25 de mar de 2010

Abuso sexual na igreja

Vaticano admite denúncias de abuso sexual no Brasil

CIDADE DO VATICANO (AFP) - O Vaticano reconheceu, nesta terça-feira, a existência de denúncias de abuso sexual de menores no Brasil, admitindo que três sacerdotes brasileiros são suspeitos de molestar menores e, por isso, são investigados pelas autoridades e pela instituição. "Eram padres", afirmou o porta-voz da Santa Sé, Federico Lombardi, ao se referir às informações divulgadas no programa de televisão do canal SBT "Conexão Repórter" no qual vários coroinhas relatam casos de abusos por parte de "dois monsenhores e um sacerdote".



Graças ao rigor de Bento XVI se obtém justiça para as vítimas de abusos

ROMA, 16 Mar. 10 (ACI) .- Dom Giuseppe Versaldi, Bispo de Alexandria (Itália) e ordinário emérito de direito canônico e psicologia na Pontifícia Universidade Gregoriana, afirmou que graças ao rigor do Papa Bento XVI, "diversas conferências episcopais estão agindo sobre os casos de abuso sexual, colaborando também com as autoridades civis para obter justiça para as vítimas". Em um artigo titulado "O rigor de Bento XVI contra a sujeira da Igreja", Dom Versadi afirmou em um artigo escrito no L'Osservatore Romano que nos casos de abuso sexual cometidos por pessoas da Igreja, "nas quais se põe uma especial confiança de parte dos fiéis e particularmente das crianças, então o escândalo se faz mais grave e execrável". O visitador apostólico à Legião de Cristo na Itália, Israel, Filipinas e Coréia do Sul, disse que "a Igreja não pretende tolerar nenhuma incerteza quanto à condenação do delito e o afastamento do ministério de quem resulta ser manchado por tanta infâmia, junto à justa reparação para as vítimas". A linha rigorosa e clara assumida pela Santa Sé deve então ser recebida na Igreja – e não só nela– para garantir a verdade, a justiça e a caridade para todos", conclui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.