3 de nov de 2010

Pe. Mateus Maria fala sobre Dilma


Tenho certeza que, nós que, durante estas eleições trabalhamos a favor da vida, e não nos vendemos com nossos blog's e site católicos e pastorais, com notícias tendenciosas, estamos de consciência tranquila, pois fizemos a nossa parte, denunciando um projeto de governo que não patrocinava a vida, tendo também um desejo claro de suprimir a liberdade.

O meu coração se encontra em muita paz, como tenho certeza que, se encontra assim o coração de todos aqueles que lutaram a foavor da vida e da liberdade de expressão, a todos estes, e a todos os líderes cristão que se empenharam nesta luta, só tenho uma palavra a dizer: "Obrigado".

Obrigado a todos que participaram do cerco de jericó, do dia de Jejum pela nossa nação, obrigado a todos os que não calaram a sua voz e seguiram a sua consciência, mesmo quando muitos se calavam.

Nós fomos vencedores nestas eleições, pois o tema do aborto foi abordado com força, e pudemos ver com clareza de que lado estava e está cada um, tanto no meio político quanto religioso.

Pretendo como sacerdote, unido a Igreja, continuar este trabalho pro vida, contra a cultura de morte denunciada desde o Papa João Paulo II, continuando-o agora com o encorajamento do Papa Bento XVI, que nos disse no seu ultimo pronunciamento: "Digam com clareza a verdade, denunciem a cultura de morte sem temer a oposição!".

O nosso trabalho não foi em vão, pois segundo as pesquisas do Data Folha, foi registrada a maior alta no percentual de cidadãos contrários à legalização do aborto desde 1993, que era de 65% e agora passou a 71% da população.

Pessoalmente não tenho nada contra a Sra. Dilma, nossa futura presidente, se tenho algo é contra o PT, que promove a cultura de morte ( o que não é uma difamação é uma realidade ), contudo, oferecerei sacrifícios, jejuns e orações a ela, para que ela tenha força de ser fiel a nação brasileira, que não quer o aborto, e sobre tudo, possa ter o Espírito Santo, para reger a nossa nação com sabedoria, com amor, estando a favor da vida e da liberdade de expressão.
Caros irmãos, reforço mais uma vez o pedido a oração, pois, segundo o que nos ensina a Santa Igreja, devemos orar incessantemente pelos que nos governam, oremos pela senhora Dilma Rousseff, para que seja orientada por Deus; "orem por todos os que têm autoridade, para que possamos viver uma vida calma e pacífica, com dedicação a Deus e respeito aos outros" (1 Tm 2: 1-4) porque devemos "pagar a todos o que lhes é devido: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem respeito, respeito; a quem honra, honra" (Rm 13.7).

Oremos, sabendo que: "não há autoridade que não proceda de Deus, e as autoridades que existem foram por ele instituídas" (Rm 13.1). Saibamos portanto que a fonte de todo poder é Deus, o qual deve ser orientado para o bem comum, e para a dignidade da vida,  desta maneira, obedeçamos a autoridade conferida a nossa futura presidente, e lhe asseguramos todo o respeito e obediência, desde que o seu mandato e ordens, não interfiram a lei natural, e não confronte a lei de Deus, pois nestes casos não somos obrigados a obedecer, antes desobedecer aos homens, do que desobedecer a Deus.
Neste momento, é preciso deixar bem claro que o aborto, tema crucial destas eleições, mesmo que em alguns casos seja lícito nas leis dos homens, não é, e nunca será lícito diante de Deus, que disse: "TU NÃO MATARÁS!", e para nós cristão em hipotese alguma, deve ser aceito.

Que o governo combata a pobreza, que o governo dê possibilidades para as mães levaram a gravidez até o fim e depois criem meios para dar essas crianças em adoção (onde a fila é quilométrica), mas que a maldição do aborto não se expanda em nossa nação.

Deixo um convite a todos os que se dedicaram na luta da vida: "Inciem agora a formarem comissões pró-vida, formadas por advogados, médicos, leigos, padres, religiosos, agentes de pastorais, para podermos instaurar em cada cidade do Brasil, a luta contra o aborto!"

Por fim, agradeço a todos os amigos que criei neste tempo eleitoral, amigos estes que mostraram o seu amor a Igreja e a vida, dispostos a doar-se e sacrificar-se por amor a Deus e as suas leis. E a todos os que não entenderam aquilo que quis dizer com o meu apostolado na internet, peço perdão caso os tenha escnadalizado.

Deixo mais uma vez o meu agradecimento, e oremos muito para que seja Deus, o Senhor a governar a nossa nação e para que Ele não permita o aumento da maldição do aborto em nosso país.

Com Carinho
Pe. Mateus Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.