26 de out de 2010

Deputados a favor do Aborto


Nomes dos deputados federais do Brasil a favor do aborto até o nono mês de gestação.
Esses deputados federais assinaram um recurso para que o Plenário da Câmara dos Deputados delibere sobre o PL 1.135/91, após terem perdido na comissão na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara.

Esses deputados abortistas estão nesta lista que você confere agora por estado e partido:

ACRE (01)
Nilson Mourão – PT/AC

AMAPÁ (03)
Dalva Figueiredo – PT/AP
Evandro Milhomen – PCdoB/AP
Janete Capiberibe – PSB/AP

AMAZÔNIA (01)
Vanessa Grazziotin – PCdoB/AM

BAHIA (06)
Nelson Pellegrino – PT/BA
Zezéu Ribeiro – PT/BA
Daniel Almeida – PCdoB/BA
Alice Portugal – PCdoB/BA
Roberto Britto – PP/BA
Severiano Alves – PDT/BA

CEARÁ (04)
José Guimarães – PT/CE
Eudes Xavier – PT/CE
Chico Lopes – PCdoB/CE
Flávio Bezerra – PMDB/CE

DISTRITO FEDERAL (01)
Magela – PT/DF

ESPÍRITO SANTO (01)
Iriny Lopes – PT/ES

GOIÁS (01)
Rubens Otoni – PT/GO

MARANHÃO (02)
Domingos Dutra – PT/MA
Sarney Filho – PV/MA

MINAS GERAIS (03)
Virgílio Guimarães – PT/MG
Jô Moraes – PCdoB/MG
Edmar Moreira – DEM/MG

MATO GROSSO (01)
Carlos Abicalil – PT/MT

MATO GROSSO DO SUL (01)
Antônio Carlos Biffi – PT/MS

PARÁ (04)
Paulo Rocha – PT/PA
Beto Faro – PT/PA
Zé Geraldo – PT/PA
Asdrubal Bentes – PMDB/PA

PARANÁ (02)
Angelo Vanhoni – PT/PR
Max Rosenmann – PMDB/PR

PERNANBUCO (07)
Pedro Eugênio – PT/PE
Fernando Ferro – PT/PE
Maurício Rands – PT/PE
Raul Jungmann – PPS/PE
Silvio Costa – PMN/PE
Ana Arraes – PSB/PE
Inocêncio Oliveira – PR/PE

RIO DE JANEIRO (05)
Jorge Bittar – PT/RJ
Carlos Santana – PT/RJ
Edmilson Valentim – PCdoB/RJ
Chico Alencar – PSOL/RJ
Brizola Neto – PDT/RJ

RIO GRANDE DO NORTE (01)
Sandra Rosado – PSB/RN

RIO GRANDE DO SUL (04)
Marco Maia – PT/RS
Luciana Genro – PSOL/RS
Pompeo de Mattos – PDT/RS
Darcísio Perondi – PMDB/RS

RONDÔNIA (01)
Eduardo Valverde – PT/RO

RORAIMA (01)
Francisco Rodrigues – DEM/RR

SÃO PAULO (13)
José Genoíno – PT/SP
Paulo Teixeira – PT/SP
Jilmar Tatto – PT/SP
Vicentinho – PT/SP
Cândido Vaccarezza – PT/SP
Devanir Ribeiro – PT/SP
José Mentor – PT/SP
Cláudio Magrão – PPS/SP
Arnaldo Jardim – PPS/SP
Ivan Valente – PSOL/SP
Regis de Oliveira – PSC/SP (12)
Paulo Pereira da Silva (Paulinho da Força) – PDT/SP
Dr. Ubiali – PSB/SP

A MAIORIA DOS PARTIDOS COMUNISTAS SÃO A FAVOR DO ABORTO PRINCIPALMENTE O PT


AO TODO 63 DEPUTADOS ASSIM DIVIDIDOS POR PARTIDO
1. PT 31 Deputados (49,20 %)
2. PC do B 07 Deputados (11,11 %)
3. PSB 04 Deputados (6,33 %)
4. PDT 04 ” ”
5. PMDB 04 ” ”
6. PSOL 03 ” (4,76 %)
7. PPS 03 ” ”
8. DEM 02 ” (3,17 %)
9. PMN 01 ” (1,58 %)
10. PR 01 ” ”
11. PV 01 ” ”
12. PSC 01 ” ”
13. PP 01 ” “

