25 de mar de 2012

9 motivos para não tomar refrigerante

Fonte: http://revoada.net/9-motivos-para-nao-tomar-refrigerante/#.T2uhp22Aaio.facebook


Refrigerante, de todas as maneiras, não faz bem. Além de não ter valor nutricional, engorda, leva à obesidade, causa diabetes e muitos outros problemas de saúde, que você pode nem saber que existem. Confira os males gerados pelo refrigerante e pense duas vezes antes de abrir aquela garrafa gaseificada:
1 – Refrigerante causa envelhecimento rápido
Qualquer refrigerante de cola (seja regular ou diet) contém fosfato, um ácido que dá a bebida seu sabor típico, fazendo-a também durar mais na prateleira. O mesmo ácido fosfórico está presente em outros alimentos (carne, leite e nozes), mas vem em quantidades muito maiores no refrigerante.
Esse excesso pode levar a problemas cardíacos e renais, perda muscular e osteoporose, e até provocar envelhecimento acelerado. Um estudo de 2010 descobriu que ratos de laboratório que tomavam refrigerante morreram cinco semanas mais cedo do que ratos com dietas com níveis normais de fosfato.
2 – Refrigerante pode causar câncer
O Centro de Ciência para o Interesse Público pediu à Administração de Alimentos e Drogas americana que proibisse o corante artificial caramelo usado para fazer a Coca-Cola, a Pepsi e outros refrigerantes marrons. Isso porque dois elementos desse corante, 2-metilimidazole e 4-metilimidazol, são conhecidos por causar câncer em animais. Aparentemente, 16 microgramas por pessoa por dia de 4-metilimidazol já é o suficiente para representar uma ameaça de câncer. Qualquer refrigerante marrom contêm 200 microgramas por 570 ml.
3 – Refrigerante torna os dentes podres
Dentistas americanos nomearam uma condição com a marca de um refrigerante (“Mountain Dew”), porque todas as crianças que o bebem demais a tem: elas acabam com a boca cheia de cáries causadas por níveis muito altos de açúcar. Não é difícil de imaginar…
4 – Refrigerante pode causar problemas neurológicos
O óleo vegetal bromado, ou BVO, na sigla em inglês, é um elemento encontrado em refrigerantes para manter seu aroma. É também um produto químico industrial usado como retardador de chamas em plásticos. Só isso já diz muito.
Encontrado em refrigerantes e bebidas esportivas baseados em citros, o produto químico pode causar distúrbios de memória e perda nervosa quando consumido em grandes quantidades. Os pesquisadores também suspeitam que o químico se acumula na gordura do corpo, podendo causar problemas de comportamento, infertilidade e lesões nos músculos do coração ao longo do tempo.
5 – Refrigerantes vêm em latas tóxicas
A bebida em si não é a única que causa problemas. Quase todas as latas de alumínio de refrigerante usam uma resina chamada bisfenol A (BPA) para impedir os ácidos do refrigerante de reagir com o metal. Essa resina pode influenciar os hormônios e já foi associada à infertilidade, à obesidade e a algumas formas de câncer.
Atualmente, a Pepsi e a Coca-Cola estão engajadas em uma batalha para ver qual vai poder desenvolver uma garrafa de plástico 100% baseada em plantas, considerada “sem BPA”. Mas nenhuma delas está disposta a retirar a mesma substância das suas latas de alumínio.
6 – Refrigerante causa poluição da água
Refrigerantes diet ou light não possuem açúcar, mas possuem adoçantes artificiais, que por acaso não quebram em nossos corpos, e nem no tratamento de águas residuais. Sendo assim, essas substâncias acabam entrando nos cursos de água das cidades.
Em 2009, cientistas testaram amostras de água tratada, de rios e de lagos na Suíça e descobriram níveis de acessulfame K, sucralose e sacarina em todas as amostras (que são substâncias usadas em refrigerantes diet). Um teste parecido nos EUA também revelou a presença de sucralose nas estações de abastecimento de água.
Os pesquisadores não sabem o que esses níveis dessas substâncias podem fazer com as pessoas, mas estudos anteriores haviam concluído que a sucralose em rios e lagos interfere com os hábitos de alimentação de alguns organismos.
7 – Refrigerante diet pode viciar
Apesar de não ser tão viciante quanto nicotina, por exemplo, o refrigerante diet é claramente viciante (pergunte a quem o toma até no café da manhã). Os cientistas suspeitam que os adoçantes artificiais que ele contém podem tornar algumas pessoas psicologicamente – e até mesmo fisicamente – dependentes.
Os adoçantes artificiais dos refrigerantes diet, como o aspartame, podem manter as pessoas bebendo constantemente porque esses açúcares falsificados não satisfazem tanto quanto o açúcar real. A cafeína também pode ser um dos elementos do refri que causa vício, embora não explique porque os bebedores não preferem café, por exemplo, que contém muito mais da substância.
Também há razões psicológicas. Beber muito refrigerante sem calorias não parece ter uma desvantagem imediata (o ganho de peso) que impede as pessoas de exagerar. Outro caso comum é o que os psicólogos chamam de “troca de vício”, que é mudar um vício ou um comportamento compulsivo por outro (não vou fumar, mas vou tomar refrigerante). O refri é substituto para muitos problemas. Também, para quem está tentando perder (ou evitar ganhar) peso, a doçura do refrigerante diet se torna um conforto para lembrar o gosto do açúcar.
Da mesma forma, as pessoas podem ficar viciadas em refrigerante diet porque o associam com uma determinada atividade ou comportamento. É o mesmo que sempre tomar um refri quando vai para aula. Você sente o desejo antes mesmo de chegar na escola. Quase ninguém admite, mas muitos sofrem até de sintomas de abstinência quando ficam longe do refrigerante.
8 – Refrigerante pode prejudicar o esperma
Um estudo holandês mostrou que a contagem de esperma em homens que bebem mais refrigerante de cola é, em média, 30% mais baixa do que nos que não tomam, o que aumenta o risco deles ficarem estéreis.
Não há certeza sobre qual substância no refrigerante é responsável pelo fenômeno. Mas homens que tomam mais de um litro de coca por dia têm uma contagem de apenas 35 milhões de espermatozoides por litro de sêmen.
Como a qualidade e estilo de vida estão relacionados ao consumo de refrigerante, ainda não se sabe se é a dieta toda ou a quantidade de bebida de cola que afeta a qualidade do sêmen. Ainda assim, é um bom motivo para parar de tomar refrigerante.
9 – Refrigerante pode causar paralisia
Há evidências de que o consumo excessivo de refrigerantes de cola pode levar a hipocalemia, uma doença onde o nível de potássio cai, causando um efeito adverso nas funções vitais dos músculos.
Os sintomas podem variar de fraqueza a paralisia profunda. E pessoas que consomem de dois a nove litros de cola por dia têm maiores chances de adquirir a doença. Os ingredientes presentes no refrigerante que a causam são: glicose, frutose e cafeína.
Suspender o consumo de cola e tomar suplementos de potássio cura a condição, mas a doença deixa as pessoas mais suscetíveis a potenciais complicações fatais, como batimento cardíaco irregular.
Os médicos acreditam que as bebidas de cola devem estar na lista de drogas e substâncias que podem causar doenças. Também acreditam que a indústria de refrigerantes deve promover o uso moderado de seus produtos e incentivar a prática de atividades físicas. Entendeu o recado?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12