30 de nov de 2010

O site Missão CEFAS recebeu indicação ao "Selo Prêmio Sunshine Award", pelo Apostolado São Clemente Romano
Desde já os agradecemos de todo o coração ao John lennon J. da Silva, que Deus o abençoe pelo excelente trabalho que vem desenvolvendo. 


Aos Que recebem o selo devem seguir algumas regrinhas:

1 - Criar um artigo sobre o prêmio.

2 - criar um link do blog que o indicou.

3 - Indicar 12 blogs para o Sunshine Awards (não tem problema indicar para alguém que já recebeu)

4 - Informar aos indicados sobre o prêmio.

Minhas 12 Indicações para receber o selo, são:

http://blog.cancaonova.com/felipeaquino
http://profeciasdodia.blogspot.com/
http://cristoreinosso.blogspot.com/
http://direcaoespiritual.blogspot.com/
http://nossasenhorademedjugorje.blogspot.com/

Aumente seu Dropbox em até 9GB de graça


Dropbox é um serviço de disco virtual muito bom, e você pode utilizá-lo tanto no seu computador quanto em portáteis e smartphones, pois existem clientes para várias plataformas. Eu estou acostumado a usá-lo no meu notebook, no iPhone e agora no iPad.
A conta gratuita do Dropbox já oferece 2GB, que é um espaço suficiente para quem trabalha com os documentos do dia-a-dia e precisa acessá-los de qualquer lugar sem ter que carregar tudo em pendrives ou HDs portáteis. É claro que você pode comprar um pacote premium e aumentar seu espaço pagando uma taxa mensal. Aí você vai ter de 50GB a 100GB, mas seu bolso vai reclamar, pois os planos chegam a US$199 por ano!
Porém, existem técnicas (legais) que podem aumentar sua conta para até 9GB sem muito esforço! Basta ser cadastrado no serviço e seguir os passos que eu vou dar!

Passo 1 – Efetuar cadastro no Dropbox

Em primeiro lugar, cadastre-se no Dropbox e preencha um pequeno formulário. Automaticamente você terá a sua conta de 2GB.

Passo 2 – Faça o download do aplicativo

Baixe o aplicativo do Dropbox, que possui versões para Windows, Linux, Mac e Mobile. O tamanho do arquivo vai variar de acordo com a plataforma escolhida.
Download grátis do Dropbox

Passo 3 – Aumente sua conta em até 1GB

Agora acesse o site escondido “Free Dropbox” e realize algumas tarefas que vão te dar 128MB extras cada. Tarefas como vincular seu disco à conta do Twitter e ao Facebook, seguir o perfil oficial da empresa e até mesmo escrever uma frase sobre o serviço com até 94 palavras completando a frase “Eu amo do Dropbox porque…”.
Dropbox Free

Passo 4 – Ganhe até 8GB no Dropbox

Agora vem a dica MASTER! Para aumentar até 8GB na sua conta Dropbox, basta convidar seus amigos. Como o serviço é gratuito e muito bom, fica fácil convencer as pessoas a criarem seu disco virtual. Para cada pessoa que criar uma conta, você ganha 250MB extras no seu disco, o limite é de 8GB!
Para acessar a área de indicação, acesse a sua conta e clique em “Get Started” que fica no local indicado na imagem abaixo. O último passo vai mostrar como ganhar esse espaço extra.
Get Started Dropbox
Pronto! Agora você tem um disco virtual com 10GB de espaço DE GRAÇA! Aproveite! 
Fonte: Guanabara.info

Um aborto, uma vida...

A esperança prudente do pároco da Igreja da Penha



No monumento que é símbolo do bairro onde se desenrola um capítulo decisivo da guerra ao tráfico, as portas estão abertas 24 horas por dia. Mas quase não há fieis

Manuela Franceschini
Policial de prontidão na Igreja da Penha, de onde se vê todo o bairro e o conjunto de favelas
Policial de prontidão na Igreja da Penha, de onde se vê todo o bairro e o conjunto de favelas (Ismar Ingber)
Na última semana, a igreja permaneceu aberta 24 horas. Recebeu mães, pais e irmãos de traficantes. Durante o dia, não importava a hora que alguém entrasse, encontraria o padre ajoelhado na primeira fileira da igreja, com um rádio de pilha colado na orelha e a voz cochichando uma oração.
Dentro da Igreja da Penha, na zona Norte do Rio de Janeiro, seis velas acesas e fileiras vazias. Não há romaria, orações, nem joelhos ralados pelos 382 degraus que testemunham promessas. O teto enfeitado por anjos de porcelana sustenta três grandes lustres que tremem quando passa o helicóptero em rasante. Do lado direito, a Vila cruzeiro. Do esquerdo, o complexo do Alemão, com vielas de velho oeste, sem viva alma. No santuário, o mesmo. Nesta segunda-feira, só o padre português Serafim Fernandes, um policial à paisana e dois fardados e armados estão no lugar estratégico. Como na música 'Baião da Penha', sucesso de Luís Gonzaga, foi o pároco que demonstrou sua fé subindo a Penha a pé, pedindo paz para trabalhar.

