8 de mar de 2009

Liturgia Diária!!!

Domingo, dia 08 de Março de 2009
2º Domingo da Quaresma - Ano B

Segundo Domingo da Quaresma (semana II do saltério)
S. João de Deus, religioso, fundador, +1550



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Santo Ambrósio : «Transfigurou-Se diante deles. As Suas vestes tornaram-se resplandecentes.»

Leituras

Gén. 22,1-2.9.10-13.15-18.
Após estas ocorrências, Deus pôs Abraão à prova e chamou-o: «Abraão!» Ele
respondeu: «Aqui estou.»
Deus disse: «Pega no teu filho, no teu único filho, a quem tanto amas,
Isaac, e vai à região de Moriá, onde o oferecerás em holocausto, num dos
montes que Eu te indicar.»
Chegados ao sítio que Deus indicara, Abraão construiu um altar, dispôs a
lenha, atou Isaac, seu filho, e colocou-o sobre o altar, por cima da lenha.

Depois, estendendo a mão, agarrou no cutelo, para degolar o filho.
Mas o mensageiro do Senhor gritou-lhe do céu: «Abraão! Abraão!» Ele
respondeu: «Aqui estou.»
O mensageiro disse: «Não levantes a tua mão sobre o menino e não lhe faças
mal algum, porque sei agora que, na verdade, temes a Deus, visto não me
teres recusado o teu único filho.»
Erguendo Abraão os olhos, viu então um carneiro preso pelos chifres a um
silvado. Foi buscá-lo e ofereceu-o em holocausto, em substituição do seu
filho. l
O mensageiro do Senhor chamou Abraão do céu, pela segunda vez,
e disse-lhe: «Juro por mim mesmo, declara o Senhor, que, por teres
procedido dessa forma e por não me teres recusado o teu filho, o teu único
filho,
abençoar-te-ei e multiplicarei a tua descendência como as estrelas do céu e
como a areia das praias do mar. Os teus descendentes apoderar-se-ão das
cidades dos seus inimigos.
E todas as nações da Terra se sentirão abençoadas na tua descendência,
porque obedeceste à minha voz.»


Salmos 116,10.15.16-17.18-19.
Eu tinha confiança, mesmo quando disse: «A minha aflição é muito grande!»
preciosa aos olhos do SENHOR a morte dos seus fiéis.
SENHOR, sou teu servo, filho da tua serva; quebraste as minhas cadeias.
Hei-de oferecer-te sacrifícios de louvor, invocando, SENHOR, o teu nome.
Cumprirei as minhas promessas feitas ao SENHOR na presença de todo o seu
povo,
nos átrios da casa do SENHOR, no meio de ti, Jerusalém!


Romanos 8,31-34.
Que mais havemos de dizer? Se Deus está por nós, quem pode estar contra
nós?
Ele, que nem sequer poupou o seu próprio Filho, mas o entregou por todos
nós, como não havia de nos oferecer tudo juntamente com Ele?
Quem irá acusar os eleitos de Deus? Deus é quem nos justifica!
Quem irá condená-los? Jesus Cristo, aquele que morreu, mais, que
ressuscitou, que está à direita de Deus é quem intercede por nós.


Marcos 9,2-10.
Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João e levou-os, só a
eles, a um monte elevado. E transfigurou-se diante deles.
As suas vestes tornaram-se resplandecentes, de tal brancura que lavadeira
alguma da terra as poderia branquear assim.
Apareceu-lhes Elias, juntamente com Moisés, e ambos falavam com Ele.
Tomando a palavra, Pedro disse a Jesus: «Mestre, bom é estarmos aqui;
façamos três tendas: uma para ti, uma para Moisés e uma para Elias.»
Não sabia que dizer, pois estavam assombrados.
Formou-se, então, uma nuvem que os cobriu com a sua sombra, e da nuvem
fez-se ouvir uma voz: «Este é o meu Filho muito amado. Escutai-o.»
De repente, olhando em redor, já não viram ninguém, a não ser só Jesus, com
eles.
Ao descerem do monte, ordenou-lhes que a ninguém contassem o que tinham
visto, senão depois de o Filho do Homem ter ressuscitado dos mortos.
Eles guardaram a recomendação, discutindo uns com os outros o que seria
ressuscitar de entre os mortos.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Santo Ambrósio (c. 340-397), Bispo de Milão e Doutor da Igreja
Comentário sobre o Evangelho de Lucas, VII, 9s (trad. Brésard, 2000 ans B, p. 92 rev.)

«Transfigurou-Se diante deles. As Suas vestes tornaram-se resplandecentes.»

Foram três os escolhidos para subir à montanha, dois para aparecer com o
Senhor. [...] Sobe Pedro, ele que recebeu as chaves do Reino dos Céus, sobe
João, a quem será confiada a Mãe de Jesus, e sobre Tiago, que será o
primeiro a ascender à dignidade de bispo. Em seguida, aparecem Moisés e
Elias, a lei e a profecia, com o Verbo. [...] Subamos, também nós, à
montanha, imploremos ao Verbo de Deus que nos apareça em todo o Seu
esplendor e em toda a Sua beleza, que seja forte, que avance pleno de
majestade e que reine. [...]

Pois, se não subires ao cume de um saber mais elevado, a Sabedoria não te
aparecerá, nem te aparecerá o conhecimento dos mistérios. Não conhecerás o
esplendor e a beleza que estão contidos no Verbo de Deus; não, o Verbo de
Deus há-de aparecer-te num corpo «sem figura nem beleza» (Is 53, 2).
Aparecer-te-á como um homem abatido, capaz de sofrer as nossas enfermidades
(5); aparecer-te-á como uma palavra nascida do homem, tapada pelo véu da
letra, que não resplandece com a força do Espírito (2Cor 3, 6-17). [...]

No sopé da montanha, as Suas vestes são diferentes do que são no alto. As
vestes do Verbo são talvez as palavras das Escrituras, vestindo por assim
dizer o pensamento divino; e, assim como apareceu a Pedro, a Tiago e a João
com outro aspecto, com vestes resplandecentes de brancura, assim também,
aos olhos do teu espírito se ilumina já o sentido das Escrituras. As
palavras divinas tornam-se como uma neve, as vestes do Verbo «de tal
brancura que lavadeira alguma da terra as poderia branquear assim». [...]


«Formou-se, então, uma nuvem que os cobriu com a sua sombra», sombra que é
a do Espírito divino, que não vela o coração dos homens, antes revela
aquilo que está oculto. [...] Bem vês que, não só para os principiantes,
mas também para os perfeitos, e mesmo para todos os habitantes do céu, a
lei perfeita consiste em conhecer o Filho de Deus.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.