31 de ago de 2009

São Raimundo Nonato

Liturgia Diária!!!

Segunda-feira, dia 31 de Agosto de 2009
Segunda-feira da 22ª semana do Tempo Comum

São Raimundo Nonato, presbítero, +1240



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Boaventura : «Não é este o filho de José?»

Leituras

1 Tess. 4,13-18.
Irmãos, não queremos deixar-vos na ignorância a respeito dos que faleceram,
para não andardes tristes como os outros, que não têm esperança.
De facto, se acreditamos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus
reunirá com Jesus os que em Jesus adormeceram.
Eis o que vos dizemos, baseando-nos numa palavra do Senhor: nós, os vivos,
os que ficarmos para a vinda do Senhor, não precederemos os que faleceram;
pois o próprio Senhor, à ordem dada, à voz do arcanjo e ao som da trombeta
de Deus, descerá do Céu, e os mortos em Cristo ressurgirão primeiro.
Em seguida nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente
com eles sobre as nuvens, para irmos ao encontro do Senhor nos ares, e
assim estaremos sempre com o Senhor.
Consolai-vos, pois, uns aos outros com estas palavras.


Salmos 96,1.3.4-5.11-12.13.
Cantai ao SENHOR um cântico novo, cantai ao SENHOR, terra inteira!
Anunciai aos pagãos a sua glória e a todos os povos, as suas maravilhas.
Porque o SENHOR é grande e digno de louvor, mais temível que todos os
deuses.
Os deuses dos pagãos não valem nada; foi o SENHOR quem criou os céus.
Alegrem se os céus, exulte a terra! Ressoe o mar e tudo o que nele existe!
Alegrem se os campos e todos os seus frutos, exultem de alegria todas as
árvores dos bosques
na presença do SENHOR, que se aproxima e vem para governar a terra! Ele
governará o mundo com justiça e os povos, com a sua fidelidade.


Lucas 4,16-30.
Veio a Nazaré, onde tinha sido criado. Segundo o seu costume, entrou em dia
de sábado na sinagoga e levantou-se para ler.
Entregaram-lhe o livro do profeta Isaías e, desenrolando-o, deparou com a
passagem em que está escrito:
«O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me ungiu para anunciar a
Boa-Nova aos pobres; enviou-me a proclamar a libertação aos cativos e, aos
cegos, a recuperação da vista; a mandar em liberdade os oprimidos,
a proclamar um ano favorável da parte do Senhor.»
Depois, enrolou o livro, entregou-o ao responsável e sentou-se. Todos os
que estavam na sinagoga tinham os olhos fixos nele.
Começou, então, a dizer-lhes: «Cumpriu-se hoje esta passagem da Escritura,
que acabais de ouvir.»
Todos davam testemunho em seu favor e se admiravam com as palavras repletas
de graça que saíam da sua boca. Diziam: «Não é este o filho de José?»
Disse-lhes, então: «Certamente, ides citar-me o provérbio: 'Médico, cura-te
a ti mesmo.' Tudo o que ouvimos dizer que fizeste em Cafarnaúm, fá-lo
também aqui na tua terra.»
Acrescentou, depois: «Em verdade vos digo: Nenhum profeta é bem recebido na
sua pátria.
Posso assegurar-vos, também, que havia muitas viúvas em Israel no tempo de
Elias, quando o céu se fechou durante três anos e seis meses e houve uma
grande fome em toda a terra;
contudo, Elias não foi enviado a nenhuma delas, mas sim a uma viúva que
vivia em Sarepta de Sídon.
Havia muitos leprosos em Israel, no tempo do profeta Eliseu, mas nenhum
deles foi purificado senão o sírio Naaman.»
Ao ouvirem estas palavras, todos, na sinagoga, se encheram de furor.
E, erguendo-se, lançaram-no fora da cidade e levaram-no ao cimo do monte
sobre o qual a cidade estava edificada, a fim de o precipitarem dali
abaixo.
Mas, passando pelo meio deles, Jesus seguiu-o seu caminho.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São Boaventura (1221-1274), franciscano, Doutor da Igreja
Meditações sobre a vida de Cristo; Opera omnia, t. 12, pp. 530ss. (a partir da trad. Bouchet, Lectionnaire, p. 67 rev.)

«Não é este o filho de José?»

Parecem ter alcançado o grau mais alto esses que, com todo o coração e sem
fingimento, são de tal maneira senhores de si, que nada mais procuram do
que ser desprezados, não ser tidos em conta e viver na humildade. [...]
Enquanto não chegardes aí, pensai que nada fizestes. Com efeito, como somos
todos «servos inúteis», nas palavras do Senhor (Lc 17, 10), mesmo que
façamos tudo bem, enquanto não alcançarmos este grau de humildade não
estaremos na verdade, mas estaremos e caminharemos na vaidade. [...]Sabes também que o Senhor Jesus começou por fazer antes de ensinar.
Mais tarde, haveria de dizer: «Aprendei de Mim que sou manso e humilde de
coração» (Mt 11, 29). E quis praticá-lo realmente, sem fingimento. Fê-lo de
todo o coração, como era manso e humilde de todo o coração e em verdade.
Nele não havia dissimulação (cf. 2Cor 1, 19). Estava de tal maneira
mergulhado na humildade, no desprezo e na abjecção, aniquilara-Se de tal
maneira aos olhos de todos, que quando começou a pregar e a anunciar as
maravilhas de Deus, e a fazer milagres e coisas admiráveis, ninguém Lhe
dava valor, antes O desprezavam e troçavam Dele dizendo: «Não é este o
filho do carpinteiro?», e outras coisas parecidas. Assim se cumpre a
palavra de São Paulo: «Aniquilou-Se a Si mesmo, tomando a condição de
servo» (Fil 2, 7), e não apenas de servo comum, pela encarnação, mas de um
servo inútil, através da Sua vida humilde e desprezada.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


30 de ago de 2009

São Cesário de Arles

Liturgia Diária!!!

Domingo, dia 30 de Agosto de 2009
22º Domingo do Tempo Comum - Ano B

Vigésimo Segundo Domingo do Tempo Comum (semana II do saltério)
Beata Joana Jugan, religiosa, +1879, Santa Tecla, virgem, mártir, séc. I



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Concílio Vaticano II : A paz procede do coração de cada homem

Leituras

Deut. 4,1-2.6-8.
«Agora, Israel, ouve as leis e os preceitos que eu hoje vos ensino.
Ponde-os em prática para que vivais e chegueis a possuir a terra que o
Senhor, Deus dos vossos pais, vos há-de dar.
Nada acrescentareis ao que hoje vos prescrevo e nada eliminareis, guardando
os mandamentos do Senhor, vosso Deus, tal como eu vos prescrevo.
Observai-os e ponde-os em prática, porque isso manifestará a vossa
sabedoria e a vossa inteligência aos olhos dos povos que, ao terem
conhecimento de todas estas leis, dirão: 'Que povo sábio e inteligente é
esta grande nação!'
Com efeito, que grande nação haverá que tenha um deus tão próximo de si
como está próximo de nós o Senhor, nosso Deus, sempre que o invocamos?
E que grande nação haverá, que possua leis e preceitos tão justos como esta
lei que eu hoje vos apresento?


Salmos 15(14),2-3.4.5.
Aquele que leva uma vida sem mancha, pratica a justiça e diz a verdade com
todo o coração;
aquele cuja língua não levanta calúnias e não faz mal ao seu próximo, nem
causa prejuízo a ninguém;
aquele que despreza o que é desprezível, mas estima os que temem o SENHOR;
aquele que não falta ao juramento, mesmo em seu prejuízo;
aquele que não empresta o seu dinheiro com usura, nem se deixa subornar
contra o inocente. Quem assim proceder não há-de sucumbir para sempre.


Tiago 1,17-18.21-22.27.
Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das
luzes, no qual não há mudanças nem períodos de sombra.
Por sua livre decisão, nos gerou com a palavra da verdade, para sermos como
que as primícias das suas criaturas.
Rejeitai, pois, toda a imundície e todo o vestígio de malícia e recebei com
mansidão a Palavra em vós semeada, a qual pode salvar as vossas almas.
Mas tendes de a pôr em prática e não apenas ouvi-la, enganando-vos a vós
mesmos.
A religião pura e sem mácula diante daquele que é Deus e Pai é esta:
visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e não se deixar
contaminar pelo mundo.


