14 de abr de 2009

Liturgia Diária!!!

Terça-feira, dia 14 de Abril de 2009
3ª-FEIRA NA OITAVA DA PÁSCOA

3ª-feira na Oitava da Páscoa
S. Pedro Gonçalves Telmo, confessor, +1246



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Cirilo de Jerusalém : «Perto do lugar em que Jesus tinha sido crucificado, havia um horto e, no horto, um túmulo novo [...]. Foi ali que puseram Jesus» (Jo 19, 41-42)

Leituras

Actos 2,36-41.
Saiba toda a casa de Israel, com absoluta certeza, que Deus estabeleceu
como Senhor e Messias a esse Jesus por vós crucificado.»
Ouvindo estas palavras, ficaram emocionados até ao fundo do coração e
perguntaram a Pedro e aos outros Apóstolos: «Que havemos de fazer, irmãos?»

Pedro respondeu-lhes: «Convertei-vos e peça cada um o baptismo em nome de
Jesus Cristo, para a remissão dos seus pecados; recebereis, então, o dom do
Espírito Santo.
Na verdade, a promessa de Deus é para vós, para os vossos filhos, assim
como para todos os que estão longe: para todos os que o Senhor nosso Deus
quiser chamar.»
Com estas e muitas outras palavras, Pedro exortava-os e dizia-lhes:
«Afastai-vos desta geração perversa.»
Os que aceitaram a sua palavra receberam o baptismo e, naquele dia,
juntaram-se a eles cerca de três mil pessoas.


Salmos 33(32),4-5.18-19.20.22.
As palavras do SENHOR são verdadeiras, as suas obras nascem da fidelidade.
Ele ama a rectidão e a justiça; a terra está cheia da sua bondade.
Os olhos do SENHOR velam pelos seus fiéis, por aqueles que esperam na sua
bondade,
para os libertar da morte e os manter vivos no tempo da fome.
A nossa alma espera no SENHOR; Ele é o nosso amparo e o nosso escudo.
Venha sobre nós, SENHOR, o teu amor, pois depositamos em ti a nossa
confiança.


João 20,11-18.
Maria estava junto ao túmulo, da parte de fora, a chorar. Sem parar de
chorar, debruçou-se para dentro do túmulo,
e contemplou dois anjos vestidos de branco, sentados onde tinha estado o
corpo de Jesus, um à cabeceira e o outro aos pés.
Perguntaram-lhe: «Mulher, porque choras?» E ela respondeu: «Porque levaram
o meu Senhor e não sei onde o puseram.»
Dito isto, voltou-se para trás e viu Jesus, de pé, mas não se dava conta
que era Ele.
E Jesus disse-lhe: «Mulher, porque choras? Quem procuras?» Ela, pensando
que era o encarregado do horto, disse-lhe: «Senhor, se foste tu que o
tiraste, diz-me onde o puseste, que eu vou buscá-lo.»
Disse-lhe Jesus: «Maria!» Ela, aproximando-se, exclamou em hebraico:
«Rabbuni!» que quer dizer: «Mestre!»
Jesus disse-lhe: «Não me detenhas, pois ainda não subi para o Pai; mas vai
ter com os meus irmãos e diz-lhes: 'Subo para o meu Pai, que é vosso Pai,
para o meu Deus, que é vosso Deus.'»
Maria Madalena foi e anunciou aos discípulos: «Vi o Senhor!» E contou o que
Ele lhe tinha dito.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São Cirilo de Jerusalém (313-350), Bispo de Jerusalém e Doutor da Igreja
Catequese baptismal n° 14 (trad. Bouchet, Lectionnaire, p. 204; cf. Eds. du Soleil Levant, p. 305)

«Perto do lugar em que Jesus tinha sido crucificado, havia um horto e, no horto, um túmulo novo [...]. Foi ali que puseram Jesus» (Jo 19, 41-42)

Em que estação desperta o Salvador? No Cântico dos Cânticos, diz-se: «Eis
que o Inverno passou, cessaram e desapareceram as chuvas. Apareceram as
flores na nossa terra [...]» (2, 11-12). Não estará a terra actualmente
cheia de flores [...]? Com a chegada do mês de Abril, estamos na Primavera.
Ora é nesta estação, neste primeiro mês do calendário hebraico, que se
celebra a Páscoa, outrora em símbolo e agora na realidade. [...]

Um horto foi o local da sepultura do Senhor. [...] E que diz Aquele que
está sepultado no horto? «Colho a minha mirra e o meu bálsamo, a mirra e o
aloés e todos os balsameiros mais selectos» (Cant 5, 1; 4, 14), pois tudo
isso simboliza a sepultura. Os Evangelhos também dizem: «As mulheres foram
ao sepulcro levando os perfumes que haviam preparado» (Lc 24, 1). [...]

Porque, antes de entrarem na câmara atravessando as portas fechadas, o
Esposo e médico das almas fora procurado por mulheres de coração forte. As
santas mulheres foram ao sepulcro e procuraram Aquele que havia
ressuscitado. [...] Segundo o Evangelho, Maria foi ao sepulcro, procurou-O
e não O encontrou, em seguida recebeu a mensagem dos anjos e por fim viu
Cristo. Não haviam estas circunstâncias sido também descritas? Sim, porque
Maria diz no Cântico: «Durante a noite, no meu leito, busquei aquele que a
minha alma ama» (3, 1). [...] Diz o Evangelho que Maria foi ao sepulcro
«logo de manhã, ainda escuro» (Jo 20, 1). «Procurei-O de noite, mas não O
achei.» E, no Evangelho, Maria diz: «Porque levaram o meu Senhor e não sei
onde O puseram.» Mas os anjos aparecem então: «Porque buscais entre os
mortos Aquele que vive?» (Lc 24, 5) [...] Maria não O reconheceu e era em
seu nome que o Cântico dos Cânticos dizia: «Vistes, acaso, aquele a quem a
minha alma ama?» «Mal passara pelos guardas (trata-se dos dois anjos),
encontrei aquele a quem a minha alma ama. Agarrei-me a ele e não o larguei
mais» (3, 3-4).




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.