“É a falsa paz. Até quando?”, pergunta ao colega um dos policiais militares. Se perguntasse ao padre, ouviria como resposta: “O tempo é o senhor da razão”. Entre o pessimismo e a esperança, Fernandes prefere desconfiar. “Estou rezando para que tanta violência não tenha sido em vão. Já vi essa mesma euforia, de que tudo ia mudar, e as coisas voltaram”, diz. Há 14 anos, o padre dorme e acorda em um dos cartões-postais da cidade.
Ismar Ingber
A Igreja da Penha: marco da paisagem na zona norte da cidade
A Igreja da Penha: marco da paisagem na zona norte da cidade
Ainda não era dia quando R.F., policial militar há dez anos, acordou para ir à Penha. Os olhos vermelhos acusam cansaço. “Ontem foi a mesma coisa, o dia todo aqui em cima, procurando bandido”. M.S., que também chegou cedo, rezou antes de sair de casa. “Dessa vez, agradeci mais do que pedi. Estou nessa operação imensa, e não perdi nenhum amigo”. Ele e seus dois companheiros de turno não conheciam a igreja. “É muito bonita por fora”, diz, já que não sobrou tempo para entrar e ver a imagem da santa, esculpida em madeira, em cima do altar.
Missa do Galo - Uma vez por ano, Nossa Senhora da Penha passa pelos becos de todas as 13 favelas do Alemão. “O padre vai levantando os fios dos postes, que são muito baixos, e eu dirigindo com uma mão, segurando a santa com a outra”, conta o motorista do pároco, Jorge Pereira, há oito anos na função de guiar o carro e defender Fernandes. Sua esperança para este ano é que tenha missa do galo na Penha. “Ouvi dizer que estão planejando, já que vai estar mais seguro.”

Por via das dúvidas, Pereira continua o ritual quando tem que entrar nas favelas. Conversava pelo rádio com o segurança de uma escola que fica no pé do morro. Se ele dá o aval, o padre sobe. “Muita gente pede benção, pede uma reza para alguém que está agonizando, para guardar o corpo, como a gente diz”, explica. Fernandes nunca rezou tanto. Na última semana, a igreja permaneceu aberta 24 horas. Recebeu mães, pais e irmãos de traficantes. Durante o dia, não importava a hora que alguém entrasse, encontraria o padre ajoelhado na primeira fileira da igreja, com um rádio de pilha colado na orelha e a voz cochichando uma oração.

Na quarta-feira, de sua posição habitual, ele via bandidos apoiados na grade do santuário, fugindo da polícia. Pensou, mas desistiu de abandonar a reza para falar com os traficantes. “Os meninos com certeza não me ouviriam”. Os meninos o padre conhece. Entre as quase 400.000 pessoas da região, ele sabe o nome de algumas centenas. E também como ganham a vida. Se pedissem abrigo, daria? “Não me pediram. Mas, com sinceridade, não sei o que faria. O que eu sei é que todos eles têm mães, e que todas as mortes são choradas”, diz, antes de sair para um compromisso em uma das casas da Penha.

O dia cai e os policiais também abandonam o posto. Descem as escadas devagar e atentos. O helicóptero passa perto, mais uma vez, e abafa o som dos alto-falantes da capela. “Pai nosso que estás no céu, seja feita a vossa vontade”, escuta-se degraus abaixo. “Pra essa gente brasileira, que quer paz pra trabalhar”, emendaria a canção.
Fonte: Veja

COROA DO ADVENTO


◊   Cidade do Vaticano, 28 nov (RV) - Segue a sugestão para a Coroa do Advento.

1º Domingo do Advento - Acende-se a PRIMEIRA VELA

Com. A luz nascente nos conclama a refletir e aprofundar a proximidade do Natal, onde Cristo, Salvador e Luz do mundo brilhará para a humanidade. Lembra ainda o perdão concedido a Adão e Eva. A cor roxa nos recorda nossa atitude de vigilância diante da abertura e espera do Senhor que virá.

Oração:
Pe. Deus da Esperança no tempo da espera. Deus da Coragem nas dificuldades. Deus da Serenidade no meio do medo. Deus da Paz no mundo em guerra. Deus da Luz no coração da noite: Vem e acende em nós a esperança, a coragem, a serenidade, a paz e a luz com a tua graça. Amém. (Acender a vela)

2º Domingo do Advento - Acende-se a SEGUNDA VELA

Com. A segunda vela acesa nos convida ao desejo de conversão, arrependimento dos nossos pecados e também o compromisso de prepararmos, assim como São João Batista, o caminho do Senhor que virá. Esta vela lembra ainda a fé dos patriarcas e de São João Batista, que anuncia a salvação para todos os povos.

Oração:
Pe. Ramo do tronco de Jessé, enxerta-nos no teu espírito. Senhor da Justiça e da paz, tem compaixão dos fracos e dos pobres, e defende a vida dos oprimidos. Deus da paciência e da consolação, dá-nos esperança e ensina-nos a acolher os outros e a perdoar. (Acender a vela). Deus dos profetas e do batismo, batiza-nos no Espírito Santo e no fogo, e conduz-nos pelo caminho reto da conversão e das boas obras.


3º Domingo do Advento - Acende-se a TERCEIRA VELA (Rosa)

Com. A terceira vela acesa nos convida à alegria e ao júbilo pela aproximação da chegada de Jesus. A cor litúrgica de hoje, o rosa, indica justamente o Domingo da Alegria, ou o Domingo Gaudette, onde transborda nosso coração de alegria pela proximidade da chegada do Senhor. Esta vela lembra ainda a alegria celebrada pelo rei Davi e sua promessa que, agora, está se cumprindo em Maria.

Oração:
Pe. Deus do amor e da vida, da liberdade e da festa: Fortalece as mãos cansadas e os nossos passos vacilantes, encoraja todos os corações que estão perturbados e cessem a dor e os gemidos.Vem salvar-nos, Senhor! (Acender a vela)

Derrama sobre nós o teu Espírito para anunciarmos a boa nova aos pobres e prepararmos a tua vinda abrindo caminhos novos de paz e de alegria nos desertos do mundo.Vem salvar-nos, Senhor!


4º Domingo do Advento - Acende-se a QUARTA VELA

Com. A quarta vela marca os passos de preparação para acolher o Salvador, nossa expectativa da chegada definitiva da Luz ao mundo. Simboliza ainda nossa fé em Jesus Cristo, que ilumina todo homem que vêm a este mundo e também os ensinamentos dos profetas, que anunciaram a chegada do Salvador.