Marcos 7,1-8.14-15.21-23.
Os fariseus e alguns doutores da Lei vindos de Jerusalém reuniram-se à
volta de Jesus,
e viram que vários dos seus discípulos comiam pão com as mãos impuras, isto
é, por lavar.
É que os fariseus e todos os judeus em geral não comem sem ter lavado e
esfregado bem as mãos, conforme a tradição dos antigos;
ao voltar da praça pública, não comem sem se lavar; e há muitos outros
costumes que seguem, por tradição: lavagem das taças, dos jarros e das
vasilhas de cobre.
Perguntaram-lhe, pois, os fariseus e doutores da Lei: «Porque é que os teus
discípulos não obedecem à tradição dos antigos e tomam alimento com as mãos
impuras?»
Respondeu: «Bem profetizou Isaías a vosso respeito, hipócritas, quando
escreveu: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de
mim.
Vazio é o culto que me prestam e as doutrinas que ensinam não passam de
preceitos humanos.
Descurais o mandamento de Deus, para vos prenderdes à tradição dos homens.»

Chamando de novo a multidão, dizia: «Ouvi-me todos e procurai entender.
Nada há fora do homem que, entrando nele, o possa tornar impuro. Mas o que
sai do homem, isso é que o torna impuro.
Porque é do interior do coração dos homens que saem os maus pensamentos, as
prostituições, roubos, assassínios,
adultérios, ambições, perversidade, má fé, devassidão, inveja,
maledicência, orgulho, desvarios.
Todas estas maldades saem de dentro e tornam o homem impuro.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Concílio Vaticano II
Constituição dogmática sobre a Igreja no mundo actual, «Gaudium et Spes», § 82

A paz procede do coração de cada homem

As sondagens até agora diligente e incansavelmente levadas a cabo acerca
dos problemas da paz e do desarmamento, bem como as reuniões internacionais
que trataram deste assunto, devem ser consideradas os primeiros passos para
a resolução de tão graves problemas e devem no futuro promover-se ainda com
mais empenho, para se obterem resultados práticos. No entanto, evitem os
homens entregar-se apenas aos esforços de alguns, sem se preocuparem com a
própria mentalidade. [...]Nada aproveitarão com dedicar-se à
edificação da paz enquanto os sentimentos de hostilidade, desprezo e
desconfiança, os ódios raciais e os preconceitos ideológicos dividirem os
homens e os opuserem uns aos outros. Donde a enorme necessidade de uma
renovação na educação das mentalidades e na orientação da opinião pública.
Aqueles que se consagram à obra da educação, sobretudo da juventude, ou que
formam a opinião pública, considerem como gravíssimo dever o de procurar
formar as mentalidades de todos para novos sentimentos pacíficos. Todos nós
temos, com efeito, de reformar o nosso coração, com os olhos postos no
mundo inteiro e naquelas tarefas que podemos realizar juntos para o
progresso da humanidade.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


29 de ago de 2009

Martírio de São João Batista

Liturgia Diária!!!

Sabado, dia 29 de Agosto de 2009
Martírio de S. João Baptista – Memória

Martírio de S. João Baptista



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Beda : Precursor na morte como na vida

Leituras

Jer. 1,17-19.
Tu, porém, cinge os teus rins, levanta-te e diz-lhes tudo o que Eu te
ordenar. Não temas diante deles; se não, serei Eu a fazer-te temer na sua
presença.
E eis que hoje te estabeleço como cidade fortificada, como coluna de ferro
e muralha de bronze, diante de todo este país, dos reis de Judá e de seus
chefes, dos sacerdotes e do povo da terra.
Far-te-ão guerra, mas não hão-de vencer, porque Eu estou contigo para te
salvar» – oráculo do Senhor.


Salmos 71(70),1-2.3-4.5-6.15.17.
Em ti, SENHOR, me refugio, jamais serei confundido.
Pela tua justiça, livra me e protege me; inclina para mim os teus ouvidos e
salva me.
Sê a minha protecção e o refúgio onde me acolho. Tu prometeste salvar-me,
pois és o meu rochedo e a minha
Meu Deus, livra me das mãos do ímpio, das mãos do opressor e do violento.
Tu és a minha esperança, ó Senhor DEUS, e a minha confiança desde a
juventude.
Em ti me apoio desde o seio materno, desde o ventre materno és o meu
protector; és o objecto contínuo do m
A minha boca proclamará a tua justiça, e todo o dia anunciarei a tua
salvação, sabendo bem que ela é inen
Instruíste me, ó Deus, desde a minha juventude e até hoje anunciei sempre
as tuas maravilhas.


Marcos 6,17-29.
Na verdade, tinha sido Herodes quem mandara prender João e pô-lo a ferros
na prisão, por causa de Herodíade, mulher de Filipe, seu irmão, que ele
desposara.
Porque João dizia a Herodes: «Não te é lícito ter contigo a mulher do teu
irmão.»
Herodíade tinha-lhe rancor e queria dar-lhe a morte, mas não podia,
porque Herodes temia João e, sabendo que era homem justo e santo,
protegia-o; quando o ouvia, ficava muito perplexo, mas escutava-o com
agrado.
Mas chegou o dia oportuno, quando Herodes, pelo seu aniversário, ofereceu
um banquete aos grandes da corte, aos oficiais e aos principais da
Galileia.
Tendo entrado e dançado, a filha de Herodíade agradou a Herodes e aos
convidados. O rei disse à jovem: «Pede-me o que quiseres e eu to darei.»
E acrescentou, jurando: «Dar-te-ei tudo o que me pedires, nem que seja
metade do meu reino.»
Ela saiu e perguntou à mãe: «Que hei-de pedir?» A mãe respondeu: «A cabeça
de João Baptista.»
Voltando a entrar apressadamente, fez o seu pedido ao rei, dizendo: «Quero
que me dês imediatamente, num prato, a cabeça de João Baptista.»
O rei ficou desolado; mas, por causa do juramento e dos convidados, não
quis recusar.
Sem demora, mandou um guarda com a ordem de trazer a cabeça de João. O
guarda foi e decapitou-o na prisão;
depois, trouxe a cabeça num prato e entregou-a à jovem, que a deu à mãe.
Tendo conhecimento disto, os discípulos de João foram buscar o seu corpo e
depositaram-no num sepulcro.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São Beda, o Venerável (c. 673-735), monge, Doutor da Igreja
Hino ao Martírio de São João Baptista; PL 94, 630

Precursor na morte como na vida

Ilustre precursor da graça e mensageiro da verdade,João Baptista,
tocha de Cristo,torna-se evangelista da Luz eterna.O testemunho
profético que não cessou de darcom a sua mensagem, com toda a sua
vida e a sua actividade,assinala-o hoje com o seu sangue e o seu
martírio.Sempre tinha precedido o Mestre:ao nascer, anunciara a
Sua vinda a este mundo.Ao baptizar os penitentes do Jordão,tinha prefigurado Aquele que vinha instituir o Seu baptismo.E a
morte de Cristo redentor, seu Salvador, que deu a vida ao mundo,também João Baptista a viveu antecipadamente,derramando o seu
sangue por Ele, por amor.Bem pode um tirano cruel metê-lo na
prisão e a ferros,em Cristo, as correntes não conseguem prenderaquele que um coração livre abre para o Reino.Como poderiam a
escuridão e as torturas de um cárcere sombriodominar aquele que vê a
glória de Cristo,e que recebe Dele os dons do Espírito?Voluntariamente oferece a cabeça ao gládio do carrasco;como pode
perder a cabeçaaquele que tem a Cristo por seu chefe?Hoje
sente-se feliz por completar o seu papel de precursorcom a sua patida
deste mundo.Aquele de Quem dera testemunho em vida,Cristo que
vem e que já aqui está,hoje o proclama a sua morte.Poderia a
mansão dos mortos reter esta mensagem que lhe foge?Alegram-se os
justos, os profetas e os mártires,que com ele vão ao encontro do
Salvador.Todos eles rodeiam João com amor e louvores.E com ele
suplicam a Cristo que venha finalmente ter com os Seus.Oh
grande precursor do Redentor, Ele não tarda,Aquele que te libertará
para sempre da morte.Conduzido pelo teu Senhor,entra na glória
com os santos!




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


28 de ago de 2009

Santo Agostinho

Liturgia Diária!!!

Sexta-feira, dia 28 de Agosto de 2009
Sexta-feira da 21ª semana do Tempo Comum

Santo Agostinho, bispo, Doutor da Igreja, +430



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Gregório de Nazianzo : «Aí vem o noivo!»

Leituras

1 Tess. 4,1-8.
Quanto ao resto, irmãos, pedimo-vos e exortamo-vos no Senhor Jesus Cristo,
a fim de que, tendo aprendido de nós o modo como se deve caminhar e agradar
a Deus – e já o fazeis – assim progridais sempre mais.
Conheceis bem que preceitos vos demos da parte do Senhor Jesus.
Esta é, na verdade, a vontade de Deus: a vossa santificação; que vos
afasteis da devassidão,
que cada um de vós saiba possuir o seu corpo em santidade e honra,
sem se deixar levar pelo desejo da paixão como os pagãos que não conhecem
Deus.
Que ninguém, nesta matéria, defraude e se aproveite do seu irmão, porque o
Senhor vinga tudo isto, como já vos dissemos e testemunhámos.
Com efeito, Deus não nos chamou à impureza mas à santidade.
Pois quem despreza estes preceitos não despreza um homem, mas o próprio
Deus, que vos dá o seu Espírito Santo.


