de Constantinopla : Sermo 2 in Dormit.)

      São Ildefonso de Sevilha (†636) diz;
      “Eis por que, quanto mais, em uma alma, ele encontra Maria, sua querida e inseparável esposa, mais operante e poderoso se torna para produzir Jesus Cristo nessa Alma, e essa alma em Jesus Cristo.” (S. Ildefonso, Líber de Corona Virginis, cap. III).

      S. João Damasceno (675-749) este que em suas inúmeras obras falou e ensinou muito a respeito de Nossa Senhora diz;
      “Tudo que convém a Deus pela natureza, convém a Maria pela graça.” ( Sermo 2 in Dormitione B. M.).

      “Prendemos, as almas à vossa esperança, como a uma âncora firme”: (S. João Damasceno; Sermo 1 in Dormitione B. M.V.)

      “Ser vosso devoto, ó Virgem Santíssima, é uma arma de salvação que Deus dá, aqueles que quer salvar.” ( São João Damasceno).

      “Os olhos não viram, o ouvido não ouviu, nem o coração do homem compreendeu as belezas, as grandezas e excelências de Maria, o milagre dos milagres da graça” (S. João Damasceno, Oratio I de Nativitati B. V.).

      S. Gregório Palamás Padre oriental do séc. VIII, em uma de suas Homilia sobre a Mãe de Deus diz;
      “Se por um lado, Maria concede a Deus entre os homens, por outro, o Senhor encarna numa virgem Imaculada que está acima de toda a pureza e de toda a santidade”.

      A Santa Tradição Apostólica confirmada pelos Pais da Igreja reconhece em Maria, a nova Eva:
      Eva foi causa de morte para si e Adão, e para todo homem ao olhar para traz e ouvir o tentador, introduzindo na humanidade o pecado pela desobediência e pelo orgulho as próximas gerações, a segunda Eva Maria, torna-se causa de salvação para si e para humanidade por causa do seu sim (obediência) a Deus, introduzindo a Redenção e a vida, ao homem, por que na sua humildade traz ao mundo a Graça que só ela tinha achado, volto-se e fincou os olhos em Deus. (Santo Ireneu de Lião. Séc. II).
      Notas:
      Mariologia¹: Matéria teológica pertencente à Teologia Dogmática, estudo dedicado ao estudo da pessoa, lugar e importância de Maria, em âmbitos teológicos como a encarnação do verbo e seu plano soteriológico e junto a Redenção operada por Cristo (Cristológico). Além do papel e devoção apresentada a Mãe de Jesus na Igreja desde seu inicio.


      "A Virgem Maria não é a Mãe de Deus, como dizem os protestantes. Ela é a mãe de Jesus Cristo".
      Se isto é o que eles acreditam, então eles criaram vários erros.

      Excluir
    3. 1. Em (João 1,1) diz o seguinte," No princípio era o Verbo, e o Verbo estava junto de Deus e o Verbo era Deus" e em (João 1,14) diz: " E o Verbo se fez carne e habitou entre nós" Estes dois versos dizem que Deus foi feito carne. A substância da carne de Deus na segunda pessoa, que é Jesus Cristo, veio de onde? Veio de Maria!
      2. Quantas pessoas é Jesus Cristo? Uma ou duas? Para acreditar que Maria só deu à luz a Jesus Cristo humano, os protestantes estão dividindo Jesus Cristo em dois, um Jesus humano e um Jesus Divino. Aí está um erro doloroso. Para provar ao contrário, é só conferir na própria Bíblia, em (Filipenses 2,5-7) onde notamos um Deus que é um homem, é também um homem que é Deus. Jesus Cristo é um, e não dois. Lembremo-nos também quando Tomé chama Jesus de "Meu Senhor e meu Deus", (João 20,28) .
      3. Os protestantes ao negar Maria como Mãe de Deus, estão refutando (Lucas 1, 43) da qual, Isabel fala com as palavras dada a ela pelo Espírito Santo. "Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor?"
      É importante deixar bem claro que Maria gerou o Homem - Deus (Romanos 9,5) "e todos os Anjos o adoram" (Hebreus 1,6). Maria é, realmente, mãe de Jesus Cristo, homem e Deus, conforme o testemunho da Escritura (Gálatas 4,4). Ela torna-se a mãe da pessoa de Jesus, na plenitude de seu ser humano e divino. Por exemplo: Jesus não disse ao filho da viúva: "a parte de mim que é Divina te diz: Levanta-te! " Jesus fala simplesmente "Eu te digo: Levanta-te". Na cruz, Jesus não disse: "minha natureza humana tem sede" mas exclama: "tenho sede".
      Podemos e devemos chamar a Virgem Maria "Mãe de Deus" porque o termo da maternidade não é a natureza, mas a pessoa. E a Pessoa em Cristo é a 2ª da Santíssima Trindade, o Filho. Em Maria se realiza, pois este mistério: ser Ela "Mãe de Deus e de Deus filha. Ela participa do mistério do seu Filho, que é Deus e Homem ao mesmo tempo.
      Assim como (Gênesis 3,2-7) apresenta a mulher (Eva) envolvida com o tentador e o pecado para a ruína do gênero humano, assim (Gênesis 3,15) apresenta a mulher (Eva feita Mãe da Vida por excelência ou Eva plenamente realizada em Maria) intimamente associada ao Messias na obra de Redenção do gênero humano. Assim a mulher (Eva, Mãe da Vida), que introduziu o pecado no mundo, será também a introdutora da Salvação ou do Salvador no mundo. O papel de Eva é recapitulado por Maria.

      Excluir
    4. Eva é portadora da desobediência e da morte com o seu "não" a Deus; Maria, ao contrário, traz a fé, alegria e a vida com o seu "sim". O Anjo mau falou à mulher infiel a Deus, o Anjo Gabriel falou à mulher fiel a Deus; no primeiro caso, a mulher colabora para a morte; no segundo caso, a mulher (a nova Eva, a verdadeira Mãe da vida) colabora para a vida.
      "Podemos assim dizer que Maria é o templo do Senhor, o Sacrário do Espírito Santo. O tabernáculo e a Arca da Aliança, são figuras da Virgem Maria. Ela é o sacrário vivo do Espírito Santo, porque se tornou a Mãe do verbo Encarnado. Basta percorrer as páginas das Escrituras para ver que Deus não habita no meio do pecado".

      Portanto, Maria foi pensada, amada e predestinada para ser o templo do Espírito Santo e Mãe do Deus Encarnado.

      Se Maria fosse somente um instrumento ou uma mulher comum, como se afirma no protestantismo, o próprio demônio poderia se apresentar a Jesus e dizer: "Onde está sua honra e sua glória?"
      Sem sombra de dúvidas, a Bíblia a Tradição e o Magistério da Igreja, deixa bem claro que a Virgem Maria é Mãe de Deus. É claro que não podemos esquecer que, Ela não é Mãe de Deus na Primeira Pessoa, e sim na segunda Pessoa que é Jesus Cristo.



      A intenção do texto não é esgotar a teologia em torno do Rosário, mas apenas demonstrar superficialmente que não existe oposição entre esta devoção e a Palavra de Deus, como julgam alguns hereges.
      Vários protestantes têm uma grande pulga atrás da orelha com o rosário. "Como é antibíblico!", dizem eles. Pois bem, é hora de analisar o Rosário e ver o que a Bíblia tem a dizer sobre este assunto.

      O Rosário é uma coleção de orações individuais:

      Excluir
    5. 1 - O Credo
      2 - O Pai-Nosso
      3 - A Ave-Maria
      4 - Glória
      5 - Salve Regina

      1. O Credo Apostólico
      "Creio em Deus-Pai, todo-poderoso, criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pela Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado, desceu à mansão dos mortos e ressuscitou ao terceiro dia. Subiu aos céus e está sentado à direita de Deus-Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na Comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém."

      Este é um dos credos mais antigos que se conhece. Foi inicialmente usando pelos cristãos de Roma. Não há nada antibíblico nele. A única coisa que alguém poderia objetar seria a expressão "creio...na Santa Igreja Católica". Bem, a primeira pessoa a utilizar a expressão "Católica" (palavra grega para "geral, universal") foi Santo Inácio de Antioquia em sua carta aos Esmirnenses. Ele morreu em 107 A.D., o que nos faz tirar a lógica conclusão que tal designação para a igreja já era utilizada desde antes. Ele utilizou este termo para diferenciar a Igreja fundada por Cristo e pelos apóstolos das outras igrejas e filosofias heréticas que estavam aparecendo.

      2. O Pai-Nosso
      Bem, nada de antibíblico aqui. Sem comentários mais.

      3. A Ave-Maria
      "Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é contigo. Bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do teu ventre, Jesus. Santa Maria, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém"

      Excluir
    6. Isto coloca um bom problema aos protestantes. Porquê? Veja o que a Bíblia diz sobre isso (versão KJV):

      "E o anjo veio sobre ela, e disse, Ave, tu que és grandemente favorecida, o Senhor está contigo. Bem-aventurada és tu entre as mulheres". (Lc 1,28)

      São Jerônimo, um dos primeiros Pais da Igreja, traduziu a Bíblia grega para o latim, e a melhor forma de traduzir para o latim a forma "grandemente favorecida" foi "gratia plena", que significa "cheia de graça". Isto denota muito bem o estado de Maria, "cheia de graça", sem pecado.

      Desta forma, a primeira parte da Ave-Maria não deixa problema algum. E quanto à segunda parte?

      Santa Maria? É esperado que, sendo Maria a mãe do "Santo dos Santos", ela seja também uma pessoa santa. Isto não pode ser problema para os protestantes, que acreditam que todos os cristãos são santos, de uma forma ou de outra, no mínimo.

      Mãe de Deus? Maria é a mãe de Jesus, certo? Jesus era uma pessoa divina com uma natureza divina e humana. Maria "assim como fazem todas as mães" deu a luz à pessoa, não à natureza. E a qual pessoa ela deu à luz? Uma pessoa divina. Logo, Maria é a mãe de Deus.

      Rogai por nós, pecadores? Pedimos que Maria ore por nós. Mas ela não está morta? Não de acordo com a Bíblia (Mc 12,26-27; Mt 27,52-53).

      Nós devemos orar pelos outros, diz Tiago (Tg 5,16). Ora, mas Jesus não é o único mediador? Sim, assim como Ele é o único rei, o único Senhor, o único sacerdote, etc...E enquanto partilharmos deste seu sacerdócio e reinado, também partilhamos desta única mediação.

      Excluir
    7. Agora e na hora de nossa morte? Oh-oh!, como Maria sabe quando morreremos? Bem, ela possui a visão beatífica (1 Cor 13:12; 2 Pd 1:4), e além do mais, não existe época no paraíso, somente eternidade e, portanto, nem Maria ou os anjos estão sob o limite do tempo e por isso podem ouvir todas as nossas orações.

      4. Glória
      "Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, assim como era no princípio, agora e sempre. Amem".

      Pequena e linda oração. Ninguém reclame dela.

      5. Salve Regina (Salve Rainha)
      "Salve Rainha, mãe de misericórdia, vida, doçura e esperança nossa. Salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva. A vós, suspirando, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Ei-a pois, advogada nossa, esses vossos olhos misteriosos a nós volvei. E depois deste desterro, mostrai-nos Jesus. Bendito é o fruto do teu ventre. Ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre virgem Maria. Rogai por nós, santa mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo".

      É bem complicado, vamos com calma.

      Rainha? Considere que Jesus, Rei dos Reis, nunca foi casado. Se um rei não possui esposa, quem, portanto, é a rainha? Sua mãe! E isto se aplica aqui.

      Vida, doçura e esperança? Isto diz respeito à mediação de Maria, assunto que não abordaremos neste texto pela sua natureza mais profunda. Chamamos Maria desta forma porque ela é a causa, estritamente na forma subordinada "claro", da nossa salvação, vida, doçura e esperança (que é Jesus).

      Vossos olhos misericordiosos? Maria, como imaculada, tem misericórdia de seus filhos. Lembrando que todos somos seus filhos. Ela é nossa mãe, porque somos parte do corpo de Jesus, nascido de Maria.

      Clemente, piedosa, doce? Quem nega que a mãe de Jesus é clemente? Ou piedosa? Ou doce? Minha mãe (carnal) é! Quanto mais com um filho como Jesus, o filho de Deus!

      Excluir
    8. Como vimos, são várias orações. Claro, existem entre nós questões sobre o rosário, como apontam alguns quando dizem que Jesus nos recomendou não rezar em "vãs repetições" como fazem os gentios (Mt 6,7).

