30 de mai de 2009

Liturgia Diária!!!

Sabado, dia 30 de Maio de 2009
Sábado da 7ª semana da Páscoa

Santa Joana d'Arc, virgem, mártir, (+ Rouen, França, 1431)



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Santo Agostinho : Dois apóstolos, duas vidas, uma Igreja

Leituras

Actos 28,16-20.30-31.
Quando entrámos em Roma, Paulo foi autorizado a ficar em alojamento próprio
com o soldado que o guardava.
Três dias depois, convocou os principais dos judeus e, quando estavam todos
reunidos, disse-lhes: «Irmãos, embora nada tenha feito contra o povo ou
contra os costumes paternos, fui preso em Jerusalém e entregue às mãos dos
romanos.
Estes, depois de me terem interrogado, queriam libertar-me, por não haver
em mim crime algum digno de morte.
Mas, como os judeus se opuseram, fui constrangido a apelar para César, sem
querer, de modo algum, acusar o meu povo.
Foi por este motivo que pedi para vos ver e falar, pois é por causa da
esperança de Israel que trago estas cadeias.»
Paulo permaneceu dois anos inteiros no alojamento que alugara, onde recebia
todos os que iam procurá-lo,
anunciando o Reino de Deus e ensinando o que diz respeito ao Senhor Jesus
Cristo, com o maior desassombro e sem impedimento.


Salmos 11,4.5.7.
O SENHOR habita no seu santuário; o SENHOR tem nos céus o seu trono; os
seus olhos contemplam o mundo e as suas pupilas observam os filhos dos
homens.
O SENHOR perscruta o justo e o ímpio, mas odeia os que amam a violência.
Na verdade, o SENHOR é justo e ama a justiça; os homens honestos
contemplarão a sua face.


João 21,20-25.
Pedro voltou-se e viu que o seguia o discípulo que Jesus amava, o mesmo que
na ceia se tinha apoiado sobre o seu peito e lhe tinha perguntado: 'Senhor,
quem é que te vai entregar?'
Ao vê-lo, Pedro perguntou a Jesus: «Senhor, e que vai ser deste?»
Jesus respondeu-lhe: «E se Eu quiser que ele fique até Eu voltar, que tens
tu com isso? Tu, segue-me!»
Foi assim que, entre os irmãos, correu este rumor de que aquele discípulo
não morreria. Jesus, porém, não disse que ele não havia de morrer, mas sim:
«Se Eu quiser que ele fique até Eu voltar, que tens tu com isso?»
Este é o discípulo que dá testemunho destas coisas e que as escreveu. E nós
sabemos bem que o seu testemunho é verdadeiro.
Há ainda muitas outras coisas que Jesus fez. Se elas fossem escritas, uma
por uma, penso que o mundo não teria espaço para os livros que se deveriam
escrever.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Santo Agostinho (354-430), Bispo de Hipona (África do Norte) e Doutor da Igreja
Sermões sobre o evangelho de João, n° 124; CCL 36, 685 (trad. Orval)

Dois apóstolos, duas vidas, uma Igreja

A Igreja conhece duas vidas louvadas e recomendadas por Deus. Uma é na fé,
a outra na visão; uma na peregrinação do tempo, a outra na morada da
eternidade; uma no trabalho, a outra no repouso; uma no caminho, a outra na
pátria; uma no esforço da acção, a outra na recompensa da contemplação.
[...] A primeira é simbolizada pelo apóstolo Pedro, a segunda por João.
[...] E não são só eles, mas toda a Igreja, Esposa de Cristo, que o
realiza, ela que há-de ser libertada das provações deste mundo e permanecer
na beatitude eterna.

Pedro e João simbolizaram, cada um, uma destas duas vidas. Mas ambos
passaram juntos a primeira, no tempo, pela fé; e juntos desfrutarão a
segunda, na eternidade, pela visão. Foi portanto para todos os santos
unidos inseparavelmente ao corpo de Cristo, e a fim de os conduzir no meio
das tempestades desta vida, que Pedro, o primeiro dos apóstolos, recebeu as
chaves do reino dos céus, com o poder de reter ou absolver os pecados (Mt
16, 19). Foi também por todos os santos, e a fim de lhes dar acesso à
profundidade serena da sua vida mais íntima, que Cristo deixou João
repousar no Seu peito (Jo 13, 23.25). Pois o poder de reter ou absolver os
pecados não pertence somente a Pedro, mas a toda a Igreja; e João não é o
único a beber na fonte do peito do Senhor, o Verbo que desde o início é
Deus junto de Deus (Jo 7, 38;1, 1), [...] mas o próprio Senhor dedica o Seu
Evangelho a todos os homens do mundo inteiro, para que cada um o beba
consoante a sua capacidade.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.