25 de mai de 2011

Informativo Cléofas - 25/05/2011

Informativo Cléofas, 25 de Maio de 2011 - Ano VI - Número 171

Notícias do Programa "ESCOLA DA FÉ"

+ Zurique vota a favor do suicídio assistido

+ COMBATE À FOME - Desperdício de alimentos

+ Igrejas fecham as portas na Holanda

+ A Holanda e a “nova” tendência religiosa: a religião sem crença

+ Vaticano apresenta catequese para Encontro Mundial das Famílias Milão 2012

+ Embriões híbridos de homens e animais

+Bento XVI diz que universidades católicas devem ser “especialistas em humanidades

+ Cardeal Ouellet: É preocupante a perseguição contra os cristãos

+ ANO MARIANO: Petição Eletrônica ao Papa!

+ "Os Gays e a Bíblia"

O programa Escola da Fé, é exibido toda quinta-feira às 20h40 na TV Canção Nova (Link)


Para meditar...

Querido leitor, o mês de maio está chegando ao fim. Mas podemos dedicar muito mais que um mês à Maria, não acha?!

Confiemos sempre nossas vidas nas mãos de Nossa Senhora e deixemo-nos guiar por Ela. Já dizia São Bernardo, sacerdote e doutor da Igreja: "Se as iras, ou a avareza, ou os prazeres carnais se abaterem sobre a tua barca, olha para Maria.", ou ainda, "Quem recorreu à Vossa proteção e foi por vós desamparado, ó Maria?";entreguemos a Ela nossos problemas, nossas necessidades, nossas fraquezas e principalmente o nosso coração.

Que nunca nos esqueçamos de pedir a intercessão de Maria para alcançarmos todas as graças necessárias, todos os dias de nossas vidas.


Que Maria sempre enfeite sua alma com as flores e o perfume de novas virtudes e coloque a mão materna sobre sua cabeça. Fique sempre e cada vez mais perto de nossa Mãe celeste, pois ela é o mar que deve ser atravessado para se atingir as praias do esplendor eterno no reino do amanhecer.” (Padre Pio)

“Que Maria seja toda a razão da sua existência e o guie ao porto seguro da eterna salvação. Que Ela lhe sirva de doce modelo e inspiração na virtude da santa humildade.”(Padre Pio)

A Pobreza e a Humildade de Maria

A Igreja ensina que Nossa Senhora foi escolhida por Deus “desde toda a eternidade” (Cat. § 488), para ser a Mãe do Seu Filho. Por causa de sua Maternidade Divina, ela foi sempre ‘Cheia de Graça” (gratia plena), concebida sem o pecado original, permanecendo Sempre Virgem (cf. Cat. §499), e Assunta ao Céu de corpo e alma. Pela altíssima dignidade de escolhida para ser a Mãe do divino Redentor, Maria nunca experimentou o pecado, nem o Original e nem o pessoal. S. Luiz de Montfort, fazendo coro com os Santos Padres, dizia que: “assim como o mar é a reunião de todas as águas, Maria é a reunião de todas as graças. Mas entre todas as virtudes de Nossa Senhora, podemos destacar a humildade e a pobreza. Ela é a Mulher humilde, pobre de espírito – exatamente o oposto de Eva soberba. Santo Irineu de Lião, doutor da Igreja (†202), disse que “a obediência de Maria desatou o nó da desobediência de Eva” (Ad. Haer.). A humanidade foi lançada nas trevas do pecado e da morte, porque nossos primeiros pais foram soberbos e desobedientes a Deus. Pela humildade Jesus se tornou o “novo Adão” e salvou o mundo (Rom 5,12s). “Sendo Ele de condição divina, não se prevaleceu de sua igualdade com Deus, mas aniquilou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e assemelhando-se aos homens. E, sendo exteriormente reconhecido como homem, humilhou-se ainda mais, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz” (Fil 2,6-8). Maria, a mãe do Senhor, tornou-se a “nova Eva”. Os santos ensinam que foi a perfeita humildade de Nossa Senhora que fez com que Deus a escolhesse para a mãe do seu Filho, eleita entre todas as mulheres. Ela mesma canta no Magnificat: “Ele olhou para sua humilde serva” (Lc1,48).

A soberba é o pior pecado. É o que levou também os anjos maus a se rebelarem contra Deus, e levou Adão e Eva à desobediência mortal para toda a humanidade. Alguém disse que o orgulho é tão enraizado em nós, por causa do pecado original, que “só morre meia hora depois do dono”.

