21 de set de 2011

Informativo Cléofas - 21/09/2011

Informativo Cléofas, 21 de setembro de 2011 - Ano VI - Número 188

Notícias do Site Cléofas

+ Professor cristão é acusado de prática de "blasfêmia" no Paquistão

+ Papa Bento XVI é o papa mais lido da história

+ EUA: mais de 150 meios-irmãos do mesmo sêmen

+Jovem sofre enfarte cerebral após tomar pílula do dia seguinte

+ Cruz da JMJ: 100 mil jovens em São Paulo

+ Turquia é elogiada por devolver propriedades religiosas

+ Bioética: debates devem gerar ações de mudança

+ II Congresso Nacional de Planejamento Natural da Família

Conheça também o documento da Igreja:

+ Carta Encíclica Laborem Exercens: Sobre o Trabalho Humano (Parte 1)

O programa Escola da Fé, é exibido toda quinta-feira às 20h40 na TV Canção Nova (Link)


Para Meditar...


A Cruz da JMJ vai a Cracolândia

E com você, meu amigo(a), partilho e convido a ler até o fim, porque raras são as vezes que uma boa e linda notícia nos chega.

"É noite, estamos no Centro de São Paulo, para ser mais exata na Catedral da Sé, onde o ícone de Nossa Senhora e a Cruz peregrina, símbolos da JMJ ficaram durante todo o dia expostos para a veneração dos fiéis.

As 19h dá-se início a Via-Sacra, seguindo o seu itinerário. O cenário sugerido não é de muita beleza, moradores de rua já começam a fazer parte da paisagem por onde passa a cruz, mas é ali o lugar escolhido para esta passagem, sem dúvida foi a Divina Providência que nos guiou.

No Largo São Bento, Padre Júlio Lancelotti convida os presentes a dizerem a seguinte frase: " O irmão de rua é meu irmão." Continua o sacerdote: "A cruz é sinal de vida, ali Deus nos ama." Em seguida elequestiona-nos: " Sabe porque o diabo tem raiva da cruz? Porque ele não é capaz de amar." Durante a oração do terço, ouvimos um morador de rua que nos interpelava: "Faz uma foto minha, moro na rua mas sou gente." Como não ser questionada por tal informação?

Continuamos então nossa caminhada, nos deparando com aquela dura e porque não dizer 'cruel' realidade, eram hotéis baratos usados para prostituição, sua clientela a porta não era indiferente a passagem da Cruz seguido do ícone da presença pura da Virgem Maria. Os olhares eram fixos para aqueles jovens que com alegria carregam a cruz nos ombros. De repente fomos caminhando rumo a uma favela. A Favela do Moinho. Fomos interrompidos pela passagem de um trem que corta o lugar, os barracos ficam a margem dos trilhos, já eram 22h30. Aquela cena nos fez experimentar o desconforto de toda aquela situação que os moradores daquele local vivem de forma cotidiana.

Porém, num campo aberto da favela do moinho uma prece foi feita com fervor por Dom Tarcísio Scaramussa Bispo Auxiliar de SP, responsável pela região Centro que como Pastor esteve presente em todo percurso. Uma moradora do lugar nos falou em lágrimas: "Como pode Jesus vir aqui?" O local não tem saneamento básico e em boa parte da favela não tem energia elétrica, o lixo nas ruas sinaliza o abandono.

Saindo dali fomos em direção a um cenário de horror, a cracolândia, na Estação da Luz. O encontro de nossa procissão com um comércio de craque a céu aberto foi impactante. Ao chegarmos vimos roupas, frutas, peças de carro sendo expostas em mesas ou no chão para serem trocadas por pedras de craque. Expostas ainda eram as pessoas presentes naquele lugar, umas deitadas ao chão delirantes, outras paradas olhando fixamente para algum lugar, com a pupila dos olhos dilatadas.

Não avançamos por alguns minutos, era respeitoso da nossa parte entrar somente se fossemos convidados. Porém eis que surgem gritos: "Eles são da igreja, podem entrar." Neste instante a cruz foi erguida para que a dor e sofrimento de Cristo se unisse a dor e ao abandono daqueles filhos e filhas de Deus.

Algumas pessoas mesmo na 'nóia' vinham ao encontro dos sacerdotes pedindo a benção e abraçando-os. Ali rezamos mais um mistério do Santo Terço e foi levantado um grande clamor, eis que a luz entra onde a treva é evidente. Uma experiência única, imagens que não saem da minha cabeça, primeiramente pelo horror que nos causa, como pode alguém viver assim? Mas também por ver a beleza da 'cruz' que em meio a tanto sofrimento, se deixa encontrar pelos mais pobres e excluídos. Uma lição de vida!

