2 de jul de 2009

Liturgia Diária!!!

Quinta-feira, dia 02 de Julho de 2009
Quinta-feira da 13ª semana do Tempo Comum

S. Bernardino Realino, presbítero, +1616, S. João Francisco Régis, presbítero, +1640



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Cirilo de Alexandria : «A multidão ficou dominada pelo temor e glorificou a Deus, por ter dado tal poder aos homens»

Leituras

Gén. 22,1-19.
Após estas ocorrências, Deus pôs Abraão à prova e chamou-o: «Abraão!» Ele
respondeu: «Aqui estou.»
Deus disse: «Pega no teu filho, no teu único filho, a quem tanto amas,
Isaac, e vai à região de Moriá, onde o oferecerás em holocausto, num dos
montes que Eu te indicar.»
No dia seguinte de manhã, Abraão aparelhou o jumento, tomou consigo dois
servos e o seu filho Isaac, partiu lenha para o holocausto e pôs-se a
caminho para o lugar que Deus lhe tinha indicado.
Ao terceiro dia, erguendo os olhos, viu à distância aquele lugar.
Abraão chamou a este lugar: «O Senhor providenciará»; e dele ainda hoje se
diz: «Na montanha, o Senhor providenciará.»
Disse então aos servos: «Ficai aqui com o jumento; eu e o menino vamos até
além, para adorarmos; depois, voltaremos para junto de vós.»
Abraão apanhou a lenha destinada ao holocausto, entregou-a ao seu filho
Isaac e, levando na mão o fogo e o cutelo, seguiram os dois juntos.
Isaac disse a Abraão, seu pai: «Meu pai!» E ele respondeu: «Que queres, meu
filho?» Isaac prosseguiu: «Levamos fogo e lenha, mas onde está a vítima
para o holocausto?»
Abraão respondeu: «Deus proverá quanto à vítima para o holocausto, meu
filho.» E os dois prosseguiram juntos.
Chegados ao sítio que Deus indicara, Abraão construiu um altar, dispôs a
lenha, atou Isaac, seu filho, e colocou-o sobre o altar, por cima da lenha.

Depois, estendendo a mão, agarrou no cutelo, para degolar o filho.
Mas o mensageiro do Senhor gritou-lhe do céu: «Abraão! Abraão!» Ele
respondeu: «Aqui estou.»
O mensageiro disse: «Não levantes a tua mão sobre o menino e não lhe faças
mal algum, porque sei agora que, na verdade, temes a Deus, visto não me
teres recusado o teu único filho.»
Erguendo Abraão os olhos, viu então um carneiro preso pelos chifres a um
silvado. Foi buscá-lo e ofereceu-o em holocausto, em substituição do seu
filho. l
O mensageiro do Senhor chamou Abraão do céu, pela segunda vez,
e disse-lhe: «Juro por mim mesmo, declara o Senhor, que, por teres
procedido dessa forma e por não me teres recusado o teu filho, o teu único
filho,
abençoar-te-ei e multiplicarei a tua descendência como as estrelas do céu e
como a areia das praias do mar. Os teus descendentes apoderar-se-ão das
cidades dos seus inimigos.
E todas as nações da Terra se sentirão abençoadas na tua descendência,
porque obedeceste à minha voz.»
Abraão voltou para junto dos servos, e regressaram juntos a Bercheba, onde
Abraão fixou residência.


Salmos 115(113B),1-2.3-4.5-6.8-9.
Não a nós, ó SENHOR, não a nós, mas ao teu nome dá glória, pelo teu amor e
fidelidade.
Se não, os pagãos vão continuar a dizer: «Onde está o vosso Deus?»
nosso Deus, lá do céu, faz tudo o que lhe apraz.
Os ídolos dos pagãos são ouro e prata, obra das mãos dos homens:
têm boca, mas não falam; têm olhos, mas não vêem;
têm ouvidos, mas não ouvem, e nariz, mas não cheiram;
Sejam como eles os que os fabricam e todos os que neles confiam.
Casa de Israel, confia no SENHOR, porque Ele a todos ajuda e protege.


Mateus 9,1-8.
Depois disto, subiu para o barco, atravessou o mar e foi para a sua cidade.

Apresentaram-lhe um paralítico, deitado num catre. Vendo Jesus a fé deles,
disse ao paralítico: «Filho, tem confiança, os teus pecados estão
perdoados.»
Alguns doutores da Lei disseram consigo: «Este homem blasfema.»
Jesus, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: «Porque alimentais esses
maus pensamentos nos vossos corações?
Que é mais fácil dizer: 'Os teus pecados te são perdoados', ou: 'Levanta-te
e anda'?
Pois bem, para que saibais que o Filho do Homem tem, na terra, poder para
perdoar pecados disse Ele ao paralítico: 'Levanta-te, toma o teu catre e
vai para tua casa.»
E ele, levantando-se, foi para sua casa.
Ao ver isto, a multidão ficou dominada pelo temor e glorificou a Deus, por
ter dado tal poder aos homens.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São Cirilo de Alexandria (380-444), bispo e Doutor da Igreja


«A multidão ficou dominada pelo temor e glorificou a Deus, por ter dado tal poder aos homens»

O paralítico, incurável, estava deitado no seu catre. Depois de ter
esgotado a arte dos médicos, veio, levado pelos seus, ter com o único
médico verdadeiro, o médico que vem do céu. Mas, quando foi colocado em
frente Àquele que o podia curar, foi a fé dele que atraiu o olhar do
Senhor. Para mostrar claramente que esta fé destruía o pecado, Jesus
declarou imediatamente: «Os teus pecados estão perdoados». Dir-me-ão
talvez: «Este homem queria a cura da sua doença, porque é que Cristo lhe
anuncia a remissão dos seus pecados?» Foi para aprenderes que Deus vê o
coração do homem no silêncio e sem ruído, que Ele contempla os caminhos de
todos os viventes. A Escritura diz, com efeito: «O Senhor olha atentamente
para os caminhos do homem e observa os seus passos» (Prov 5, 21). [...]

No entanto, quando Cristo disse: «Os teus pecados estão perdoados», deixou
o campo livre à incredulidade da assistência; o perdão dos pecados não se
vê com os olhos da carne. Então, quando o paralítico se levanta e anda,
manifesta com evidência que Cristo possui o poder de Deus. [...]

Quem possui este poder? Somente Ele ou também nós? Nós também, com Ele. Ele
perdoa os pecados porque é o homem-Deus, o Senhor da Lei. Quanto a nós,
recebemos d'Ele esta graça admirável e maravilhosa, porque Ele quis dar ao
homem este poder. Com efeito, Ele disse aos Seus apóstolos: «Em verdade vos
digo: tudo o que desligardes na terra será desligado no céu» (Mt 18, 18). E
ainda: «Aqueles a quem perdoardes os pecados ser-lhes-ão perdoados» (Jo 20,
23).




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.