29 de jun de 2010

As profissões mais confiáveis dos brasileiros

Pesquisa internacional mediu a credibilidade de profissionais e instituições. Bombeiros e carteiros lideram a lista no Brasil. (10/06/2010 - 14h40 | RH)
De um lado, bombeiros, carteiros, professores e médicos com uma taxa de aprovação com a qual os presidentes Lula e Barack Obama apenas sonham. De outro, os políticos e a polícia. Uma pesquisa do grupo alemão GfK mediu a credibilidade de 20 categorias diferentes de profissionais e instituições. Com mais de 18 mil pessoas entrevistadas (mil só no Brasil), o estudo aponta quem, na opinião do povo, é digno de confiança.
Os bombeiros foram unanimidade e estão no 1.º lugar desde o ano passado, com 98% de aprovação dos brasileiros. Desde maio, o socorrista Roberto Chinda possui não só o reconhecimento da população, mas também o dos seus colegas de 1.º Grupamento, que engloba os 10 quartéis do Corpo de Bombeiros de Curitiba. Ele foi eleito o bombeiro do mês. “Ter esse reconhecimento significa que eu fiz o que era esperado e tive um comportamento exemplar no meu trabalho e com meus colegas”, conta um satisfeito Chinda, que está há nove anos na corporação.
O subcomandante do grupamento, major Ricardo Silva, explica que a eleição ocorre todo mês. “Os 350 bombeiros colocam na urna o nome de um colega. É o reconhecimento dos pares por um trabalho bem desempenhado e um comportamento exemplar”. A fotografia do bombeiro eleito passa a fazer parte de uma galeria com os outros escolhidos durante o ano.
A carteira Simone do Rocio Meira da Silva, 38 anos, é representante da categoria que conquistou o 2.º lugar de confiança no coração do brasileiros, com 92% de aprovação. Com oito anos de profissão, ela acredita que a confiança venha do contato direto e diário com as pessoas a quem atende. “Eles até reclamam quando há uma mudança. Já estão acostumados com o meu jeito e estranham qualquer pessoa diferente”. No Santa Quitéria, onde trabalha, Simone é conhecida de Terezinha Nazarko, salgadeira do bairro. “Converso com a Simone toda vez que ela passa por aqui, conhece até meus netos.”
Efeitos da crise
Promessas não cumpridas em época de crise financeira mundial podem ser, segundo o cientista político e sociólogo da Universidade Federal do Paraná Ricardo Costa de Oliveira, o motivo pelo qual os políticos aparecem em última posição na lista brasileira, atrás de outras 19 diferentes profissões. No ranking internacional, a categoria também ocupa as últimas colocações.
O estudo da GfK revela ainda uma curiosidade: o índice de confiança nos diretores de grandes empresas continua em queda mundialmente desde 2008, ano em que a crise financeira mundial começou com o estouro da bolha imobiliária norte-americana. A aprovação desses profissionais passou de 36% da população mundial para 33% no ano passado e 31% este ano.
Fonte:
http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=1012364&tit=As-profissoes-mais-confiaveis-dos-brasileiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.