Salmos 97,1.2.5-6.10.11-12.
O SENHOR é rei: alegre se a terra e rejubile a multidão das ilhas!
Ele está rodeado de nuvens e escuridão; a justiça e o direito são a base
do seu trono.
As montanhas derretem se, como cera, diante do Senhor de toda a terra.
Os céus proclamam a justiça de Deus e todos os povos contemplam a sua
grandeza.
O SENHOR ama os que odeiam o mal, protege a vida dos seus fiéis e livra
os das mãos dos inimigos.
A luz desponta para os justos, e a alegria, para os rectos de coração.
Alegrai-vos, justos, no SENHOR, proclamai que o seu nome é santo!


Mateus 25,1-13.
«O Reino do Céu será semelhante a dez virgens que, tomando as suas
candeias, saíram ao encontro do noivo.
Ora, cinco delas eram insensatas e cinco prudentes.
As insensatas, ao tomarem as suas candeias, não levaram azeite consigo;
enquanto as prudentes, com as suas candeias, levaram azeite nas almotolias.

Como o noivo demorava, começaram a dormitar e adormeceram.
A meio da noite, ouviu-se um brado: 'Aí vem o noivo, ide ao seu encontro!'
Todas aquelas virgens despertaram, então, e aprontaram as candeias.
As insensatas disseram às prudentes: 'Dai-nos do vosso azeite, porque as
nossas candeias estão a apagar-se.'
Mas as prudentes responderam: 'Não, talvez não chegue para nós e para vós.
Ide, antes, aos vendedores e comprai-o.'
Mas, enquanto foram comprá-lo, chegou o noivo; as que estavam prontas
entraram com ele para a sala das núpcias, e fechou-se a porta.
Mais tarde, chegaram as outras virgens e disseram: 'Senhor, senhor,
abre-nos a porta!'
Mas ele respondeu: 'Em verdade vos digo: Não vos conheço.'
Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São Gregório de Nazianzo (330-390), bispo e Doutor da Igreja
Sobre o Santo Baptismo, Discurso 40, 46; PG 36, 425 (a partir da trad. Delhougne, Les Pères commentent, p. 154)

«Aí vem o noivo!»

Imediatamente após o teu baptismo, ficarás de pé diante do grande santuário
para significar a glória do mundo que está para vir. O canto dos salmos que
te acolherá é o prelúdio dos louvores celestes. As candeias que acenderás
prefiguram esse cortejo de luzes que conduzirá ao noivo as nossas almas
resplandecentes e virgens, munidas das candeias brilhantes da fé.

Tenhamos o cuidado de não nos abandonarmos ao sono, por descuido, não vá
Aquele que esperamos surgir de improviso sem que O tenhamos visto chegar.
Não nos deixemos ficar sem provisões de azeite e de boas obras, não
aconteça que sejamos excluídos da sala de núpcias. [...] O noivo entrará
com grande pressa. As almas prudentes entrarão com Ele. As outras,
atarefadas a preparar as suas candeias, não disporão de tempo para entrar e
serão deixadas de fora, no meio das lamentações. Só demasiado tarde se
darão conta do que perderam devido ao seu descuido. [...]

Elas assemelhar-se-ão também àqueles convidados para as núpcias que um
nobre pai celebra em honra de um noivo nobre e que se recusam a tomar parte
nelas: um, porque acabava de se casar; outro porque acabava de comprar um
campo; um terceiro porque adquirira uma parelha de bois (Lc 14, 18ss.).
[...] Porque não há lugar no céu para o orgulhoso e o descuidado, para o
homem sem vestes convenientes, que não usa o trajo de núpcias (Mt 22, 11),
ainda que na terra ele fosse considerado digno do esplendor celeste, e se
tivesse introduzido furtivamente no grupo dos fiéis, alimentado de falsas
esperanças.

Que acontecerá em seguida? O Noivo sabe o que nos ensinará quando
estivermos no céu e sabe que relações estabelecerá com as almas que aí
tenham entrado com Ele. Creio que viverá em sua companhia e lhes ensinará
os mistérios mais perfeitos e mais puros.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


27 de ago de 2009

Informativo Cléofas - 27/08/09

Informativo Cléofas, 27 de Agosto de 2009 - Ano IV - Número 134

Notícias do Programa Escola da Fé

+ Brasil: Acordo entre governo e Santa Sé não é polêmico, diz presidente da CNBB
+ Só gerenciamento moderno não garante justiça, diz arcebispo
+ Entregar a vida a Cristo a pesar do “escândalo” da fé, pede o Papa Bento XVI
+ Leigos da Venezuela denunciam atentados de nova lei de educação
+ Mickey Rourke agradece a Deus e sua fé católica por "segunda oportunidade"
+ Os 800 Mártires de Otranto
+ Estamos dispostos a ir à prisão antes que acatar lei do aborto, dizem ginecologistas
+ Igreja luterana dos EUA permitirá que gays se tornem pastores
+ Fifa quer proibir orações no Mundial da África
+ Mobilização no Facebook contra proibição dos crucifixos na Espanha




+ leia mais

O programa Escola da Fé, é exibido toda a quinta-feira às 20h30 na TV Canção Nova (Link))


Perguntas e Respostas

+ O que simboliza o Pelicano para a igreja?
+ Que história é essa de que os anjos pecaram e surgiu o inferno?
+ Posso rezar o Terço caminhando ou pela TV?

+ Existe Santa Sara, protetora das estéreis?

+ índice


Blog do Prof. Felipe

“É GRANDE ESTE MISTÉRIO”

Ao falar do matrimônio, São Paulo diz que “é grande este mistério” (Ef 5,32). E o Apóstolo explica que é grande porque “se refere a Cristo e à Igreja”. Jesus referiu-se a Ele como o Esposo, presente entre os convidados daquela bodas: “o Esposo está com eles” (Mt 9,15). Com esta imagem, Ele indicava quanto o amor de Deus para com o homem se reflete no amor de um homem e uma mulher, unidos em matrimônio.

Jesus se apresenta como o Esposo, na sua Pessoa ele revela Deus como o Esposo do povo, de Israel no Antigo Testamento e da Igreja na Nova Aliança. João Paulo II dizia que “o amor humano é a grande analogia para se falar do amor de Deus”. E também a relação sexual do casal assim unido significa algo muito além da mera genitalidade, é transcendente, pois não existe na terra nenhuma outra relação que exprima mais fortemente a intimidade que Deus deseja ter com cada um de nós hoje e sempre. Por isso, o prazer do ato sexual foi dado por Deus e é legítimo e licito para o casal unido pelo matrimônio; esse prazer é uma amostra, um sinal, um indício, do que será a alegria da união eterna com Deus. Esse prazer estonteante é como que uma porta aberta para “o que Deus tem preparado para os que amam”, como disse S. Paulo (1Cor 1,9).

Uma vez que a união conjugal foi transformada em um sacramento por Jesus, a sua união envolve o próprio Deus, que dá grande sentido ao ato sexual. O Concilio Vaticano II disse que “o legítimo amor conjugal é assumido no amor divino” (GS).

O casal nunca pode esquecer que o ato sexual é a celebração do seu amor; por isso ele vai sempre além das aparências e do prazer; por isso, deve ser um ato sem pressa, respeitando o ritmo do outro e seus limites. Cada um deve ter a liberdade de comunicar ao outro as suas dificuldades, seus desejos, sem fingimento e sem constrangimento, para aprimorar esta “celebração do amor conjugal”. Isso faz com que a relação sexual do casal mude com o tempo, e vá se ajustando às necessidades de cada um...(...)

leia mais


Livro da Semana

Os Sete Sacramentos
À Luz do Catecismo da Igreja e do Código de Direito Canônico

A salvação que Cristo nos conquistou pela sua morte e ressurreição, chegam a nós pelos sete Sacramentos que ele mesmo instituiu e confiou à Sua Igreja para ministrá-los. Este livro apresenta os Sacramentos à luz do Catecismo da Igreja Católica e do Código de Direito Canônico, e apresenta também o Rito de celebração de cada um deles, a fim de que você possa conhecer como a Igreja os ensina e ministra.