      Mas notem todos que Jesus não condena as repetições, somente as que são "vãs". Se nós condenamos católicos bêbados, não estamos condenando todos os católicos que bebem e nem significa que todos os católicos "são" bêbados. Isto somente significa que aqueles católicos que "estavam" bêbados são condenados. Aqui é a mesma coisa. Jesus disse para não rezarmos as repetições "que são vãs", ou sejam, de nada adiantariam. E porque o rosário não é incluído nestas "vãs repetições"? Porque nele nós meditamos os mistérios da vida, morte e ressurreição de Cristo, e isto nunca será "vão". A Ave-Maria somente é a base para todos estes mistérios. Nunca se acreditou que se consegue alguma coisa com uma certa quantidade de orações. O Rosário bem recitado é aquele bem meditado, com concentração. Onde as palavras não são somente balbuciadas, mas rezadas com fé.

      Então, da próxima vez que alguém se dizer um cristão, pergunte como honra a Maria. Se disser "não, obrigado, não sou idólatra, somente honro a Jesus", pergunte então porque a Bíblia nos pede para honrarmos os santos (1 Pd 1,6-7), e porque Maria é tão "grandemente favorecida".

      "Doravante, todas as gerações me proclamarão bem-aventurada" (Lc 1,48).

      Maria é alvo freqüente de ataques por nossos irmãos separados. Muitos, até, com ódio de nossa Mãe. Que filho suporta ouvir absurdos de sua mãe? Jesus é filho de Maria. Como fica seu coração com tais atitudes?

      A exegese atribui a MULHER do Gênesis também a Maria: "Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e a dela; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar" (Gn 3,15). Maria é a mulher que pisa na cabeça da serpente. Pela desobediência, Eva nos trouxe a morte, mas Maria, com sua obediência, nos trouxe a Salvação: Jesus.
      Maria, com seu SIM e humildade, ESMAGA a cabeça da serpente, derrota Satanás. "Maria tornou-se a nova Eva, Mãe dos viventes" (CIC 511). Maria foi concebida sem pecado. Seu corpo não poderia ser manchado com o pecado original, pois iria receber o Salvador, o Verbo que se fez Carne em seu ventre! Seu corpo foi templo do Filho de Deus, Sacrário vivo.

      Excluir
    9. Maria foi escolhida por Deus desde a eternidade! Quem somos nós para menosprezar esta escolha? Desde o Antigo Testamento Maria é anunciada! "Eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel" (Isaías 7, 14).
      Maria é Mãe de Deus, pois Jesus é Verdadeiro Homem e Verdadeiro Deus! (CIC 484-507). Maria teve em seu ventre O Homem e Deus! Como separar o corpo do espírito? Maria não deu à luz um monte de ossos, mas um corpo com carne e espírito! Deu à Luz o Filho de Deus: Jesus.

      O anjo Gabriel a chama Bem Aventurada, cheia de Graça, diz que Deus está com ela! Deus falou assim a algum profeta ou iluminado? Maria sempre humilde, obediente, modelo de fé. Entregou-se à vontade de Deus! "Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra" (Lc 1, 28). O Espírito de Deus estava com ela. O anjo disse a Maria que Isabel estava no 6º mês de gravidez e Maria viajou cerca de 120 km para servi-la. Maria foi serva: serva de Deus, de Isabel, de Jesus, dos discípulos de Jesus. Lembrem-se, Isabel não sabia que Maria estava grávida. Ninguém sabia, nem José! Quando Maria a saúda, Isabel grita: "Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe do meu Senhor?" (Lc 1, 43-44). Maria, cheia do Espírito Santo, saúda-a e Isabel fica cheia do Espírito Santo. Maria foi canal da Graça e Espírito de Deus! Maria repleta do Espírito Santo, diz: "desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas" (Lc 1, 46-56). Como desprezar estas palavras? Hoje muitos as esqueceram!
      Muitos esquecem que ela carregou e adorou Deus em seu ventre. Qual é a mãe que desde o Ventre não cuida de seu filho? Quando bebê, Maria fez Jesus dormir, esperou que Ele dormisse e, nesta espera, adorava Deus ao lado de sua cama. Maria foi a maior adoradora de Jesus que existiu! Ela O adorou no ventre, na infância, adolescência, quando adulto, no calvário, e quando ressuscitado!

      Maria conviveu com Jesus por 33 anos. Os apóstolos e seus discípulos só estiveram com Ele por cerca de três anos! Como ignorar estes 33 anos? Tudo que Jesus sentiu Maria sentiu! Qual a mãe que não sente as dores e as alegrias do filho? "E uma espada transpassará a tua alma" (Lc 2, 35). Alguém pode imaginar a dor de Maria ao ver seu Filho inocente e justo sendo chicoteado, maltratado, morto na cruz? Doeu, mas ela não murmurou, apenas confiou na vontade do Pai, entregando seu sofrimento a Ele.

      Excluir
    10. Em Caná, comovida com a situação dos noivos, intercedeu por eles. Jesus disse que sua hora ainda não chegara, mas Maria vê a necessidade, e diz aos serviçais: "Fazei tudo o que ele vos disser" (Jo 2, 3?5). Jesus atende o pedido de sua Mãe e antecipa Sua hora. Inaugura-se a intercessão de Nossa Senhora, da Mulher, da cheia de Graça diante de Deus.
      Maria é exemplo de silêncio e humildade para todos nós. Ela "Guardava e meditava tudo em seu coração" (Lc 2, 51). Ela, sempre com Jesus, acompanhou tudo de perto, em silêncio. Quando Jesus a vê aos pés da cruz, Ele doa sua mãe à humanidade, entrega Maria como Mãe dos viventes. "Mulher, eis aí teu filho. Filho: "Eis aí tua mãe". "E desta hora em diante o discípulo a levou para a sua casa" (Jo 19, 26-27). Devemos, como João, levar Maria para casa, para cuidar de nós e levar-nos em direção ao Seu Filho.
      Maria é a mulher do Gênesis ao Apocalipse! "Uma Mulher revestida de sol, a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas. Ela deu à luz um Filho, um menino, aquele que deve reger todas as nações pagãs com cetro de ferro" (Ap 12, 1). Quem usa coroa, senão uma rainha? Maria é Rainha do Céu e da Terra!
      Satanás tem ódio de Maria, de sua obediência, de sua humildade! "E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra contra os seus descendentes, os que guardam os mandamentos de Deus, e mantêm o testemunho de Jesus" (Ap 12,17). Ele sabe que não tem forças contra Deus ou Maria, por isso nos ataca, nós, os descendentes d'Ela, que seguimos os mandamentos de Deus. Maria passa à nossa frente, nos defendendo, pois "Vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa devorar" (I Pe 5,8). Somos vencedores com Maria pela Ressurreição de Jesus, pois somos a Igreja de Cristo e "as portas do inferno não prevalecerão contra ela" (Mt 16,18).
      Levemos Maria para casa, pois o Leão tem medo de Maria! Maria é guerreira! Na Guerra espiritual o inimigo sabe que Maria é vitoriosa com Jesus.

      Defendamos nossa Mãe. Quem ao ouvir falar de sua mãe não a defende? Defendemos Maria de duas maneiras: com uma arma muito forte, a oração do Rosário; e fazendo que mais filhos tornem-se devotos de Nossa Senhora. Rezemos mais o terço e consagremos nossas vidas a Nossa Senhora!

      Excluir
    11. "A Mariólogia¹ tem sua origem nas raízes do Cristianismo, o primeiro a mencionar aspectos mariológicos e pontos sob a figura de Maria no plano de Salvação em Cristo e a estudá-la foi Santo Ireneu de Lião (†202) Grande Pai Ocidental da Igreja em sua obra; “De Recapitulacionae” explica-nos; é o primeiro a declarar Maria como a nova Eva mãe do novo Adão; mais tarde muitos outros Pais da Igreja, demostraram em suas obras a devoção e piedade cristã que deste dos primeiros crentes tinha-se por Nossa Senhora, fato que herdou a Teologia Católica com o estudo Mariológico fazendo compreender “A missão de Maria na História da Salvação” (BOFF, Clodovis. 2009, p.11).


      “As etapas da salvação da humanidade são percorridas no sentido inverso ao da queda, desligando-se progressivamente, os laços das últimas até as primeiras [...] É assim que o laço da desobediência de Eva, sem pecado, mas que peca, é desligado pela obediência de Maria, [...]”.



      Mais tarde os padres da Igreja o apoiarão como, por exemplo, no século II, poderíamos citar também S. Justino, (†165); Santo Ireneu (†202) ao qual relacionamos acima: Tertuliano de Cartago, (†220) S. Atanásio, (295-373) Santo Efrém (†373), Escreveu belos hinos de louvor a Maria São Cirilo de Jerusalém (†386); São Cirilo de Alexandria (†444) Doutor Mariano;

      Dentre os decorreres dos séculos a figura Mariana entre os Padres da Igreja ficará cada vez mais forte;

      Orígenes: afirma; (184-254)

      “Maria tem dois filhos, um, homen-Deus e o outro puro homem; de um Maria é Mãe corporal, do outro, Mãe espiritual” (Speculum B.M.V., lect. III art. 1,2º )

      Santo Agostinho (354-430) diz;

      Excluir
    12. “A Santíssima Virgem é o meio de que Nosso Senhor se serviu para vir a nós; e é o meio de que nos devemos servir para ir a ele.” (Santo Agostinho Sermo 113 in Nativit. Domini).

      São Leão Magno [Grande]:(400-461) diz;

      “Digo com os Santos: Maria Santíssima é o paraíso terrestre” (S. Leão Grande; Sem. de Annuntiatione)

      São Germano de Constantinopla - (610-733) Diz;

      “Pois ninguém fica cheio do pensamento de Deus se não for por ela” (S. Germano de Constantinopla : Sermo 2 in Dormit.)

      São Ildefonso de Sevilha (†636) diz;

      “Eis por que, quanto mais, em uma alma, ele encontra Maria, sua querida e inseparável esposa, mais operante e poderoso se torna para produzir Jesus Cristo nessa Alma, e essa alma em Jesus Cristo.” (S. Ildefonso, Líber de Corona Virginis, cap. III).

      S. João Damasceno (675-749) este que em suas inúmeras obras falou e ensinou muito a respeito de Nossa Senhora diz:

      “Tudo que convém a Deus pela natureza, convém a Maria pela graça.” ( Sermo 2 in Dormitione B. M.).

      “Prendemos, as almas à vossa esperança, como a uma âncora firme”: (S. João Damasceno; Sermo 1 in Dormitione B. M.V.)

      Excluir
    13. "Ser vosso devoto, ó Virgem Santíssima, é uma arma de salvação que Deus dá, aqueles que quer salvar.” ( São João Damasceno).

      “Os olhos não viram, o ouvido não ouviu, nem o coração do homem compreendeu as belezas, as grandezas e excelências de Maria, o milagre dos milagres da graça” (S. João Damasceno, Oratio I de Nativitati B. V.).

      S. Gregório Palamás Padre oriental do séc. VIII, em uma de suas Homilia sobre a Mãe de Deus diz;

      “Se por um lado, Maria concede a Deus entre os homens, por outro, o Senhor encarna numa virgem Imaculada que está acima de toda a pureza e de toda a santidade”.

      A Santa Tradição Apostólica confirmada pelos Pais da Igreja reconhece em Maria, a nova Eva:

      "Eva foi causa de morte para si e Adão, e para todo homem ao olhar para traz e ouvir o tentador, introduzindo na humanidade o pecado pela desobediência e pelo orgulho as próximas gerações, a segunda Eva Maria, torna-se causa de salvação para si e para humanidade por causa do seu sim (obediência) a Deus, introduzindo a Redenção e a vida, ao homem, por que na sua humildade traz ao mundo a Graça que só ela tinha achado, volto-se e fincou os olhos em Deus". (Santo Ireneu de Lião. Séc. II).

      Notas:

      Mariologia¹: Matéria teológica pertencente à Teologia Dogmática, estudo dedicado ao estudo da pessoa, lugar e importância de Maria, em âmbitos teológicos como a encarnação do verbo e seu plano soteriológico e junto a Redenção operada por Cristo (Cristológico). Além do papel e devoção apresentada a Mãe de Jesus na Igreja desde seu inicio.

