25 de jul de 2009

Liturgia Diária!!!

Sabado, dia 25 de Julho de 2009
S. Tiago, apóstolo – festa

S. Tiago, Apóstolo
S. Tiago Maior, apóstolo, mártir



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Eusébio de Cesareia : O martírio do Apóstolo São Tiago

Leituras

2 Cor. 4,7-15.
Trazemos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que se veja que este
extraordinário poder é de Deus e não é nosso.
Em tudo somos atribulados, mas não esmagados; confundidos, mas não
desesperados;
perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não aniquilados.
Trazemos sempre no nosso corpo a morte de Jesus, para que também a vida de
Jesus seja manifesta no nosso corpo.
Estando ainda vivos, estamos continuamente expostos à morte por causa de
Jesus, para que a vida de Jesus seja manifesta também na nossa carne
mortal.
Assim, em nós opera a morte, e em vós a vida.
Animados do mesmo espírito de fé, conforme o que está escrito: Acreditei e
por isso falei, também nós acreditamos e por isso falamos,
sabendo que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus, também nos há-de
ressuscitar com Jesus, e nos fará comparecer diante dele junto de vós.
E tudo isto faço por vós, para que a graça, multiplicando-se na comunidade,
faça aumentar a acção de graças, para a glória de Deus.


Salmos 126(125),1-2.3.4-5.6.
Quando o SENHOR mudou o destino de Sião, parecia-nos viver um sonho.
nossa boca encheu-se de sorrisos e a nossa língua de canções. Dizia-se,
então, entre os pagãos: «O SENHOR fez por eles grandes coisas!»
Sim, o SENHOR fez por nós grandes coisas; por isso, exultamos de alegria.
Transforma, SENHOR, o nosso destino, como as chuvas transformam o deserto
do Négueb.
Aqueles que semeiam com lágrimas, vão recolher com alegria.
ida vão a chorar, carregando e lançando as sementes; no regresso cantam de
alegria, transportando os feixes de espigas.


Mateus 20,20-28.
Aproximou-se então de Jesus a mãe dos filhos de Zebedeu, com os seus
filhos, e prostrou-se diante dele para lhe fazer um pedido.
«Que queres?» perguntou-lhe Ele. Ela respondeu: «Ordena que estes meus dois
filhos se sentem um à tua direita e o outro à tua esquerda, no teu Reino.»
Jesus retorquiu: «Não sabeis o que pedis. Podeis beber o cálice que Eu
estou para beber?» Eles responderam: «Podemos.»
Jesus replicou-lhes: «Na verdade, bebereis o meu cálice; mas, o sentar-se à
minha direita ou à minha esquerda não me pertence a mim concedê-lo: é para
quem meu Pai o tem reservado.»
Ouvindo isto, os outros dez ficaram indignados com os dois irmãos.
Jesus chamou-os e disse-lhes: «Sabeis que os chefes das nações as governam
como seus senhores, e que os grandes exercem sobre elas o seu poder.
Não seja assim entre vós. Pelo contrário, quem entre vós quiser fazer se
grande, seja o vosso servo; e
quem, no meio de vós quiser ser o primeiro, seja vosso servo.
Também o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a
sua vida para resgatar a multidão.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Eusébio de Cesareia (c. 265-340), bispo, teólogo, historiador
História Eclesiástica, II, 3, 9 (a partir da trad. SC 31, pp. 54ss. rev.)

O martírio do Apóstolo São Tiago

Se a doutrina da salvação iluminou de repente toda a terra como um raio de
sol, foi certamente graças à força e à ajuda do céu. Com efeito, de acordo
com a Sagrada Escritura, a voz dos evangelistas e dos apóstolos ressoou por
toda a terra «e a sua palavra até aos confins do mundo» [Sl 19 (18), 5]. E,
na verdade, em cada cidade, em cada burgo, qual eira cheia de trigo,
constituíam-se em massa Igrejas fortes e repletas de milhares de fiéis.
[...]
Mas, sob o reinado do imperador Cláudio, «o rei Herodes maltratou alguns
membros da Igreja. Mandou matar à espada Tiago, irmão de João» (Act 12,
1-2).

Clemente [de Alexandria] faz de Tiago uma narrativa digna de memória, de
acordo com a tradição dos seus predecessores: aquele que o levou ao
tribunal ficou emocionado ao ver o testemunho que dava e confessou que
também ele era cristão. Segundo Clemente, foram ambos conduzidos ao
suplício e, pelo caminho, ele pediu a Tiago que lhe perdoasse. Tiago
reflectiu um instante e abraçou-o, dizendo: «Que a paz seja contigo!»
Assim, foram os dois decapitados ao mesmo tempo.

Então, diz a Sagrada Escritura, vendo que a iniciativa que tomara para
matar Tiago tinha agradado a alguns, Herodes atacou igualmente a Pedro e
lançou-o no cárcere. Por pouco este não morreu também. Mas, graças a uma
manifestação divina, um anjo apresentou-se ao Apóstolo durante a noite e
soltou-o miraculosamente das cadeias: libertou-o para o ministério de
pregação (Act 12, 4-17).




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.