Ficha Técnica
Editora: Cléofas
ISBN: 85-88158-16-7
Ano: 2004
Edição: 3
Número de páginas: 208
Idioma: Português (BR)
Acabamento: Brochura
Formato: 14x21 cm


+ comprar


* Caso não deseje mais receber a newsletter, entre em contato e escolha o assunto "Newsletter - REMOVER"
** Veja nossas regras para a newsletter aqui.
Lançamento



Jesus Sinal de Contradição

14x21 cm - 264 páginas


Shopping Cléofas



A Intercessão e o Culto dos Santos

14x21 cm - 144 páginas



Orações de Todos os Tempos da Igreja

12x17 cm - 392 páginas



© 2009 - Editora Cléofas

Santa Mônica

Liturgia Diária!!!

Quinta-feira, dia 27 de Agosto de 2009
Quinta-feira da 21ª semana do Tempo Comum

Santa Mónica, viúva, mãe de Santo Agostinho, +387



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Bernardo : A meio da noite

Leituras

1 Tess. 3,7-13.
encontrámos reconforto em vós, irmãos, graças à vossa fé, no meio de todas
as nossas angústias e tribulações.
Agora sentimo-nos com mais vida, porque estais firmes no Senhor.
Que acção de graças poderemos nós dar a Deus por toda a alegria que
gozamos, devido a vós, diante do nosso Deus?
Nós que, noite e dia, insistentemente, pedimos para rever o vosso rosto e
completar o que falta à vossa fé?
Que o próprio Deus, nosso Pai, e Nosso Senhor Jesus nos encaminhem até vós.

O Senhor vos faça crescer e superabundar de caridade uns para com os outros
e para com todos, tal como nós para convosco;
que Ele confirme os vossos corações irrepreensíveis na santidade diante de
Deus, nosso Pai, por ocasião da vinda de Nosso Senhor Jesus com todos os
seus santos.


Salmos 90(89),3-4.12-13.14.17.
Tu podes reduzir o homem ao pó, dizendo apenas: "Voltai ao pó, seres
humanos!"
Mil anos, diante de ti, são como o dia de ontem, que passou, ou como uma
vigília da noite.
Ensina nos a contar assim os nossos dias, para podermos chegar ao coração
da sabedoria.
Volta, SENHOR! Até quando...? Tem compaixão dos teus servos.
Sacia nos pela manhã com os teus favores, para podermos cantar e exultar
todos os dias.
Venham sobre nós as graças do Senhor, nosso Deus! Confirma em nosso favor a
obra das nossas mãos; faz prosperar a obra das nossas mãos.


Mateus 24,42-51.
Vigiai, pois, porque não sabeis em que dia virá o vosso Senhor.
Ficai sabendo isto: Se o dono da casa soubesse a que horas da noite viria o
ladrão, estaria vigilante e não deixaria arrombar a casa.
Por isso, estai também preparados, porque o Filho do Homem virá na hora em
que não pensais.»
«Quem julgais que é o servo fiel e prudente, que o senhor pôs à frente da
sua família para os alimentar a seu tempo?
Feliz esse servo a quem o senhor, ao voltar, encontrar assim ocupado.
Em verdade vos digo: Há-de confiar-lhe todos os seus bens.
Mas, se um mau servo disser consigo mesmo: 'O meu senhor está a demorar',
e começar a bater nos seus companheiros, a comer e a beber com os ébrios,
o senhor desse servo virá no dia em que ele não o espera e à hora que ele
desconhece;
vai afastá-lo e dar-lhe um lugar com os hipócritas. Ali haverá choro e
ranger de dentes.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São Bernardo (1091-1153), monge cisterciense e Doutor da Igreja
Sermão 1 para o Advento (a partir da trad. cf. Sr Isabelle de la Source, Lire la Bible, t. 6, p. 137)

A meio da noite

Quando veio o Salvador? Não veio no princípio dos tempos, nem no meio, mas
no fim. E teve uma razão para isto. Muito sabiamente, a Sabedoria divina,
ciente de que os filhos de Adão são dados à ingratidão, considerou que só
devia valer-lhes com o seu socorro quando estivessem na maior
necessidade.

E já, em verdade, a noite ia caindo e o dia estava no ocaso, «o sol da
justiça» tinha pouco a pouco desaparecido (Lc 24, 29; Ml 3, 20); já
espalhava sobre a terra um luar incerto e um fraco calor, apenas. De facto,
a luz do conhecimento de Deus minguara muito e o calor da caridade
esfriaria, na sequência de uma crescente iniquidade (Mt 24, 12). Os anjos
já não apareciam, já não havia oráculos de profetas; tinham desaparecido,
acabado, como que vencidos perante o extremo endurecimento dos homens e a
sua obstinação. Foi nesse momento que o Filho afirmou: «Então eu digo:
Estou aqui!» (Sl 39, 8). Sim, na hora em que um silêncio profundo tudo
envolvia, e a noite ia a meio do seu curso, a Tua Palavra toda-poderosa,
Senhor, desceu do céu, do Seu trono real (Sb 18, 14). Tal como disse o
apóstolo Paulo: «Quando chegou a plenitude do tempo, Deus enviou o Seu
Filho» (Gal 4, 4).




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


26 de ago de 2009

São Zeferino

Liturgia Diária!!!

Quarta-feira, dia 26 de Agosto de 2009
Quarta-feira da 21ª semana do Tempo Comum

S. Zeferino, papa, mártir, +217, Santa Teresa de Jesus Jornet e Ibars, virgem, fundadora, +1897, Santa Micaela do Santíssimo Sacramento, religiosa, fundadora, +1865



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Bernardo : «Cria em mim, ó Deus, um coração puro» (Sl 50, 12)

Leituras

1 Tess. 2,9-13.
Na verdade, irmãos, recordais-vos dos nossos esforços e das nossas
canseiras: trabalhando noite e dia para não sermos um peso a nenhum de vós,
anunciámo-vos o Evangelho de Deus.
Vós sois testemunhas, e Deus também, de como nos comportámos de modo recto,
justo e irrepreensível para convosco, os que acreditastes.
Sabeis que, tal como um pai trata cada um dos seus filhos, também a cada um
de vós
exortámos, encorajámos e advertimos a caminhar de maneira digna de Deus,
que vos chama ao seu reino e à sua glória.
Por isso, damos continuamente graças a Deus, porque, tendo recebido a
palavra de Deus, que nós vos anunciámos, vós a acolhestes não como palavra
de homens, mas como ela é verdadeiramente, palavra de Deus, a qual também
actua em vós que acreditais.


Salmos 139(138),7-8.9-10.11-12.
Onde é que eu poderia ocultar-me do teu espírito? Para onde poderia fugir
da tua presença?
Se subir aos céus, Tu lá estás; se descer ao mundo dos mortos, ali te
encontras.
Se voar nas asas da aurora ou for morar nos confins do mar
mesmo aí a tua mão há-de guiar-me e a tua direita me sustentará.
Se disser: «Talvez as trevas me possam esconder, ou a luz se transforme em
noite à minha volta»,
nem as trevas me ocultariam de ti e a noite seria, para ti, brilhante como
o dia. A luz e as trevas seriam a mesma coisa!


Mateus 23,27-32.
Ai de vós, doutores da Lei e fariseus hipócritas, porque sois semelhantes a
sepulcros caiados: formosos por fora, mas, por dentro, cheios de ossos de
mortos e de toda a espécie de imundície!
Assim também vós: por fora pareceis justos aos olhos dos outros, mas por
dentro estais cheios de hipocrisia e de iniquidade.
Ai de vós, doutores da Lei e fariseus hipócritas, que edificais sepulcros
aos profetas e adornais os túmulos dos justos,
dizendo: 'Se tivéssemos vivido no tempo dos nossos pais, não teríamos sido
seus cúmplices no sangue dos profetas!'
Deste modo, confessais que sois filhos dos que assassinaram os profetas.
Acabai, então, de encher a medida dos vossos pais!


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

São Bernardo (1091-1153), monge cistercense e Doutor da Igreja
2º sermão para o 1º dia da Quaresma, 5; PL 183, 172-174 (a partir da trad. Bouchet, Lectionnaire, p. 143)

«Cria em mim, ó Deus, um coração puro» (Sl 50, 12)

«Rasgai os vossos corações, e não as vossas vestes», diz o profeta (Jl 2,
13). Qual de entre vós tem uma vontade particularmente submissa à teimosia?
Que rasgue o seu coração com a espada do Espírito, que não é outra senão a
Palavra de Deus. Que o rasgue e o reduza a pó, porque ninguém pode
converter-se ao Senhor se não com o coração quebrado. [...] Escuta um homem
que Deus encontrou de acordo com o Seu coração: «O meu coração está firme,
ó Deus, o meu coração está firme» (Sl 56, 8). Está firme para a
adversidade, está firme para a prosperidade, está pronto para as coisas
humildes, está pronto para aquelas que são elevadas, está pronto para o que
ordenares. [...] «O meu coração está firme, ó Deus, o meu coração está
firme». Quem está, como David, pronto a partir, a entrar e a caminhar
segundo a vontade do Rei?




