13 de abr de 2010

Apostasia 2


APOSTASIA
“Calvário da Igreja “

      Caros irmãos nesta segunda parte que fala sobre o “calvario da igreja” mostra tudo o que estamos passando atualmente, as perseguições contra, a igreja a grande dispersão do rebanho da igreja de Jesus, as profecias dos santos, relatos da biblia e do catecismo.E aproveitando a oportunidade gostaria de fazer um pedido em espacial, caros irmãos empenhemo-nos em rezar pelo santo padre o papa BENTO XVI pois as perseguições são grandes e o momento em que nós estamos passando é muito dificil para o santo padre.
      Assim como Jesus morreu e ressuscitou, a Igreja passará pelos mesmos passos, esse era o pensamento dos Santos Padres da Igreja Primitiva e de muitos padres até o século 19 e que consta hoje em dia no Catecismo da Igreja Católica. Assim como visto na Bíblia que a perda da fé e a perseguição tenderá a ser maior com a aproximação do fim dos tempos.
      E o diabo sabendo que pouco tempo lhe resta, já que no final de tudo ele será aprisionado (Ap 20), ele agirá contra a Igreja como nunca agiu antes, lembrando que há profecias que muitos demônios seriam soltos do inferno. E Deus permitirá que os que não creram na Verdade sejam seduzidos pelos ímpios que satanás guiar: “Ele (o ímpio) usará de todas as seduções do mal com aqueles que se perdem, por não terem cultivado o amor à verdade que os teria podido salvar.” “Por isso, Deus lhes enviará um poder que os enganará e os induzirá a acreditar no erro”. Ou seja, está ai a resposta porque Deus permitirá que o ímpio e outros façam tantos milagres para enganá-los porque: “Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas, que farão milagres a ponto de seduzir, se isto fosse possível, até mesmo os escolhidos.” “Por isso que Desse modo, serão julgados e condenados todos os que não deram crédito à verdade, mas consentiram no mal”. (2Tes 2,9-11)
      Vejamos o que diz o Catecismo: “a Igreja peregrina leva consigo em seus sacramentos (…) a figura deste mundo que passa, e ela mesma vive entre as criaturas que gemem e sofrem como que dores de partoaté o presente e aguardam a manifestação dos filhos de Deus” (CIC 671) Como diz em muitas profecias da Bíblia, assim como uma mulher para dar a luz sofre de dor, assim a Igreja sofre na espera da Vinda de Cristo. No livro de Gênesis em que Deus fala que a mulher sofrera dores do parto para dar a luz tem também provavelmente uma ligação forte com a transição da era do pecado inaugurado por Eva até a era da luz ou do fim do pecado original no homem.
      “O tempo presente é, segundo o Senhor, o tempo do Espírito e do testemunho mas é também um tempo ainda marcado pela “tristeza” e pela provação do mal, que não poupa a Igreja e inaugura os combates dos últimos dias. E um tempo de expectativa e de vigília .” (CIC 672)
      Sobre o Advento a vinda de Cristo: “Este acontecimento escatológico pode ocorrer a qualquer momento , ainda que estejam “retidos” tanto ele como a provação final que há de precedê -lo.” (CIC 673) Esta última parte é citado a passagem de Tessalonicenses que fala da vinda do “ímpio” que enganará a muitos: “de toda a sorte de portentos, sinais e prodígios enganadores.” (2 Tes 2,9) Mais sobre o ímpio ou mistério da iniqüidade será comentado no capítulo sobre o Anticristo.
      Para economizar um pouco do Catecismo iremos citar apenas uma importante passagem que fala do seguimento da Igreja pelo caminho de Jesus: “A Igreja só entrará  na glória do Reino por meio desta derradeira Páscoa, em que seguirá  seu Senhor em sua Morte e Ressurreição . Portanto, o Reino não se realizará  por um triunfo histórico da Igreja segundo um progresso ascendente, mas por uma vitória de Deus sobre o desencadeamento último do mal“.(CIC 677) Ou seja, não se realizará por um triunfo otimista em que acham que tudo ficará bem e uma era de paz se iniciará, como prevêem os falsos profetas da nova era e outros otimistas católicos que evitam falar em fim dos tempos.
      Recordemos, mais uma vez, as palavras proféticas de Monsenhor Pacelli (o futuro Papa Pio XII), ditas à luz da Mensagem de Fátima:
     ”As mensagens da Santíssima Virgem a Lúcia de Fátima preocupam-me. Esta persistência de Maria sobre os perigos que ameaçam a Igreja é um aviso do Céu contra o suicídio de alterar a Fé na Sua liturgia, na Sua teologia e na Sua alma (.) Ouço à minha volta inovadores que querem desmantelar a Capela-Mor, destruir a chama universal da Igreja, rejeitar os Seus ornamentos e fazê-lA ter remorsos do Seu passado histórico.
     Chegará um dia em que o Mundo civilizado negará o seu Deus, em que a Igreja duvidará como Pedro duvidou. Ela será tentada a acreditar que o homem se tornou Deus. Nas nossas igrejas, os Cristãos procurarão em vão a lamparina vermelha onde Deus os espera[1]. Como Maria Madalena, chorando perante o túmulo vazio, perguntarão: “Para onde O levaram?”
      Sublinhamos também, na Introdução, que esta grande mudança de orientação na Igreja – “na Sua liturgia, na Sua teologia e na Sua alma”, como o futuro Papa Pio XII especificou – era o objetivo, há tanto tempo acarinhado, das forças organizadas que, desde há séculos, têm vindo a conspirar contra a Igreja; as mesmas forças que estavam no poder em Portugal em 1917 e que foram repelidas pela Consagração deste País ao Imaculado Coração de Maria em 1931.
      [1] “Virão dias – oráculo do Senhor Javé – em que enviarei fome sobre a terra, não uma fome de pão, nem uma sede de água, mas (fome e sede) de ouvir a palavra do Senhor. Andarão errantes de um mar a outro, vaguearão do norte ao oriente; correrão por toda parte buscando a palavra do Senhor, e não a encontrarão.” (Am 8,11s) e também em: “Virão dias em que desejareis ver um só dia o Filho do Homem, e não o vereis.” (Lc 17,22)
O próprio Ratzinger ja citou na entrevista, seção revelações, que essa profecia de Amós tem a ver com fim dos tempos.
Anne Catherine Emmerich disse que “50 a 60 anos antes do 2000 o demônio seria solto do inferno”. Curiosamente, 61 anos antes do ano 2000, Hitler começava a Segunda Guerra Mundial, e nos anos 60 começaria a decadência da Igreja Católica que vemos hoje.
Santa Brígida, da Suécia, foi uma das mais conhecidas Santas da Idade Média. Fundou a Ordem das Religiosas de São Salvador. Referindo-se aos Últimos Tempos, disse: “40 anos antes do ano 2000, o demônio será deixado solto, por um tempo. Quando tudo parecer perdido, Deus, mesmo de improviso, porá fim à maldade”. O sinal desses eventos, continua Santa Brígida, será: “Os sacerdotes deixarão de usar hábito santo e se vestirão como pessoas comuns; as mulheres se vestirão como os homens e os homens como as mulheres.”

