27 de mai de 2009

Liturgia Diária!!!

Quarta-feira, dia 27 de Maio de 2009
Quarta-feira da 7ª semana da Páscoa

Santo Agostinho de Cantuária, bispo, +605



Comentário ao Evangelho do dia feito por
S. Cirilo de Alexandria : «Para serem um só, como Nós somos»

Leituras

Actos 20,28-38.
Tomai cuidado convosco e com todo o rebanho, de que o Espírito Santo vos
constituiu administradores para apascentardes a Igreja de Deus, adquirida
por Ele com o seu próprio sangue.
Sei que, depois de eu partir, se hão-de introduzir entre vós lobos temíveis
que não pouparão o rebanho
e que, mesmo no meio de vós, se hão-de erguer homens de palavras perversas
para arrastarem discípulos atrás de si.
Estai, pois, vigilantes e recordai-vos de que, durante três anos, de noite
e de dia, não cessei de exortar, com lágrimas, cada um de vós.
E agora, confio-vos a Deus e à palavra da sua graça, que tem o poder de
construir o edifício e de vos conceder parte na herança com todos os
santificados.
Jamais cobicei prata, nem ouro, nem o vestuário de alguém.
E bem sabeis que foram estas mãos que proveram às minhas necessidades e às
dos meus companheiros.
Em tudo vos demonstrei que deveis trabalhar assim, para socorrerdes os
fracos, recordando-vos das palavras que o próprio Senhor Jesus disse: 'A
felicidade está mais em dar do que em receber.'»
Depois destas palavras, ajoelhou-se com todos eles e orou.
Todos romperam em pranto e, lançando-se ao pescoço de Paulo, começaram a
abraçá-lo,
consternados, sobretudo, com as palavras que lhes dissera: que não veriam
mais o seu rosto. Em seguida, acompanharam-no ao barco.


Salmos 68(67),29-30.33-34.35-36.
Ó Deus, mostra o teu poder, aquele poder com que intervieste em nosso
favor.
No teu santuário, em Jerusalém, os reis virão oferecer te presentes.
Louvai a Deus, reinos da terra, cantai hinos ao Senhor!
Ele avança pelos céus eternos e faz ouvir a sua voz, que é poderosa.
Reconhecei o poder de Deus! A sua majestade resplandece sobre Israel; o seu
poder alcança a vastidão das nuvens.
Deus é temível no seu santuário, o Deus de Israel dá força e poder ao seu
povo. Bendito seja Deus!


João 17,11-19.
Doravante já não estou no mundo, mas eles estão no mundo, e Eu vou para ti.
Pai santo, Tu que a mim te deste, guarda-os em ti, para serem um só, como
Nós somos!
Enquanto estava com eles, Eu guardava-os em ti, em ti que a mim te deste.
Guardei-os e nenhum deles se perdeu, a não ser o homem da perdição,
cumprindo-se desse modo a Escritura.
Mas agora vou para ti e, ainda no mundo, digo isto para que eles tenham em
si a plenitude da minha alegria.
Entreguei-lhes a tua palavra, e o mundo odiou-os, porque eles não são do
mundo, como também Eu não sou do mundo.
Não te peço que os retires do mundo, mas que os livres do Maligno.
De facto, eles não são do mundo, como também Eu não sou do mundo.
Faz que eles sejam teus inteiramente, por meio da Verdade; a Verdade é a
tua palavra.
Assim como Tu me enviaste ao mundo, também Eu os enviei ao mundo,
e por eles totalmente me entrego, para que também eles fiquem a ser teus
inteiramente, por meio da Verdade.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

S. Cirilo de Alexandria (380-444), bispo e Doutor da Igreja
Comentário ao evangelho de João, 17, 11; PG 74, 558 (trad. Jean expliqué, DDB 1985, p. 134)

«Para serem um só, como Nós somos»

Quando Jesus Se tornou semelhante a nós, quer dizer, Se fez homem, o
Espírito ungiu-O e consagrou-O, embora Ele seja Deus por natureza. [...]
Ele mesmo santifica o Seu próprio corpo, e tudo o que na criação é digno de
ser santificado. O mistério que se passou em Cristo é o princípio e o
itinerário da nossa participação no Espírito.

Para nos unir também a nós, para nos fundir na unidade com Deus e entre
nós, ainda que separados pela diferença das nossas individualidades, das
nossas almas e dos nossos corpos, o Filho Único inventou e preparou um meio
de nos agregar, graças à sabedoria que é a Sua e segundo o conselho de Seu
Pai. Por um só corpo, o Seu próprio corpo, Ele abençoou os que crêem Nele,
numa comunhão mística fez um só corpo com Ele e entre eles.

Por conseguinte, quem poderá separar, quem poderá privar da sua união
física os que, por esse corpo sagrado e só por ele, são unidos na unidade
de Cristo? Se partilhamos do mesmo pão, formamos todos um só corpo (1Cor
10, 17). Porque Cristo não pode ser repartido. É por isso que também a
Igreja é chamada corpo de Cristo, e nós, os seus membros, segundo a
doutrina de S. Paulo (Ef 5, 30). Todos unidos no único Cristo pelo Seu
santo corpo, recebemo-Lo, único e indivisível, no nosso próprio corpo.
Devemos considerar que os nossos próprios corpos já não nos pertencem.





Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.