18 de fev de 2009

Liturgia Diária!!!

Quarta-feira, dia 18 de Fevereiro de 2009
Quarta-feira da 6ª semana do Tempo Comum

Santa Bernardete Soubirous, religiosa, + 1879, S. Teotónio, religioso, +1162



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Homilia atribuída a São Fulgêncio de Ruspe : «Jesus impôs as mãos sobre os olhos do cego»

Leituras

Gén. 8,6-13.20-22.
Decorridos quarenta dias, Noé abriu a janela que havia feito na arca
e soltou o corvo, que saiu repetidas vezes, enquanto iam secando as águas
sobre a terra.
Depois, soltou a pomba, a fim de verificar se as águas tinham diminuído à
superfície da terra.
Mas, não tendo encontrado sítio para poisar, a pomba regressou à arca, para
junto dele, pois as águas cobriam ainda a superfície da terra. Estendeu a
mão, agarrou a pomba e meteu-a na arca.
Aguardou mais sete dias; depois soltou novamente a pomba,
que voltou para junto dele, à tarde, trazendo no bico uma folha verde de
oliveira. Noé soube, então, que as águas sobre a terra tinham baixado.
Aguardou ainda outros sete dias; depois tornou a soltar a pomba, mas, desta
vez, ela não regressou mais para junto dele.
No ano seiscentos e um, no primeiro dia do primeiro mês, as águas começaram
a secar sobre a terra. Noé abriu o tecto da arca e viu que a superfície da
terra estava seca.
Noé construiu um altar ao Senhor e, de todos os animais puros e de todas as
aves puras, ofereceu holocaustos no altar.
O Senhor sentiu o agradável odor e disse no seu coração: «De futuro, não
amaldiçoarei mais a terra por causa do homem, pois as tendências do coração
humano são más, desde a juventude, e não voltarei a castigar os seres
vivos, como fiz.
Enquanto subsistir a terra, haverá sempre a sementeira e a colheita, o frio
e o calor, o Verão e o Inverno, o dia e a noite.»


Salmos 116(115),12-13.14-15.18-19.
Como retribuirei ao SENHOR todos os seus benefícios para comigo?
Elevarei o cálice da salvação, invocando o nome do SENHOR.
Cumprirei as minhas promessas feitas ao SENHOR na presença de todo o seu
povo.
preciosa aos olhos do SENHOR a morte dos seus fiéis.
Cumprirei as minhas promessas feitas ao SENHOR na presença de todo o seu
povo,
nos átrios da casa do SENHOR, no meio de ti, Jerusalém!


Marcos 8,22-26.
Chegaram a Betsaida e trouxeram-lhe um cego, pedindo-lhe que o tocasse.
Jesus tomou-o pela mão e conduziu-o para fora da aldeia. Deitou-lhe saliva
nos olhos, impôs-lhe as mãos e perguntou: «Vês alguma coisa?»
Ele ergueu os olhos e respondeu: «Vejo os homens; vejo-os como árvores a
andar.»
Em seguida, Jesus impôs-lhe outra vez as mãos sobre os olhos e ele viu
perfeitamente; ficou restabelecido e distinguia tudo com nitidez.
Jesus mandou-o para casa, dizendo: «Nem sequer entres na aldeia.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Homilia atribuída a São Fulgêncio de Ruspe (467-532), bispo
(trad. em Kephas, Fayard, t. 2, p. 172 rev)

«Jesus impôs as mãos sobre os olhos do cego»

O espelho projecta; o espelho apaga. Com efeito, Aquele que, «vindo ao
mundo, a todo o homem ilumina» (Jo 1, 9) é o verdadeiro espelho do Pai.
Cristo passa enquanto imagem do Pai (Heb 1, 3) e afasta a cegueira dos
olhos dos que não vêem. Este Cristo que veio do céu passa, a fim de que
todo o homem O veja, de acordo com a palavra profética do velho Simeão, que
recebeu o Verbo recém-nascido nos seus braços e O contemplou com alegria,
dizendo: «Agora, Senhor, podes deixar ir o teu servo partir em paz, segundo
a Tua palavra porque os meus olhos viram a Salvação» (Lc 2, 29-30).

Só, o cego não podia ver Cristo, espelho do Pai. Qual era então a
fidelidade d'Aquele que os profetas tinham anunciado: «Então se abrirão os
olhos do cego e se desimpedirão os ouvidos do surdo, o coxo saltará como um
veado e a língua do mudo dará gritos de alegria»? (Is 35, 5-6) Cristo abriu
os olhos ao cego, que viu em Cristo o espelho do Pai. Maravilhoso remédio
contra a natureza! [...]

O primeiro homem foi criado luminoso, tornando-se cego quando se abandonou
à serpente: este cego tornou a nascer quando voltou a acreditar. Porque o
seu corpo era fraco, mas a sua natureza também estava corrompida.
Necessitava duplamente da Luz. [...] O artífice, o seu Criador, passou e
reflectiu no espelho esta imagem do homem caído, vendo a miséria do cego.
Milagre do poder de Deus, que cura quem encontra e ilumina quem visita.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.