8 de fev de 2009

Liturgia Diária!!!

Domingo, dia 08 de Fevereiro de 2009
5º Domingo do Tempo Comum - Ano B

Quinto Domingo do Tempo Comum (semana I do saltério)
S. Jerónimo Emiliano, presbítero, +1537, Santa Josefina Bakhita, religiosa, +1947



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Jerónimo : «Jesus tomou-a pela mão e levantou-a»

Leituras

Job 7,1-4.6-7.
«A vida do homem sobre a terra, não é ela uma luta? Não são os seus dias
como os de um assalariado?
Como um escravo suspira pela sombra, e o jornaleiro espera o seu salário,
assim eu tive por quinhão meses de sofrimento, e couberam-me em sorte
noites cheias de dor.
Se me deito, digo: 'Quando chegará o dia?' Se me levanto: 'Quando virá a
tarde?' E encho-me de angústia até chegar a noite.
Os meus dias passam mais rápido que a lançadeira e desaparecem sem deixar
esperança.
Lembra-te de que a minha vida é um sopro, e os meus olhos não voltarão a
ver a felicidade.


Salmos 147(146),1-2.3-4.5-6.
Louvai o SENHOR, porque é bom cantar! É agradável e é justo louvar o nosso
Deus.
SENHOR restaura Jerusalém e reúne os dispersos de Israel.
Ele cura os de coração atribulado e trata-lhes as feridas!
Ele fixa o número das estrelas e chama a cada uma pelo seu nome.
Grande e poderoso é o nosso Deus; a sua sabedoria não tem limites.
SENHOR ampara os humildes, mas abate os malfeitores até ao chão.


1 Cor. 9,16-19.22-23.
Porque, se eu anuncio o Evangelho, não é para mim motivo de glória, é antes
uma obrigação que me foi imposta: ai de mim, se eu não evangelizar!
Se o fizesse por iniciativa própria, mereceria recompensa; mas, não sendo
de maneira espontânea, é um encargo que me está confiado.
Qual é, portanto, a minha recompensa? É que, pregando o Evangelho, eu
faço-o gratuitamente, sem me fazer valer dos direitos que o seu anúncio me
confere.
De facto, embora livre em relação a todos, fiz-me servo de todos, para
ganhar o maior número.
Fiz-me fraco com os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos,
para salvar alguns a qualquer custo.
E tudo faço por causa do Evangelho, para dele me tornar participante.


Marcos 1,29-39.
Saindo da sinagoga, foram para casa de Simão e André, com Tiago e João.
A sogra de Simão estava de cama com febre, e logo lhe falaram dela.
Aproximando-se, tomou-a pela mão e levantou-a. A febre deixou-a e ela
começou a servi-los.
À noitinha, depois do sol-pôr, trouxeram-lhe todos os enfermos e possessos,

e a cidade inteira estava reunida junto à porta.
Curou muitos enfermos atormentados por toda a espécie de males e expulsou
muitos demónios; mas não deixava falar os demónios, porque sabiam quem Ele
era.
De madrugada, ainda escuro, levantou-se e saiu; foi para um lugar solitário
e ali se pôs em oração.
Simão e os que estavam com Ele seguiram-no.
E, tendo-o encontrado, disseram-lhe: «Todos te procuram.»
Mas Ele respondeu-lhes: «Vamos para outra parte, para as aldeias vizinhas,
a fim de pregar aí, pois foi para isso que Eu vim.»
E foi por toda a Galileia, pregando nas sinagogas deles e expulsando os
demónios.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São Jerónimo (347-420), presbítero, tradutor da Bíblia, Doutor da Igreja
Comentário sobre o evangelho de São Marcos, 2; PLS 2, 125 ss (trad. DDB 1986, p. 52)

«Jesus tomou-a pela mão e levantou-a»

«Aproximando-Se, Jesus tomou-a pela mão e levantou-a.» Com efeito, esta
doente não conseguia levantar-se sozinha; estando acamada, não conseguia ir
ao encontro de Jesus. Mas este médico misericordioso aproximou-Se da cama
dela. Aquele que havia trazido uma ovelha doente aos ombros (Lc 15, 5)
aproxima-Se agora desta cama. [...] Ele aproxima-se sempre mais, para curar
ainda mais. Reparem bem no que está escrito aqui [...]: «Tu devias
certamente ter vindo ao Meu encontro, ter vindo acolher-Me à porta da tua
casa; mas então a tua cura não resultaria tanto da Minha misericórdia, mas
da tua vontade. Uma vez que uma febre tão forte te oprime e te impede de te
levantares, Eu próprio venho ter contigo.»

«E levantou-a». Como ela não se conseguia erguer sozinha, é o Senhor que a
levanta. «Ele tomou-a pela mão e levantou-a.» Quando Pedro se encontrava em
perigo no mar, no momento em que ia afogar-se, também ele foi tomado pela
mão e se levantou. [...] Que bela marca de amizade e de afeição por esta
doente! Ele levanta-a tomando-a pela mão; a Sua mão curou a mão da doente.
Ele pegou nesta mão como o teria feito um médico, que toma o pulso e avalia
o grau de febre, Ele que é simultaneamente médico e remédio. Jesus toca-lhe
e a febre desaparece.

Desejemos que Ele toque na nossa mão para que, assim, os nossos actos sejam
purificados. Que Ele entre em nossa casa: levantemo-nos da nossa cama, não
fiquemos deitados. Jesus encontra-Se à nossa cabeceira e nós permanecemos
deitados? Vamos lá, levantemo-nos! [...] «No meio de vós encontra-se Alguém
que não conheceis» (Jn 1, 26); «o Reino de Deus está dentro de vós» (Lc 17,
21). Tenhamos fé e veremos Jesus presente no meio de nós.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.