6 de abr de 2009

Liturgia Diária!!!

Segunda-feira, dia 06 de Abril de 2009
2a-FEIRA DA SEMANA SANTA

S. Celestino I, papa, +432, S. Marcelino de Cartago, pai de família, mártir, +411



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Jerónimo : A casa encheu-se com a fragrância do perfume.

Leituras

Is. 42,1-7.
«Eis o meu servo, que Eu amparo, o meu eleito, que Eu preferi. Fiz repousar
sobre ele o meu espírito, para que leve às nações a verdadeira justiça.
Ele não gritará, não levantará a voz, não clamará nas ruas.
Não quebrará a cana rachada, não apagará a mecha que ainda fumega.
Anunciará com toda a fidelidade a verdadeira justiça.
Não desanimará, nem desfalecerá, até estabelecer na terra o direito, as
leis que os povos das ilhas esperam dele.
Eis o que diz o SENHOR Deus, que criou os céus e os estendeu, que
consolidou a terra com a sua vegetação, que deu vida aos seus habitantes, e
o alento aos que andam por ela.
Eu, o SENHOR, chamei-te por causa da justiça, segurei-te pela mão;
formei-te e designei-te como aliança de um povo e luz das nações;
para abrires os olhos aos cegos, para tirares do cárcere os prisioneiros, e
da prisão, os que vivem nas trevas.


Salmos 27,1.2.3.13-14.
O SENHOR é minha luz e salvação: de quem terei medo? O SENHOR é o baluarte
da minha vida: quem me assustará?
Quando os malvados avançam contra mim, para me devorar, são eles, meus
opressores e inimigos, que resvalam e caem.
Ainda que um exército me cerque, o meu coração não temerá. Mesmo que me
declarem a guerra, ainda assim terei confiança.
Creio, firmemente, vir a contemplar a bondade do SENHOR, na terra dos
vivos.
Confia no SENHOR! Sê forte e corajoso, e confia no SENHOR!


João 12,1-11.
Seis dias antes da Páscoa, Jesus foi a Betânia, onde vivia Lázaro, que Ele
tinha ressuscitado dos mortos.
Ofereceram-lhe lá um jantar. Marta servia e Lázaro era um dos que estavam
com Ele à mesa.
Então, Maria ungiu os pés de Jesus com uma libra de perfume de nardo puro,
de alto preço, e enxugou-lhos com os seus cabelos. A casa encheu-se com a
fragrância do perfume.
Nessa altura disse um dos discípulos, Judas Iscariotes, aquele que havia de
o entregar:
«Porque é que não se vendeu este perfume por trezentos denários, para os
dar aos pobres?»
Ele, porém, disse isto, não porque se preocupasse com os pobres, mas porque
era ladrão e, como tinha a bolsa do dinheiro, tirava o que nela se deitava.

Então, Jesus disse: «Deixa que ela o tenha guardado para o dia da minha
sepultura!
De facto, os pobres sempre os tendes convosco, mas a mim não me tendes
sempre.»
Um grande número de judeus, ao saber que Ele estava ali, vieram, não só por
causa de Jesus, mas também para verem Lázaro, que Ele tinha ressuscitado
dos mortos.
Os sumos sacerdotes decidiram dar a morte também a Lázaro,
porque muitos judeus, por causa dele, os abandonavam e passavam a crer em
Jesus.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São Jerónimo (347-420), presbítero, tradutor da Bíblia, Doutor da Igreja
Comentário sobre o Evangelho de Marcos; PLS 2, 125s (trad. DDB 1986, p. 96 rev. ; cf SC 494, p. 217)

A casa encheu-se com a fragrância do perfume.

«Encontrando-se Jesus em Betânia, em casa de Simão, o leproso, e estando à
mesa, chegou uma mulher que trazia um frasco de alabastro com perfume de
nardo puro, de elevado preço» (14, 3). Esta mulher diz-vos directamente
respeito, a vós que ides receber o baptismo. Ela partiu o frasco de
alabastro para que Cristo, o Ungido do Senhor, fizesse de vós cristãos pela
unção. É isso que está dito no Cântico dos Cânticos: «O teu nome é como
perfume derramado: por isso te amam as donzelas. Leva-me atrás de ti,
corramos!» (1, 3-4). Enquanto o perfume estava fechado, enquanto Deus só
foi conhecido na Judeia, enquanto o Seu nome não foi grande senão em Israel
(Sl 75, 2), as jovens não seguiam Jesus. Mas, a partir do momento em que o
perfume se espalhou por todo o mundo, as almas dos crentes seguiram o
Salvador. [...] Ela partiu o frasco de alabastro, a fim de que todos
usufruíssem do perfume [...]; um acto que nos recorda o grão de trigo que,
«se não morrer, fica só ele» (Jo 12, 24): assim também, se o frasco não for
partido, não poderemos ungir-nos com o perfume.

Esta mulher não é a mesma que é citada noutro Evangelho, por ter lavado os
pés do Senhor (Lc 7, 38). Porque esssa mulher, que era até então uma
pecadora de má vida [...], inunda com as suas lágrimas os pés do Salvador e
seca-os com os seus cabelos; mas é só aparentemente que ela lava os pés do
Salvador, porque o que realmente faz é lavar os seus pecados. [...]

Que o mesmo se passe convosco, que ides receber o baptismo; dado que somos
todos pecadores, que ninguém é puro, mesmo que a sua vida tenha durado um
só dia (Job 14, 4) [...], começai por abraçar os pés do Salvador, lavai-os
com as vossas lágrimas, enxugai-os com os vossos cabelos; depois disso,
tocar-Lhe-eis então na cabeça, como fez a mulher do Evangelho de Marcos.
Quando descerdes à fonte da vida com o Salvador, tendes de aprender como
foi que o perfume chegou à Sua cabeça. Porque, se «a cabeça de todo o homem
é Cristo» (1Cor 11, 3), também a vossa cabeça há-de estar perfumada; e será
pelo baptismo que recebereis esta unção.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.