Oração:
Pe. A Virgem vai conceber e dar à luz um Filho, que será chamado Emanuel, Deus Connosco. O Senhor virá salvar o seu povo! (Acender a vela)

Jesus Cristo, descendente de Davi, constituído Filho de Deus pelo Espírito que santifica e pela tua ressurreição: Tu és o nosso Senhor! Tu dás a todos a graça e a paz. Vem, Senhor, salvar o teu povo!


Padre Antônio Carlos de Oliveira,
Vigário da Paróquia de Nepomuceno (MG)

Livro “Luz do mundo” em cápsulas


A voz sincera de um papa frente a um mundo em transformação
CIDADE DO VATICANO, terça-feira, 23 de novembro de 2010 (ZENIT.org) - O livro-entrevista "Luz do mundo", apresentado hoje no Vaticano, recolhe respostas francas de Bento XVI ao jornalista Peter Seewald sobre o Papa, a Igreja e os sinais dos tempos.
Apresentamos algumas das frases mais destacadas do livro.
* * *
Surpresa diante da sua eleição
"O fato de ver-me de repente diante dessa tarefa tão grande foi, como todos sabem, um choque para mim. A responsabilidade é realmente gigantesca."
Renúncia ao papado
"Se o papa chega a reconhecer com clareza que física, psíquica e mentalmente já não pode continuar seu ofício, tem o direito e, em certas circunstâncias, também o dever de renunciar."
Crise dos abusos
"Tudo isso foi para nós um choque e eu continuo me comovendo hoje assim como ontem, até no mais profundo."
Soluções para os abusos
"O importante é, em primeiro lugar, cuidar das vítimas e fazer todo o possível para ajudá-las e para estar ao seu lado com a vontade de contribuir para sua cura; em segundo lugar, evitar o máximo possível estes atos, por meio de uma seleção correta dos candidatos ao sacerdócio; e, em terceiro lugar, que os autores dos atos sejam castigados e excluídos de toda possibilidade de reincidir."
Enfrentar os abusos
"O que nunca deve acontecer é tentar escapar e pretender fingir não ter visto, deixando, assim, que os autores dos crimes continuem cometendo suas ações. Portanto, é necessária a vigilância da Igreja, o castigo para quem faltou e sobretudo a exclusão de todo acesso posterior às crianças."
Situação atual da Igreja
"A Igreja vive. Contemplada somente a partir da Europa, parece que se encontra em decadência. Mas esta é só uma parte do conjunto. Em outros continentes, ela cresce e vive, está repleta de dinamismo (...). Se a Igreja deixasse de estar presente, significaria um colapso de espaços vitais inteiros."
Relativismo
"Ninguém discutirá sobre o fato de que é preciso ser cuidadoso e cauteloso ao reivindicar a verdade. Mas descartá-la, sem mais nem menos, como inalcançável, exerce diretamente uma ação destrutiva."
Ecumenismo
"O mundo precisa de um potencial de testemunho a favor do Deus uno que nos fala em Cristo."
Diálogo inter-religioso
"Temos uma mensagem ética que dá orientação aos homens. E transmitir essa mensagem juntos é de suma importância na crise dos povos."
Islã
"Eu o reconheço como uma grande realidade religiosa com a qual devemos estar em diálogo."
Sexualidade
"O importante é que o homem é alma em corpo, que ele é ele mesmo enquanto corpo e que, por isso, é possível conceber o corpo de forma positiva e a sexualidade como um dom positivo. Através dela, o homem participa da condição criadora de Deus. Encontrar esta concepção positiva e cuidar desse tesouro que nos foi dado é uma grande tarefa."
Preservativos
"É óbvio que ela [a Igreja] não os vê como uma solução real e moral. Não obstante, em um ou outro caso, podem ser, na intenção de reduzir o perigo de contágio, um primeiro passo no caminho rumo a uma sexualidade vivida de forma diferente, rumo a uma sexualidade mais humana."
Pio XII
"Foi um dos grandes justos, que salvou muitos judeus, a tantos como nenhum outro."
Indissolubilidade do matrimônio
"Nós não podemos manipular essa palavra. Devemos deixá-la assim, ainda quando contradiga as formas de vida hoje dominantes."
Eucaristia
"Se é verdade - como acreditamos - que na Eucaristia Cristo está realmente presente, este é o acontecimento central, nem mais nem menos."
Celibato
"É sempre, por assim dizer, um ataque ao que o homem pensa normalmente, algo que só é realizável e crível se Deus existe."
Homossexualidade
"Se alguém tem inclinações homossexuais profundamente arraigadas - não se sabe até agora se são realmente inatas ou se surgem na primeira infância - e, em qualquer caso, se elas têm poder nessa pessoa, tais inclinações são para ela uma grande provação."
Ecologia
"Que o homem está ameaçado, que ameaça a si mesmo e ameaça o mundo, torna-se visível hoje por meio das provas científicas. Só poderá ser salvo se no seu coração crescerem as forças morais, forças que só podem vir do encontro com Deus."

29 de nov de 2010

Missão Thalita Kum 2010

ORAÇÃO PELA VIDA - ADVENTO


◊   Senhor Jesus,
que fielmente visita e inunda com a Tua Presença
a Igreja e a História dos Homens;
que no admirável Sacramento do Teu Corpo e do Teu Sangue
nos torna partícipes da Vida divina
e nos fizeste pregustar a alegria da Vida Eterna;
nós Te adoramos e Te bendizemos.

Prostrados diante de Ti, fonte e amante da vida,
realmente presente e vivo no meio de nós, te suplicamos:

Reaviva em nós o respeito por cada vida humana nascente,
torna-nos capazes de perceber no fruto do ventre materno
a admirável obra do Criador,
dispõe os nossos corações ao generoso acolhimento de cada criança
que chega à vida.

Abençoa as famílias,
santifica a união dos esposos,
torna fecundo o seu amor.

