30 de ago de 2009

Liturgia Diária!!!

Domingo, dia 30 de Agosto de 2009
22º Domingo do Tempo Comum - Ano B

Vigésimo Segundo Domingo do Tempo Comum (semana II do saltério)
Beata Joana Jugan, religiosa, +1879, Santa Tecla, virgem, mártir, séc. I



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Concílio Vaticano II : A paz procede do coração de cada homem

Leituras

Deut. 4,1-2.6-8.
«Agora, Israel, ouve as leis e os preceitos que eu hoje vos ensino.
Ponde-os em prática para que vivais e chegueis a possuir a terra que o
Senhor, Deus dos vossos pais, vos há-de dar.
Nada acrescentareis ao que hoje vos prescrevo e nada eliminareis, guardando
os mandamentos do Senhor, vosso Deus, tal como eu vos prescrevo.
Observai-os e ponde-os em prática, porque isso manifestará a vossa
sabedoria e a vossa inteligência aos olhos dos povos que, ao terem
conhecimento de todas estas leis, dirão: 'Que povo sábio e inteligente é
esta grande nação!'
Com efeito, que grande nação haverá que tenha um deus tão próximo de si
como está próximo de nós o Senhor, nosso Deus, sempre que o invocamos?
E que grande nação haverá, que possua leis e preceitos tão justos como esta
lei que eu hoje vos apresento?


Salmos 15(14),2-3.4.5.
Aquele que leva uma vida sem mancha, pratica a justiça e diz a verdade com
todo o coração;
aquele cuja língua não levanta calúnias e não faz mal ao seu próximo, nem
causa prejuízo a ninguém;
aquele que despreza o que é desprezível, mas estima os que temem o SENHOR;
aquele que não falta ao juramento, mesmo em seu prejuízo;
aquele que não empresta o seu dinheiro com usura, nem se deixa subornar
contra o inocente. Quem assim proceder não há-de sucumbir para sempre.


Tiago 1,17-18.21-22.27.
Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das
luzes, no qual não há mudanças nem períodos de sombra.
Por sua livre decisão, nos gerou com a palavra da verdade, para sermos como
que as primícias das suas criaturas.
Rejeitai, pois, toda a imundície e todo o vestígio de malícia e recebei com
mansidão a Palavra em vós semeada, a qual pode salvar as vossas almas.
Mas tendes de a pôr em prática e não apenas ouvi-la, enganando-vos a vós
mesmos.
A religião pura e sem mácula diante daquele que é Deus e Pai é esta:
visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e não se deixar
contaminar pelo mundo.


Marcos 7,1-8.14-15.21-23.
Os fariseus e alguns doutores da Lei vindos de Jerusalém reuniram-se à
volta de Jesus,
e viram que vários dos seus discípulos comiam pão com as mãos impuras, isto
é, por lavar.
É que os fariseus e todos os judeus em geral não comem sem ter lavado e
esfregado bem as mãos, conforme a tradição dos antigos;
ao voltar da praça pública, não comem sem se lavar; e há muitos outros
costumes que seguem, por tradição: lavagem das taças, dos jarros e das
vasilhas de cobre.
Perguntaram-lhe, pois, os fariseus e doutores da Lei: «Porque é que os teus
discípulos não obedecem à tradição dos antigos e tomam alimento com as mãos
impuras?»
Respondeu: «Bem profetizou Isaías a vosso respeito, hipócritas, quando
escreveu: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de
mim.
Vazio é o culto que me prestam e as doutrinas que ensinam não passam de
preceitos humanos.
Descurais o mandamento de Deus, para vos prenderdes à tradição dos homens.»

Chamando de novo a multidão, dizia: «Ouvi-me todos e procurai entender.
Nada há fora do homem que, entrando nele, o possa tornar impuro. Mas o que
sai do homem, isso é que o torna impuro.
Porque é do interior do coração dos homens que saem os maus pensamentos, as
prostituições, roubos, assassínios,
adultérios, ambições, perversidade, má fé, devassidão, inveja,
maledicência, orgulho, desvarios.
Todas estas maldades saem de dentro e tornam o homem impuro.»


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Concílio Vaticano II
Constituição dogmática sobre a Igreja no mundo actual, «Gaudium et Spes», § 82

A paz procede do coração de cada homem

As sondagens até agora diligente e incansavelmente levadas a cabo acerca
dos problemas da paz e do desarmamento, bem como as reuniões internacionais
que trataram deste assunto, devem ser consideradas os primeiros passos para
a resolução de tão graves problemas e devem no futuro promover-se ainda com
mais empenho, para se obterem resultados práticos. No entanto, evitem os
homens entregar-se apenas aos esforços de alguns, sem se preocuparem com a
própria mentalidade. [...]Nada aproveitarão com dedicar-se à
edificação da paz enquanto os sentimentos de hostilidade, desprezo e
desconfiança, os ódios raciais e os preconceitos ideológicos dividirem os
homens e os opuserem uns aos outros. Donde a enorme necessidade de uma
renovação na educação das mentalidades e na orientação da opinião pública.
Aqueles que se consagram à obra da educação, sobretudo da juventude, ou que
formam a opinião pública, considerem como gravíssimo dever o de procurar
formar as mentalidades de todos para novos sentimentos pacíficos. Todos nós
temos, com efeito, de reformar o nosso coração, com os olhos postos no
mundo inteiro e naquelas tarefas que podemos realizar juntos para o
progresso da humanidade.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.