30 de jun de 2009

Liturgia Diária!!!

Terça-feira, dia 30 de Junho de 2009
Terça-feira da 13ª semana do Tempo Comum

Santos Protomártires da Igreja de Roma, 64-67, S. Marçal, bispo, séc. III



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Santo Agostinho : «Senhor, salva-nos!»

Leituras

Gén. 19,15-29.
Ao amanhecer, os mensageiros insistiram com Lot, dizendo-lhe: «Ergue-te,
foge com a tua mulher e as tuas duas filhas que estão aqui, a fim de não
morreres também tu no castigo da cidade.»
E como ele se demorava, os homens agarraram-no pela mão, a ele, à mulher e
às duas filhas, porque o Senhor queria poupá-los, e conduziram-nos para
fora da cidade.
Depois de os terem conduzido para fora, um dos mensageiros disse-lhe:
«Escapa-te, se quiseres conservar a tua vida. Não olhes para trás nem te
detenhas em parte alguma do vale. Foge para o monte, de contrário
morrerás.»
Lot disse-lhe: «Não, Senhor, peço-te!
Este teu servo mereceu a tua benevolência, pois demonstraste a tua imensa
generosidade para comigo, conservando-me a vida, mas não poderei fugir até
ao monte, pois a destruição atingir-me-ia antes e eu morreria.
Há aqui perto uma cidade, na qual obterei refúgio. É muito pequena; permiti
que eu vá para lá. É tão pequena! E salvarei a minha vida.»
Ele disse-lhe: «Concedo-te ainda o favor de não destruir a cidade a que te
referes.
Apressa-te, porém, a refugiar-te nela, pois nada posso fazer antes de lá
chegares.» Por isso, deram àquela cidade o nome de Soar.
Erguia-se o sol sobre a terra, quando Lot entrou em Soar.
Então, o Senhor fez cair do céu, sobre Sodoma e Gomorra, uma chuva de
enxofre e de fogo, enviada pelo Senhor.
Destruiu estas cidades, todo o vale e todos os habitantes das cidades e até
a vegetação da terra.
A mulher de Lot olhou para trás e ficou transformada numa estátua de sal.
Abraão levantou-se de manhã cedo e foi ao lugar onde tinha estado na
presença do Senhor.
Voltando os olhos para o lado de Sodoma e Gomorra e para a extensão do
vale, viu elevar-se da terra um fumo semelhante ao fumo de uma fornalha.
Ao destruir as cidades do vale, porém, Deus recordou-se de Abraão e salvou
Lot do cataclismo com que arrasou as cidades onde habitava Lot.


Salmos 26(25),2-3.9-10.11-12.
Examina me, SENHOR, e põe me à prova; purifica me os rins e o coração.
Eu tenho a tua bondade diante dos meus olhos e caminho na tua verdade.
Não me juntes com os pecadores, nem a minha vida com os homens
sanguinários.
As suas mãos estão cheias de infâmia e a sua direita está cheia de suborno.
Eu, porém, caminho na minha rectidão; salva me e tem compaixão de mim!
Os meus pés seguem por caminho recto; nas assembleias, bendirei o SENHOR.


Mateus 8,23-27.
Depois subiu para o barco e os discípulos seguiram-no.
Levantou-se, então, no mar, uma tempestade tão violenta, que as ondas
cobriam o barco; entretanto, Jesus dormia.
Aproximando-se dele, os discípulos despertaram-no, dizendo-lhe: «Senhor,
salva-nos, que perecemos!»
Disse-lhes Ele: «Porque temeis, homens de pouca fé?» Então, levantando-se,
falou imperiosamente aos ventos e ao mar, e sobreveio uma grande calma.
Os homens, admirados, diziam: «Quem é este, a quem até o vento e o mar
obedecem?»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Santo Agostinho (354 -430) Bispo de Hipona (Norte de África) e Doutor da Igreja
Meditações, cap. 37

«Senhor, salva-nos!»

Ó meu Deus, o meu coração é como um vasto mar agitado pelas tempestades:
que ele encontre em Ti a paz e o repouso. Tu ordenaste aos ventos e o mar
que se acalmassem e, sob a Tua voz, eles apaziguaram-se; vem apaziguar as
agitações do meu coração, para que tudo em mim se torne calmo e tranquilo,
para que Te possa possuir, Tu, o meu único bem, e Te possa contemplar,
suave luz dos meus olhos, sem perturbação nem obscuridade. Ó meu Deus, que
a minha alma, liberta dos pensamentos tumultuosos deste mundo, «se esconda
à sombra das Vossas asas» (Sl 16, 8). Que encontre junto de Ti um lugar de
renovação e de paz; e, repleta de alegria, possa cantar: «Deito-me em paz e
logo adormeço, porque só Vós, Senhor, fazeis que eu repouse em segurança»
(Sl 4, 9).

Que a minha alma descanse, peço-Te, ó meu Deus, que descanse da lembrança
de tudo o que está sob o céu, que desperte unicamente para Ti, como está
escrito: «Eu durmo, mas o meu coração vela» (Ct 5, 2). A minha alma só está
em paz e em segurança, ó meu Deus, debaixo das asas da Tua protecção (Sl
90, 4). Que ela permaneça eternamente em Ti e que seja abraçada pelo Teu
fogo. Que, elevando-se acima de si própria, Te contemple e cante
alegremente os Teus louvores. No meio das inquietações que me agitam, que
os Teus dons sejam a minha suave consolação, até que eu chegue a Ti, ó
verdadeira paz.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.