Acompanha com a Luz do Teu Espírito
as decisões das assembléias legislativas,
para que os povos e as nações reconheçam e respeitem
a sacralidade da vida, de cada vida humana.

Guia o trabalho dos cientistas e dos médicos,
para que o progresso contribua ao bem integral da pessoa
e ninguém padeça supressão e injustiça.

Dá caridade criativa aos administradores e aos economistas,
para que saibam intuir e promover condições suficientes,
afim de que as jovens famílias possam serenamente abrir-se,
ao nascimento de novos filhos.

Consola os casais que sofrem
por causa da impossibilidade de ter filhos,
e na Tua bondade, provê.

Educa todos a cuidarem das crianças orfãs ou abandonadas,
para que possam experimentar o calor de Tua Caridade,
a consolação do Teu Coração Divino.

Com Maria Tua Mãe, a grande fiel,
em cujo ventre assumiste a nossa natureza humana,
esperamos de Ti, nosso verdadeiro Bem e Salvador,
a força de amar a vida e servi-la,
com plena expectativa de viver sempre em TI,
na Comunhão da Trindade Santa.
Amém.

Vaticano esclarece tradução exata da palavra do Papa sobre uso do preservativo.


Capa do livro
Capa do livro
Fonte: G1

A doutrina católica não muda, o uso do preservativo está proibido”,  Giovanni Maria Vian, editor do “L’Osservatore Romano”.
“O sumo pontífice se refere a um ato de caridade e não à mudança da doutrina”. Escritor católico Vittorio Messori.
O esclarecimento, o mais recente passo em direção ao que está sendo visto como uma mudança significativa na política da Igreja Católica no assunto, foi feito durante uma entrevista para divulgar o novo livro do papa: ‘Light of the World: The Pope, the Church and the Signs of the Times’ (Luz do Mundo: O Papa, a Igreja e os Sinais dos Tempos).
O monsenhor Rino Fisichella e o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, durante entrevista nesta terça-feira (23) no Vaticano.O monsenhor Rino Fisichella e o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, durante entrevista nesta terça-feira (23) no Vaticano. (Foto: AP)

No livro, uma longa entrevista com o jornalista católico alemão Peter Seewald, o papa usou o exemplo de que um garoto de programa estaria justificado em usar uma camisinha para prevenir contra a transmissão da doença.
O esclarecimento foi necessário porque as versões em alemão, inglês e francês do livro usaram o artigo masculino ao se referir ao ‘garoto de programa’, mas a versão italiana usou o artigo feminino (’prostituta’).
O padre Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, disse nesta terça que havia perguntado ao papa diretamente sobre isso para esclarecer seu pensamento.
‘Perguntei ao papa pessoalmente se havia uma distinção séria entre o uso do masculino ao invés do feminino e ele disse ‘não”, disse Lombardi.
‘Ou seja, a questão é que (o uso da camisinha) deveria ser o primeiro passo em direção à responsabilidade de se tornar ciente do risco à vida de outra pessoa com quem se está tendo uma relação’, disse Lombardi.
‘Se é um homem, uma mulher ou um transexual que faz isso, defendemos sempre o mesmo ponto, de que é o primeiro passo de responsabilidade para prevenir contra a transmissão de um grave risco ao outro.’
A Igreja vem dizendo há décadas que camisinhas não fazem parte da solução no combate à Aids, apesar de não existir nenhuma política formal sobre o assunto em qualquer documento do Vaticano.
No livro, o papa diz que o uso de camisinhas deveria ser visto como ‘o primeiro passo em direção à moralização’, mesmo que camisinhas ‘não sejam realmente a forma de lidar com o mal da infecção do HIV’.
O erro na tradução do livro para o italiano, cujos trechos foram divulgados pelo jornal da Santa Sé, “L’ Osservatore Romano”, se deveu a motivos de rapidez e será corrigido nas próximas edições, segundo fontes eclesiásticas.
As palavras do papa e a explicação de Lombardi -apesar de não mudarem a proibição de métodos contraceptivos pela Igreja Católica- foram bem recebidas como sendo um avanço pelos católicos liberais, ativistas contra a Aids e autoridades da saúde.
‘Pela primeira vez o uso de camisinhas em circunstâncias especiais foi apoiado pelo Vaticano e isso é uma boa notícia e um bom começo para nós’, disse Margaret Chan, diretora-geral da Organização Mundial da Saúde.
Homossexualidade
No livro, o Papa também afirma que a homossexualidade é injusta, opõe-se à vontade de Deus e é inconciliável com a vocação sacerdotal.
“Enquanto seres humanos (os homossexuais) merecem respeito (…) não devem ser rejeitados por causa disso. O respeito ao ser humano é fundamental e decisivo”, afirma ele.
“Mas isto não significa que a homossexualidade seja justa. Ela permanece como qualquer coisa que se opõe à essência mesma do que Deus quis na origem”, precisa ele.
Bento XVI exprime-se de forma mais específica no livro, considerando que a “homossexualidade não é conciliável com a vocação sacerdotal”. Senão, “correríamos um grande risco de fazer do celibato uma espécie de pretexto para fazer entrar no sacerdócio pessoas que não podem se casar”, acrescentou.
“A seleção de candidatos ao sacerdócio deve, então, permanecer muito atenta. É preciso o maior cuidado para evitar uma confusão deste tipo fazendo com que o celibato dos padres seja, por assim dizer, assimilado à tendência à homossexualidade”, concluiu ele.
A uma pergunta sobre a existência de uma homossexualidade nos “mosteiros, entre os religiosos”, que talvez não seja vivenciada ou praticada”, o papa respondeu: “as pessoas em questão devem, pelo menos tentar ativamente não se dominar por esta tendência, a fim de permanecerem fiéis à missão inerente a seu ministério”.
As palavras suscitaram a condenação da principal associação italiana de defesa dos direitos dos homossexuais, Arcigay: “os dizeres do papa humilham milhões de vidas que devem suportar diariamente discriminações”, estima em comunicado.
Fonte: Comunidade Shalom

28 de nov de 2010

Jesus o médico dos médicos!!!



