17 de jun de 2009

Liturgia Diária!!!

Quarta-feira, dia 17 de Junho de 2009
Quarta-feira da 11ª semana do Tempo Comum

S. Rainério de Pisa, peregrino, +1160



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Pedro Crisólogo : «Eles já receberam a sua recompensa»

Leituras

2 Cor. 9,6-11.
Ficai sabendo: Quem pouco semeia, também pouco colherá; mas quem semeia com
generosidade, com generosidade também colherá.
Cada um dê como dispôs em seu coração, sem tristeza nem constrangimento,
pois Deus ama quem dá com alegria.
E Deus tem poder para vos cumular de toda a espécie de graça, para que,
tendo sempre e em tudo quanto vos é necessário, ainda vos sobre para as
boas obras de todo o género.
Como está escrito: Distribuiu, deu aos pobres; a sua justiça permanece para
sempre.
Aquele que dá a semente ao semeador e o pão em alimento, também vos dará a
semente em abundância e multiplicará os frutos da vossa justiça.
Assim, sereis enriquecidos em tudo, para exercer toda a espécie de
generosidade que suscitará, por nosso intermédio, a acção de graças a Deus.



Salmos 112(111),1-2.3-4.9.
Feliz o homem que teme o SENHOR e se compraz nos seus mandamentos.
sua descendência será poderosa sobre a terra, e bendita, a geração dos
justos.
Haverá na sua casa abundância e riqueza e a sua prosperidade durará para
sempre.
Brilha para os homens rectos como luz nas trevas: ele é piedoso, clemente e
compassivo.
Reparte do que é seu com os pobres; a sua generosidade subsistirá para
sempre e o seu poder crescerá em glória.


Mateus 6,1-6.16-18.
«Guardai-vos de fazer as vossas boas obras diante dos homens, para vos
tornardes notados por eles; de outro modo, não tereis nenhuma recompensa do
vosso Pai que está no Céu.
Quando, pois, deres esmola, não permitas que toquem trombeta diante de ti,
como fazem os hipócritas, nas sinagogas e nas ruas, a fim de serem louvados
pelos homens. Em verdade vos digo: Já receberam a sua recompensa.
Quando deres esmola, que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua
direita,
a fim de que a tua esmola permaneça em segredo; e teu Pai, que vê o oculto,
há-de premiar-te.»
«Quando orardes, não sejais como os hipócritas, que gostam de rezar de pé
nas sinagogas e nos cantos das ruas, para serem vistos pelos homens. Em
verdade vos digo: já receberam a sua recompensa.
Tu, porém, quando orares, entra no quarto mais secreto e, fechada a porta,
reza em segredo a teu Pai, pois Ele, que vê o oculto, há-de recompensar-te.

«E, quando jejuardes, não mostreis um ar sombrio, como os hipócritas, que
desfiguram o rosto para que os outros vejam que eles jejuam. Em verdade vos
digo: já receberam a sua recompensa.
Tu, porém, quando jejuares, perfuma a cabeça e lava o rosto,
para que o teu jejum não seja conhecido dos homens, mas apenas do teu Pai
que está presente no oculto; e o teu Pai, que vê no oculto, há-de
recompensar-te.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São Pedro Crisólogo (c. 406-450), Bispo de Ravena, Doutor da Igreja
Sermão 9; CCL 24,64; PL 52, 211 (trad. S. Mateus comentado, DDB 1985, p. 50 rev.)

«Eles já receberam a sua recompensa»

«Guardai-vos de fazer as vossas boas obras diante dos homens.» Por quê?
«Para não vos tornardes notados por eles.» E se eles vos notarem, que
implicações tem isso para vós? «Não tereis nenhuma recompensa do vosso Pai
que está no Céu.» Irmãos, aqui o Senhor não julga, mas expõe. Ele traz à
luz a astúcia dos nossos pensamentos; Ele põe a nu as disposições secretas
das almas. Àqueles que meditam injustamente sobre a justiça, Ele indica a
medida de uma retribuição justa. A justiça que se coloca perante os olhos
dos homens não pode esperar do Pai o seu salário divino. Quis ser vista e
foi vista; quis agradar aos homens e agradou. Tem o salário que pretendia;
a recompensa que não quis ter, não a terá. [...]

«Quando deres esmola, não permitas que toquem trombeta diante de ti, como
fazem os hipócritas.» «Tocar trombeta» é o termo adequado porque uma esmola
deste tipo é mais propriamente um acto guerreiro do que pacífico. Toda ela
está no seu alarde, não tem nada a ver com a misericórdia. Ela pertence ao
país da desunião, ela não foi alimentada pela bondade. É um tráfico para a
ostentação e não um negócio casto. [...] «Quando, pois, deres esmola, não
permitas que toquem trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas
sinagogas e nas ruas a fim de serem louvados pelos homens. Em verdade vos
digo: já receberam a sua recompensa.» Percebei: a esmola dada numa
assembleia, em locais públicos, em reuniões, não é um dispêndio para
aliviar os pobres, mas é posta diante do olhar dos homens para obter a sua
estima. [...] Fujamos da hipocrisia, meus irmãos, fujamos dela. [...] Ela
não ajuda o pobre; o queixume do indigente não passa de um pretexto para
ele procurar mais activamente uma glória aparatosa. Ela aumenta a sua
exaltação com o sofrimento do pobre.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.