17 de mai de 2009

Liturgia Diária!!!

Domingo, dia 17 de Maio de 2009
6º Domingo da Páscoa - Ano B

Sexto Domingo de Páscoa (semana II do saltério)
S. Pascoal Bailão, religioso leigo, +1592



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Santo Inácio de Antioquia : «Ninguém tem mais amor do que quem dá a vida pelos seus amigos»

Leituras

Actos 10,25-26.34-35.44-48.
Na altura em que Pedro entrava, Cornélio foi ao seu encontro e, caindo-lhe
aos pés, prostrou-se.
Mas Pedro levantou-o, dizendo: «Levanta-te, que eu também sou apenas um
homem.»
Então, Pedro tomou a palavra e disse: «Reconheço, na verdade, que Deus não
faz acepção de pessoas,
mas que, em qualquer povo, quem o teme e põe em prática a justiça, lhe é
agradável.
Pedro estava ainda a falar, quando o Espírito Santo desceu sobre quantos
ouviam a palavra.
E todos os fiéis circuncisos que tinham vindo com Pedro ficaram
estupefactos, ao verem que o dom do Espírito Santo fora derramado também
sobre os pagãos,
pois ouviam-nos falar línguas e glorificar a Deus. Pedro, então, declarou:
«Poderá alguém recusar a água do baptismo aos que receberam o Espírito
Santo, como nós?»
E ordenou que fossem baptizados em nome de Jesus Cristo. Então eles
pediram-lhe que ficasse alguns dias com eles.


Salmos 98,1.2-3.4.
Cantai ao SENHOR um cântico novo, porque Ele fez maravilhas! A sua mão
direita e o seu santo braço lhe deram a vitória.
O SENHOR anunciou a sua vitória, revelou aos povos a sua justiça.
Lembrou se do seu amor e da sua fidelidade em favor da casa de Israel.
Todos os confins da terra presenciaram o triunfo libertador do nosso Deus.
Aclamai o SENHOR, terra inteira, exultai de alegria e cantai.


1 João 4,7-10.
Caríssimos, amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus, e todo
aquele que ama nasceu de Deus e chega ao conhecimento de Deus.
Aquele que não ama não chegou a conhecer a Deus, pois Deus é amor.
E o amor de Deus manifestou-se desta forma no meio de nós: Deus enviou ao
mundo o seu Filho Unigénito, para que, por Ele, tenhamos a vida.
É nisto que está o amor: não fomos nós que amámos a Deus, mas foi Ele mesmo
que nos amou e enviou o seu Filho como vítima de expiação pelos nossos
pecados.


João 15,9-17.
«Assim como o Pai me tem amor, assim Eu vos amo a vós. Permanecei no meu
amor.
Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como
Eu, que tenho guardado os mandamentos do meu Pai, também permaneço no seu
amor.
Manifestei-vos estas coisas, para que esteja em vós a minha alegria, e a
vossa alegria seja completa.
É este o meu mandamento: que vos ameis uns aos outros como Eu vos amei.
Ninguém tem mais amor do que quem dá a vida pelos seus amigos.
Vós sois meus amigos, se fizerdes o que Eu vos mando.
Já não vos chamo servos, visto que um servo não está ao corrente do que faz
o seu senhor; mas a vós chamei- -vos amigos, porque vos dei a conhecer tudo
o que ouvi ao meu Pai.
Não fostes vós que me escolhes-tes; fui Eu que vos escolhi a vós e vos
destinei a ir e a dar fruto, e fruto que permaneça; e assim, tudo o que
pedirdes ao Pai em meu nome Ele vo-lo concederá.
É isto o que vos mando: que vos ameis uns aos outros.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Santo Inácio de Antioquia (?-c. 110), bispo e mártir
Carta aos Romanos, 4-8 (trad. cf. breviário)

«Ninguém tem mais amor do que quem dá a vida pelos seus amigos»

Escrevo a todas as Igrejas e faço saber a todos que morria de bom grado por
Deus se vós não me impedísseis. Suplico-vos, poupai-me a um bem-querer
inoportuno. Deixai-me tornar-me pasto das feras; elas me ajudarão a
alcançar a Deus. Sou o Seu fermento: moído pelos dentes dos animais
selvagens tornar-me-ei no puro pão de Cristo. [...]

Que me fariam as doçuras deste mundo e os impérios da terra? É mais belo
morrer por Cristo Jesus do que reinar até aos confins do Universo. É a Ele
que procuro, que morreu por nós; é a Ele que desejo, a Ele que ressuscitou
por nós. Aproxima-se o momento em que darei à luz. Por mercê, meus irmãos,
não me impeçais de nascer para a Vida. [...] Deixai-me abraçar a luz
inteiramente pura. Quando tiver conseguido fazê-lo, serei verdadeiramente
homem. Aceitai que eu imite a Paixão do meu Deus. [...]

O meu desejo terrestre foi crucificado, e em mim já não há fogo para amar a
matéria, mas uma água viva (Jo 4, 10;7, 38) que murmura e me segreda ao
coração: «Vem para o pé do Pai». Já não posso saborear os alimentos
perecíveis e as doçuras desta vida. É do pão de Deus que estou faminto, da
carne de Jesus Cristo, filho de David; e, para bebida, quero o Seu sangue,
que é o amor incorruptível. [...] Rezai pela minha vitória.





Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.