15 de mai de 2010

Notícias sobre o Papa no mundo...

Não se pode condenar a Igreja e o Papa pelos abusos de uns quantos, diz rabino

REDAÇÃO CENTRAL, 08 Abr. 10 (ACI) .- O rabino Jack Bemporad, Diretor do Centro para o Entendimento Inter-religioso em New Jersey, Estados Unidos, assinalou que "não se pode condenar coletivamente a Igreja pelo que alguns sacerdotes e indivíduos nela possam ter feito", perante a campanha mediática difamatória contra o Papa Bento XVI.

Em entrevista concedida à agência ACI Prensa logo depois de defender a comparação que fez o Pe. Raniero Cantalamessa, Pregador da Casa Pontifícia, equiparando os ataques contra a Igreja ao anti-semitismo, o rabino disse que ao final, o que o sacerdote tentou dizer "é correto" pois não se pode condenar o corpo pela falta de alguns.



Ataques ao Papa Bento seguem agenda sexista e hedonista, diz jornal russo não católico

Um editorial do jornal Pravda.ru, em Português, explica que a atual campanha mediática difamatória contra o Papa e a Igreja pretende desacreditar a Igreja para poder seguir obtendo benefícios econômicos, através da imposição de uma ideologia que não considera a natureza espiritual do ser humano mas que enxerga tudo desde uma perspectiva sexista e hedonista.

No texto comenta que estas agressões tomam “um caso isolado, preferivelmente complicado, e o generalizam para induzir ao leitor a pensar que todo o corpo é a mesma natureza”.

“Esta generalização obviamente tem conotações ideológicas e segue uma agenda política que procura desconstruir a sociedade tradicional e suas instituições seculares assim como impor uma nova ordem mundial com a maneira dos sinistros interesses da oligarquia internacional, os mesmos que dirigem os mercados financeiros e, através deles, controlam amplamente a economia mundial”.

Fonte: abril 8th, 2010
http://tinyurl.com/2eqm74l


Governo britânico desculpa-se ao Vaticano por ridicularizar Papa

O governo britânico pediu hoje desculpa ao Vaticano pela redação de um documento oficial interno em que sugere assinalar a visita do Papa ao Reino Unido com a abertura de uma clínica de aborto e o lançamento de uma marca papal de preservativos. O documento, a que teve acesso o “The Sunday Telegraph”, foi intitulado “A visita ideal seria…” .

Após o acesso pela imprensa do documento, o ministério dos Negócios Estrangeiros britânico veio pedir publicamente desculpas e anunciou hoje que o responsável pela elaboração do texto foi transferido para outras funções no ministério.

Aparentemente, o ministro dos Negócios Estrangeiros, David Miliband, ficou “chocado” com o conteúdo do documento, enquanto o embaixador britânico para o Vaticano, Francis Campbell, se reuniu com representantes da Santa Sé para expressar o sentimento de Governo britânico.

O Ministério das Relações Exteriores confirmou que o documento foi elaborado por um pequeno grupo de jovens funcionários que trabalham na visita papal. O Papa, que vai estar em solo britânico entre 16 e 19 de setembro, vai visitar algumas cidades do país e beatificar o Cardeal John Newman.

Diário Digital / Lusa - http://tinyurl.com/278xxwf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.