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


25 de ago de 2009

Novo Podcast CEFAScast

Estamos com mais um novo episódio do nosso podcast agora bem melhor formatado.
Visite-nos, ouça, baixe e comente!
Traremos logo, logo, formações, pregações, entrevistas, etc.
Não perca!
Destacamos a fala de Dom Hector Agner sobre a importância de todo católico ter e ler o Catecismo da Igreja!
Clique na imagem abaixo e ouça já!
Deus te abençoe!

São Luís

Liturgia Diária!!!

Terça-feira, dia 25 de Agosto de 2009
Terça-feira da 21 semana do Tempo Comum

S. José de Calasanz, presbítero, educador, +1648, S. Luís (IX), rei de França, +1270, Beato Miguel de Carvalho, presbítero, mártir, +1624



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Orígenes : «Limpa antes o interior do copo»

Leituras

1 Tess. 2,1-8.
Irmãos, vós próprios bem sabeis que não foi vã a nossa estadia entre vós;
mas, tendo sofrido e sido insultados em Filipos, como sabeis, sentimo-nos
encorajados no nosso Deus a anunciar-vos o Evangelho de Deus no meio de
grande luta.
É que a nossa exortação não se inspirava nem no erro, nem na má fé, nem no
engano.
Como fomos postos à prova por Deus para nos ser confiado o Evangelho, assim
falamos, não para agradar aos homens mas a Deus, que põe à prova os nossos
corações.
Por isso, nunca nos apresentámos com palavras de adulação, como sabeis, nem
com pretextos de ambição. Deus é testemunha.
Nem procurámos glória da parte dos homens, nem de vós, nem de outros.
Quando nos poderíamos impor como apóstolos de Cristo, fomos, antes,
afectuosos no meio de vós, como uma mãe que acalenta os seus filhos quando
os alimenta.
Tanta afeição sentíamos por vós, que desejávamos ardentemente partilhar
convosco não só o Evangelho de Deus mas a própria vida, tão queridos nos
éreis.


Salmos 139(138),1-3.4-6.
SENHOR, Tu examinaste-me e conheces-me,
sabes quando me sento e quando me levanto; à distância conheces os meus
pensamentos.
Vês-me quando caminho e quando descanso; estás atento a todos os meus
passos.
Ainda a palavra me não chegou à boca, já Tu, SENHOR, a conheces
perfeitamente.
Tu me envolves por todo o lado e sobre mim colocas a tua mão.
uma sabedoria profunda, que não posso compreender; tão sublime, que a não
posso atingir!


Mateus 23,23-26.
Ai de vós, doutores da Lei e fariseus hipócritas, porque pagais o dízimo da
hortelã, do funcho e do cominho e desprezais o mais importante da Lei: a
justiça, a misericórdia e a fidelidade! Devíeis praticar estas coisas, sem
deixar aquelas.
Guias cegos, que filtrais um mosquito e engolis um camelo!
Ai de vós, doutores da Lei e fariseus hipócritas, porque limpais o exterior
do copo e do prato, quando por dentro estão cheios de rapina e de
iniquidade!
Fariseu cego! Limpa antes o interior do copo, para que o exterior também
fique limpo.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Orígenes (c. 185-253), presbítero e teólogo
Homilias sobre Josué, n°5, 2 (a partir da trad. SC 71, p. 167)

«Limpa antes o interior do copo»

Partamos para a guerra como Josué; tomemos de assalto a cidade mais
importante deste mundo, a malícia, e destruamos as muralhas orgulhosas do
pecado. Olhando ao teu redor, vês o caminho que é preciso seguir, que campo
de batalha precisas de escolher? As minhas palavras vão surpreender-te; no
entanto, são verdadeiras: limita a tua procura a ti mesmo. Em ti está o
combate a que deves entregar-te; dentro de ti está o edifício da malícia
que é preciso destruir; o teu inimigo vem do fundo do teu coração.

Não sou eu que o digo, mas Cristo; escuta-O: «Do coração procedem as más
intenções, os assassínios, os adultérios, as prostituições, os roubos, os
falsos testemunhos e as blasfémias» (Mt 15, 19). Conheces o poder deste
exército inimigo que avança contra ti do fundo do teu coração? Ei-los, os
inimigos a massacrar no primeiro combate, a arrasar na primeira linha. Se
formos capazes de derrubar as suas muralhas e destruí-los até que não reste
nenhum para o contar, nenhum com vida (Jos 11, 14), nem um só que possa
recuperar o fôlego e reaparecer nos nossos pensamentos, então Jesus
dar-nos-á o grande descanso.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


24 de ago de 2009

São Bartolomeu

Liturgia Diária!!!

Segunda-feira, dia 24 de Agosto de 2009
S. Bartolomeu, Apóstolo – festa

S. Bartolomeu, Apóstolo
S. Bartolomeu, apóstolo



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Filoxeno de Mabboug : «Vem e verás»

Leituras

Apoc. 21,9-14.
Depois, um dos sete anjos que têm as sete taças cheias dos sete últimos
flagelos aproximou-se, dirigiu-se a mim e disse: «Vem cá. Vou mostrar-te a
noiva, a esposa do Cordeiro.»
E transportou-me, em espírito, a uma grande e alta montanha e mostrou-me a
cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus.
Tinha o resplendor da glória de Deus: brilhava como pedra preciosa, como
pedra de jaspe cristalino;
tinha uma grande e alta muralha com doze portas; nas portas havia doze
anjos e em cada uma estava gravado o nome de uma das doze tribos de Israel:

ao oriente havia três portas, ao norte três portas, ao sul três portas e ao
ocidente três portas.
A muralha da cidade tinha doze alicerces, nos quais estavam gravados doze
nomes, os nomes dos doze Apóstolos do Cordeiro.


Salmos 145(144),10-11.12-13.17-18.
Louvem-te, SENHOR, todas as tuas criaturas; todos os teus fiéis te
bendigam.
Dêem a conhecer a glória do teu reino e anunciem os teus feitos poderosos,
para mostrar aos homens as tuas proezas e o esplendor glorioso do teu
reino.
teu reino é um reino para toda a eternidade e o teu domínio estende-se por
todas as gerações.
SENHOR é justo em todos os seus caminhos e misericordioso em todas as suas
obras.
SENHOR está perto de todos os que o invocam, dos que o invocam
sinceramente.


João 1,45-51.
Filipe encontrou Natanael e disse-lhe: «Encontrámos aquele sobre quem
escreveram Moisés, na Lei, e os Profetas: Jesus, filho de José de Nazaré.»
Então disse-lhe Natanael: «De Nazaré pode vir alguma coisa boa?» Filipe
respondeu-lhe: «Vem e verás!»
Jesus viu Natanael, que vinha ao seu encontro, e disse dele: «Aí vem um
verdadeiro israelita, em quem não há fingimento.»
Disse-lhe Natanael: «Donde me conheces?» Respondeu-lhe Jesus: «Antes de
Filipe te chamar, Eu vi-te quando estavas debaixo da figueira!»
Respondeu Natanael: «Rabi, Tu és o Filho de Deus! Tu és o Rei de Israel!»
Retorquiu-lhe Jesus: «Tu crês por Eu te ter dito: 'Vi-te debaixo da
figueira'? Hás-de ver coisas maiores do que estas!»
E acrescentou: «Em verdade, em verdade vos digo: vereis o Céu aberto e os
anjos de Deus subindo e descendo por meio do Filho do Homem.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Filoxeno de Mabboug (?- c. 523), bispo na Síria
Homilia n° 4, 76-79 (a partir da trad. SC 44, p. 95 rev.)

«Vem e verás»

Jesus renovou aos santos apóstolos o chamamento que tinha feito a Abraão. E
a sua fé assemelhava-se à de Abraão; porque, tal como Abraão obedeceu logo
que foi chamado (Gn 12), também os apóstolos seguiram Jesus logo que Ele os
chamou e eles O ouviram. [...] Não foi um longo ensinamento o que os tornou
discípulos, mas o simples facto de terem ouvido a palavra da fé. Como era
viva, a fé deles obedeceu à vida logo que ouviu a voz viva. Imediatamente
correram atrás dela, sem mais demoras; assim se vê que já eram discípulos
no coração, mesmo antes de terem sido chamados.