Mensagem lida na formatura do Curso de Medicina da PUC-PR /2010.

Boa noite a todos! Hoje estou aqui para prestar uma homenagem ao primeiro, maior e melhor médico da história da humanidade!

Deus é esse médico, o médico dos médicos, e o mais excelente conhecedor do corpo humano. Todas as células e tecidos, órgãos e sistemas, foram arquitetados por Ele, e Ele entende e conhece a sua criação melhor do que todos. Que médico mais excelente poderia existir?

Deus é o primeiro cirurgião da história. A primeira operação? Uma toracoplastia, quando Deus retirou uma das costelas de Adão e dela formou a mulher. Ele também é o primeiro Anestesista, porque antes de retirar aquela costela fez um profundo sono cair sobre o homem. Deus é o melhor Obstetra especialista em fertilização que já existiu! Pois concedeu filhos a Sara, uma mulher que além de estéril, já estava na menopausa havia muito tempo!

Jesus, o filho de Deus, que com Ele é um só, é o primeiro pediatra da história, pois disse: “Deixem vir a mim as crianças, porque delas é o reino de Deus!” Ele também é o maior reumatologista, pois curou um homem que tinha uma mão ressequida, ou, tecnicamente uma osteoartrite das articulações interfalangeanas.

Jesus é o primeiro oftalmologista, relatou em Jerusalém, o primeiro caso de cura em dois cegos de nascença. Ele também é o primeiro emergencista a realizar, literalmente, uma ressuscitação cardio-pulmonar bem sucedida, quando usou como desfibrilador as suas palavras ao dizer: “Lázaro, vem para fora!”, e pelo poder delas, ressuscitou seu amigo que já havia falecido havia 4 dias. Ele é o melhor otorrinolaringologista, pois devolveu a audição a um surdo. Seu tratamento?  O poder de seu amor. Jesus também é o maior psiquiatra da história, há mais de 2 mil anos curou um jovem com graves distúrbios do pensamento e do comportamento!

Deus também é o melhor ortopedista que já existiu, pois juntou um monte de ossos secos em novas articulações e deles fez um grande exército de homens. Sem contar quando ele disse a um homem coxo: “Levanta, toma a tua maca e anda!”, e o homem andou! O tratamento ortopédico de quadril mais efetivo já relatado na história!

A primeira evidência científica sobre a hanseníase está na Bíblia! E Jesus é o dermatologista mais sábio da história, pois curou instantaneamente 10 homens que sofriam desta doença. Ele também é o primeiro hematologista, pois com apenas um toque curou a coagulopatia de uma mulher que sofria de hemorragia havia mais de 12 anos e que tinha gastado todo o seu dinheiro com outros médicos em tratamentos sem sucesso.

Jesus é ainda, o maior doador de sangue do mundo. Seu tipo sanguíneo? O negativo, ou, doador universal, pois nesta transfusão, Ele, ofereceu o seu próprio sangue, o sangue de um homem sem pecado algum, por todas as pessoas que tinham sobre si a condenação de seus erros, e assim, através da sua morte na cruz e de sua ressurreição, deu a todos os que o recebem, o poder de se tornarem filhos de Deus! E para ter este grande presente, que é a salvação, não é necessário fazer nada, apenas crer e receber!

O bom médico é aquele que dá a sua vida pelos seus pacientes!  Ele fez isso por nós! Ele é um médico que não cobra pelos seus serviços, porque o presente gratuito de Deus é a vida eterna! No seu consultório não há filas, não é necessário marcar consulta e nem esperar para ser atendido, pelo contrário, Ele já está à porta e bate, e aquele que abrir a seu coração para Ele, Ele entrará e fará uma grande festa! Não é necessário ter plano de saúde ou convênio, basta você querer e pedir! O tratamento que ele oferece é mais do que a cura de uma doença física, é uma vida de paz e alegria aqui na terra e mais uma eternidade inteira ao seu lado no céu!

O médico dos médicos está convidando você hoje para se tornar um paciente dele, e receber esta salvação e constatar que o tratamento que Ele oferece é exatamente o que você precisa para viver! Ele é o único caminho, a verdade e a vida. Ninguém pode ir até Deus a não ser por Ele. Seu nome é Jesus. A este médico seja hoje o nosso aplauso e a nossa sincera gratidão!

Colaboração: José Maria Barbosa

27 de nov de 2010

Questão da sexualidade: objetivo do Papa é superar visão mecânica

ZENIT:
No livro-entrevista, centro da mensagem “é uma proposta de esperança”, diz bispo
PETRÓPOLIS, sexta-feira, 26 de novembro de 2010 (ZENIT.org) – O bispo de Petrópolis (Brasil), Dom Filippo Santoro, afirma que o Papa, no recém-lançado livro-entrevista “Luz do Mundo”, de Peter Seewald, no trecho que gerou polêmica na mídia por abordar o uso do preservativo, trata de valorizar a sexualidade humana como expressão do amor.
Em artigo divulgado à imprensa nessa quinta-feira, Dom Filippo assinala que Bento XVI “reafirma a posição da Igreja na perspectiva de não banalizar a sexualidade reduzindo tudo à distribuição de preservativos sem a devida ênfase numa séria campanha educativa”.
O objetivo da fala do Papa, segundo o bispo, é “superar uma visão puramente mecânica da sexualidade e abrir a uma visão mais humana, que comporta a doação à vida do outro e não apenas uma droga para uma satisfação narcisista de si”.
“Trata-se de ampliar a afetividade e não de frustrá-la ou reduzi-la”, diz Dom Filippo.
“Assim o Papa se coloca na perspectiva da valorização da sexualidade humana como expressão de amor, responsabilidade e dom de si e não como redução do outro a objeto. Isso aprofunda e não reforma o ensinamento moral da Igreja.”
O bispo de Petrópolis recorda – no contexto das palavras de Bento XVI – que quando a prática sexual “representa um efetivo risco para a vida do outro, e somente neste caso excepcional, o uso do preservativo, reduzindo o risco do contagio, é um primeiro ato de responsabilidade, um primeiro passo para uma sexualidade mais humana”.
“Não estamos diante de nenhuma revolução na visão da moral cristã, mas sim diante de um aprofundamento do valor da sexualidade e do valor pleno da vida, que nasce do respeito da dignidade humana”, afirma.
Segundo Dom Filippo, o horizonte do Papa “é muito maior que a pura questão do preservativo”.

