28 de mar de 2012

Informativo Cléofas - 28/03/2012

Informativo Cléofas, 28 de Março de 2012- Ano VII- N°212.

 

 

 

 

Notícias do Site Cléofas

 

+CNBB lança subsídio para as Jornadas Diocesanas da Juventude 2012

+Troquei os deuses dos livros pelo Deus vivo

+Da Clausura ao mundo

+Divulgado novo site para a Congregação da Doutrina da Fé

+Pastor cria igreja voltada a homossexuais no RS

+ Beatificação do cardeal Van Thuan pode ocorrer em breve

+ Na maioria dos "crimes de ódio" cometidos na Europa os cristãos foram as vítimas

+ União dos Juristas Católicos é criada em São Paulo

 

O programa Escola da Fé, é exibido toda quinta-feira às 20h40 na TV Canção Nova (Link)


Para Meditar...


As Bem-aventuranças do Político

 

“As Bem-aventuranças do Político”  foram escritas anos atrás pelo Cardeal Francisco Javier Van Thuan. É uma reflexão muito importante para os políticos de todos os paises.

O Cardeal Francisco Javier Van Thuan foi um bispo vietnamita que passou treze anos em uma prisão durante o regime comunista do Vietnam, e que em seguida, libertado, foi nomeado pelo Papa João Paulo II como Presidente do Pontifício Conselho Justiça e Paz. O Cardeal vietnamita “elaborou algumas Bem-aventuranças do Político fundando-se nas Bem-aventuranças do Evangelho”.

“Bem-aventurado o dirigente político que entende seu papel no mundo“. Parece uma definição geral mas assinala ou para que está e qual é sua função. Quer dizer que é um servidor de seus irmãos, de seu país, de seu povo.

“Bem-aventurado o dirigente político que exemplifica pessoalmente a credibilidade“. Não a reclama mas sim com seu exemplo se faz exemplar.

“Bem-aventurado o dirigente político que trabalha pelo bem comum e não por interesses pessoais“.

“Bem-aventurado o dirigente político que é sincero consigo mesmo, com sua fé e com suas promessas eleitorais“.

“Bem-aventurado o dirigente político que trabalha pela unidade e faz de Jesus o apoio de sua defesa“.  O Cardeal Van Thuan estava se referindo, sobretudo aos políticos que se consideram cristãos ou aos cristãos que se introduzem na arena política”.

“Bem-aventurado o dirigente político que trabalha pela mudança profunda, das raízes, nega-se a chamar bom o que é mau e utiliza o Evangelho como guia“.

“Bem-aventurado o dirigente político que escuta ao povo antes, durante e depois da eleições e que sempre escuta a Deus na oração“.

“Bem-aventurado o dirigente político que não tem medo da verdade nem dos meios de comunicação, porque no momento do julgamento responderá só ante Deus, não ante os meios de comunicação”.

Há uma grande diferença entre Política e politicagem; o político é aquele que faz da vida pública uma maneira de “servir ao povo”, de buscar o bem comum; por outro lado, o politiqueiro, é aquele que “se serve do povo”, e usa do poder político que o povo lhe confere para se enriquecer, traficando influências, corrompendo, roubando, subornando e até mesmo ameaçando e promovendo represálias e ameaças contra os que combatem os seus erros.

O político honesto pode ser um santo, um homem de Deus a serviço da nação; o politiqueiro, mal intencionado, é o lado oposto da santidade, e um dia sentará no Tribunal de Cristo, para prestar contas dos seus atos.

 

Prof. Felipe Aquino

 


Pergunte e Responderemos

A Igreja precisa de metais preciosos e vestes solenes ?


O mobiliário e o vestiário do culto sagrado não visam honrar os homens (nem os ministros do culto nem os fiéis) nem impressionar a massa, mas dirigem-se primariamente a Deus. O homem, rei da criação foi incumbido pelo Criador de estabelecer ordem no mundo (cf. Gen 1,28); toca-lhe, portanto o dever de fazer que as criaturas, inanimadas, concorram de seu modo para proclamar a grandeza de Deus; é esta a sua função quando utilizadas na arquitetura, na pintura das igrejas ou na confecção de objetos atinentes à Liturgia sagrada.

Se os templos católicos fossem apenas lugares de reunião do povo fiel ou meras salas de oração e pregação, compreende-se que estivessem destituídos de todo ornamento. Na concepção católica, porém, a Igreja é, antes do mais, a Casa de Deus, onde o Senhor se torna de modo especial presente na Santa Missa e costuma permanecer dia e noite no sacramento da Eucaristia. É a consciência disto que sempre moveu e ainda move os fiéis a consagrarem ao decoro da Casa de Deus o que possuem de melhor, tanto do ponto de vista material como do ponto de vista estético ou artístico.
[...]


*D.Estêvão Bettencourt

+Leia Mais


Blog do Prof. Felipe Aquino

 

"Os abortistas não nos representam"

 

 

Renata Gusson Martins, mãe de cinco filhos, participou na Sessão da Subcomissão permanente em defesa da mulher, uma audiência com o para debater as políticas públicas para a saúde da mulheres, presidida pelas Senadoras Angela Portela (PT); Ana Rita (PT); Lídice da Mata (PSB), ocorrida em Brasília no dia 08 de março, Dia Internacional da Mulher. Para a ocasião as senadoras da subcomissão convidaram mulheres financiadas pela Fundação MacArthur para falar sobre a “saúde” da mulher, mas não estenderam o convite às organizações de defesa da vida e de amparo a mulheres grávidas. No entanto, mesmo sem convite, essas iniciativas pró-vida se fizeram presentes em Brasília na audiência, para surpresa geral das senadoras e das feministas convocadas.

