2 de set de 2009

Liturgia Diária!!!

Quarta-feira, dia 02 de Setembro de 2009
Quarta-feira da 22ª semana do Tempo Comum

Santa Doroteia, mártir, séc. II



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Santo Eucher : «Saiu e retirou-Se para um lugar solitário»

Leituras

Coloss. 1,1-8.
Paulo, Apóstolo de Cristo Jesus por vontade de Deus, e o irmão Timóteo,
aos irmãos em Cristo, santos e fiéis, que vivem em Colossos: a vós graça e
paz da parte de Deus, nosso Pai.
Damos graças a Deus, Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, nas orações que
continuamente fazemos por vós,
desde que ouvimos falar da vossa fé em Cristo Jesus e do amor que tendes
para com todos os santos,
por causa da esperança que vos está reservada nos Céus. Dela ouvistes falar
outrora pela palavra da verdade, o Evangelho
que chegou até vós. Como em todo o mundo, também entre vós ele tem
produzido frutos e progredido, desde o dia em que o recebestes e, em
verdade, tomastes conhecimento da graça de Deus.
Assim o aprendestes de Epafras, servo como nós, ele que é um fiel servidor
de Cristo ao vosso serviço
e que nos informou do vosso amor no Espírito.


Salmos 52,10.11.
Eu, porém, como oliveira verdejante na casa de Deus, confio para sempre na
sua misericórdia.
Hei de louvar te eternamente por tudo o que fizeste. Na presença dos teus
fiéis, anunciarei o teu nome, porque és


Lucas 4,38-44.
Deixando a sinagoga, Jesus entrou em casa de Simão. A sogra de Simão estava
com muita febre, e intercederam junto dele em seu favor.
Inclinando-se sobre ela, ordenou à febre e esta deixou-a; ela erguendo-se,
começou imediatamente a servi-los.
Ao pôr-do-sol, todos quantos tinham doentes, com diversas enfermidades,
levavam-lhos; e Ele, impondo as mãos a cada um deles, curava-os.
Também de muitos saíam demónios, que gritavam e diziam: «Tu és o Filho de
Deus!» Mas Ele repreendia-os e não os deixava falar, porque sabiam que Ele
era o Messias.
Ao romper do dia, saiu e retirou-se para um lugar solitário. As multidões
procuravam-no e, ao chegarem junto dele, tentavam retê-lo, para que não se
afastasse delas.
Mas Ele disse-lhes: «Tenho de anunciar a Boa-Nova do Reino de Deus também
às outras cidades, pois para isso é que fui enviado.»
E pregava nas sinagogas da Judeia.


Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por

Santo Eucher (? - c. 450), Bispo de Lião
O Elogio do Deserto (a partir da trad. da Irmã Isabelle de la Source, Lire la Bible, t. 2, p. 109)

«Saiu e retirou-Se para um lugar solitário»

Não poderemos nós com razão adiantar que o deserto é o templo sem limites
do nosso Deus? Aquele que mora no silêncio deve certamente gostar de locais
retirados. Foi aí que muitas vezes Se manifestou aos Seus santos; foi
graças à solidão que Ele Se dignou vir ter com os homens.

Foi no deserto que Moisés, com a face banhada de luz, viu a Deus. [...] Lá
foi-lhe permitido conversar familiarmente com o Senhor. Palavra puxa
palavra, dialogou com o Senhor do universo como um homem costuma falar com
o seu semelhante. Foi lá que recebeu a vara de prodigiosos poderes. Entrou
no deserto como pastor de ovelhas, saiu dele como pastor de povos (Ex 3;
33, 11; 34).

Também o povo de Deus, quando foi resgatado do Egipto e libertado dos
trabalhos forçados, foi conduzido a locais retirados, refugiando-se no
isolamento. Sim, foi no deserto que se aproximou deste Deus que o arrancou
à servidão. [...] E o Senhor fez-Se chefe do Seu povo, ao guiar os seus
passos através do deserto. Pelo caminho, dia e noite, manifestava-Se numa
coluna, numa chama ardente, numa nuvem relampejante, em sinais vindos do
céu. [...] Os filhos de Israel puderam assim ver o trono de Deus e ouvir a
Sua voz durante o tempo em que viveram na solidão do deserto. [...]

Será necessário acrescentar que só chegaram à terra dos seus sonhos após a
permanência no deserto? Para que o povo entrasse um dia na posse da terra
onde corria leite e mel, foi necessário primeiro passar por locais áridos e
não cultivados. É sempre através dos acampamentos no deserto que nos
encaminhamos para a verdadeira pátria. Quem quer «vir a contemplar a
bondade do Senhor, na terra dos vivos» [Sl 27 (26), 13] vá habitar uma
região inabitável. Quem quer tornar-se cidadão dos céus faça-se hóspede do
deserto.




Gerir directamente o seu abono (ou a sua subscrição) neste endereço : www.evangelhoquotidiano.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.