4 de ago de 2012

4 de agosto - Dia do Padre



Hoje, dia do Padre, queremos dar os parabéns e nosso Muito Obrigado aos nossos queridos Sacerdotes!

O Padre: um homem que foi feito sacerdote

No dia 4 de agosto a Igreja celebra a memória de São João Maria Vianney, presbítero, o patrono dos presbíteros. Ele disse que “a mais bela profissão do homem é amar e rezar”. Viveu intensamente seu sacerdócio e buscou na oração, na palavra e na eucaristia forças para servir a Deus nos irmãos e irmãs que o procuravam. Um homem, um sacerdote, um santo.

Neste dia, também comemoramos o dia do padre. E por isso não irei ater-me em apenas desejar um "Feliz dia do Padre", mas levar você a entender este homem, este sacerdote, este padre, este presbítero.

Padre: que quer dizer pai; que aconselha, corrige, dá esperança aos filhos e filhas quando é preciso.

Sacerdote: que quer dizer dote sagrado; é aquele que oferece a Deus o sacrifício de louvor, que consagra, que abençoa, que dirige a Deus preces em favor do povo.

Presbítero: que quer dizer ancião. O mais velho, aquele que tem a sabedoria da última palavra, aquele que ensina.

Poderíamos dizer mais, no entanto não se faz necessário. O que importa agora é tomarmos conhecimento da nossa vida de cristãos, de pessoas batizadas e chamadas á santidade.

Quando crianças fomos levados às águas batismais e toda pessoa, homem e mulher, pelo batismo se torna filho e filha de Deus. E “pelo batismo homem e mulher são incorporados à Igreja de Cristo”. Diz mais: “Entre todos os fiéis vigora uma verdadeira igualdade para a construção do Corpo de Cristo”.

Para melhor compreendermos o relato e onde queremos chegar continuaremos nossa homenagem ao padre fazendo a seguinte distinção: Pelo batismo temos uma missão única na Igreja, a missão de pregar o Evangelho. Este é o princípio de Igualdade Fundamental.

Mas dentre os batizados há uma diferenciação funcional. E esta diferença se conecta ao princípio hierárquico ou institucional.

Muito bem, chegamos a um ponto importante nesta homenagem. Este padre, sacerdote, presbítero, é o homem batizado como você. Mas que respondeu a um chamado para ser consagrado ao serviço do Reino. É este padre que te dá os sacramentos, que te abençoa, que te orienta, que te corrige, que te olha com compaixão e carinho. Mas é também este padre que é homem. Que sofre, se angustia e chora, que tem vontades e desejos, que precisa do calor humano da família e dos amigos, que sorri, que brinca, que busca a amizade dos adultos e crianças.

Não se pode enxergar somente o homem uma vez consagrado; não se pode enxergar somente o padre pois este é um homem.

Por isso este padre está sempre sujeito a erros e pecados. No entanto ele tem muito mais acertos e virtudes.

Você que é batizado, olhe agora para este homem batizado que foi consagrado. Você pode não amá-lo, mas tem a obrigação de respeitá-lo; de rezar por ele, de defendê-lo, de mostrar aos incrédulos a sua santidade.

Neste dia, leve sua homenagem a ele.

E a todos os padres digo o que os fiéis leigos gostariam de dizer: “busquem a santidade, trabalhem juntos na construção do Corpo de Cristo, estejam sempre unidos pela fraternidade e pela oração e se ajudem, pois vocês são dispensadores dos mistérios de Deus a serviço do seu povo”.

Querido e amado padre: que Deus te abençoe, te proteja, e que como Maria, Mãe de todos os sacerdotes te ajude a dizer todo dia um sim generoso a Deus por tão grande dádiva em sua vida.

Parabéns.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12