9 de jun de 2009

Liturgia Diária!!!

Terça-feira, dia 09 de Junho de 2009
Terça-feira da 10ª semana do Tempo Comum

Beato José de Anchieta, presbítero, +1597, Santo Efrém, diácono, Doutor da Igreja, +373



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Concílio Vaticano II : «Vós sois o sal da terra. [...] Vós sois a luz do mundo.»

Leituras

2 Cor. 1,18-22.
Mas Deus é testemunha de que a nossa palavra dirigida a vós não é «sim» e
«não.»
Pois o Filho de Deus, Jesus Cristo, aquele que foi por nós anunciado entre
vós, por mim, por Silvano e por Timóteo, não foi um «sim» e um «não», mas
unicamente um «sim.»
Nele todas as promessas de Deus se tornaram «sim» e é por isso que, graças
a Ele, nós podemos dizer o «ámen» para glória de Deus.
Aquele que nos confirma juntamente convosco em Cristo e nos dá a unção é
Deus,
Ele que nos marcou com um selo e colocou em nossos corações o penhor do
Espírito.


Salmos 119,129.130.131.132.133.135.
Os teus preceitos são admiráveis; por isso a minha alma os observa.
conhecimento dos teus ensinamentos ilumina e dá inteligência aos simples.
Abro, com avidez, a minha boca, porque tenho fome dos teus mandamentos.
Olha para mim, tem piedade de mim, como costumas fazer com os que amam o
teu nome.
Dá firmeza aos meus passos, segundo a tua promessa; não permitas que me
domine qualquer maldade.
Que a tua presença ilumine o teu servo; ensina-me as tuas leis.


Mateus 5,13-16.
«Vós sois o sal da terra. Ora, se o sal se corromper, com que se há de
salgar? Não serve para mais nada, senão para ser lançado fora e ser pisado
pelos homens.
Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um
monte;
nem se acende a candeia para a colocar debaixo do alqueire, mas sim em cima
do candelabro, e assim alumia a todos os que estão em casa.
Assim brilhe a vossa luz diante dos homens, de modo que, vendo as vossas
boas obras, glorifiquem o vosso Pai, que está no Céu.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Concílio Vaticano II
Decreto sobre o apostolado dos leigos, «Apostolicam Actuositatem», §§ 5-6

«Vós sois o sal da terra. [...] Vós sois a luz do mundo.»

A obra redentora de Cristo, que por natureza visa salvar os homens,
compreende também a restauração de toda a ordem temporal. Daí que a missão
da Igreja consista, não só em levar aos homens a mensagem e a graça de
Cristo, mas também em penetrar e actuar com o espírito do Evangelho as
realidades temporais. Por este motivo os leigos, realizando esta missão da
Igreja, exercem o seu apostolado tanto na Igreja como no mundo, tanto na
ordem espiritual como na temporal. Estas ordens, embora distintas, estão de
tal modo unidas no único desígnio divino, que o próprio Deus pretende
reintegrar, em Cristo, o universo inteiro numa nova criatura, de um modo
incoativo na terra, plenamente no último dia. O leigo, que é
simultaneamente fiel e cidadão, deve sempre guiar-se, em ambas as ordens,
por uma única consciência, a consciência cristã.

A missão da Igreja tem como fim a salvação dos homens, a alcançar pela fé
em Cristo e pela Sua graça. Por este motivo, o apostolado da Igreja e de
todos os seus membros ordena-se, antes de mais, a manifestar ao mundo, por
palavras e obras, a mensagem de Cristo, e a comunicar a Sua graça. Isto
realiza-se sobretudo por meio do ministério da palavra e dos sacramentos,
especialmente confiado ao clero, mas no qual também os leigos têm um grande
papel a desempenhar, para se tornarem «cooperadores da verdade» (3 Jo 8). É
sobretudo nesta ordem que o apostolado dos leigos e o ministério pastoral
se completam mutuamente. Inúmeras oportunidades se oferecem aos leigos para
exercerem o apostolado de evangelização e santificação. O próprio
testemunho da vida cristã e as obras, feitas com espírito sobrenatural, têm
eficácia para atrair os homens à fé e a Deus; diz o Senhor: «Assim brilhe a
vossa luz diante dos homens, de modo que vejam as vossas boas obras e dêem
glória ao vosso Pai que está nos céus» (Mt 5, 16).




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.