      Excluir
    14. Referencias:

      [1] BOFF, Clodovis. Introdução à mariologia. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 2009

      [2] São Luís Maria Grignion de Montfort. Tratado da verdadeira devoção à Santíssima Virgem. 19ª Edição. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 1992.
      ============================
      ORIGEM DA FESTA DA CONCEIÇÃO DE MARIA

      Há no texto a seguir vários erros:

      "No catolicismo, culto à Imaculada Conceição de Maria está muito difundido. A dita festa começou a celebrar-se já no século XII, muito antes da proclamação do dogma. Uma lenda atribui sua origem à ordem dada por um varão resplandecente, o qual, havendo aparecido a um abade inglês, de nome Elpino, que se achava em perigo de naufragar no marcom (no mar,] os seus companheiros,"... disse-lhes que prometessem a Deus guardar cada ano a festa da Conceição de nossa Senhora, e de exortar a outros que aguardassem ,e que desta maneira sairiam daquele perigo e chegariam ao porto desejado". (1)
      a) - Século XII - No texto está bem explícito: "... pelos anos de Nosso Senhor de 1.070...", portanto, século XI. Tal informação foi encontrada na pg. 468:

      b) - Varão resplandecente - o homem que apareceu era o bispo Nicolau como enviado da Virgem;

      c) - Imaculada Conceição de Maria - Fala apenas de sua conceição acontecida em 08/dezembro. Ainda não fala de "Imaculada". Isto vem bem antes!

      Esta é uma das orações mais antigas e vem do rito oriental de Antioquia sendo atribuída a São Tiago Menor, o primeiro bispo de Jerusalém: "Fazemos memória de nossa Santíssima, IMACULADA, e gloriosíssima Senhora Maria, MÃE DE DEUS e SEMPRE VIRGEM". Eta!!!! Só nesta caem por terra vários dogmas protestantes!!!!! E ainda continua na mesma liturgia, após a consagração e algumas preces, segundo este mesmo rito o celebrante diz: "Prestemos homenagem, principalmente, a Nossa Senhora, a Santíssima, IMACULADA e abençoada acima de todas as criaturas, a gloriosíssima MÃE DE DEUS, SEMPRE VIRGEM MARIA. E os cantores respondem: É verdadeiramente digno que nós vos proclamemos bem-aventurada e em toda linha irrepreensível, MÃE DE NOSSO DEUS, mais digna que os querubins, mais digna de glória que os serafins; a vós que destes à luz o Verbo divino, SEM PERDER A VOSSA INTEGRIDADE PERFEITA, nós glorificamos como MÃE DE DEUS" (S. jacob in Liturgia sua).

      Além disso há a antiquíssima liturgia proveniente de São Marcos às Igrejas do Egito"Lembremo-nos, sobretudo, da Santíssima, intemerata e bendita Senhora Nossa, aMãe de Deus e sempre Virgem Maria".

      Como sabemos, São Paulo via a grande necessidade de se conservar as tradições apostólicas que é o que faz a santa Igreja: "Assim, pois, irmãos, ficai firmes eCONSERVAI os ensinamentos que de nós aprendestes, seja por palavras, seja por carta nossa" (II Tessalonicenses 2,15).

      Na Liturgia dos etíopes, de autor desconhecido, mas cuja composição data do primeiro século, encontramos diversas menções explícitas da Imaculada Conceição. Umas das suas orações começa nestes termos: "Alegrai-vos, Rainha, verdadeiramenteImaculada, alegrai-vos, glória de nossos pais". Mais adiante, é pela intercessão daImaculada Virgem Maria que o Sacerdote invoca a Deus em favor dos fiéis: "Pelas preces e a intercessão que faz em nosso favor Nossa Senhora, a Santa e Imaculada Virgem Maria.".

      Como documento ainda do primeiro século, temos estas palavras do apóstolo Santo André dirigidas ao procônsul Egeu e que consta nas atas do martírio deste santo: "Tendo sido o primeiro homem formado de uma terra imaculada, era necessário que o homem perfeito nascesse de uma Virgem igualmente imaculada, para que o Filho de Deus, que antes formara o homem, reparasse a vida eterna que os homens tinham perdido" (Cartas dos Padres de Acaia).

      Excluir
    15. amiga Jesus Cristo ti abençoe olha só no primeiro século do cristianismo
      se você for lê os testemunhos dos mártires os padres da igreja a os relatos fascinantes que tocam a alma e a comunhão sublime da igreja católica
      pode ter certeza você passaria vários anos para lê e estudar somente o primeiro século do cristianismo por isso todos os historiadores e padres da igreja testemunham essa verdade é por isso que são Paulo pede para guardar a tradição olha depois que veio a internet os estudos o catolicismo só tente a crescer não creia em nada de protestantismo logo logo mas verdades virão a tona e viva a nossa Senhora virgem Maria 2000 mil anos de Igreja Católica

      Excluir
    16. sou cristão16/11/12 10:38 AM

      quanto conhecimento hein! mas NADA que espuseste convence de que Maria é mãe de Deus. poderia ficar aqui contigo discorrendo sobre cada um de seus argumentos falhos mas não farei isso; simplesmente te digo que Maria sim virgem, imaculada NÃO, pois segundo o dicionário, imaculado quer dizer sem pecado, sem mancha, puro, casto. Mãe de Deus em Cristo na figura humana, não na divindade pois Maria não gerou a Graça e nem a divindade de Cristo; Ele já possuia. Maria não se manteve virgem, pois teve OUTROS FILHOS. Só há um intercessor diante de Deus: Jesus Cristo, em nenhum momento da Bíblia foi outorgado esse poder a Maria. então pare de apresentar argumentos fundamentados em sermões e discute Bíblia!!!!

      Excluir
  47. COMO PODE SE PERDER TANTO TEMPO, AGREDINDO-SE ,SOU CATOLICA MAS DEUS VAI ME JULGAR PELOS MEUS ATOS ASSIM COMO A TODOS.SE NÃO AMO E RESPEITO MEU IRMÃO A QUEM VEJO COM POSSO DIZER QUE AMO A DEUS. AMÉM.

    ResponderExcluir
  48. Embora não seja da igreja universal, sou a favor do Bispo Von Helder. Ele não chutou a Santa, só acho que ele errou em comprar uma imagem de Nossa Senhora Aparecida (dos católicos), pois ofendeu todos os devotos. Ele deveria pegar um boneco qualquer (como exemplo) para tentar explicar o que O Senhor diz em Êxodo 20. Eu sou crente em Jesus e no Senhor e entendo que a mãe de Jesus em carne foi uma pessoa especial, só que está morta aguardando o dia do julgamento como eu estarei um dia. Os sete livros a mais da igreja católica confunde a muitos.

    ResponderExcluir
  49. Pedro é o nosso primeiro papa e para provar isso incontestavelmente biblicamente teologicamente historicamente mostro aqui grandes estudos de de apologéticas de grandes estudiosos da verdadeira Igreja católica apostólica Romana

    Lc 22,31s: "Simão, Simão, eis que Satanás pediu insistentemente para vos peneirar como trigo; eu, porém, roguei por ti, a fimde que tua fé não desfaleça. Quando te converteres, confirma teus irmãJo 21,15-17: "Jesus disse a Simão Pedro: 'Simão, filho de João, tu me amas mais do que esses?' Ele respondeu: 'Sim, Senhor, tu sabes que te amo'. Jesus lhe disse: 'Apascenta as minhas ovelhas'. Pela segunda vez lhe disse: 'Simão, filho de João, tu me amas?' 'Sim, Senhor', disse ele, 'tu sabes que te amo'. Disse-lhe Jesus: 'Apascenta as minhas ovelhas'. Pela terceira vez disse-lhe: 'Simão, filho de João, tu me amas?' Entristeceu-se Pedro porque pela terceira vez lhe perguntara: 'Tu me amas?' e lhe disse: 'Senhor, tu sabes tudo, tu sabes que te amo'. Jesus lhe disse: 'Apascenta as minhas ovelhas'.

    ResponderExcluir
  50. Pedro é o nosso primeiro papa e para provar essa maravilhosa bem aventurança
    digo que em Aramaico temos duas palavras para designar materiais rochosos:

    1º Evna = Pedra

    2º Kepha כף (ou cefas, transliterado para o grego) = Rocha

    Em Grego, assim como o aramaico, temos também 2 palavras:

    1º Lithos (λίθος), = Pedra pequena

    2º Petra (πέτρᾳ ) = Rocha maciça, Pedra Grande (que é o equivalente de Kepha)

    A Bíblia nos diz que Jesus deu um nome novo a um pescador que se chamava Simão e este nome foi “KEPHA” (Aramaico) e transliterado como “cefas”, que no grego ficou “Petrus”, como podemos ver em João 1, 42:
    “Levou-o a Jesus, e Jesus, fixando nele o olhar, disse: Tu és Simão, filho de Jonas, serás chamado Cefas (que quer dizer Pedro).” (Negrito meu)

    Em aramaico não temos gênero, mas em grego sim, por isso a palavra Petra que é o equivalente a KEPHA (cefas) foi masculinizada para dar nome a um homem, Petrus, mas o significado permaneceu o mesmo (Rocha ou pedra grande) como é atestado nos seguintes Léxicos protestantes:
    Mais algumas passagens com o nome de “Cefas”.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sou cristão16/11/12 10:45 AM

      em grego NÃO se masculiniza palavra: ou ela existe ou NãO EXISTE!!!

      Excluir
  51. 1Co 1:12 Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo, e eu de Apolo, e eu de Cefas, e eu de Cristo.

    1Co 3:22 Seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, seja o presente, seja o futuro; tudo é vosso,

    1Co 9:5 Não temos nós direito de levar conosco uma esposa crente, como também os demais apóstolos, e os irmãos do Senhor, e Cefas?

    1Co 15:5 E que foi visto por Cefas, e depois pelos doze.

    Gal 2:9 E conhecendo Tiago, Cefas e João, que eram considerados como as colunas, a graça que me havia sido dada, deram-nos as destras, em comunhão comigo e com Barnabé, para que nós fôssemos aos gentios, e eles à circuncisão;
    Refutando Algumas objeções dos que dizem que:

    1 º O significado do nome de Petrus é Pedregulho.

    Não existe nenhum prova para isto, até por que no NT Petrus só é designado para Pedro e para nada mais.

    2º O significado do nome Petrus é pequena pedra para arremessar.

    Isso não existe no grego koiné. No grego koiné usa-se a palavra “lithos” para significar “uma pedrinha ou uma pedra para arremessar” como podemos constatar no caso da mulher adúltera (João 8, 7) ou de Jesus (João 8, 59).

    João 8, 7 Ὡς δὲ ἐπέμενον ἐρωτῶντες αὐτόν, ἀνακύψας εἶπεν πρὸς αὐτούς, Ὁ ἀναμάρτητος ὑμῶν, πρῶτον ἐπ᾽ αὐτὴν τὸν λίθον βαλέτω.

    Tradução: “Como insistissem na pergunta, Jesus se levantou e lhes disse: Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra.”

    John 8:59 Ἦραν οὖν λίθους ἵνα βάλωσιν ἐπ᾽ αὐτόν· Ἰησοῦς δὲ ἐκρύβη, καὶ ἐξῆλθεν ἐκ τοῦ ἱεροῦ, διελθὼν διὰ μέσου αὐτῶν·

    Tradução: “Então pegaram em pedras para lhe atirarem; mas Jesus ocultou-se, e saiu do templo, passando pelo meio deles, e assim se retirou.”

    ResponderExcluir
  52. Pedra de arremesso nunca foi nem será Petrus.

    E para azar e confusão na cabeça dos protestantes que sustentam esta mesma idéia, Jesus em 1 Pedro 2,4 é chamado de “Lithos” a mesma palavra em gênero, número, grau e declinação que foi usada para a Pedra de arremesso da adúltera e das pedras jogadas em Jesus.

    1 Pd 2:4 “πρὸς ὃν προσερχόμενοι λίθον ζῶντα ὑπὸ ἀνθρώπων μὲν ἀποδεδοκιμασμένον παρὰ δὲ θεῷ ἐκλεκτὸν ἔντιμον..”

    Tradução “Chegando-vos para ele, a pedra que vive, rejeitada, sim, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa…”

    Seria também Jesus uma pequena pedrinha de arremesso e não a grande Rocha da Salvação?

    Gostaria de ver algum protestante respondendo isto!

    3º O significado do nome Petrus é pequena pedra igual as demais como citado em sua epístola.

    Não existem bases ou sustentações para afirmar que “Petrus” significa “pedra pequena” porque para isto a Bíblia utiliza outra palavra (lithos ou lithon) como foi mostrado.

    E vejam:

    1 Pd 2:5 καὶ αὐτοὶ ὡς λίθοι ζῶντες οἰκοδομεῖσθε οἶκος πνευματικός, ἱεράτευμα ἅγιον, ἀνενέγκαι πνευματικὰς θυσίας εὐπροσδέκτους τῷ θεῷ διὰ Ἰησοῦ χριστοῦ.

    Tradução: Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo.

    Ou seja, a palavra “Lithos” que é usada para Jesus em 1 Pd 2, 4 se referindo a Jesus é novamente utilizada em grau e gênero para os demais Cristãos em 1 Pd 2, 5.