“O centro da mensagem do Papa nesta entrevista é uma proposta de esperança para a humanidade, que tem um horizonte grande e quer oferecer uma luz para o presente e o destino das pessoas”, afirma o prelado.

Bispo filipino: “não tergiversar” o que Papa diz sobre preservativo
“As
MANILA, sexta-feira, 26 de novembro de 2010 (ZENIT.org) - Nas Filipinas está ocorrendo uma "tergiversação oportunista" das declarações de Bento XVI sobre o uso do preservativo, feitas no livro-entrevista "Luz do Mundo".
Esta é a advertência do arcebispo emérito da diocese filipina de Lingayen-Dagupan, Dom Óscar Cruz, que pede que se acabe com a desinformação que está circulando sobre as declarações do Papa, precisamente quando a nação está debatendo um projeto de lei sobre anticoncepção.
"Quando argumentamos, não aceitemos 'meias verdades', porque dessa forma perderemos", disse o arcebispo.
Dom Cruz afirmou que não lhe surpreende que os promotores da anticoncepção nas Filipinas tenham utilizado as declarações do Papa como um "foguete".
Acrescentou que os partidários do projeto de saúde reprodutiva fariam qualquer coisa para conseguir o que querem e que o único recurso seria aderir estritamente à verdade.
Em resposta aos que pedem à hierarquia que mude o ensinamento sobre a anticoncepção, o prelado afirmou que a Igreja não poder permanecer em silêncio porque tem o dever de defender a moral, seja ela aceita facilmente ou não.
Esperando que escutem
Em meio ao debate sobre o projeto de lei de saúde reprodutiva que promoveria a utilização de anticoncepcionais, alguns líderes políticos estão afirmando que as declarações do Papa podem reforçar o apoio a esta medida.
Um porta-voz do presidente Benigno Aquino III pediu aos líderes da Igreja local que mostrassem uma "flexibilidade correspondente" à supostamente mostrada pelo Papa.
Os partidários da medida exigem que os comentários do Pontífice incitem a Conferência dos Bispos Católicos das Filipinas a ceder finalmente em sua postura sobre a anticoncepção.
Enquanto isso, os líderes da Igreja local tentaram estender a verdade do que o Papa disse realmente.
"Eles [os partidários do projeto de lei] respeitam o Papa, mas nossa preocupação é que estão agindo a partir de uma ideia equivocada", explicou o diretor da Comissão de Família e Vida da arquidiocese de Manila, Pe. Joel Jason.
"Esperemos que escutem as correções. (...) Tendemos a tirar as coisas de contexto. Antes de tirar uma conclusão, deveriam ter considerado primeiro todo o contexto do que o Santo Padre disse realmente."
Segundo o sacerdote, as declarações do Papa não mudam sua afirmação de que a única solução real para a AIDS é a humanização da sexualidade.
Além disso, continuou, o Papa também destacou que o sexo não deveria ser tratado como uma droga para buscar o prazer, que se toma à vontade, sem levar em consideração suas consequências.
A Igreja se mantém firme em sua postura, afirmou o Pe. Jason. A AIDS deve ser combatida com eficácia.
"Não se pode fazer uma opção de mínimos, mas sim uma opção de máximos; não vamos considerar o preservativo como uma solução", disse, recomendando fidelidade e abstinência, com as quais não há forma de se contrair a AIDS.

Defesa da vida torna Igreja mais confiável

Do blog Vida Sim, Aborto Não!:

É evidente que é esse (o ataque ao aborto) o motivo principal do aumento significativo da confiança na Igreja.” – Luciana Gross Cunha, coordenadora do Índice de Confiança na Justiça (ICJ Brasil), pesquisa na qual a Igreja Católica, no Brasil, foi bem avaliada pela população.
Bispo de Guarulhos, Dom Bergonzini, elevou o índice de confiança na Igreja após levar a defesa da vida e o discurso contra o aborto, para o período das eleições presidenciais
Bispo de Guarulhos, Dom Bergonzini, elevou o índice de confiança na Igreja após levar a defesa da vida e o discurso contra o aborto, para o período das eleições presidenciais
A Igreja Católica está em segundo lugar, atrás apenas das Forças Armadas, no ranking das instituições mais confiávies, no Brasil, de acordo com pesquisa do Índice de Confiança na Justiça (ICJ Brasil), promovida recentemente pela Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo (Direito GV).
Em pesquisa anterior a Igreja ocupava o sétimo lugar, de acordo com a opinião pública, no ranking de confiança. Para a coordenadora do Índice de Confiança na Justiça, a professora de Direito, Luciana Gross Cunha, o “salto” da Igreja deve-se à defesa da vida acentuada durante as discussões contra a legalização do aborto que marcaram o período eleitoral.
Nesse trimestre 54% dos entrevistados disseram que a Igreja é uma instituição confiável. No segundo trimestre 34% deram essa resposta. Já a confiança nos partidos políticos despencou de 21% para 8% no mesmo período de eleições, mantendo-se em última posição na escala. “Ao mesmo tempo em que a Igreja sobe, os partidos políticos têm uma queda enorme no nível de confiança”,diz a coordenadora da pesquisa, a professora Luciana Gross Cunha.
É claro que a força da Igreja não está em sua fama, mas em seu Senhor. Contudo, é válido termos instrumentos de pesquisa como o da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas.
Além disso, o salto da Igreja no ranking se deve à luta contra o aborto travada por Dom Luiz Bergonzini, bispo de Guarulhos. Não há a menor dúvida que esse bispo é um marco na história do movimento pró-vida, no Brasil.Embora uma minoria barulhenta e pouco católica se atreva a desqualificá-lo e minimizar suas ações a mera política partidária, sabemos que ser fiel ao Cristo e seu Evangelho da Vida nada tem a ver com política partidária.
Fico feliz. Fico felicíssimo em ver mais esta vitória pró-vida no pós-eleições da primeira presidente mulher pró-aborto do Brasil.