A Via-Sacra segue com os jovens expressando sua fé e alegria por poder levar esperança a tantos que não a tem. O trajeto é encerrado as 23h10 com o ápice da fé a Santa Missa na Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte, ali a cruz fica até terça-feira, quando Ela mais uma vez como peregrina que é, continua seu caminho."

***
Por Cristiane Henrique - Produção Destrave
http://destrave.cancaonova.com/cruz-da-jmj-vai-a-cracolandia/#comment-2104

 


Pergunte e Responderemos

Por que acendemos velas?

Muita gente faz promessa de acender velas...

O que significa isso?

O fogo e a luz são símbolos da vida, significam vida. Quando vemos a fumaça da chaminé ou a janela iluminada, já concluimos que naquela casa existe vida. Porque há fogo e luz.
Jesus disse assim: "Quando acendemos uma vela, colocamo-la, não debaixo da mesa, mas sobre o castiçal, para que ela ilumine a todos que estão em casa. Assim também deve brilhar vossa luz diante dos

homens, para que eles vejam vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai que está nos céus" (Mt 5,14).
Jesus falava exatamente da luz da fé. Comparou a fé com uma vela acesa. Aquele que vive sua fé, brilha como a luz. Aquele que evita o mal e procura praticar o bem por amor de Deus, esse ilumina os

outros. Quem não se esforça por evitar o mal, vive na escuridão e espalha escuridão.

+Leia mais

 

 

Blog do Prof. Felipe Aquino

As dores de Maria

 
 

A América foi muitas vezes invadida por holandeses, franceses, que não eram católicos. Porém, sempre os portugueses conseguiram vencer esses povos, e se não fossem eles, talvez a América não seria

católica. Nossa Senhora sempre protegeu a nossa Pátria.

A primeira coisa que Nossa Senhora pede é uma Capela, por isso foi feita uma capelinha na beira do Rio Paraíba, e depois a grande Basílica de Aparecida que é para nós um marco. E temos que construir mesmo. Um dia perguntaram para um rapaz perto de mim, porque vemos uma multidão de pessoas muito simples, e aí perguntaram para o rapaz: “Você não acha que esse santuário é muito luxuoso?

Você não acha que deveria pegar este dinheiro e dar aos pobres?” E ele respondeu: “Mas foram os pobres que construíram este santuário, são os pobres que deixam o dinheiro aqui, e são eles que querem que a Mãe de Deus seja glorificada e que tenha uma casa bonita para abençoar seus filhos aqui.”

 

+Leia mais


Livro da Semana

FAMÍLIA SANTUÁRIO DA VIDA

A família é o “Santuário da Vida”, como disse o Papa João Paulo II, na Carta às Famílias (n. 11).

Após o seu livro “Sereis uma só carne”, que já ajudou a tantos casais a reencontrarem o sentido da vida conjugal, o prof. Felipe Aquino, pregador de Retiros de Aprofundamento para Casais, em todo o país,apresenta agora um estudo profundo sobre a realidade da família no mundo moderno, com as ameaças que tem sofrido de todos os lados.

Toda esta reflexão e estudo está baseada rigorosamente nos ensinamentos da Igreja — “coluna e sustentáculo da verdade” (1 Tm 3,15) — de acordo com o Sagrado Magistério, com as Sagradas Escrituras e com a Sagrada Tradição.

Aqui são enfocados, tanto a vida conjugal (namoro, harmonia conjugal e sexual, diferenças pessoais e demais problemas do casal), bem como os aspectos da educação dos filhos, em face dos graves malesque atingem os jovens, fruto da desagregação moral e familiar: violência, drogas, tentativas de suicídio, músicas alienantes, bebidas, ociosidade…

É apresentado ainda um estudo das causas que podem levar a Igreja a reconhecer a nulidade de um matrimônio, segundo as normas do Código de Direito Canônico.

Ficha Técnica
Editora: Cléofas
ISBN: 978-85-88158-59-7
Ano: 2011
Edição: 19
Número de páginas: 232
Idioma: Português (BR)
Acabamento: Brochura

 

 


 


* Caso não deseje mais receber a newsletter, entre em contato e escolha o assunto "Newsletter - REMOVER".
Lançamento



Os Dogmas da Fé

14x21 cm - 392 páginas


Shopping Cléofas



Relação dos Santos e Beatos da Igreja14x21 cm -280 páginas



O Espírito Santo
14x21 cm - 144 páginas


O socorro da Virgem Maria e as suas sete dores
14x21 cm - 146 páginas


_______________________________

 

 


© 2011 - Editora Cléofas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.