    E ainda aparecem protestante vindo dizer que a rocha ou pedra só pode ser utilizada para Jesus.

    Em outras passagens Jesus também é chamado de PETRA, assim como Pedro (Petrus). Mas isso não tira a magnitude de Jesus como rocha da Salvação, nem da função de Pedro como Rocha da Unidade da Igreja.

    ResponderExcluir
  53. Penso que por aqui já basta a explicação sobre o nome de Pedro, agora vamos a linda passagem do evangelho de Mateus que é o foco desta matéria.

    Em Mateus 16, 18 lemos:

    “Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.”

    Em Grego:

    “κἀγὼ δέ σοι λέγω ὅτι σὺ εἶ Πέτρος, καὶ ἐπὶ ταύτῃ τῇ πέτρᾳ οἰκοδομήσω μου τὴν ἐκκλησίαν καὶ πύλαι ᾅδου οὐ κατισχύσουσιν αὐτῆς.”

    Vejamos em aramaico este trecho em negrito na Bíblia Peshita (Tradução do grego para o aramaico do século V):

    (lê se da direita pra esquerda)

    Veja que não há diferença entre a rocha (em aramaico) e o nome de Pedro (em aramaico).



    Agora analisaremos duas palavras em especial.

    Voltemos ao grego de Mateus 16, 18:

    “κἀγὼ δέ σοι λέγω ὅτι σὺ εἶ Πέτρος, καὶ ἐπὶ ταύτῃ τῇ πέτρᾳ οἰκοδομήσω μου τὴν ἐκκλησίαν καὶ πύλαι ᾅδου οὐ κατισχύσουσιν αὐτῆς.”

    Note as duas palavras em vermelho que são ταύτῃ τῇ que quase todas as traduções (católicas e protestantes) traduzem simplesmente por “esta”.

    Vamos fazer uma analise:

    ταύτῃ (tauth) é o dativo feminino de οὗτος (outós) e sua tradução simples é “esta”. E serve para dar ênfase a algo previamente mencionado.

    τῇ (th) é também o dativo feminino e ὁ (o) e é o artigo da frase ou seja sua tradução é “a”.

    Estas duas palavras juntas ταύτῃ + τῇ, tem o sentido ou tradução de “esta mesma”, “esta própria”.

    Então juntando o nome de Pedro que foi previamente confirmado como ROCHA, e PETRA que também foi confirmada como ROCHA pelos léxicos protestantes, podemos traduzir Mateus 16, 18 da seguinte forma:

    ResponderExcluir
  54. “TU ÉS ROCHA E SOBRE ESTA MESMA ROCHA, EU EDIFICAREI A MINHA IGREJA.”

    A pergunta que todo protestante faria ao ver isto “então por que as traduções católicas não traduzem assim?”

    A Resposta : Por que o artigo, no grego, depois de um pronome demonstrativo não precisa ser traduzido, já é sub-entendido, então se traduz somente o “esta” na maioria das vezes, mas o sentido continua o mesmo.

    Além disso São Jerônimo traduziu para o Latim da seguinte forma “HANC PETRAM” ou seja “Esta mesma Rocha“.

    HANC no latim tem o sentido próprio de “esta mesma”, “esta própria” assim como ταύτῃ + τῇ no grego. São Jerônimo, como falava fluentemente o grego koiné, sabia muito bem o sentido real da passagem, quando ele traduziu a vulgata o grego koiné ainda era “vivo”.

    E agora para o desespero de protestantes que apesar de tudo o que aqui foi demonstrado até agora ainda estejam duvidando, vou usar a própria bíblia João Almeida para provar que ταύτῃ + τῇ tem o sentido e também tradução de “esta mesma”, apesar da maioria das passagens que contém estas duas palavras os tradutores não traduzam assim, por que já está implícito. Vou pegar aqui 1 passagem que a própria João Almeida confirma o que eu estou dizendo.

    Antes que algum protestante venha com conversinha de versão da bíblia João Almeida, estou utilizando aqui 4 versões da mesma que traduzem a passagem do mesmo jeito em todas.

    Vejamos em Atos 27, 23:

    Grego:

    Atos 27, 23 παρέστη γάρ μοι ταύτῃ τῇ νυκτὶ τοῦ θεοῦ, οὗ εἰμι [ἐγώ] ᾧ καὶ λατρεύω, ἄγγελος

    ResponderExcluir
  55. João Almeida

    Atos 27, 23 Porque esta mesma noite o anjo de Deus, de quem eu sou, e a quem sirvo, esteve comigo.

    Podem conferir ai no grego e em suas bíblias.

    Ai vai vim um protestante me dizer que viu em sua bíblia as palavras “esta mesma” e no grego não estavam escritas como ταύτῃ τῇ.

    Como eu já disse ταύτῃ e τῇ estão no dativo, declinadas, ou seja conjugadas. No português só temos conjugação para verbos na maioria das vezes, mas no grego não, acontece também com pronomes e substantivos, as palavras “esta mesma” podem ser encontradas também desta forma ταύτην τὴν, ondeταύτην equivale a ταύτῃ e τὴν equivale a τῇ. Onde não há nenhuma diferença entre as mesmas, apenas a declinação.

    Portanto podemos dizer com clareza a quem quiser ouvir, PEDRO É A ROCHA.

    “TU ÉS ROCHA E SOBRE ESTA MESMA ROCHA, EU EDIFICAREI A MINHA IGREJA.”

    Na parte II desta matéria veremos os vários testemunhos patrísticos a respeito disso.

    Bibliografia Utilizada:

    1 - Malzoni, Cláudio Vianney, 25 Lições de Iniciação ao Grego do novo testamento/ Cláudio Vianney Malzoni. – 1. Ed. – São Paulo: Paulinas, 2009 (Coleção Línguas Bíblicas).

    2 – Dicionário de Grego do Novo Testamento / Carlo Rusconi; [Tradução Rabuske] – São Paulo : Paulus 2003. – (Dicionários)

    3 –Strong, James – Exaustiva Concordância – Léxico Hebraico, Aramaico e Grego de Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, São Paulo : Sociedade Bíblica do Brasil 2002.

    4 – Friberg, Analytical Greek Lexicon.

    5 – Thayer, Greek Lexicon Of Nt.

    ResponderExcluir
  56. Não existe nenhuma prova para isto, até por que no NT Petrus só é designado para Pedro e para nada mais.
    estudem os Pais da Igreja aqui tem uma lista de alguns Padres da Igreja que vocês podem lê lembrando que os Pais da Igreja também podem ser chamados de Padres da Igreja

    esses aqui de baixo são alguns Padres gregos:Santo Atanasio, o sinaíta (700)
    Santo André de Creta (740)
    Afraates (siglo IV)
    Santo Arquelao (282)
    Santo Atanásio (373)
    Atenágoras (século II)
    São Basilio Magno (379)
    São Cesáreo de Nazianzo (369)
    São Clemente de Alexandria (215)
    São Clemente Romano (97)
    São Cirilo de Alexandria (444)
    São Cirilo de Jerusalém (386)
    Dídimo, o Cego (398)
    Diodoro de Tarso (392)
    São Dionisio, o Grande (264)
    Santo Epifânio (403)
    Eusébio de Cesaréia (340)
    Santo Eustacio de Antioquia (século IV)
    São Firmiliano (268)
    Genadio I, de Constantinopla (século V)
    São Germano (732)
    São Gregório de Nazianzo (390)
    São Gregório de Nissa (395)
    São Gregorio Taumaturgo (268)
    Hermes (século II)
    Santo Hipólito (236)
    Santo Inácio de Antioquia (107)
    Santo Isidoro de Pelúsio (450)
    São João Crisóstomo (407)
    São João Clímaco (649)
    São João Damasceno (749) (Último dos padres do Oriente)
    São Júlio I (352)
    São Justino (165)
    São Leôncio de Bizâncio (século VI)
    San Macário (390)
    São Máximo, o Confessor (662)
    São Melitão (180)
    São Metódio de Olimpo (311)
    São Nilo, o Velho (430)
    Orígenes (254)
    São Policarpo (155)
    São Proclo (446)
    Pseudo Dionísio Areopagita (século VI)
    São Serapião (370)
    São Sofrônio (638)
    Taciano (século II)
    Teodoro de Mopsuestia (428)
    Teodoreto de Ciro (458)
    São Teófilo de Antioquía (século II)

    ResponderExcluir
  57. Padres Latinos:

    Santo Ambrósio de Milão (397)
    Santo Arnóbio (330)
    Santo Agostinho de Hipona (430)
    São Bento de Núrsia (550)
    São Cesáreo de Arlés (542)
    São João Cassiano (435)
    São Celestino I (432)
    São Cornélio (253)
    São Cipriano de Cartago (258)
    São Dâmaso (384)
    São Dionísio (268)
    Santo Enódio (521)
    Santo Eucherio de Lyon (450)
    São Fulgêncio (533)
    São Gregório de Elvira (392)
    São Gregório Magno (604)
    Santo Hilário de Poitiers (367)
    Santo Inocente (417)
    Santo Ireneu de Lyon (202)
    Santo Isidoro de Sevilla (636) (Último dos Padres latinos)
    São Jerônimo (420)
    Lactâncio (323)
    São Leão Magno (461)
    Mário Mercator (451)
    Mario Victorino (século IV)
    Minucio Félix (século II)
    Novaciano (257)
    Santo Optato (século IV)
    São Paciano (390)
    São Pânfilo (309)
    São Paulino de Nola (431)
    São Pedro Crisólogo (450) San
    Febádio (século IV)
    Rufino de Aquileya (410)
    Salviano (século V)
    São Sirício (399)
    Tertuliano (222)
    São Vicente de Lerins

    Jesus Cristo disse a Pedro Bem aventurado és tu, Simão Bar Jonas, porque não foi a carne, ou o sangue que te inspiraram, mas meu Pai que está nos céus. E eu te digo que tu és Pedro, e sobre essa pedra eu edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reino dos céus; e tudo o que ligares sobre a terra será ligado também nos céus; e tudo o que desligares sobre a terra será desligado também nos céus" (Mt. XVI, 17-20)
    0 nome de Pedro aparece em primeiro lugar em todas as listas que enumeram os apóstolos (Mt 10,2; Mc 3,16; Lc 6,14; At 1,13). Mateus até o chama de "o primeiro" (Mt 10,2).
    S. Pedro é quase sempre mencionado em primeiro, mesmo quando aparece ao lado de outros. A (única) exceção está em G1 2,9, onde ele é listado após Tiago e João, mas, mesmo assim, o contexto coloca-o em preeminência (ex.: G1 1,18-19; 2,7-8).
    Pedro é o único entre os Apóstolos que recebe um novo nome, Pedra, solenemente conferido (3o 1,42; Mt 16,18).

    Da mesma forma, Pedro é estimado por Jesus como o Pastor chefe, logo após Ele (]o 21,15-17), de forma especial pelo nome, e sobre a Igreja universal, apesar dos demais apóstolos terem uma função similar mas subordinada (At 20,28; lPd 5,2).
    S. Pedro é o único apóstolo mencionado pelo nome quando Jesus Cristo orou para que "a sua fé (=Pedro) não desfalecesse" (Lc 22,32).

    ResponderExcluir
  58. Pedro é o único apóstolo a ser exortado por Jesus para que "confirmasse os seus irmãos" (Lc 22,32).

    Pedro foi o primeiro a confessar a divindade de Cristo (Mt 16,16).

    Apenas de Pedro diz-se que recebeu conhecimento divino através de uma revelação especial (Mt 16,17).

    Pedro é respeitado pelos judeus (At 4,1-13) como líder e porta-voz dos cristãos.

    Pedro é respeitado pelas pessoas comuns da mesma maneira (At 2,37-41; 5,15).

    Jesus Cristo associa-se a Pedro no milagre da obtenção de dinheiro para o pagamento do tributo (Mt 17,24-27).

    Cristo ensina as multidões de cima do barco de Pedro e o milagre que se segue, apanhando peixes no lago de Genesaré (Lc 5,1-11), podem ser interpretados como um metáfora do papa como "pescador de homens" (cf. Mt 4,19).

    Pedro foi o primeiro apóstolo a correr e entrar no túmulo vazio de Jesus (Lc 24,12; )o 20,6).

    Pedro é reconhecido pelo anjo como o líder e representante dos apóstolos (Mc 16,7).

    Pedro lidera a pescaria dos apóstolos (]o 21,2-3.11). 0 "barco" de Pedro tem sido respeitado pelos católicos como uma figura da Igreja, com Pedro no leme.

    Apenas Pedro se lança e anda sobre o mar para encontrar Jesus (]o 21,7).

    As palavras de Pedro são as primeiras a serem registradas, bem como são as mais importantes, no discurso anterior ao Pentecostes (At 1,15-22).