26 de nov de 2010

Papa João Paulo ll “vira” padroeiro do Fluminense, clube de futebol carioca



O salão nobre das Laranjeiras foi palco de uma celebração ‘religiosa’ na noite desta terça-feira. Muito querido pela torcida do Fluminense, o Papa João Paulo II, que faleceu em 2005, foi nomeado padroeiro do clube carioca, ao lado de Nossa Senhora da Glória.
Em 1980, quando João Paulo II visitou o Rio de Janeiro, surgiram os primeiros laços entre as partes. Ele recebeu uma camisa do Fluminense das mãos de um garoto de dez anos e, desde então, passou a ser evocado pelos tricolores nos momentos mais difíceis do clube, como a fuga do rebaixamento no Brasileirão do ano passado.
Foi justamente nesta ocasião que o sócio Igor Viviani virou um dos principais responsáveis pela homenagem. Ele fez uma promessa para que o clube não descesse à segunda divisão e levou a ideia ao Conselho Diretor do Tricolor, que a aprovou.
“Tive um encontro com o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani, ele apoiou a homenagem do Fluminense e levou agora uma camisa tricolor para entregar ao Papa Bento XVI”, contou Viviani, ao site oficial do atual líder do campeonato nacional.

Dom Orani foi representado pelo padre Nelson, que aprovou a ação. “Também fiz parte da caminhada mística de fé no ano passado e integrei a corrente de oração para o Fluminense se livrar do rebaixamento. Nunca deixei de acreditar. Quem da nossa geração não admirou o João Paulo II? Essa homenagem é válida”, disse.
Fonte: Gazeta Esportiva. Net

Download do Santo Terço em Áudio


Caríssimo Irmão, Caríssima Irmã,
Nesta página disponibilizamos abaixo os acessos para fazer o download do Santo Rosário completo gravado pelos Freis do Seminário Santa Monica, em São Paulo, mantido pela Ordem dos Agostinianos Recoletos. Este terço contém o Ângelus, o Terço do dia completo e termina com a benção do Frei Fábio Nocal, Pároco de nossa Igreja de Nossa Senhora de Lourdes.
Você poderá gravar o terço em seu celular, aparelhos de MP3 e até em CDs, e assim poderá rezar onde e quando desejar.
Reze o terço todos os dias e acostume-se a buscar no amor de Maria o consolo para as vicissitudes do dia a dia. Encontre sua força na oração e mantenha-se firme na fé, transformando sua vida na vida feliz e dedicada ao amor pelo próximo, levando a paz onde você estiver!
Desejamos que sua vida seja a vida de um verdadeiro seguidor de Cristo e um evangelizador, não só por palavras, mas principalmente por exemplo de vida! Conte esta novidade para todos os seus amigos e amigas! Vamos propagar e divulgar este ato de fé!
Que Deus te abençoe e te guarde! Que o Amor de Jesus e a Ternura de Maria estejam sempre com você!
Clique nos links abaixo para baixar o terço completo a ser rezado em cada dia da semana, de acordo com a indicação própria (se tiver dúvidas qual mistério rezar no dia, olhe no nome do arquivo).


25 de nov de 2010

Trailer oficial do filme [ "Aparecida - O Milagre "] 2010

Ziza Fernandes & Martin Valverde - "Tem Calma"

Igreja salta da 7ª para 2ª instituição mais confiável por causa do posicionamento claro contra o aborto, diz estudo da FGV


Fonte: Voto Católico
Grafico da Folha de São Paulo, 18.11.2010

Em estudo divulgado hoje pela Escola de Direito da Fundação Getulio Vargas a Igreja Católica passou a ser considerada pelos entrevistados a segunda instituição mais confiável no país, sendo que no segundo trimestre deste ano ela  ocupava o 7º escalão.

O Índice de Confiança na Justiça (ICJ), produzido trimestralmente pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas, revelou que a Igreja ganhou credibilidade diante dos brasileiros consultados. No terceiro trimestre, 54% dos entrevistados disseram que a Igreja é uma instituição confiável em comparação com o segundo trimestre de 2010, quando 34% dos entrevistados deram essa resposta. Em contraposição, a confiança nos Partidos Políticos caiu de 21% para 8% no período, mantendo-se em última posição no ranking de confiança nas instituições. As Forças Armadas continua tendo o primeiro lugar no Índice. Você pode ver o informe completo do Índice aqui.

Na nota oficial que divulga os resultados, a FGV destaca que esta importante mudança pode ser explicada pela forma com que a Igreja Católica marcou o processo eleitoral Presidencial.

Para Luciana Gross Cunha, professora da Direito GV e coordenadora do ICJ Brasil, a controvérsia sobre o aborto travada entre o primeiro e o segundo turno das eleições presidenciais pesou decisivamente para o aumento do índice de confiança na Igreja.