Porque a Igreja Católica vai passar e passa pela crise atual ?

      Algumas pessoas dizem que a culpa da Igreja no passado influencia no sofrimento do Papa ou igreja no mundo atual. Isso não é verdade, no qual confunde a Igreja que é Una Santa Católica e Apostólica com os seus dirigentes que são humanos pecadores e fracos assim como nós. Então, a Igreja não tem culpa de nada no passado, o que tal pessoa fez ela mesmo pagará a própria pena inclusive da omissão de cuidar dos fiéis.
      Ha algumas mensagens de Nossa Senhora dadas a Teresa Obermayer que mostram o Papa Pio XII sofrendo duramente no purgatório ele e uns bispos. A causa da queda de parte do clero é explicada em varias profecias e não é nada complicado entender.
      Muitos querem saber porque a Igreja Católica há de passar pela tribulação e apostasia deste fim dos tempos, o porque a Igreja Católica sofre e vai sofrer:
- A Igreja vai seguir os mesmos passos de Jesus, ou seja crucificação, morte e ressurreição, isso já era comentado pelos Santos Padres da Igreja há muito tempo nos primeiros séculos.
-E assim como Jesus que é o Único Caminho e Verdade foi repudiado e morto sem culpa, assim também é a Igreja a Única e guardiã da Verdade.
-Também Jesus denuncia, os homens (da Igreja) rejeitaram a pedra principal (o Espírito Santo) que move e constrói a Igreja em vez disso preferiram ocupar-se com interesses próprios. Assim como o Espírito Santo foi dado em abundancia na época pagã que os apóstolos estavam sendo perseguidos, é na nossa era pagã também é dado e muito recusado.
-A colheita do fim dos tempos se aproxima (conf. Mt 13), e é necessário separar o joio do trigo, e assim deixá-los crescer, para que seja bem visível e distinto, ou seja, entre os fieis e não fieis, porque “arrancando o joio, arriscais a tirar também o trigo” (Mt 13,29). Os que forem fieis se decidiram para Deus, os que não forem serão enganados e jogados no fogo* por não consentirem com a verdade. Então é preciso que Deus selecione rigorosamente quem está disposto ou não para receber definitivamente a vinda do Novo e eterno Reino.
-Satanás que sabe que pouco tempo lhe resta e age com mais ferocidade. Nossa Senhora de Mediugórie também falou sobre isso, que satanás esta com grande fúria para acabar com os padres, os pastores do rebanho.
E NA PROXIMA PARTE NÃO PERCA “APOSTASIA – CORROENDO A IGREJA POR DENTRO”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.