    Pedro toma a liderança na escolha do substituto para o lugar de ludas Iscariotes (At 1,22).

    Pedro é a primeira pessoa a falar (e a única a ser registrada) após ao Pentecostes, tendo sido ele, portanto, o primeiro cristão a "pregar o Evangelho" na Era da Igreja (At 2,14-36).

    Pedro realiza o primeiro milagre da Era da Igreja, curando um aleijado (At 3,612).

    Pedro lança a primeira excomunhão (anátema sobre Ananias e Safira) enfaticamente confirmada por Deus (At 5,2-11).

    Até a sombra de Pedro realiza milagres (At 5,15).

    Pedro é a primeira pessoa, após Cristo, a ressuscitar um morto (At 9,40).

    Cornélio é orientado por um anjo a procurar Pedro para ser instruído no cristianismo (At 10,1-6).

    ResponderExcluir
  59. Pedro é o primeiro a receber os gentios após receber uma revelação de Deus (At 10,9-48).

    Pedro instrui os outros apostolos sobre a catolicidade (universalidade) da Igreja (At11,5-17).

    Pedro é o objeto da primeira mediação divina na Era da Igreja (um anjo o liberta da prisão -At 12,1-17).

    Toda a Igreja (fortemente indicado) oferece "fervorosa oração" para Pedro enquanto se encontra preso (At 12,5).

    Pedro preside e abre o primeiro Concílio da Cristandade, e estabelece princípios que serão posteriormente aceitos (At 15,7-11).

    Paulo distingue as aparições do Senhor (após sua ressurreição) a Pedro daquelas que se manifestaram aos demais apóstolos (lCor 15,4-8). Os dois discípulos no caminho de Emaús fazem a mesma distinção (Lc 24,34), nesse momento mencionando apenas Pedro ("Simão") , ainda tendo eles mesmos visto a Jesus ressuscitado momentos antes (Ic 24,31-32).

    Muitas vezes Pedro é distinto dos demais apóstolos (Mc 1,36; Lc 9,28.32; At. 2,37; 5,29; lCor 9,5).

    Pedro é sempre o porta-voz dos demais apóstolos, especialmente durante os momentos decisivos (Mc 8,29; Mt 18,21; 1c 9,5; 12,41; ]o 6,67ss).

    0 nome de Pedro é sempre listado em primeiro no "círculo íntimo" dos discípulos (Pedro, Tíago e João - Mt 17,1; 26,37.40; Mc 5,37; 14,37).

    Pedro é multas vezes a figura central em relação a Jesus, nas cenas dramáticas tal como o fato de andar sobre a água (Mt 14,28-32; Lc s,iss; Mc 10,28; Mt 17,24ss).

    Pedro é o primeiro a reconhecer e refutar a heresia de Simão Mago (At 8,14-24).

    0 nome de Pedro é mencionado multas mais vezes do que os nomes dos demais discípulos em conjunto: 191 vezes (162 como Pedro ou Simão Pedro; 23 como Simão; e 6 como Celas). Em freqüência, João aparece em segundo lugar com apenas 48 menções, sendo que Pedro está presente em 50% das vezes em que encontramos o nome de João na Bíblia! [...) Todos os demais discípulos em conjunto são mencionados 130 vezes. [...]

    A proclamação de Pedro no dia de Pentecostes (At 2,14-41) contém urna interpretação autoritária da Escritura, além de uma decisão doutrinária e um decreto disciplinar a respeito dos membros da "Casa de Israel" (At 2,36).

    Pedro foi o primeiro carismática), tendo julgado com autoridade e reconhecendo o dom de línguas como genuíno (At 2,14-21).

    Pedro foi o primeiro a pregar o arrependimento cristão e o batismo (At 2,38).

    Pedro comandou o batismo dos primeiros cristãos gentios (At 10,44-48).

    Pedro foi o primeiro missionário etinerante e foi o primeiro a exercitar o que chamamos hoje de "visita às igrejas" (At 9,32-38.43). Paulo pregou em Damasco imediatamente após sua conversão (At 9,20), mas não foi para esse lugar com tal objetivo (Deus alterou seus planos). Sua jornada missionária inicia-se em At 13,2.

    ResponderExcluir
  60. Paulo foi para Jerusalém especificamente para ver Pedro durante 15 dias, no início de seu ministério (Gi 1,18); e foi encarregado por Pedro, Tiago e João (Gi 2,9) a pregar para os gentios.

    Pedro age (fortemente indicado) como o bispo pastor chefe da Igreja (IPd 5,1), exortando todos os outros bispos ou "anciãos".

    Pedro interpreta profecia (2Pd 1,16-21).

    Pedro corrige aqueles que distorcem os escritos de Pauto (2Pd 3,15-16).

    Pedro escreve sua primeira epístola a partir de Roma, conforme atesta a maioria dos estudiosos, como bispo dessa cidade e como bispo universal (ou papa) da Igreja primitiva. "Babilônia" (1Pd 5,13) é codinome para Roma.

    não existe duvidas samos da Igreja fundada por Jesus cristo tendo Pedro seu primeiro papa a Barca de Jesus observa que embora na maioria das passagens bíblicas “pedra” ou “rocha” realmente se refira a Jesus, existem exceções. O próprio Jesus que disse ser a “Luz do Mundo” (Jo 8,12) disse aos apóstolos que também el
    es deveriam ser “Luz do Mundo” (Mt 5,13). Além da passagem de Mt 16,18 onde a “pedra” referida não se trata de Jesus, como veremos claramente no diálogo abaixo, temos também, por exemplo, Is 51,1-2 (a “pedra” é Abraão) e 1Pd 2, 4-5 (“pedras vivas” é Jesus e também são os cristãos).

    pastores protestantes insistem no erro tão fraco pobre e inocente e em falta de estudo e sabedoria em dizer que em grego, a palavra para pedra é petra, que significa uma rocha grande e maciça. A palavra usada como nome para Simão, por sua vez, é petros, que significa uma pedra pequena, uma pedrinha.

    a resposta é muito facil e simples
    Na verdade, todo este discurso é falso. Como sabem os conhecedores de grego (mesmo os não católicos), as palavras petros e petra eram sinônimos no grego do primeiro século. Elas significaram “pequena pedra” e “grande rocha” em uma velha poesia grega, séculos antes da vinda de Cristo, mas esta distinção já havia desaparecido no tempo em que o Evangelho de São Mateus foi traduzido para o grego. A diferença de significados existe, apenas, no grego ático, mas o NT foi escrito em grego Koiné – um dialeto totalmente diferente. E, no grego koiné, tanto petros quanto petra significam “rocha”. Se Jesus quisesse chamar Simão de “pedrinha”, usaria o termo lithos. (para a admissão deste fato por um estudioso protestante, veja D. Carson, The expositors Bible Commentary [Grand Rapids: Zondervan, 1984], Frank E. Gaebelein, ed., 8: 368).

    ResponderExcluir
  61. E ainda tem muitos amigos protestantes que erradamente ou inocentemente
    dizem que os catolicos por desconhecerem o grego, pensam que Jesus comparava Pedro à rocha. Na verdade, é justamente o contrário. Ele os contrastava. De um lado, a rocha sobre a qual a Igreja seria construída: o próprio Jesus (“e sobre esta PETRA edificarei a Minha Igreja”). De outro, esta mera pedrinha (“Simão tu és PETROS”). Jesus queria dizer que ele mesmo seria o fundamento da Igreja, e que Simão não estava sequer remotamente qualificado para isto

    Concordo que devemos ir do português para o grego. Mas, com certeza, você concordará que, igualmente, devemos ir do grego para o aramaico. Como você sabe, esta foi a língua falada por Jesus, pelos apóstolos e por todos os judeus da Palestina. Era a língua corrente da região.


    a maioria, soubessem grego, pois esta era a língua franca do Mediterrâneo. A língua da cultura e do comércio. A maioria dos livros do NT foi escrita em grego, pois não visavam apenas os cristãos da Palestina, mas de outros lugares como Roma, Alexandria e Antioquia, onde o aramaico não era falado.

    ResponderExcluir
  62. Sabemos que Jesus falava aramaico devido a algumas de suas palavras que nos foram preservadas pelos Evangelhos. Veja Mt 27,46, onde ele diz na cruz, “Eli, Eli, Lama Sabachtani”. Isto não é grego, mas aramaico, e significa, “meu Deus, meu Deus, porque me abandonaste?”

    E tem mais: nas epístolas gregas de S. Paulo (por 4 vezes em Gálatas e outras 4 vezes em 1Coríntios), preservou-se a forma aramaica do novo nome de Simão. Em nossas bíblias, aparece como Cefas. Isto não é grego, mas uma transliteração do aramaico Kepha (traduzido por Kephas na forma helenística).

    E o que significa Kepha? Uma pedra grande e maciça, o mesmíssimo que petra. A palavra aramaica para uma pequena pedra ou pedrinha é evna. O que Jesus disse a Simão em Mt 16,18 foi “tu és Kepha e sobre esta kepha construirei minha igreja.”

    Quando se conhece o que Jesus disse em aramaico, percebe-se que ele comparava Simão à rocha; não os estava contrastando. Podemos ver isto, vividamente, em algumas versões modernas da bíblia em inglês, nas quais este versículo é traduzido da seguinte forma: ‘You are Rock, and upon this rock I will build my church’. Em francês, sempre se usou apenas pierre tanto para o novo nome de Simão, quanto para a rocha.


    Os protestantes dizem se kepha significa petra, porque a versão grega não traz “tu és Petra e sobre esta petra edificarei a minha Igreja”? Por que, para o novo nome de Simão, Mateus usa o grego Petros que possui um significado diferente do petra?


    Muito facil e simples essa resposta era
    Porque não havia escolha. Grego e aramaico têm diferentes estruturas gramaticais. Em aramaico, pode-se usar kepha nas duas partes de Mt 16,18. Em grego, encontramos um problema derivado do fato de que, nesta língua, os substantivos possuem terminações diferentes para cada gênero.

    Existem substantivos femininos, masculinos e neutros. A palavra grega petra é feminina. Pode-se usá-la na segunda parte do texto sem problemas. Mas não se pode usá-la como o novo nome de Simão, porque não se pode dar, a um homem, um nome feminino. Há que se masculinizar a terminação do nome. Fazendo-o, temos Petros, palavra já existente e que também significava rocha. (Obs da Barca de Jesus: Estrutura semelhante ocorre na língua portuguesa: Pedro e pedra.)

    Por certo, é uma tradução imperfeita do aramaico; perdeu-se parte do jogo de palavras. Mas, em grego, era o melhor que poderia ser feito.

    Além da evidência gramatical, a estrutura da narração não permite uma diminuição do papel de Pedro na Igreja. Veja a forma na qual se estruturou o texto de Mt 16,15-19. Jesus não diz: “Bendito és tu, Simão. Pois não foi nem a carne nem o sangue que te revelou este mistério, mas meu Pai, que está nos céus. Por isto, eu te digo: és uma pedrinha insignificante, e sobre a rocha edificarei a minha Igreja. … Eu te darei as chaves do reino dos céus.”

    Ao contrário, Jesus abençoa Pedro triplamente, inclusive com o dom das chaves do reino, mas não mina a sua autoridade. Isto seria contrariar o contexto. Jesus coloca Pedro como uma forma de comandante ou primeiro ministro abaixo do Rei dos Reis, dando-lhe as chaves do Reino. Como em Is 22,22, os reis, no AT, apontavam um comandante para os servir em posição de grande autoridade, para governar sobre os habitantes do reino. Jesus cita quase que verbalmente esta passagem de Isaías, o que torna claríssimo aquilo que Ele tinha em mente. Ele elevou Pedro como a figura de um pai na família dos cristãos (Is 22,21), para guiar o rebanho (Jo 21,15-17). Esta autoridade era passada de um homem para outro através dos tempos pela entrega das chaves, que se usavam sobre os ombros em sinal de autoridade. Da mesma forma, a autoridade de Pedro foi transmitida, nestes dois mil anos, através do papado.

    ResponderExcluir
  63. quem estuda patristica com certeza volta pra Igreja Católica Apostólica Romana
    não existe nada de pastores igreja de protestantes nada de 1480 para trás não existe fonte nada nada os pais da igreja são unanimes em proclamar a Igreja Católica Apostólica Romana gente a arqueologia confirma nossa Igreja Católica existem milhares de provas já no primeiro seculo e muito fácil de buscar.o Santo Irineu nasceu em 130 e morreu em 2003 já dizia Com tal Igreja, por causa da sua peculiar preeminência, deve estar de acordo toda Igreja, porque nela... foi conservado o que a partir dos Apóstolos é tradição. (Contra as Heresias 3, 2).

