1 de abr de 2009

Liturgia Diária!!!

Quarta-feira, dia 01 de Abril de 2009
Quarta-feira da 5ª semana da Quaresma

Santo Hugo de Grenoble, bispo, +1152



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Orígenes : «Se permanecerdes fiéis à minha mensagem [...], a verdade vos tornará livres»

Leituras

Dan. 3,14-20.91-92.95.
Disse-lhes Nabucodonosor: «Chadrac, Mechac e Abed-Nego, é verdade que
rejeitais o culto aos meus deuses e a adoração à estátua de ouro erigida
por mim?
Pois bem! Estais dispostos, no momento em que ouvirdes o som da trombeta,
da flauta, da cítara, da lira, da harpa, do saltério e de qualquer outro
instrumento musical, a prostrar-vos em adoração diante da estátua que eu
fiz? Se não o fizerdes, sereis logo lançados dentro da fornalha ardente. E
qual o deus que poderá libertar-vos da minha mão?»
Chadrac, Mechac e Abed-Nego responderam ao rei Nabucodonosor: «Não vale a
pena responder-te a propósito disto.
Se isso assim é, o Deus que nós servimos pode livrar-nos da fornalha
incandescente, e até mesmo, ó rei, da tua mão.
E ainda que o não faça, fica sabendo, ó rei, que não prestamos culto aos
teus deuses e que não adoramos a estátua de ouro que tu levantaste.»
Então explodiu a fúria de Nabucodonosor contra Chadrac, Mechac e Abed-Nego;
a expressão do seu rosto mudou e levantou a voz para mandar que se
aquecesse a fornalha sete vezes mais que de costume.
Em seguida, ordenou aos soldados mais vigorosos do seu exército que
amarrassem Chadrac, Mechac e Abed-Nego, a fim de os lançar na fornalha
incandescente.
Então o rei Nabucodonosor, estupefacto, levantou-se repentinamente, dizendo
para os seus conselheiros: «Não foram três homens, atados de pés e mãos,
que lançámos ao fogo?» Responderam eles ao rei: «Com certeza».
«Pois bem –replicou o rei – vejo quatro homens soltos, que passeiam no meio
do fogo, sem este lhes causar mal; o quarto tem o aspecto de um filho de
Deus.»
Nabucodonosor, tomando a palavra, disse: «Bendito seja o Deus de Chadrac,
de Mechac e de Abed-Nego! Ele enviou o seu anjo para libertar os seus
servos que, confiando nele, expuseram a vida, transgredindo as ordens do
rei, antes que prostrarem-se em adoração diante de um outro deus que não
fosse o Deus deles.


Dan. 3,52.53.54.55.56.
«Bendito sejas, Senhor, Deus de nossos pais:– digno de louvor e glória
eternamente! Bendito seja o teu nome santo e glorioso:– digno de supremo
louvor e exaltação eternamente!
Bendito sejas no templo da tua santa glória: – digno de supremo louvor e
glória eternamente!
Bendito sejas por penetrares os abismos,sentado sobre os querubins: – digno
de supremo louvor e exaltação eternamente!
Bendito sejas no teu trono real: – digno de supremo louvor e exaltação
eternamente!
Bendito sejas no firmamento dos céus:– digno de supremo louvor e glória
eternamente!


João 8,31-42.
Então, Jesus pôs-se a dizer aos judeus que nele tinham acreditado: «Se
permanecerdes fiéis à minha mensagem, sereis verdadeiramente meus
discípulos,
conhecereis a verdade e a verdade vos tornará livres.»
Replicaram-lhe: «Nós somos descendentes de Abraão e nunca fomos escravos de
ninguém! Como é que Tu dizes: 'Sereis livres'?»
Jesus respondeu-lhes: «Em verdade, em verdade vos digo: todo aquele que
comete o pecado é servo do pecado,
e o servo não fica na família para sempre; o filho é que fica para sempre.
Pois bem, se o Filho vos libertar, sereis realmente livres.
Eu sei que sois descendentes de Abraão; no entanto, procurais matar-me,
porque não aderis à minha palavra.
Eu comunico o que vi junto do Pai, e vós fazeis o que ouvistes ao vosso
pai.»
Eles replicaram-lhe: «O nosso pai é Abraão!» Jesus disse-lhes: «Se fôsseis
filhos de Abraão, faríeis as obras de Abraão!
Agora, porém, vós pretendeis matar-me, a mim, um homem que vos comunicou a
verdade que recebi de Deus. Isso não o fez Abraão!
Vós fazeis as obras do vosso pai.» Eles disseram-lhe, então: «Nós não
nascemos da prostituição. Temos um só Pai, que é Deus.»
Disse-lhes Jesus: «Se Deus fosse vosso Pai, ter-me-íeis amor, pois é de
Deus que Eu saí e vim. Não vim de mim próprio, mas foi Ele que me enviou.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Orígenes (c. 185-253), presbítero e teólogo
Homilias sobre o Êxodo, n° 12, 4 (trad. Fortier/En Calcat; cf. SC 321, p. 369)

«Se permanecerdes fiéis à minha mensagem [...], a verdade vos tornará livres»

«O Senhor é o Espírito e onde está o Espírito do Senhor, aí está a
liberdade» (2Co 3, 17). [...] Como poderemos encontrar esta liberdade, nós
que somos escravos do mundo, escravos do dinheiro, escravos dos desejos da
carne? Claro que me esforço por me corrigir, julgo-me a mim próprio,
condeno as minhas faltas. Que os meus ouvintes examinem por seu lado o que
pensam do seu próprio coração. Mas, digo-o de passagem, enquanto estiver
preso a alguma destas coisas, não estou convertido ao Senhor, não atingi a
verdadeira liberdade, porque ainda me deixo prender por tais preocupações.
[...]

Está escrito, sabemo-lo: «É-se escravo daquele por quem nos deixamos
vencer» (2Ped 2, 19). Ainda que não seja vencido pelo amor ao dinheiro,
ainda que não esteja preso pela preocupação dos bens e das riquezas, estou,
contudo ávido de elogios e desejoso da glória humana, quando me preocupo
com o rosto que me mostram os homens e com o que dizem de mim, quando quero
saber o que pensam de mim, como me consideram, quando temo desagradar a uns
e desejo agradar a outros. Enquanto tiver estas preocupações, sou seu
escravo. Mas quereria fazer um esforço para me libertar, tentar livrar-me
do jugo desta escravidão vergonhosa e chegar a esta liberdade de que nos
fala o apóstolo Paulo: «foi para a liberdade que vós fostes chamados; não
vos torneis escravos dos homens» (Gal 5, 13; 1Cor 7,23). Mas quem me dará
esta liberdade? Quem me libertará desta escravidão vergonhosa, senão Aquele
que disse: «Se o Filho vos libertar, sereis realmente livres»? [...]
Sirvamos portanto fielmente, «amarás o Senhor, nosso Deus, com todo o nosso
coração, com toda a nossa alma, com todo o nosso entendimento e com todas
as nossas forças» (Mc 12, 30), para merecermos receber de Cristo Jesus
nosso Senhor o dom da liberdade.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.