Eis como age a fé que manteve a sua simplicidade. Não recebe o ensino à
força de argumentos; mas, assim como os olhos sãos e puros recebem o raio
de sol que lhes é enviado, sem raciocinarem nem trabalharem, e se dão conta
da luz logo que se abrem [...], assim também os que têm a fé natural
reconhecem a voz de Deus logo que a ouvem. Neles se ergue a luz da palavra;
lançam-se alegremente ao seu encontro e acolhem-na, tal como nosso Senhor
diz no Evangelho: «As Minhas ovelhas ouvem a Minha voz e seguem-Me» (Jo 10,
27).




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


23 de ago de 2009

Santa Rosa de Lima

Liturgia Diária!!!

Domingo, dia 23 de Agosto de 2009
21º Domingo do Tempo Comum - Ano B

Vigésimo Primeiro Domingo do Tempo Comum (semana I do saltério)
Santa Rosa de Lima, virgem, +1617, padroeira da América Latina



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Santo [Padre] Pio de Pietrelcina : «Tu tens palavras de vida eterna»

Leituras

Josué 24,1-2.15-17.18.
Josué reuniu todas as tribos de Israel em Siquém, e convocou os seus
anciãos, chefes, juízes e oficiais; todos se apresentaram diante de Deus.
Então, Josué disse a todo o povo: «Eis o que diz o SENHOR, Deus de Israel:
'Vossos pais, Tera, pai de Abraão e de Naor, habitavam ao princípio do
outro lado do rio e serviam outros deuses.
E se vos desagrada servi-lo, então escolhei hoje aquele a quem quereis
servir: os deuses a quem vossos pais serviram, do outro lado do rio, ou os
deuses dos amorreus cuja terra ocupastes, porque eu e a minha casa
serviremos o SENHOR.»
O povo respondeu, dizendo: «Longe de nós abandonarmos o SENHOR para servir
outros deuses!
Pois o SENHOR nosso Deus é que nos tirou, juntamente com nossos pais, da
terra do Egipto, da casa da escravidão, e realizou aqueles maravilhosos
prodígios aos nossos olhos; Ele guardou-nos ao longo de todo o caminho que
tivemos de percorrer, e entre todos os povos pelos quais passámos.
O SENHOR expulsou diante de nós todas as nações e os amorreus que habitavam
na terra: também nós serviremos o SENHOR, porque Ele é o nosso Deus.»


Salmos 34(33),2-3.16-17.18-19.20-21.22-23.
Em todo o tempo, bendirei o SENHOR; o seu louvor estará sempre nos meus
lábios.
A minha alma gloria se no SENHOR! Que os humildes saibam e se alegrem.
Os olhos do SENHOR estão voltados para os justos e os seus ouvidos estão
atentos ao seu clamor.
A ira do SENHOR volta se contra os malfeitores, para apagar da terra a sua
memória.
Os justos clamaram e o SENHOR atendeu os e livrou os das suas angústias.
O SENHOR está perto dos corações contritos e salva os espíritos abatidos.
Muitas são as tribulações do justo, mas o SENHOR o livra de todas elas.
Ele guarda todos os seus ossos, nem um só será quebrado.
O ímpio há de perecer na sua maldade; os que odeiam o justo serão
castigados.
O SENHOR resgata a vida dos seus servos; os que nele confiam não serão
condenados.


Efésios 5,21-32.
Submetei-vos uns aos outros, no respeito que tendes a Cristo:
as mulheres, aos seus maridos como ao Senhor,
porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da
Igreja – Ele, o salvador do Corpo.
Ora, como a Igreja se submete a Cristo, assim as mulheres, aos maridos, em
tudo.
Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo amou a Igreja e se entregou
por ela,
para a santificar, purificando-a, no banho da água, pela palavra.
Ele quis apresentá-la esplêndida, como Igreja sem mancha nem ruga, nem
coisa alguma semelhante, mas santa e imaculada.
Assim devem também os maridos amar as suas mulheres, como o seu próprio
corpo. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.
De facto, ninguém jamais odiou o seu próprio corpo; pelo contrário,
alimenta-o e cuida dele, como Cristo faz à Igreja;
porque nós somos membros do seu Corpo.
Por isso, o homem deixará o pai e a mãe, unir-se-á à sua mulher e serão os
dois uma só carne.
Grande é este mistério; mas eu interpreto-o em relação a Cristo e à Igreja.



João 6,60-69.
Depois de o ouvirem, muitos dos seus discípulos disseram: «Que palavras
insuportáveis! Quem pode entender isto?»
Mas Jesus, sabendo no seu íntimo que os seus discípulos murmuravam a
respeito disto, disse-lhes: «Isto escandaliza-vos?
E se virdes o Filho do Homem subir para onde estava antes?
É o Espírito quem dá a vida; a carne não serve de nada: as palavras que vos
disse são espírito e são vida.
Mas há alguns de vós que não crêem.» De facto, Jesus sabia, desde o
princípio, quem eram os que não criam e também quem era aquele que o havia
de entregar.
E dizia: «Por isso é que Eu vos declarei que ninguém pode vir a mim, se
isso não lhe for concedido pelo Pai.»
A partir daí, muitos dos seus discípulos voltaram para trás e já não
andavam com Ele.
Então, Jesus disse aos Doze: «Também vós quereis ir embora?»
Respondeu-lhe Simão Pedro: «A quem iremos nós, Senhor? Tu tens palavras de
vida eterna!
Por isso nós cremos e sabemos que Tu é que és o Santo de Deus.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Santo [Padre] Pio de Pietrelcina (1887-1968), capuchinho
Carta 3, 980; GF, 196ss. (a partir da trad. Une Pensée, Médiaspaul, pp. 26-27)

«Tu tens palavras de vida eterna»

Sê paciente e persevera na prática da meditação. A princípio, contenta-te
com avançar em pequenos passos. Mais tarde, terás pernas que só te pedirão
que corras, ou melhor, asas para voar.

Contenta-te com obedecer. Nunca é fácil mas foi a Deus que escolhemos como
nosso quinhão. Aceita não seres ainda mais do que uma abelhinha no cortiço;
depressa ela se tornará uma dessas grandes obreiras, hábeis na fabricação
do mel. Permanece sempre humilde diante de Deus e diante dos homens, no
amor. Então o Senhor falar-te-á em verdade e enriquecer-te-á com os Seus
dons.

Acontece às abelhas atravessarem grandes distâncias nos prados antes de
chegarem às flores que escolheram; em seguida, fatigadas mas satisfeitas e
carregadas de pólen, regressam à colmeia para aí realizarem a transformação
silenciosa, mas fecunda, do néctar das flores em néctar da vida. Faz tu
também assim: depois de teres escutado a Palavra, medita-a atentamente,
examina os seus diferentes elementos, procura a sua significação profunda.
Então, ela tornar-se-á clara e luminosa; ela terá o poder de transformar as
tuas inclinações naturais em pura elevação do espírito; e o teu coração
estará sempre mais intimamente unido ao coração de Cristo.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


22 de ago de 2009

QUARENTENA DE SÃO MIGUEL

Quaresma de São Miguel

Inicio da Quaresma: 15 de agosto a 29 de setembro (Festa dos Arcanjos Miguel, Rafael e Gabriel).


Providenciar um altar para São Miguel com uma imagem ou uma estampa.


Todos os dias:
  • Acender uma vela
  • Oferecer uma penitência
  • Fazer o sinal da cruz
  • Rezar a oração inicial
  • Rezar a ladainha de São Miguel
  • Rosário de São Miguel

Oração Inicial

"São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede o nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém".

"Rogai por nós, santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém".


Ladainha de São Miguel

Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.
Pai Celeste, que sois Deus, tende piedade de nós.
Filho, Redentor do Mundo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Trindade Santa, que sois um único Deus, tende piedade de nós.
Santa Maria, Rainha dos Anjos, rogai por nós.
São Miguel, rogai por nós.
São Miguel, cheio da graça de Deus, rogai por nós.
São Miguel, perfeito adorador do Verbo Divino, rogai por nós.
São Miguel, coroado de honra e de glória, rogai por nós.
São Miguel, poderosíssimo Príncipe dos exércitos do Senhor, rogai por nós.
São Miguel, porta-estandarte da Santíssima Trindade, rogai por nós.
São Miguel, guardião do Paraíso, rogai por nós.
São Miguel, guia e consolador do povo israelita, rogai por nós.
São Miguel, esplendor e fortaleza da Igreja militante, rogai por nós.
São Miguel, honra e alegria da Igreja triunfante, rogai por nós.
São Miguel, Luz dos Anjos, rogai por nós.
São Miguel, baluarte dos Cristãos, rogai por nós.
São Miguel, força daqueles que combatem pelo estandarte da Cruz, rogai por nós.
São Miguel, luz e confiança das almas no último momento da vida, rogai por nós.
São Miguel, socorro muito certo, rogai por nós.
São Miguel, nosso auxílio em todas as adversidades, rogai por nós.
São Miguel, arauto da sentença eterna, rogai por nós.
São Miguel, consolador das almas que estão no Purgatório, rogai por nós.
São Miguel, a quem o Senhor incumbiu de receber as almas que estão no Purgatório, rogai por nós.
São Miguel, nosso Príncipe, rogai por nós.
São Miguel, nosso Advogado, rogai por nós.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, atendei-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.
Rogai por nós, ó glorioso São Miguel, Príncipe da Igreja de Cristo,
para que sejamos dignos de Suas promessas. Amém.
Oração
Senhor Jesus, santificai-nos, por uma bênção sempre nova, e concedei-nos, pela intercessão de São Miguel, esta sabedoria que nos ensina a ajuntar riquezas do Céu e a trocar os bens do tempo pelos da eternidade. Vós que viveis e reinais em todos os séculos dos séculos. Amém.