Ser humilde é ser santo, é descer do pedestal, é não se auto-adorar, é preferir fazer a vontade dos outros do que a própria, é ser silencioso, discreto, escondido, é fugir das pompas e dos aplausos, como Maria. Sendo Mãe de Deus nunca se orgulhou; mas permaneceu pobre e humilde. São João Batista nos ensina a humildade de Maria: “Importa que Ele cresça e que eu diminua!” (Jo 3,30). Jesus exaltou os “pobres de espírito” (Mt 5, 1) como a Virgem Maria que precisou de muito pouco das coisas materiais para servir o Seu Filho e Senhor, e ser aquela que, como disse João Paulo II, “foi a que mais cooperou para a obra da Redenção da humanidade”. Olhemos e imitemos a Estrela pobre e humilde, que é nossa Mãe.

Prof. Felipe Aquino

"Ó MARIA CONCEBIDA SEM PECADOS, ROGAI POR NÓS QUE RECORREMOS A VÓS".

 


Blog do Prof. Felipe Aquino

Instituto apoia políticos católicos "nas trincheiras"

Amigos e amigas,

Diante da cristianofobia que cresce no mundo foi criado este Instituto cristão em defesa da fé cristã em todo o mundo. Penso que seja do interesse de todos.

Promovendo a dignidade humana e a voz cristã no âmbito público

Por Edward Pentin

ROMA, segunda-feira, 4 de abril de 2011 (ZENIT.org) – Já que a cristãofobia continua se expandindo e a doutrina da Igreja está se tornando um tabu na política do Ocidente, como os políticos cristãos podem se atrever a falar em defesa da fé?

A resposta pode estar no Instituto “Dignitatis Humanae”. Fundado há apenas dois anos por um pequeno grupo de parlamentares e políticos europeus católicos, este organismo é composto por vários grupos de trabalho de vários parlamentos, que se dedicam a difundir seu ponto de vista pelo mundo inteiro.

Seu objetivo, de acordo com Benjamin Harnwell, presidente e fundador do Instituto, é converter-se em uma plataforma através da qual os políticos cristãos possam apresentar, de uma maneira melhor, respostas coerentes, moderadas e orientadas ao número crescente de leigos radicais e extremistas da vida pública.

+Leia mais


Livro da Semana

Vida Sexual no Casamento

 

“Que tipos de carícias são permitidos no relacionamento conjugal? Seria lícito a algum dos cônjuges recusar ao outro o ato conjugal? Quais são os critérios para orientar um casal a respeito do número de filhos? Com perguntas mais ou menos semelhantes a estas e outras tantas, diversos esposos cristãos nos procuram a nós sacerdotes para aconselhar-se a respeito de seu matrimônio, a fim de pautá-lo segundo os desígnios de Deus.

Neste sentido, o leitor tem nas mãos uma obra na qual encontrará uma profunda ressonância da voz da Igreja acerca do amor conjugal. Aliás, este é um dos grandes méritos que o Prof. Felipe Aquino manifesta através da extensa obra que vem publicando ao longo dos últimos anos. O mérito de fazer com que o maravilhoso tesouro da doutrina da Igreja alcance um número bastante considerável de pessoas, muitas das quais não tinham conhecimento algum deste imenso e precioso patrimônio
.

Pe. Demétrio Gomes da Silva

Niterói, 01 de novembro de 2009.

 

Ficha Técnica
Editora: Cléofas
ISBN:978-85-88158-60-3
Ano: 2010
Edição: 3
Número de páginas: 144
Idioma: Português (BR)
Acabamento: Brochura
Formato: 14×21 cm

Está chegando uma novidade...

Em breve a estréia do Novo Programa do Prof. Felipe Aquino: "PERGUNTE E RESPONDEREMOS", na TV Canção Nova.


* Caso não deseje mais receber a newsletter, entre em contato e escolha o assunto "Newsletter - REMOVER".
Lançamento



Como fazer a vontade de Deus?

14x21 cm - 240 páginas


Shopping Cléofas



Família Santuário da Vida

14x21 cm - 232 páginas



Namoro

14x21 cm - 144 páginas


EVENTOS

Acampamento para Namorados e Noivos na Canção Nova em Cachoeira Paulista

"Eu quero um amor de verdade"

De 3 a 5 de junho

Presenças de:

Prof. Felipe Aquino, Pe. José Augusto, Ricardo e Eliana Sá, Celina, Gerson Abarca e Amor e Adoração.

 


© 2011 - Editora Cléofas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.