DEPUTADOS DO PT PUNIDOS PELO PRÓPRIO PARTIDO POR SE MANIFESTAREM CONTRA O ABORTO

Pois é, aconteceu. As águas se dividem!
A uns dias atrás postei aqui falando sobre a reunião da cúpula nacional do PT, que aconteceria no dia 17 de Setembro, para decidir como puniriam os Deputados Federais Luiz Bassuma e Henrique Afonso, ambos do PT.
Você deve estar se perguntando:
*Será que finalmente estão limpando o partido?
*Descobriram fraudes envolvendo os dois deputados?
*Feriram o código de ética?
Porém, caros leitores, eles foram punidos porque são contrários à orientação do partido que apóia a legalização do aborto.
O Deputado federal petista, Luiz Bassuma, foi acusado pela Secretaria Nacional de Mulheres petistas de fazer discurso ofensivo contra o aborto.
A Comissão de Ética do PT apresentou parecer pela expulsão do parlamentar. Porém, o plenário resolveu suspender Bassuma, comunicando à bancada na Câmara dos Deputados que o parlamentar está impedido de participar das comissões da Casa, das quais faz parte.
Bassuma também deverá retirar todos os projetos referentes ao aborto. O entendimento é que Bassuma não pode se manifestar contra as posições do partido “sem cuidado”.
o PT decidiu suspender também o deputado Henrique Afonso (AC), julgado por quebra de ética partidária por também ter criticado o posicionamento do partido em relação à defesa da vida. No caso de Afonso, ele não poderá votar nem ser votado em reunião do PT por 3 meses e a está proibido de participar, pelo período de dois anos consecutivos, como representante do Partido na qualidade de membro titular ou suplente, da Comissão de Seguridade Social Saúde e Família da Câmara dos Deputados..
O Acordo do PT com a ONU
Existe um acordo do PT com o Comitê de Direito Humanos da ONU para que se legalize o aborto no Brasil, por isso, o partido está fazendo de tudo para que os membros que defendem a vida sejam punidos e expulsos do partido.

Mais uma prova desse acordo veio a público:
A Equipe de Documentação e Análise da organização “Faça-te Ouvir” (FO) reeditou um revelador Relatório que documenta as pressões das Nações Unidas e outros órgãos internacionais para estenderem o aborto legal naAmérica Latina. (MADRI, 2007-02-03 – ACIdigital.com)
FO publicou uma versão atualizada no final de 2006 do Relatório “Perseguição e demolição à vida. Alucinante aposta da ONU pelo Aborto na América Latina”.
Segundo FO, o relatório “analisa a estratégia protagonizada por diversos grupos internacionais para impulsionar o aborto no continente americano” e tem como objetivo que “a opinião pública conheça a realidade que se esconde atrás desta estratégia conjunta de organizações internacionais planejadas há mais uma década”. O relatório recorda que:
“A América Latina é a única moderada onde todos os países, exceto Cuba, reconhecem que matar uma criança não nascida é um crime. Em meio a isso se gera o plano de extensão do aborto livre na América Latina, que se iniciou em Nova Iorque em dezembro de 1996, embora antes já se acossava a esses países para que legalizassem o aborto”.
FO denuncia que “As Nações Unidas é somente um instrumento financiado por todos os países que formam a Organização. Detrás está uma rede de organizações internacionais, coordenadas pelo Centro de Direitos Reprodutivos de Nova Iorque e financiadas pelas fundações Rockefeller, McArthur, Packard, Ford, Merck entre outras, que perseguem meticulosamente seu objetivo abortista, mediante a manipulação consciente das Nações Unidas por meio de seu Comitê de Direitos Humanos”. Do mesmo modo, o Relatório analisa os casos da Colômbia e Brasil:
“É este último um grande caso chamativo na América Latina. Apesar de que 97% da população do Brasil ser contra o aborto, o governo de Luis Ignácio Lula da Silva já se comprometeu por escrito ante as Nações Unidas a abolir toda restrição legal que até a data impossibilita a prática do aborto livre no país. A tramitação do projeto do governo brasileiro foi suspensa de forma provisória, por interesses táticos eleitorais, já que houve eleições no segundo semestre deste ano”.

2 comentários:

  1. Precisamos divulgar, agora, quais destes deputados foram reeleitos e informar seus e.mails lá na Câmara para futuros protestos.

    ResponderExcluir
  2. Amigo, se você conseguir levantar isso e nos comunicar, agradeceríamos muito.
    Muita coisa eu não consigo encontrar com facilidade na internet.
    É muito importante que nossos leitores nos ajudem.
    E agradecemos muito.
    Deus os abençoe!

    ResponderExcluir

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.