16 de jun de 2009

Liturgia Diária!!!

Terça-feira, dia 16 de Junho de 2009
Terça-feira da 11ª semana do Tempo Comum

S. Ciro, mártir, séc. IV



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Santo Agostinho : «Sede perfeitos como é perfeito o vosso Pai celeste»

Leituras

2 Cor. 8,1-9.
Queremos dar-vos a conhecer, irmãos, a graça que Deus concedeu às igrejas
da Macedónia.
No meio das muitas tribulações com que foram provadas, a sua superabundante
alegria e extrema pobreza transbordaram em tesouros de generosidade.
Sou testemunha de que, segundo as suas possibilidades, e até além delas,
com toda a espontaneidade
e com muita insistência, pediram-nos a graça de participar neste serviço em
favor dos santos.
E indo além das nossas expectativas, deram-se a si mesmos, primeiro ao
Senhor e depois a nós, pela vontade de Deus.
Por isso, pedimos a Tito que, tal como a havia começado, levasse a bom
termo, entre vós, esta obra de generosidade.
Mas, dado que tendes tudo em abundância fé, dom da palavra, ciência, toda a
espécie de zelo e amor que em vós despertámos cuidai também de sobressair
nesta obra de caridade.
Não o digo como quem manda, mas para pôr ainda à prova a sinceridade do
vosso amor, servindo-me do zelo dos outros.
Conheceis bem a bondade de Nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, se
fez pobre por vós, para vos enriquecer com a sua pobreza.


Salmos 146,2.5-6.7.8-9.
Hei-de louvar o SENHOR, enquanto viver; enquanto existir, hei-de cantar
hinos ao meu Deus.
Feliz de quem tem por auxílio o Deus de Jacob, de quem põe a sua esperança
no SENHOR, seu Deus.
Ele criou os céus, a terra e o mar e tudo o que neles existe.
Ele é eternamente fiel à sua palavra; salva os oprimidos, dá pão aos que
têm fome; o SENHOR liberta os prisioneiros.
SENHOR dá vista aos cegos, o SENHOR levanta os abatidos; o SENHOR ama o
homem justo.
SENHOR protege os que vivem em terra estranha e ampara o órfão e a viúva,
mas entrava o caminho aos pecadores.


Mateus 5,43-48.
«Ouvistes o que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo.
Eu, porém, digo-vos: Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos
perseguem.
Fazendo assim, tornar-vos-eis filhos do vosso Pai que está no Céu, pois Ele
faz com que o Sol se levante sobre os bons e os maus e faz cair a chuva
sobre os justos e os pecadores.
Porque, se amais os que vos amam, que recompensa haveis de ter? Não fazem
já isso os cobradores de impostos?
E, se saudais somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não o
fazem também os pagãos?
Portanto, sede perfeitos como é perfeito o vosso Pai celeste.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Santo Agostinho (354-430), Bispo de Hipona (Norte de África) e Doutor da Igreja
Comentário sobre a 1ª carta de S. João, n° 1, 9 (trad. SC 75, p. 134; Bouchet, Lectionnaire, p. 291)

«Sede perfeitos como é perfeito o vosso Pai celeste»

«Com este sinal reconhecemos que estamos em Deus: se com Ele formos
perfeitos.» João quer dizer aqui: perfeitos no amor (1Jo 4, 17). Qual é a
perfeição do amor? Amar os nossos inimigos e amá-los a tal ponto que se
tornem nossos irmãos. Com efeito, o nosso amor não deve ser segundo a
carne. Por conseguinte, ama os teus inimigos desejando que se tornem teus
irmãos; ama os teus inimigos de modo que sejam chamados a entrar em
comunhão contigo.

De facto assim amou Aquele que, suspenso da cruz, dizia: «Pai, perdoa-lhes,
porque não sabem que fazem» (Lc 23, 34). Queria arrancá-los à morte eterna
através de uma oração cheia de misericórdia e com grande força. Aliás
muitos acreditaram e foram perdoados de terem vertido o sangue de Cristo.
Verteram-no encarniçando-se contra Ele; seguidamente, beberam-no quando
acreditaram. «Com este sinal sabemos que estamos n'Ele: estando n'Ele somos
perfeitos.» É a esta perfeição do amor aos inimigos que o Senhor nos
convida quando diz: «Sede perfeitos como é perfeito o vosso Pai celeste».




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.