23 de jun de 2009

Liturgia Diária!!!

Terça-feira, dia 23 de Junho de 2009
Terça-feira da 12ª semana do Tempo Comum

Beato Bento Menni, presbítero, fundador, +1914



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Clemente de Roma : «O caminho que conduz à vida»

Leituras

Gén. 13,2.5-18.
Abrão era muito rico em rebanhos, prata e ouro.
Lot, que acompanhava Abrão, possuía, igualmente, ovelhas, bois e tendas;
a terra não era bastante grande para nela se estabelecerem os dois, porque
os bens de ambos eram avultados.
Houve questões entre os pastores dos rebanhos de Abrão e os pastores dos
rebanhos de Lot. Os cananeus e os perizeus habitavam, então, aquela terra.
Abrão disse a Lot: «Peço-te que entre nós e entre os nossos pastores não
haja conflitos, pois somos irmãos.
Aí tens essa região toda diante de ti. Separemo-nos. Se fores para a
esquerda, irei para a direita; se fores para a direita, irei para a
esquerda.»
Lot ergueu os olhos e viu todo o vale do Jordão, que era inteiramente
regado. Antes de o Senhor ter destruído Sodoma e Gomorra, estendendo-se até
Soar, o vale era um maravilhoso jardim, como a terra do Egipto.
Lot escolheu para si todo o vale do Jordão e dirigiu-se para o oriente,
separando-se um do outro.
Abrão fixou-se na terra de Canaã, e Lot nas cidades do vale, no qual ergueu
as suas tendas até Sodoma.
Ora, os habitantes de Sodoma eram perversos, e grandes pecadores diante do
Senhor.
Depois de Lot o ter deixado, Deus disse a Abrão: «Ergue os teus olhos e, do
sítio em que estás, contempla o norte, o sul, o oriente e o ocidente.
Toda a terra que estás a ver, dar-ta-ei, a ti e aos teus descendentes, para
sempre.
Farei que a tua descendência seja numerosa como o pó da terra, de modo que
só se alguém puder contar o pó da terra é que a tua posteridade poderá ser
contada.
Levanta-te, percorre esta terra em todas as direcções, porque Eu ta darei.»

Abrão desmontou as suas tendas e foi residir junto aos carvalhos de Mambré,
próximo de Hebron; e ali construiu um altar ao Senhor.


Salmos 15,2.3-4.5.
Aquele que leva uma vida sem mancha, pratica a justiça e diz a verdade com
todo o coração;
aquele cuja língua não levanta calúnias e não faz mal ao seu próximo, nem
causa prejuízo a ninguém;
aquele que despreza o que é desprezível, mas estima os que temem o SENHOR;
aquele que não falta ao juramento, mesmo em seu prejuízo;
aquele que não empresta o seu dinheiro com usura, nem se deixa subornar
contra o inocente. Quem assim proceder não há-de sucumbir para sempre.


Mateus 7,6.12-14.
«Não deis as coisas santas aos cães nem lanceis as vossas pérolas aos
porcos, para não acontecer que as pisem aos pés e, acometendo-vos, vos
despedacem.»
«Portanto, o que quiserdes que vos façam os homens, fazei-o também a eles,
porque isto é a Lei e os Profetas.»
«Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta e espaçoso o caminho
que conduz à perdição, e muitos são os que seguem por ele.
Como é estreita a porta e quão apertado é o caminho que conduz à vida, e
como são poucos os que o encontram!»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São Clemente de Roma, Papa de 90 a c. 100
Carta aos Coríntios, §§ 36-38 (trad. beviário)

«O caminho que conduz à vida»

Meus bem-amados eis o Caminho pelo qual encontrámos a salvação: Jesus
Cristo, o Sumo Sacerdote que apresenta as oferendas, o protector e o
auxiliador da nossa fraqueza (Heb 10, 20; 7, 27; 4, 15). Por Ele fixamos o
olhar no alto dos Céus; por Ele contemplamos como que num espelho a face
pura e sublime do Pai; por Ele se abriram os olhos do nosso coração; por
Ele a nossa inteligência limitada e obscura desabrocha para a luz; por Ele,
quis o Mestre dar-nos a saborear a sabedoria imortal, Ele que é:
«resplendor da glória do Pai [...], tão superior aos anjos quanto superior
ao deles é o nome que recebeu em herança» (Heb 1, 3-4). [...]

Consideremos o nosso corpo: a cabeça não é nada sem os pés, assim como os
pés não são nada sem a cabeça; os membros mais insignificantes que temos
são necessários e benéficos para todo o corpo; e todos contribuem para a
salvação do corpo inteiro colaborando numa submissão que os unifica (1Co
12, 12ss). Asseguremos, portanto, a salvação do corpo místico que formamos
em Cristo Jesus e que cada um de nós se submeta ao seu próximo, segundo o
carisma que recebeu. Que o forte se preocupe com o fraco e que o fraco
respeite o forte; que o rico ajude o pobre e que o pobre dê graças a Deus
que lhe concedeu alguém para o compensar da sua indigência; que o sábio
mostre a sua sabedoria não por palavras mas por boas acções; que o humilde
não dê testemunho de si mesmo mas que deixe a outro esse cuidado; que
aquele que é casto na sua carne não se glorie, sabendo que é outro que lhe
concede a continência.

Pensemos então, meus irmãos na forma como nascemos: que éramos nós quando
viemos ao mundo? De que túmulo, de que escuridão nos tirou Aquele que nos
formou, nos criou e nos introduziu neste mundo que Lhe pertence? Ele já nos
tinha preparado os seus benefícios antes mesmo do nosso nascimento. Visto
que tudo isto recebemos Dele, devemos dar-Lhe graças por tudo.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.