Rosário de São Miguel

Deus, vinde em nosso auxílio
Senhor, socorrei-nos e salvai-nos.
Glória ao Pai...

Primeira Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Serafins, para que o Senhor Jesus nos torne dignos de sermos abrasados de uma perfeita caridade.
Amém.
Glória ao Pai... Pai Nosso...
Três Ave-Marias... ao primeiro coro de Anjos

Segunda Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Querubins, para que o Senhor Jesus nos conceda a graça de fugirmos do pecado e procurarmos a perfeição cristã.
Amém.
Glória ao Pai... Pai Nosso...
Três Ave-Marias... ao segundo coro de Anjos

Terceira Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Tronos, para que Deus derrame em nossos corações o espírito de verdadeira e sincera humildade.
Amém.
Glória ao Pai... Pai Nosso...
Três Ave-Marias... ao terceiro coro de Anjos

Quarta Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste das Dominações, para que o Senhor nos conceda a graça de dominar nossos sentidos, e de nos corrigir das nossas más paixões.
Amém.
Glória ao Pai... Pai Nosso...
Três Ave-Marias... ao quarto coro de Anjos

Quinta Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste das Potestades, para que o Senhor Jesus se digne de proteger nossas almas contra as ciladas e as tentações de Satanás e dos demônios.
Amém.
Glória ao Pai... Pai Nosso...
Três Ave-Marias... ao quinto coro de Anjos

Sexta Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro admirável das Virtudes, para que o Senhor não nos deixe cair em tentação, mas que nos livre de todo o mal.
Amém.
Glória ao Pai... Pai Nosso...
Três Ave-Marias... ao sexto coro de Anjos

Sétima Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Principados, para que o Senhor encha nossas almas do espírito de uma verdadeira e sincera obediência.
Amém.
Glória ao Pai... Pai Nosso...
Três Ave-Marias... ao sétimo coro de Anjos

Oitava Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Arcanjos, para que o Senhor nos conceda o dom da perseverança na fé e nas boas obras, a fim de que possamos chegar a possuir a glória do Paraíso.
Amém.
Glória ao Pai... Pai Nosso...
Três Ave-Marias... ao oitavo coro de Anjos

Nona Saudação
Pela intercessão de São Miguel e do coro celeste de todos os Anjos, para que sejamos guardados por eles nesta vida mortal, para sermos conduzidos por eles à glória eterna do Céu.
Amém.
Glória ao Pai... Pai Nosso...
Três Ave-Marias... ao nono coro de Anjos

Ao final, reza-se:
Um Pai Nosso em honra de São Miguel Arcanjo.
Um Pai Nosso em honra de São Gabriel.
Um Pai Nosso em honra de São Rafael.
Um Pai Nosso em honra de nosso Anjo da Guarda.

Gloriosíssimo São Miguel, chefe e príncipe dos exércitos celestes, fiel guardião das almas, vencedor dos espíritos rebeldes, amado da casa de Deus, nosso admirável guia depois de Cristo; vós, cuja excelência e virtudes são eminentíssimas, dignai-vos livrar-nos de todos os males, nós todos que recorremos a vós com confiança, e fazei pela vossa incomparável proteção, que adiantemos cada dia mais na fidelidade em servir a Deus.
Amém.

V. Rogai por nós, ó bem-aventurado São Miguel, príncipe da Igreja de Cristo.
R. Para que sejamos dignos de suas promessas.

Oração

Deus, todo poderoso e eterno, que por um prodígio de bondade e misericórdia para a salvação dos homens, escolhestes para príncipe de Vossa Igreja o gloriosíssimo Arcanjo São Miguel, tornai-nos dignos, nós vo-lo pedimos, de sermos preservados de todos os nossos inimigos, a fim de que na hora da nossa morte nenhum deles nos possa inquietar, mas que nos seja dado de sermos introduzidos por ele na presença da Vossa poderosa e augusta Majestade, pelos merecimentos de Jesus Cristo, Nosso Senhor.
Amém.


Consagração a São Miguel Arcanjo

Ó Príncipe nobilíssimo dos Anjos, valoroso guerreiro do Altíssimo, zeloso defensor da glória do Senhor, terror do espíritos rebeldes, amor e delícia de todos os Anjos justos, meu diletíssimo Arcanjo São Miguel, desejando eu fazer parte do número dos vossos devotos e servos, a vós hoje me consagro, me dou e me ofereço e ponho-me a mim próprio, a minha família e tudo o que me pertence, debaixo da vossa poderosíssima proteção.

É pequena a oferta do meu serviço, sendo como sou um miserável pecador, mas vós engrandecereis o afeto do meu coração; recordai-vos que de hoje em diante estou debaixo do vosso sustento e deveis assistir-me em toda a minha vida e obter-me o perdão dos meus muitos e graves pecados, a graça da amar a Deus de todo coração, ao meu querido Salvador Jesus Cristo e a minha Mãe Maria Santíssima, obtende-me aqueles auxílios que me são necessários para obter a coroa da eterna glória.

Defendei-me dos inimigos da alma, especialmente na hora da morte. Vinde, ó príncipe gloriosíssimo, assistir-me na última luta e com a vossa alma poderosa lançai para longe, precipitando nos abismos do inferno, aquele anjo quebrador de promessas e soberbo que um dia prostrastes no combate no Céu.

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate para que não pereçamos no supremo juízo.

Amém.


Histórico Quaresma São Miguel

São Francisco foi um santo em que sua vida mortal procurava nutrir muito sua alma, para não esfriar o seu amor por Jesus, um espírito de oração e sacrifício muito grande. Tal era que ele realizava por ano três quaresmas além de um outro período de jejum e oração em honra da Mãe de Deus pela qual tinha uma doce e especial amor, que ia da festa de São Pedro e São Paulo até a festa da Assunção.

Foi de um modo muito especial que na quaresma de São Miguel, Deus coroou Francisco de graças abundantes dentre elas o de marcá-lo em seu corpo, pelo profundo desejo de imitar ao seu filho Jesus Cristo, com os sinais de sua Paixão todas essas quaresma era realizada no Monte Alverne. Alverne: verna vem de vernare verbo utilizado por Dante e que significa “fazer frio”, gela.

São Boaventura diz em sua Legenda Maior em seu capítulo 9, parágrafo 3 dos escritos biográficos de São Francisco: “um vínculo de amor indissolúvel unia-o aos anjos cujo maravilhoso ardor o punha em êxtase diante de Deus e inflamava as almas dos eleitos”. Por devoção aos anjos, celebrava uma quaresma de jejuns e orações durante os quarenta dias que seguem a Assunção da Santíssima Virgem Maria. São Miguel sobretudo, o quem cabe o papel de introduzir as almas no Paraíso, era objetivo de uma devoção especial em razão do desejo que tinha o santo de salvar a todos os homens. Era do conhecimento de Francisco a autoridade e o auxílio que o Arcanjo Miguel tem em exercício das almas em salva-las no último instante da vida e o poder de ir ao purgatório retira-las de lá.

Esse era o principal motivo pela qual Francisco realizava sua quaresma e isso nos é relatado na Legenda Terusina no nº 93 de sua biografia onde o Santo vai dizer no ano de 1224, ano até em que recebeu os estigmas ao avistar o Monte Alverne em visita ao eremitério: “Para honra de Deus, da Bem-aventurada Virgem Maria e de São Miguel, príncipe dos anjos e das almas, quero fazer aqui uma quaresma”. É neste mesmo ano que ele realizou sua 1ª quaresma em honra de São Miguel Arcanjo.