    É com esta igreja (de Roma), em razão de sua mais poderosa autoridade de fundação, que deve necessariamente concordar toda Igreja, isto é, devem concordar os fiéis procedentes de qualquer parte; nela sempre se conservou a Tradição que vem dos Apóstolos (Contra as Heresias II, 3-1-3).

    Onde está a Igreja, aí está o Espírito Santo de Deus, aí estão a Igreja e o tesouro de todas as graças.

    Aqui estão as provas da vida e da morte de Pedro em Roma. O fato é confirmado por dois escritores do séc II (S. Ireneu) e sec IV (Tertuliano, na obra História Eclesiástica, Ed. Paulus)

    Santo Ireneu (?202): (desde o primeiro século, a Igreja de Roma tinha a primazia do ensino).
    "Porque é com essa Igreja (de Roma), em razão de sua mais poderosa autoridade de fundação, que deve necessariamente concordar toda igreja, isto é, que devem concordar os fiéis procedentes de qualquer parte, ela, na qual sempre, em benefício dos que procedem de toda parte, se conservou a tradição que vem dos apóstolos" (Contra as Heresias).

    ResponderExcluir
  64. Eusébio de Cesaréia (?340):&&

    "Pedro e Paulo, indo para a Itália, vos transmitiram os mesmos ensinamentos e por fim sofreram o martírio simultaneamente" (História Eclesiástica, II 25,8)


    Santo Ireneu apresenta a primeira lista dos doze primeiros Papas da Igreja, até o décimo segundo, até Eleutério, Papa do seu tempo. Todos sucessores de Pedro, em Roma:

    existem milhares de documentos que comprovam se um protestante discordar é fabula eles não tem fonte histórica documento nada os pais da igreja falam por nós

    "Ora, dado que seria demasiado longo... enumerar as sucessões de todas as Igrejas, tomaremos a máxima igreja, muito antiga e conhecida de todos, fundada e construída em Roma pelos dois gloriosíssimos apóstolos Pedro e Paulo; mostraremos que a tradição que ela tem, dos mesmos, e a fé que anunciou aos homens, chegaram até nós por sucessões de bispos"..

    Pedro teve que morrer e ser enterrado em algum lugar, e a TRADIÇÃO CRISTÃ esmagadora está em total acordo, desde os primeiros tempos, que foi realmente em Roma que Pedro morreu. F.J. Foakes-Jackson, em seu livro Pedro: O Príncipe dos Apóstolos, afirma “Daí por diante não há dúvida alguma de que, não só em Roma, mas em toda a igreja cristã, a visita de Pedro à cidade foi um fato concreto, como foi seu martírio juntamente com o de Paulo” (New York, 1927. p. 155.).

    O Historiador Arthur Stapylton Barnes concorda:

    “O ponto forte na prova dos [igreja] pais é a sua unanimidade. É bastante claro que nenhum outro lugar era conhecido por eles como alegando ter sido palco da morte de São Pedro, e o repositório de suas relíquias.” – (São Pedro, em Roma, Londres, 1900. P. 7.)

    A Nova Enciclopédia de ​​Conhecimento Religioso de Schaff-Herzog confirma isso dizendo:

    “Tradição parece manter que Pedro foi a Roma [....] e ali sofreu o martírio sob Nero. Nenhuma outra FONTE descreve o lugar do martírio de Pedro em um lugar diferente de Roma. Parece mais provável, no todo, que Pedro morreu como um mártir em Roma no final do reinado de Nero, em algum momento após a cessação da perseguição geral.” (Artigo: “Pedro”)

    ResponderExcluir
  65. João Inácio Dollinger afirma esta mesma evidência:

    “São Pedro trabalhou em Roma é um fato tão abundantemente comprovado e tão arraigado na história cristã primitiva, que quem trata como uma lenda devia, em coerência tratar de toda a história da Igreja primitiva como lenda também, ou, pelo menos, bastante incerta“(A primeira era do cristianismo e da Igreja, em Londres. 1867. p. 296).

    É mais do que interessante perceber que não há uma única passagem ou declaração em contrário, em qualquer das obras literárias que se tratam com os fundamentos do cristianismo até mesmo depois da Reforma. Você não acha que é estranho? Você não acha que alguém não teria aproveitado esta reivindicação de Roma, para usá-la como um ponto de discórdia se houvesse alguma dúvida quanto à sua validade? Você não acha que as Igrejas orientais teria chegado a rechaçar esta pretensão, se não fosse verdade? Durante séculos, as igrejas orientais estavam em conflito quase constante com Roma durante a Páscoa, o sábado, e muitas outras questões doutrinárias. Se eles pudessem aproveitar esta reivindicação de Roma que Pedro tinha trabalhado e morrido lá, eles certamente teriam usado isso contra a Igreja de Roma! Mas eles não usaram. POR QUE? Porque não havia absolutamente nenhuma dúvida sobre Roma ter sido o local de episcopado e morte de Pedro!

    O Dicionário bíblico de Unger afirma inequivocamente que “a evidência para de seu martírio [de Pedro] lá [em Roma] está completa, enquanto há uma ausência total de qualquer declaração contrária nos escritos dos pais da Igreja” (Terceira Edição, Chicago. 1960. P . 850).

    George Edmundson, em seu livro A Igreja em Roma no século I, dogmaticamente repete a mesma conclusão

    ResponderExcluir
  66. “Nós não temos sequer o menor vestígio que aponte para qualquer outro lugar que poderia ser considerado como a cena da morte dele [de Pedro] …. É um ponto ainda mais importante que no segundo e terceiro séculos, quando certas igrejas estavam em rivalidade com a de Roma, nunca ocorreu a uma única delas contestar a alegação de que Roma era a cena do martírio de Pedro. Na verdade, até mais pode ser dito; precisamente no leste, como fica claro a partir dos escritos pseudo-Clementinos e as histórias Petrinas, sobretudo aqueles que lidam com o conflito de Pedro com Simão, o mago. A TRADIÇÃO DA RESIDÊNCIA ROMANA DE PEDRO tinha domínio particularmente forte. (Londres. 1913. Pp. 114-115.)[Capslock nossos]
    “Clemente para Tiago, que governa Jerusalém, a santa Igreja dos hebreus, e as igrejas em toda parte excelentemente fundadas pela providência de Deus, com os anciãos e diáconos, e o resto dos irmãos, a paz esteja sempre …. ele próprio [Pedro], em razão de seu imenso amor para com os homens, tendo chegado até Roma, clara e publicamente testemunhando, em oposição ao maligno que resistiu a ele, que há de ser um bom rei sobre todo o mundo, ao salvar os homens por sua doutrina inspirada por Deus, Ele mesmo, pela violência, trocou a presente existência pela vida eterna.” (Epístola de Clemente de Tiago)

    Nos primeiros anos do século II um documento siríaco, chamado A Pregação de Pedro, foi escrito. Sua data é indicada pelo fato de que o gnóstico Heracleon, o utilizou em seus escritos durante o tempo do imperador Adriano (117-138 dC). De acordo com João Inácio Dollinger, A Pregação de Pedro traz “São Pedro e São Paulo juntos em Roma, e divide os discursos e declarações que tiveram lugar lá entre os dois … é notoriamente fundado sob fato universalmente admitido de São Pedro ter trabalhado em Roma.”

    É inconcebível pensar que tal documento (alegando aceitação como um produto genuíno da era apostólica) teria apresentado uma fábula sem fundamento sobre a presença de Pedro em Roma, numa altura em que muitos que tinham visto o apóstolo ainda estavam vivos!

    O documento na sua introdução:

    ResponderExcluir
  67. “No terceiro ano de Cláudio César, Simon Cefas partiu de Antioquia para ir a Roma. E nos lugares em que ele passou, pregou em vários países a palavra de nosso Senhor. E, quando ele quase chegando em Roma, muitos já tinham ouvido falar dele e saíram para encontrá-lo…” (A Pregação de Pedro – Introdução)

    Cláudio começou a reinar no ano 41 d.C, e Pedro, segundo o documento, foi a Roma no terceiro ano do seu reinado, segundo o documento, logo em 44 d.C, exatamente na mesma data prevista por muitos historiadores.

    Por volta do ano 107 d.C. Inácio, um dos pais da igreja primitiva, diz em sua epístola à Igreja romana: “Eu não vos dou ordens como Pedro e Paulo” (Carta aos Romanos 4,3 – 107 d.C)

    Uma referência oblíqua à residência de Pedro em Roma.

    Thomas Lewin, em A Vida e Epístola de São Paulo, menciona que uma obra intitulada Praedicatio Pauli, atribuída ao segundo século, fala sobre uma reunião de Pedro e Paulo em Roma (Vol. 2 London 1874..).

    Os eventos que levaram à morte de Pedro são descritas em pormenores num trabalho chamado de Atos de Pedro, que estava em circulação em Roma, cerca de 85 anos após a morte do apóstolo. Mais uma vez, aqueles que leram este trabalho teriam sido da segunda geração de cristãos, cujos pais se lembrariam dos lugares e personalidades descritas.

    Não há nenhum registro histórico que esta narrativa a respeito da morte e episcopado de Pedro em Roma tivesse sido contestada. Portanto, um fio de verdade deve ser consagrado neste, Atos de Pedro, que ligam os eventos descritos.

    ResponderExcluir
  68. O Dicionário bíblico de Unger atesta a antiga crença universal de que Pedro morreu e foi bispo em Roma:

    “No século II Dionísio de Corinto, na epístola ao Bispo de Roma, relata, como um fato universalmente conhecido e levado em conta para as relações íntimas entre Corinto e Roma, que Pedro e Paulo, ambos, ensinado na Itália, e sofrendo o martírio na mesma época. Em suma, a maioria das igrejas quase conectados a Roma e aquelas mais fora de sua influência, que era forte, mas, irrelevante no oriente, concordam com a afirmação de que Pedro foi um dos fundadores conjuntos da igreja [de Roma], e morreu nesta cidade.”

    O escritor e filósofo Orígenes (185-254) (conhecido como o pai da ciência da Igreja Oriental da crítica bíblica e exegese no início do século III) escreve que, depois de pregar em Pontus e outros lugares para os judeus da Dispersão , Pedro “finalmente veio a Roma, e foi crucificado com a cabeça para baixo.”

    Da mesma forma Irineu, que foi bispo de Lyon, na Gália (por volta de 202) afirma na sua obra, Contra as Heresias, III,1 que “Pedro e Paulo estavam pregando em Roma, e lá que estabeleceram as bases da igreja.” Mais adiante, em Contra as Heresias, III, 2, ele acrescenta: “Indicando que a tradição derivada dos apóstolos, da igreja muito grande, muito antiga e universalmente conhecida, fundada e estabelecida em Roma pelos dois gloriosos apóstolos, Pedro e Paulo.”

    Tertuliano, o eminente pai da igreja menciona, por volta do ano 218, “aqueles a quem Pedro batizou no Tibre” (Sobre Batismo, 4). Em seu trabalho Prescrição contra os hereges (36), ele diz que a igreja de Roma “afirma que Clemente foi ordenado por Pedro.”

    “A Igreja também dos romanos pública – isto é, demonstra por instrumentos públicos e provas – que Clemente foi ordenado por Pedro.“

    “Feliz Igreja, na qual os Apóstolos verteram seu sangue por sua doutrina integral!” - e falando da Igreja Romana,“onde a paixão de Pedro se fez como a paixão do Senhor.“

    ResponderExcluir
  69. “Nero foi o primeiro a banhar no sangue o berço da fé. Pedro então, segundo a promessa de Cristo, foi por outrem cingido quando o suspenderam na Cruz.” (Scorp. c. 15)

    Clemente de Alexandria (+ 220), como citado por Eusébio, acrescenta outro detalhe quando ele menciona a visita de Pedro a Roma para lidar com Simão, o Mago.

    Arnóbio de Sica (307 d.C) Um pouco mais tarde, no século IV, diz: “Na própria Roma … eles se apressaram em abandonar os costumes de seus ancestrais, para juntar-se a verdade cristã, porque eles tinham visto o orgulho de Simão, o Mago , e sua impetuosa carruagem despedaçados pela boca de Pedro” (Adv. Gentes, II. 12).

    Lactâncio da África – que viveu por volta de 310 d.C – conta como os apóstolos, incluindo Paulo “durante 25 anos, e até o início do reinado do imperador Nero … ocuparam-se em lançar as bases da Igreja em todas as Província e Cidades. E enquanto Nero reinava, o apóstolo Pedro chegou a Roma, e … construiu um templo fiel e firme para o Senhor. Quando Nero ouviu essas coisas … ele crucificou Pedro, e matou Paulo” (Handbook of Cronologia bíblica, por Jack Finegan. Princeton, NJ, 1964).

