24 de fev de 2009

Liturgia Diária!!!

Terça-feira, dia 24 de Fevereiro de 2009
Terça-feira da 7ª semana do Tempo Comum

S. Sérgio, mártir, +304



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Gregório Nazianzeno : «Se alguém quiser ser o primeiro, há-de ser o último de todos»

Leituras

Sirac 2,1-11.
Meu filho, se entrares para o serviço de Deus, prepara a tua alma para a
provação.
Endireita o teu coração e sê constante, não te perturbes no tempo do
infortúnio.
Conserva-te unido a Ele e não te separes, para teres bom êxito no teu
momento derradeiro.
Aceita tudo o que te acontecer, e tem paciência nas vicissitudes da tua
humilhação,
porque no fogo se prova o ouro e os eleitos de Deus, no cadinho da
humilhação. Nas doenças e na pobreza, confia nele.
Confia em Deus e Ele te salvará, endireita os teus caminhos e espera nele.
Vós que temeis o Senhor, esperai na sua misericórdia, e não vos afasteis,
para não cairdes.
Vós que temeis o Senhor, confiai nele, a vossa recompensa não vos faltará.
Vós, que temeis o Senhor, contai com a prosperidade, a alegria eterna e a
misericórdia, pois a sua recompensa é um dom eterno e jubiloso.
Considerai as gerações antigas e vede: quem confiou no Senhor e foi
confundido? Quem perseverou no temor do Senhor e foi abandonado? Quem o
invocou e se sentiu desprezado?
Porque o Senhor é compassivo e misericordioso, perdoa os pecados e salva no
tempo da aflição.


Salmos 37(36),3-4.18-19.27-28.39-40.
Confia no SENHOR e faz o bem; habitarás a terra e viverás tranquilo.
Procura no SENHOR a tua felicidade, e Ele satisfará os desejos do teu
coração.
O SENHOR conhece os dias do homem honesto e a herança dele será para
sempre.
Não se envergonhará no tempo da adversidade e nos dias da fome será
saciado.
Afasta te do mal e pratica o bem, e então viverás para sempre,
porque o SENHOR ama a rectidão e não abandona os seus fiéis. Os ímpios
serão dizimados e a sua descendência será destruída.
A salvação dos justos vem do SENHOR; Ele é o seu refúgio na hora da
angústia.
O SENHOR os ajuda e liberta, defende os dos ímpios e salva os, porque nele
se refugiam.


Marcos 9,30-37.
Partindo dali, atravessaram a Galileia, e Jesus não queria que ninguém o
soubesse,
porque ia instruindo os seus discípulos e dizia-lhes: «O Filho do Homem vai
ser entregue nas mãos dos homens que o hão-de matar; mas, três dias depois
de ser morto, ressuscitará.»
Mas eles não entendiam esta linguagem e tinham receio de o interrogar.
Chegaram a Cafarnaúm e, quando estavam em casa, Jesus perguntou: «Que
discutíeis pelo caminho?»
Ficaram em silêncio porque, no caminho, tinham discutido uns com os outros
sobre qual deles era o maior.
Sentando-se, chamou os Doze e disse-lhes: «Se alguém quiser ser o primeiro,
há-de ser o último de todos e o servo de todos.»
E, tomando um menino, colocou-o no meio deles, abraçou-o e disse-lhes:
«Quem receber um destes meninos em meu nome é a mim que recebe; e quem me
receber, não me recebe a mim mas àquele que me enviou.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São Gregório Nazianzeno (330-390), bispo, Doutor a Igreja
Homilia para a festa da Páscoa; PG 36, 624 (trad. Homéliaire patristique, coll. Lex orandi n°8, p. 223 rev.)

«Se alguém quiser ser o primeiro, há-de ser o último de todos»

Há quem se deixe abater pela dúvida ao ver no corpo de Cristo os estigmas
da Paixão, e se pergunte: «Quem é este rei glorioso?» (Sl 23, 8).
Responde-lhes que é o Cristo, «forte e poderoso» (v. 8) em tudo quanto fez
e continua a fazer. [...] Faz-lhes ver a beleza da túnica envergada que é o
corpo sofredor de Cristo, embelezado pela Paixão e transfigurado pelo
brilho da divindade, essa túnica de glória que foi o objecto mais belo e
mais digno de ser amado neste mundo. [...] Ele será pequeno pelo facto de
Se ter feito humilde por tua causa? Será desprezível pelo facto de, Bom
Pastor que dá a vida pelo Seu rebanho (Jo 10, 11), ter ido à procura da
ovelha perdida e, depois de a ter encontrado, a ter posto aos ombros que
por ela carregaram com a cruz e a ter contado de novo entre o número das
ovelhas fiéis que permaneceram dentro do aprisco (Lc 15, 4ss.)? Parece-te
menos grandioso por Se ter cingido com uma toalha para lavar os pés aos
discípulos, mostrando-lhes assim que o meio mais seguro de a pessoa se
elevar é humilhando-se (Jo 13, 4; Mt 23, 12)? Porque, inclinando a alma
para a terra, Se abaixa a fim de elevar Consigo aqueles que viviam abatidos
sob o peso do pecado? Censuras-Lhe o facto de ter comido com os publicanos
e os pecadores, para salvação deles (Mt 9, 10)?

Ele conheceu a fadiga, a fome, a sede, a angústia e as lágrimas, seguindo a
lei da nossa natureza humana. Como Deus, porém, o que não fez? [...]
Precisávamos de um Deus feito homem, tornado mortal, para podermos viver.
Partilhámos a Sua morte, que nos purifica; pela Sua morte, Ele deu-nos a
partilhar a Sua ressurreição; pela Sua ressurreição, deu-nos a partilhar a
Sua glória.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.