Foi neste ano que estando Francisco a rezar no Monte Alverne, relata a Legenda Menor de sua biografia, em sua 1ª quaresma em honra do glorioso Arcanjo Miguel o sentiu com maior abundância do que nunca a suavidade da contemplação celeste, o ardor dos desejos sobrenaturais e a profusão das graças divinas transportado até Deus num fogo de amor seráfico, e transformado pelos arroubos de uma profunda compaixão n’Aquele que, em seus extremos de amor, quis ser crucificado, orava certa manhã numa das partes do monte. Aproximava a festa da Exaltação da Santa Cruz, quando ele viu desce do alto do céu, dir-se-ia, um Serafim de seis asas flamejantes, o qual, num rápido vôo, chegou perto do lugar onde estava o homem de Deus. O personagem apareceu-lhe não apenas munido de asas, mas também crucificado, mãos e pés estendidos e atados a uma cruz. Duas asas elevavam-se por cima de sua cabeça, duas outras estavam abertas para o vôo, às duas últimas cobriam-lhe o corpo.

Tal aparição deixou Francisco mergulhado num profundo êxtase, enquanto em sua alma se mesclava a tristeza e a alegria: uma alegria transbordante ao contemplar a Cristo que se lhe manifestava de uma maneira tão milagrosa e familiar, mas ao mesmo tempo uma dor imensa, pois a visão da cruz transpassava sua alma com uma espada de dor e de compaixão. Aquele que assim externamente aparecia e o iluminava também internamente. Francisco compreendeu então que os sofrimentos da paixão de modo algum podem atingir um Serafim que é um espírito imortal. Mas essa visão lhe fora concedido para ensinar que não era o martírio do corpo, mas o amor o incendiou a alma que deveria transformá-lo, tornando o semelhante a Jesus Crucificado. Após uma conversação familiar, que nunca foi revelada aos outros, desapareceu aquela visão, deixando-lhe o coração inflamado de um ardor seráfico e imprimindo-lhe na carne a semelhança externa com o crucificado, como a marca de um sinete na cera que o calor do fogo fez derreter. Logo começaram, com efeito, a aparecer em suas mãos e pés as marcas dos cravos.

Quando o verdadeiro amor transformou o amigo de Cristo na semelhança d’Aquele que ele amava, terminado os quarenta dias previsto no monte e na solidão , chegou a festa de são Miguel; e Francisco, homem evangélico, desceu do monte, trazendo a imagem do crucificado, não esculpida em tábuas de pedra ou de madeira pela mão de algum artifício, mas reproduzida em sua própria carne pelo dedo do Deus Vivo.

Francisco para não se igualaria a Jesus que ficou 40 dias e 40 noites em jejum total, come ao final destes dias um pedaço de pão e bebe água, pois se achava indigno de se igualar a Jesus.

Boletim Apostilando.com

Disponibilizo aqui para vocês um email que recebi, pois achei muito útil:


Olá Alessandro Silva,

Mais uma vez preparamos uma série de novidades imperdíveis especialmente para você, não deixe de ler este boletim até o fim, pois sem dúvida você vai encontrar o que procura!


Apostila de Excel
Apostila cheia de exercícios com diversas aplicações para uso do Excel, aprenda fórmulas super interessantes, e automatize seus trabalhos.
Nível: Intermediário
05/07/2009


Nota: 8,73
56 votos
Páginas

45


Apostila de PHP e MySQL 102 Páginas
PHP e MySQL é uma dupla simplesmente imbatível, a apostila fala tudo o que você precisa saber para desenvolver sites com conteúdo para web utilizando esta maravilhosa plataforma.
Nível: Intermediário
05/07/2009


Nota: 8,33
51 votos
Páginas

102


Manual Prático Excel 2007
Outra apostila é fantástica, muito bem ilustrada, aborda os conceitos básicos, formatação de números, diversos tipos de fórmulas.
Nível: Intermediário
05/07/2009


Nota: 8,79
42 votos
Páginas

72


Apostila de Algoritmo e Programação
Apostila super completa sobre Algoritimos e Lógica de Programação, abordagem profunda no assunto, vale a pena!!!
Nível: Avançado
05/07/2009


Nota: 8,15
40 votos
Páginas

144


Manual Prático de Word 2007
São 76 páginas com tudo o que você precisa saber para dominar de uma vez por todas os Word 2007 e ficar atualizado com seu editor de textos favorito!
Nível: Intermediário
05/07/2009


Nota: 8,47
34 votos
Páginas

76


Curso Básico de HTML
Apostila ideal para quem está começando a desenvolver suas primeiras páginas para internet.
Nível: Básico
05/07/2009


Nota: 7,87
31 votos
Páginas

34


Manutenção de Computadores
Apostila muito completa, mostra todos os passos necessários para a montagem de um PC completo, desde a abertura do gabinete até a instalação do processador e configuração da BIOS.
Nível: Avançado
05/07/2009


Nota: 8,82
22 votos
Páginas

155


Apostila Básica de Redes
Boa apostila sobre redes, com belas ilustrações, aborda as topologias e principais meios de transmissão de dados.
Nível: Básico
05/07/2009


Nota: 7,53
19 votos
Páginas

26


Curso de C
Apostila muito completa, tudo o que você precisa saber sobre C está aqui.
Nível: Intermediário
05/07/2009


Nota: 7,04
26 votos
Páginas

126


Manual de Access
Ótima apostilas para quem está começando a programar com Acess e deseja desenvolver seus primeiros sistemas com este aplicativo, pode ser usado nas versões mais novas como a 2007
Nível: Básico
05/07/2009


Nota: 7,52
21 votos
Páginas

40


Apostila de Linux
Esta apostila é um ótimo guia para quem quer aprender linux utilizando o Debian, ela é super completa e você conseguirá instalar o sistema e configurá-lo tanto para um servidor quanto para uso em um D
Nível: Avançado
05/07/2009


Nota: 7,15
20 votos
Páginas

264


Erros Típicos na Montagem de Computadores
Muitas pessoas montam computadores de maneira errada, ocasionando perda de performance, superaquecimento, entre outras falhas, esta apostila mostra o que não fazer em montagem de Pcs.
Nível: Intermediário
05/07/2009


Nota: 8,33
6 votos
Páginas

12


Apostila de Hard Disk
A apostila aborda os conceitos de Disco Rígido (Hard Disk) e os modelos existentes no mercado.
Nível: Intermediário
05/07/2009


Nota: 8,18
17 votos
Páginas

9


Apostila de Windows XP
Uma exelente apostila para quem utiliza o Windows XP em seu dia dia, possui uma sessão com todas as teclas de acesso rápido do XP.
Nível: Básico
05/07/2009


Nota: 7,60
30 votos
Páginas

47


Curso Básico de Ubuntu 8.04 (378 Páginas)!!!
O Ubuntu é o Linux mais bem aceito pelos usuários, tanto que você pode pedir o CD dele gratuitamente na Internet, e esta apostila ensina você a dominar 110% de Ubuntu!
Nível: Avançado
05/07/2009


Nota: 8,22
18 votos
Páginas

378


Apostila de Word
Apostila bastante completa de Word XP, são 51 páginas falando tudo sobre o processador de textos.
Nível: Intermediário
05/07/2009


Nota: 8,85
13 votos
Páginas

51


Manual Prático Word 2003
Apostila super completa sobre Word 2003, domine os principais recursos do programa.
Nível: Intermediário
05/07/2009


Nota: 8,79
14 votos
Páginas

56


Apostila de Memórias
Memórias são dispositivos que permitem o computador guardar dados, esta apostila mostra todos os tipos de memórias.
Nível: Básico
05/07/2009


Nota: 7,82
11 votos
Páginas

15


Manual do Power Point
Esta apostila vai lhe ensinar a produzir apresentações profissionais no PowerPoint seja na versão 2003 ou 2007, seus Slides ficarão com aspecto profissional.
Nível: Intermediário
05/07/2009


Nota: 7,60
15 votos
Páginas

53


Apostila de Processadores
Aprenda os principais conceitos sobre processadores, as diferenças entre 32 e 64 bits, entre outros conceitos.
Nível: Básico
05/07/2009


Nota: 6,90
10 votos
Páginas

13


Apostila de Barramentos
Aprenda o que são e para que servem os barramentos de comunicação dos computadores.
Nível: Básico
05/07/2009


Nota: 8,89
9 votos
Páginas

15


Os Sistemas GNU/Linux
O mais legal desta apostila é que ela aborda as características das principais distribuições Linux como Debian, Slackware, Ubuntu, Red Hat, entre outras.
Nível: Intermediário
05/07/2009


Nota: 9,00
7 votos
Páginas

47


Apostila de BrOffice Base 2.0
O Base é um concorrente open-source do Access, seu poder é impressionante, vale a pena ler esta apostila, você conseguirá desenvolver programas iguais ao Access, mas numa plataforma totalmente livre,
Nível: Avançado
05/07/2009


Nota: 8,00
5 votos
Páginas

62

Para ver a Relação completa das novas Apostilas clique aqui ! ! !



Atensiosamente,
Alessandro Silva.
+

"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12