    Hegesipo, que também escreveu no século 4, descreve a luta entre Pedro e Simão Mago – EM ROMA – respeito de um parente do imperador Nero, que foi ressuscitado dentre os mortos, e então como o sedutor (Simão Mago) chegou a um trágico fim. Por causa da morte de Mago (67 d.C) Nero (que o tratou como um favorito) ficou tão enfurecido que ele lançou Pedro na prisão até o seu retorno a Roma.

    O Eusébio (+ 324) observa que Pedro “parece ter pregado através de Pontus, Galácia, Bitínia, Capadócia e Ásia, e finalmente chegando a Roma, foi crucificado de cabeça para baixo, a seu pedido.” Em outros lugares em seus escritos, Eusébio afirma que “Paulo foi sido decapitado em Roma e Pedro ter sido crucificado ….”

    ResponderExcluir
  70. “Depois do martírio de Pedro e Paulo, o primeiro a obter o episcopado na Igreja de Roma foi Lino. Paulo, ao escrever de Roma a Timóteo, cita-o na saudação final da carta [cf. 2Tm 4,21].” (Eusébio Bispo de Cesaréia – HE,III,2 – 317 d.C).

    “[...]quanto a Lino, cuja presença junto dele [do Apóstolo Paulo] em Roma foi registrada na 2ª carta a Timóteo [cf. 2Tm 4,21], depois de Pedro foi o primeiro a obter ali o episcopado, conforme mencionamos mais acima.” (Eusébio Bispo de Cesaréia – HE,IV,8 – 317 d.C).

    “[...]Alexandre recebeu o episcopado em Roma, sendo o quinto na sucessão de Pedro e Paulo” (Eusébio Bispo de Cesaréia – HE,IV,1 – 317 d.C).

    “Sob Cláudio, Fílon em Roma relacionou-se com Pedro, que então pregava aos seus habitantes.” (Eusébio de Cesaréia – HE II,17,1 – 317 d.C)

    “[...]Alexandre recebeu o episcopado em Roma, sendo o quinto na sucessão de Pedro e Paulo” (Eusébio Bispo de Cesaréia – HE,IV,1 – 317 d.C).

    O filósofo Macário Magnes, que provavelmente foi bispo de Magnésia em Caria ou Lídia por volta do ano 400 d.C, diz em um de seus diálogos, como Pedro escapou da prisão sob Herodes, e, em seguida, diz, em referência à missão de Pedro dada por Cristo para “alimentar as minhas ovelhas”, que “está registrado que Pedro alimentou as ovelhas durante vários meses apenas de ser crucificado.” Isso provavelmente significa “vários meses” de atividade em Roma antes de ser preso e condenado à morte. Magnes, em seguida, refere-se a Paulo, juntamente com Pedro: “Este vom companheiro foi dominado em Roma e decapitado … assim como Pedro … foi preso à cruz e crucificado.”

    ResponderExcluir
  71. A história clássica dos papas antigos conhecidos como o Liber Pontificalis (que pode ser datado, na sua forma mais antiga, do século VI) contém uma biografia de Pedro. Nesta biografia afirma-se que o apóstolo foi enterrado perto do lugar onde ele tinha sido crucificado, ou seja, “perto do palácio de Nero, no Vaticano, próximo à região do Triunfo”.

    O bispo Dionísio de Corinto, em extrato de uma de suas cartas aos romanos (170) trata da seguinte forma o martírio de Pedro e Paulo: “Tendo vindo ambos a Corinto, os dois apóstolos Pedro e Paulo nos formaram na doutrina do Evangelho. A seguir, indo para a Itália, eles vos transmitiram os mesmos ensinamentos e, por fim, sofreram o martírio simultaneamente.”(Fragmento conservado na História Eclesiástica de Eusébio, II,25,8.)
    Gaio, presbítero romano, em 199: “Nós aqui em Roma temos algo melhor do que o túmulo de Filipe. Possuímos os troféus dos apóstolos fundadores desta Igreja local. Ide à Via Ostiense e lá encontrareis o troféu de Paulo; ide ao Vaticano e lá vereis o troféu de Pedro.“

    Gaio dirigiu-se nos seguintes termos a um grupo de hereges: “Posso mostrar-vos os troféus (túmulos) dos Apóstolos. Caso queirais ir ao Vaticano ou à Via Ostiense, lá encontrareis os troféus daqueles que fundaram esta Igreja.”(Eusébio, História Eclesiástica, 1125, 7.)

    Ireneu (130 – 202), o Bispo de Lião referiu novamente:

    “Para a maior e mais antiga a mais famosa Igreja, fundada pelos dois mais gloriosos Apóstolos, Pedro e Paulo.”

    E ainda:

    “Os bem-aventurados Apóstolos, portanto, fundando e instituindo a Igreja, entregaram a Lino o cargo de administrá-la como bispo; a este sucedeu Anacleto; pois dele, em terceiro lugar a partir dos Apóstolos, Clemente recebeu o episcopado.“

    “Mateus, achando-se entre os hebreus, escreveu o Evangelho na língua deles, enquanto Pedro e Paulo evangelizavam em Roma e aí fundavam a Igreja.” (L. 3, c. 1, n. 1, v. 4).

    ResponderExcluir
  72. Epifânio (315-403 d.C.), Bispo de Constância: “A sucessão de Bispos em Roma é nesta ordem: Pedro e Paulo, Lino, Cleto, Clemente etc…” (ii. 27 – Sales, St. Francis de, The Catholic Controverse, Tan Books and Publishers Inc., USA, 1989, pp. 280-282.)

    Doroteu de Tiro (+362) “Lino foi Bispo de Roma após o seu primeiro guia, Pedro.“ (In: Syn.)

    Optato de Milevo: “Você não pode negar que sabe que na cidade de Roma a cadeira episcopal foi primeiro investida por Pedro, na qual Pedro, cabeça dos Apóstolos, a ocupou.” (De Sch. Don. )

    Cipriano (+ 258) Bispo de Cartago (norte da África): “A cátedra de Roma é a cátedra de Pedro, a Igreja principal, de onde se origina a unidade sacerdotal.” (Epístola 55, 14.)

    Santo Agostinho (354 – 430): “A Pedro sucedeu Lino.” (Ep. 53, ad. Gen.)

    o venerável Beda (historiador britânico do século VII) menciona esse entendimento UNIVERSAL no seu livro intitulado Um História da Igreja e do povo Inglês:

    “Quando Wilfred tinha recebido ordem do rei para falar, ele disse: “Os nossos costumes de Páscoa são aqueles que temos visto universalmente observados em Roma, onde os Santos Apóstolos Pedro e Paulo viveram, ensinaram, sofreram, e estão enterrados.”

    Também Simeão Metafrastes, que viveu em 900 d.C, é disse, “que Pedro ficou algum tempo na Bitínia; onde tendo pregado a palavra, estabeleceu igrejas, bispos ordenados, padres e diáconos, no ano 12 de Nero [66 d.C] e retornou a Roma.”

    William Cave, em seu livro acadêmico sobre a vida dos doze apóstolos, faz eco ao historiador Onófrio:

    “Onófrio, um homem de grande erudição e eloqüência em todos os assuntos da antiguidade … vai por si mesmo … e … afirma, que ele [Pedro] … tendo passado quase todo o reinado de Nero em várias partes Europa, retornou, no fim do reinado de Nero, a Roma, e morreu ali ….” ( a Vida dos Apóstolos, Oxford 1840).

    ResponderExcluir
  73. OS TEXTOS DO ORIENTE

    Mesmos os antigos textos etíopes traduzidos pelo falecido egiptólogo E.A. Wallis Budge mencionaram a ligação de Pedro com Roma:

    “E aconteceu que, quando o apóstolo divide os países do mundo, entre eles, a cidade de Roma tornou-se a porção de Pedro …. Agora, quando o bem-aventurado Pedro morreu na cidade de Roma, nos dias de Nero o imperador, os apóstolos foram dispersos…”(As Contendas dos Apóstolos, Londres 1901. p. 137).

    Mais adiante, no mesmo volume, encontramos mais confirmações: “E depois que todos os apóstolos terminaram seus trabalhos, e partiram deste mundo. Pedro foi crucificado na cidade de Roma, cortaram a cabeça de Paulo, na mesma cidade, e Marcos foi esfolado vivo na cidade de Alexandria ….” (Página 254).

    Outro documento siríaco, que é um extrato de um livro sobre o rei Abgar e o apóstolo Tadeu, descreve as áreas de responsabilidade atribuídas a cada apóstolo: “Para Simão[Pedro] foi atribuído ROMA, a João, Éfeso, para Tomé a India, e a Tadeu o país dos assírios. E, quando eles foram enviados cada um deles para o distrito que lhe tinha sido atribuído, dedicaram-se a trazer vários países ao discipulado “(os Padres Pré-Nicenos, p. 656).

    E, finalmente, da mesma parte do mundo, um outro antigo documento intitulado O Ensino dos Apóstolos, diz: “E César Nero se despediu crucificando numa cruz Simão Cefas na cidade de Roma”.

    ResponderExcluir
  74. Outro documento siríaco, que é um extrato de um livro sobre o rei Abgar e o apóstolo Tadeu, descreve as áreas de responsabilidade atribuídas a cada apóstolo: “Para Simão[Pedro] foi atribuído ROMA, a João, Éfeso, para Tomé a India, e a Tadeu o país dos assírios. E, quando eles foram enviados cada um deles para o distrito que lhe tinha sido atribuído, dedicaram-se a trazer vários países ao discipulado “(os Padres Pré-Nicenos, p. 656).

    E, finalmente, da mesma parte do mundo, um outro antigo documento intitulado O Ensino dos Apóstolos, diz: “E César Nero se despediu crucificando numa cruz Simão Cefas na cidade de Roma”.

    O que eu citei aqui é apenas uma pequena amostra da quantidade volumosa de materiais existentes que mostram claramente que Pedro esteve em Roma e terminou sua longa vida lá. E, como mencionei anteriormente, não há um “i” de informação histórica que refute a alegação de Roma ser o lugar de episcopado e descanso final de Pedro. Que, em si, é notável!

    e para terminar esse estudo coloco as freses de Sto. Inácio de Antioquia do ano 35-110

    'Não errai, irmãos: se qualquer homem seguir àquele que faz um cisma da Igreja, ele não herdará o Reino de Deus. (...) Tende uma só Eucaristia, pois é una a Carne de Nosso Senhor Jesus Cristo, uno o cálice da unidade de Seu Sangue, uno o altar e uno o Bispo com o presbitério e os diáconos'. Epístola de Sto. Inácio de Antioquia aos Filadélfios.

    Na Eucaristia, partimos o mesmo pão, que é remédio de imortalidade, antídoto para não morrer, mas para viver eternamente em Jesus Cristo.

    Onde estiver o bispo, ali estarão também as multidões, da mesma forma que onde estiver Jesus Cristo, ali estará a Igreja Católica. Sto. Inácio de Antioquia (35-110)

    ResponderExcluir
  75. quem estuda patristica com certeza volta pra Igreja Católica Apostólica Romana
    não existe nada de pastores igreja de protestantes nada de 1480 para trás não existe fonte nada nada os pais da igreja são unanimes em proclamar a Igreja Católica Apostólica Romana gente a arqueologia confirma nossa Igreja Católica existem milhares de provas já no primeiro seculo e muito fácil de buscar.o Santo Irineu nasceu em 130 e morreu em 202já dizia Com tal Igreja, por causa da sua peculiar preeminência, deve estar de acordo toda Igreja, porque nela... foi conservado o que a partir dos Apóstolos é tradição. (Contra as Heresias 3, 2).

    É com esta igreja (de Roma), em razão de sua mais poderosa autoridade de fundação, que deve necessariamente concordar toda Igreja, isto é, devem concordar os fiéis procedentes de qualquer parte; nela sempre se conservou a Tradição que vem dos Apóstolos (Contra as Heresias II, 3-1-3).

    Onde está a Igreja, aí está o Espírito Santo de Deus, aí estão a Igreja e o tesouro de todas as graças.

    Aqui estão as provas da vida e da morte de Pedro em Roma. O fato é confirmado por dois escritores do séc II (S. Ireneu) e sec IV (Tertuliano, na obra História Eclesiástica, Ed. Paulus)

    Santo Ireneu (?202): (desde o primeiro século, a Igreja de Roma tinha a primazia do ensino).
    "Porque é com essa Igreja (de Roma), em razão de sua mais poderosa autoridade de fundação, que deve necessariamente concordar toda igreja, isto é, que devem concordar os fiéis procedentes de qualquer parte, ela, na qual sempre, em benefício dos que procedem de toda parte, se conservou a tradição que vem dos apóstolos" (Contra as Heresias).