Usando da palavra Renata denunciou que as abortistas e feministas financiadas por fundações internacionais como a Rockefeller, Ford e MacArthur, as quais ferindo a soberania do país vêm promovendo o avanço da legislação pró-aborto em Brasilia, simplesmente não representam a mulher brasileira e seus verdadeiros interesses.

O vídeo já foi visto mais de 30 mil vezes em apenas uma semana no Youtube. Foi gravado pela TV Senado (Brasil).

Renata afirmou que causava “muita tristeza” observar naquela data, especial para as mulheres de todo o mundo, que outras mulheres supostamente comprometidas com o bem das brasileiras, ao seguir piamente os manuais das organizações estrangeiras que querem promover o aborto na América Latina, simplesmente “não representam” as mulheres do Brasil, onde mais de 70% da população rechaça o aborto.

“As senhoras não representam a mulher brasileira. É preciso dizer isso!”, reafirmou Renata Gusson, e criticou as senadoras pela má representação que fazem da mulher brasileira, ao comprometer-se com a agenda pró-aborto. Renata falou apenas três minutos, mas deu o seu recado cristão contundente, sem medo, corajosamente. Ela questionou a instrumentalização das senadoras e a de organizações feministas que se dedicam profissionalmente à tarefa de fomentar, junto ao poder legislativo, leis que promovem a legalização do aborto, de maneira especial no contexto da Reforma do Código Penal Brasileiro.

Renata Gusson lembrou sobre a terrível realidade que, uma vez permitido o aborto, a exemplo do que ocorre nos Estados Unidos, a maior parte das clínicas seriam estrategicamente instaladas em regiões de baixa renda e em bairros de moradores predominantemente negros prejudicando estas populações.

“A senhora como secretária de políticas especiais de ações afirmativas sabe que o aborto nos Estados Unidos é legalizado até os nove meses desde 1973. E a maior quantidade de clínicas de aborto se concentram em bairros pobres e negros. Infelizmente esta é uma estrutura, uma engrenagem que se forma simplesmente para aprovar o aborto em um país. Infelizmente secretária, não se tem amor por mulher nenhuma”.  “E quem vai morrer, Secretária?” questionou Renata quem imediatamente respondeu: “50% das crianças abortadas são mulheres. As que vão morrer são as mulheres, e especialmente as crianças negras”.

“Eu queria deixar esta manifestação e pedir que as senhoras representassem as mulheres do Brasil e não representassem interesses estrangeiros, contrários à população brasileira”, concluiu Renata Martins.

Renata fez um verdadeiro desabafo pela grande maioria do público que repudia o aborto.

O vídeo pode ser visto em:

http://www.youtube.com/watch?v=dRD-3ZcoxxY

É lamentável constatar que são especialmente algumas  mulheres que militam na política, que lutam para implantar o aborto livre no Brasil; são algumas deputadas, senadoras e ministras. Será este o papel da mulher? Destruir a vida? Matar o ser humano indefeso, no útero materno? Nada mais oposto à missão da mulher, que é gerar a vida, proteger a vida, cuidar da vida.

Por isso, o grito de Renata, em apenas três  minutos é o grito que estava preso em nossas gargantas, contra um sistema malvado que implanta a passos largos a “cultura da morte”. Deus seja louvado pela Renata, por suas palavras e sua coragem.

Prof. Felipe Aquino

 


Livro da Semana

PARA SER FELIZ


Precisamos ter a coragem de parar diante de nós mesmos e perguntar: Eu sou feliz? Fomos feitos para a paz e para a felicidade; sem isto, podemos mergulhar na tristeza e na depressão. Para ser feliz é preciso ter coragem de vencer-se a si mesmo, sair de si, e buscá-la nos outros. Conheça neste livro a essência da verdadeira felicidade.


Ficha Técnica
Editora: Cléofas
ISBN: 978-85-88158-39-9
Ano: 2009
Edição: 6
Número de páginas: 264
Idioma: Português (BR)
Acabamento: Brochura
Formato: 16x23 cm

 

+Comprar

Assista ao novo Programa do Prof.Felipe Aquino:

PERGUNTE E RESPONDEREMOS

Toda sexta-feira às 15h30 na TV Canção Nova

Participe! Envie sua pergunta!


Você já conhece os podcasts do Prof. Felipe Aquino?

Acesse o link e ouça o PODCAST da semana:

Os dez Mandamentos

 

 

LANÇAMENTOS

Palestra- Cura e Libertação pela Eucaristia

Palestra- A Fé e a Razão em harmonia

Palestra- A Igreja Mãe e Mestra

Palestra- Como vencer a Depressão?

Coleção Família- Com 9 palestras abordando diversos temas sobre família
2 Cd's-Mp3

Coleção Curso Bíblico- Do Gênesis ao Apocalipse
11 Cd's-Mp3

 

Coleção Catecismo da Igreja Católica
11 Cd´s-Mp3

 


SHOPPING CLÉOFAS

 

Jesus, sinal de contradição
14x21-256 páginas

Vida Sexual no casamento
14x21-144 páginas

Teologia da Libertação
14x21-136 páginas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Shopping virtual
 

* Caso não deseje mais receber a newsletter, entre em contato e escolha o assunto "Newsletter - REMOVER".

Editora Cléofas - 2012

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.