"A Igreja estava em um grau baixo de avaliação quando foi feita a apuração no segundo trimestre, muito perto da crise envolvendo a instituição com denúncias de pedofilia", observa Luciana. "A última fase da coleta coincidiu com a discussão sobre o aborto nas eleições presidenciais. Isso fez a diferença", disse a pesquisadora ao jornal O Estado de São Paulo.

A professora destaca que o tema aborto não foi citado na consulta. "A gente pede resposta de forma espontânea para dizer se a instituição é confiável ou não. Mas é evidente que é esse (o ataque ao aborto) o motivo principal do aumento significativo da confiança na Igreja".

Este aumento na confiança, apesar da dura campanha de desprestígio que a Igreja tem sofrido em decorrência dos casos de homossexualidade e abuso de menores entre membros do clero, deve-se à posição clara que um pequeno grupo de Bispos assumiu com respeito ao tema do aborto, e não a posição dúbia, ou às vezes omissa, da Conferência Episcopal(CNBB) e de alguns membros do Episcopado.

A confiança regenerada na Igreja deve-se, em boa parte, ao testemunho e às palavras de Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, Bispo da Diocese de Guarulhos; de Dom Benedito Beni dos Santos, Bispo da Diocese de Franca, de Dom Antonio Carlos Rossi Keller, Bispo da Diocese de Frederico Westphalen; de Dom Cristiano Jakob Krapf, Bispo da Diocese de Jequié; de Dom Filippo Santoro, Bispo Petrópolis; de Dom Miguel Ângelo Freitas Ribeiro, Bispo de Oliveira; de Dom Fernando Arêas Rifan, Prelado da Administração Apostólica São João Maria Vianney;  de Dom Emílio Pignoli, Bispo emérito de Campo Limpo; de Dom Rafael Llano Cifuentes, Bispo emérito de Nova Friburgo; Dom Henrique Soares da Costa, Bispo auxiliar de Aracajú; Dom Antônio Augusto Dias Duarte, Bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro; de Dom Aldo di Cillo Pagotto, Arcebispo Metropolitano da Paraíba; de Dom Aloísio Roque Oppermann, Arcebispo Metropolitano de Uberaba; de Dom Gil Antonio Moreira, Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora; de Dom João Braz de Aviz, Arcebispo Metropolitano de Brasilia; de Dom Anuar Batisti, Arcebispo Metropolitano de Maringá; de Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano de Belém; e dos cardeais Dom Eugenio Sales, Arcebispo emérito de São Sebastião do Rio de Janeiro, Dom Odilo Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo, e Dom Raymundo Damasceno Assis, Arcebispo Metropolitano de Aparecida. Entre outros.

Os resultados do Índice são um dado importante a ser considerado por nossos Pastores. Os posicionamentos ambíguos da CNBB e um setor dos bispos no Brasil muitas vezes nos deixam perplexos ou confundidos como fiéis. A confiança se perde. A mensagem do Santo Padre do dia 28 de outubro passado, na qual pede aos Bispos do Brasil que se posicionem sem medo de serem incompreendidos ou criticados é reveladora. O lugar recuperado pela Igreja no Índice parece apontar em direção necessidade de atender a sede que o povo tem de testemunhas e ao fato de a Igreja ensinar com claridade e fidelidade será sempre um bem para os fiéis e para a sociedade.
Posted: 18 Nov 2010 10:46 AM PST
Essa falácia já está na sua segunda edição. Durante muitos anos, num tempo a perder de vista, sem haver falsete no piscar dos olhos, se afirmava que os países de maioria protestante eram todos prósperos, e os de maioria católica eram inexoravelmente atrasados. Essa sentença levou tempo para ser desmontada. O perverso da afirmação consistia na insinuação de que ser católico seria sinônimo de atrasado, e ser protestante estaria garantido ser próspero. Isso levava à consideração de que Deus abençoava os protestantes, e entregava os católicos à sua própria sorte.

Portanto, a religião verdadeira seria a de linha protestante. Hoje nem os nossos irmãos evangélicos (como hoje os protestantes preferem ser chamados), seguem essa teoria absurda. Dentro dessa chave de leitura atualmente as religiões aprovadas por Deus seriam as do Japão, da China, e das  religiões dos tigres asiáticos. Porque por lá é que está o sumo do progresso... “Do trabalho de tuas mãos comerás” (Sl  128, 2). Só quem trabalha (com inteligência), é que pode “ver a prosperidade todos os dias”  (Sl 128, 5).

Nos dias atuais aparece uma teoria requentada. Agora o sucesso econômico tem outra causa. Está definitivamente garantido – dizem os fautores da nova teoria – que os países prósperos são geridos por povos sem religião, frios no fervor religioso, que “não vão à igreja”. As populações piedosas, as que tem vida comunitária, estariam fadadas a patinar no atraso  e deglutir o pó que os países prósperos levantam. 

O ensinamento falso dessa afirmação está em dizer que os povos que se voltam para o alto, não tem iniciativa, são parcos de inteligência, e não acreditam em si. Portanto, fadados ao marasmo e à pobreza. Mas os agnósticos, não. Esses estariam com tudo, pois acreditam em si, e por isso são prósperos. Essa audácia se derruba com um simples exemplo que nos vem à mente, e que deleta essa torpe teoria. Vejam o país - ainda o mais próspero do planeta - a América do Norte. É um país, cujo povo é muito religioso, e tem alto índice de praticantes. E conheço também uma região do nosso Brasil, com várias cidades, umas próximas às outras. E aí se vê exatamente o contrário: as cidades muito religiosas são as mais progressistas. E as menos religiosas são as mais fraquinhas. 

É preciso buscar outra teoria melhor. Essa não pegou. Está eivada de fanatismo.

Dom Aloísio Roque Oppermann é Arcebispo Metropolitano da Arquidiocese de Uberaba.
Uberaba, 18 de novembro de 2010.


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12