    ResponderExcluir
  76. Viva a unica Igreja verdadeira católica apostólica romana a historia é farta não existe duvidas são Lino foi o segundo papa existe suas cartas documentos da época o nosso apostolo Paulo o cita na bíblia são clemente escreveu cartas foi papa todos dão testemunhos da verdade o papa anacleto conhecido também como Cleto (latim: Anacletus) (25 — 88) era grego. todos pertencem ao primeiro seculo da era cristã nessa época já temos milhares de testemunhos do primeiro seculo

    gente os pais da igreja confirmam tudo isso temos milhares de escritos livros antes do protestantismo que dão testemunho da verdade a arqueologia também confirma não acreditem em blá blá blá de protestantes entre na fonte da historia e não em historias sem documentos inventadas sem fonte e origem leia esse site
    http://pt.scribd.com/doc/48746659/HISTORIA-ECLESIASTICA-de-Dom-Bosco

    a ciência confirma pedro em roma existe milhares de provas olhem esse site e fique fascinado http://cienciaconfirmaigreja.blogspot.com.br/2010/09/os-achados-no-carcere-de-sao-pedro-e-o_20.html


    VIVA A UNICA IGREJA VERDADEIRA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA

    ESTUDEM E ENCONTRÁ A VERDADE

    ResponderExcluir
  77. Irmãos e Irmãs católicas do mundo inteiro é tão simples entender que São Pedro foi o primeiro papa está dentro da bíblia se não fosse existiria contestações no meio dos pais da igreja dos sábios e dos historiadores da época e lembre-se antes de o protestantismo nascer não existia uma obra de nenhum autor que conteste que Pedro é papa olha mais outra prova que se encontra afirmando que São Pedro é a pedra Mateus 16-18 é bem claro, a Pedra Jesus Cristo deixou a autoridade de sua Igreja ao cuidado da Pedra Simão.
    a paz de Cristo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sou cristão16/11/12 11:52 AM

      ah tá, então Cristo ressuscitou, foi para a Glória do Pai e então descansa eternamente, se o papa é quem intercede pelos homens juntos com os santos né? ah conta outra!!!!

      Excluir
  78. Irmão estudem e meditem não é fabula é lógica incontestável
    Pedro esteve em Roma isso é certeza absoluta nos escritos nos e testemunhos de todos os pais da igreja,você vai certamente também encontrar seus registros e provas na arqueologia na história e geologia.pois os apóstolos de Jesus Cristo tinham seus discípulos e um desses se chamava São Lino (30-76) seu nome aparece mencionado na Bíblia católica, no texto da Epístola de são Paulo para timótio (4:21). São Lino conviveu com São Paulo fato incontestável pela tradição pela historia.os pais da igreja testificam são lino como papa sem contar os documentos da Igreja que comprovam tudo.
    a igreja do seculo 1 é magistral nasceu católica .
    não existe nada que prove o contrario não se pode mudar uma historia já feita
    por isso todos os pais da igreja historiadores pregadores antes de 1480 são unânimes em
    bendizer e reconhecer essa bem aventurança
    a contestação de que São Pedro nunca foi papa e que nunca esteve em Roma só nasceu quando surgiu o protestantismo com Lutero que criou a igreja Lutera em 1517 e a história todo mundo já sabe sua igreja se dividiu em seguida em milhares de denominações e por isso de lá pra cá muitos argumentam contestam e inutilmente tentam em vão distorcer a verdade negando que São Pedro nunca foi papa e que nunca esteve em roma negar essa verdade que veio dos Pais da igreja é negar toda uma historia que foi passada documentada relatada transmitida mostrada confirmada e ainda mesmo assim com tudo isso tão claro e tão evidente mostrando ser São Pedro o nosso primeiro papa ainda assim as vezes aparecem uns sonhadores hereges que apresentam historias que parecem fabulas de desenho animado afirmando que São Pedro não foi papa. tem uns tão amador que passa do ridículo e outros metido a apologético daqueles que pegam frases dos pais da igreja tira a frase do contexto faz um jogo de palavras e amontoa um monte de metáforas de palavras escolhidas a dedo tentando provar catastrófico que São pedro nunca esteve em roma.o mais engraçado e que as vezes aparecem outros dizendo que a igreja católica surgiu com constantino esses nem dou oi pra que finalizando se você estuda matemática num livro errado que diz que 8 mais ou é igual a 9 ou que 5 mais 5 é 11 com certeza você vai aprender errado. uma pergunta o falso é o que foi criado primeiro ou o que foi copiado depois pra debater discutir se algo é falso certo ou errado teria primeiro era que ter história vivido a época debatido na época não se pode jamais mudar uma historia já feita viva a igreja Católica apostólica Romana

    ResponderExcluir
  79. quarta-feira, 28 de março de 2012
    SBB publica a Septuaginta e acaba mentira protestante
    Por Fernando Nascimento

    Era praxe no meio protestante, sacarem do seu paiol de mentiras estratégicas a afirmação: “a Igreja Católica colocou sete livros na bíblia em 1546, no concílio de Trento. Estes livros são “apócrifos”, “espúrios”, "escondidos", "secretos", "obscuros". Faziam isso com diabólica intenção de caluniar a Igreja Católica.

    Recentemente a SBB – Sociedade Bíblica do Brasil, que publica as bíblias protestantes no Brasil, acabou com séculos de mentira protestante, quando para a surpresa de todos, publicou a Septuaginta, ou seja, uma bíblia que reúne os livros do Velho testamento usada pelos apóstolos de Jesus e que contém os sete livros que eles, os protestantes, alegavam que a Igreja Católica havia “acrescentado”.

    De sorriso amarelo, a SBB publicou o seguinte texto confuso que promovia a obra:
    gente o podre do protestantismo caiu a tona

    só existe uma igreja verdadeira olha só a podridão do protestantismo que foi descoberto entre nesse site


    http://fimdafarsa.blogspot.com.br/2012/03/sbb-publica-septuaginta-e-acaba-mentira.html

    ResponderExcluir
  80. é muito rica a nossa Igreja Católica em historia e documentos e tradição não se pode mudar uma historia já feita e vivida e transmitida nesses 2000 mil anos vejam só
    Essa sucessão dos Apóstolos é também confirmada na própria Bíblia, confira: "Olhai, pois, por vós e por todo o rebanho, sobre que o Espírito Santo vos constituiu Bispos, para apascentardes a Igreja de Deus a qual santificou pelo seu próprio sangue" (Atos 20,28). "Em cada igreja instituíram anciãos e, após orações com jejuns, encomendaram-nos ao Senhor, em quem tinham confiado" (At 14,23). "Nas cidades pelas quais passavam, ensinavam que observassem as decisões que haviam sido tomadas pelos apóstolos e anciãos em Jerusalém.
    Assim as igrejas eram confirmadas na fé, e cresciam em número dia a dia" (At 16, 4-5).

    Além da Bíblia, a História nos relata uma sucessão ininterrupta dos sucessores até nossos dias. Destacamos uma obra de grande valor, "Contra as Heresias" de Irineu de Lião, escrita por volta de 180 d.C que testemunha a lista dos Papas até aquela época, e a obra "Líber Pontificalis" escrito no século VI onde é mencionado os nomes: Pedro, Lino, Anacleto, Clemente I, Evaristo, Alexandre I, Sisto I, Telésforo, etc...Não podemos esquecer que certos nomes mencionados nesses documentos estão também narrados no Novo Testamento. É o caso de Lino citado em (2 Timóteo 4,21), o primeiro sucessor de Pedro.

    Outro nome mencionado no Novo Testamento é o de São Clemente, terceiro sucessor, onde conheceu Pedro pessoalmente em Roma, pontificando entre os anos 92 e 101. São Clemente é citado por São Paulo em (Filipenses. 4,3). Durante o seu governo, surgiu, na distante igreja de Corinto, uma dissensão interna, que culminou na deposição irregular dos presbíteros consagrados. Informado dos fatos, Clemente resolveu intervir, onde exortava com autoridade, os fiéis daquela comunidade a se manterem unidos na fé e na caridade. Sobre essa carta, Eusébio nos informa que "foi lida para benefício comum na maioria das igrejas, tanto em tempos antigos como em nossos dias".

    Nas primeiras comunidades Cristãs, já no século I convém destacar Santo Inácio de Antioquia, que teve uma grande experiência e conviveu longos anos com os Apóstolos. Escreveu uma carta aos Romanos onde diz: "Tudo isso eu não vos ordeno como Pedro e Paulo; eles eram Apóstolos, e eu sou um condenado" (Rom, c IV).


    Convém notar ainda que todos os catálogos dos Bispos de Roma, organizados segundo os documentos primitivos, pelos antigos escritores, colocavam invariavelmente o nome de Pedro à frente de todos. Portanto, a Bíblia e a História, deixam bem claro que Jesus fundou uma Igreja sobre Pedro e com a sucessão ininterrupta dos Bispos, até o fim dos tempos
    É bom revelar que nenhum protestante imparcial teve a coragem e a ousadia de contestar tudo isso, pois só o que Cristo transmitiu aos Apóstolos e o que se herdou destes numa sucessão ininterrupta da Igreja Católica, tem foros de verdade revelada, portanto digna de fé.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sou cristão16/11/12 11:57 AM

      quanta heresia!!!!Pedro, juntamente com outros bispos tinha a incumbência de pastorear discípulos e em NENHUM momento Jesus manda Roma ser maior que Corinto, Antioquia, Jerusalém, Alexandria, etc. Pedro não era e nunca foi "papa"; pura invenção de quem precisa dizer que é melhoe que os outros...

      Excluir
  81. a igreja nasceu católica o problema é que tem muitos hereges protestantes os conhecidos bestas feras do apocalipse que não aceitam essa verdade incontestável mas..o que me
    revolta mesmo é que esses hereges protestantes pagam financia amadores historiadores e apologistas de fundo de quintal para tentar caluniar nossa igreja verdadeira católica apostólica romana me da nojo de vê uns amadores como esses que pegam frases dos pais da igreja tira frase do contesto faz metáforas jogos de palavras que parece mais é com fabulas de ultima categoria pra iludir quem não conhece a verdade esses bandos de herege tinham que ir era pra cadeia por plagio e amadorismo de oitava categoria esses caras são hereges e não tem vergonha na cara pois são pago para isso mesmo passando do ridículo mais o certo é que o protestantismo não tem historia e nem tradição e por isso negam a tradição esses herege negam que São Pedro é papa pobres coitadas não se pode mudar uma história já feita temos São Lino o nosso segundo papa e são Paulo fala dele dentro da bíblia e fala também de são Clemente o nosso terceiro papa que tem uma carta aos romanos na bíblia mais o pior é que os ratos descaradamente tem a cara de pau de dizer que era outro Clemente poxa como isso é um absurdo o protestantismo é uma farsa olha o protestantismo nasceu só uma denominação igreja luterana e hoje se passa de mais de 50 mil ceitas sei lá até ontem era isso amigos coloquem na cabeça de vocês se Pedro não fosse papa os pais da igreja nunca aceitaria esse absurdo coloca na cabeça bando de hereges que uma mentira chama outra mentira que gera brigas duvidas e incertezas se Pedro não fosse papa existiria mil lendas sobre onde está o corpo de pedro onde são Pedro morreu se são Pedro não fosse Papa existira contestações lendas e existiria milhares de historiadores que ficariam um contra o outro olha hereges protestantes não existe nada de protestantismo de 1480 para trás para com historias sem fonte para de piadas todos os historiadores pais da igreja são unanimes em proclamar São Pedro como papa de 1480 para trás foi Lutero e calvino que crio essa farsa de vocês de não aceitar São Pedro como papa por isso os historiadores protestantes passam em vão o tempo inventando historias mais o bom disso tudo é desmascarar vocês e podem ter certeza a patrística ta convertendo muitos que não conheciam a verdade logo logo protestantismo a verdade virá a tona pois a verdade sempre prevalece por isso temos 2000 mil anos e viva a igreja católica apostólica romana tendo como PRIMEIRO PAPA SÃO PEDRO

    ResponderExcluir
  82. A página indicada aqui como referencia da notícia é falsa. http://www.terra.com.br/istoe/1802/brasil/1802_conto_da_santa.htm
    Como acreditar no que esta escrito?
    Existem fatos que o leva a publicar essa notícia.
    O Pastor Von Helder já se manifestou com relação ao fato?
    Ou será que estão querendo ter ibope.
    Espero que o Pastor se manifeste com relação ao ocorrido.
    Milagre ou chantagem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Isto É apenas alterarou o link.
      Já atualizei. Veja a postagem novamente.

      Excluir

Irmão, deixe uma mensagem!!!