9 de out de 2015

4º DIA DA NOVENA MEDITATIVA A SANTA TERESA D’AVILA


Os mosteiros precisavam ser reformados?

Como a maioria das religiosas, já desde os princípios do século XVI, as carmelitas também já tinham perdido o "fervor de noviço" dos primeiros tempos. Os locutórios dos conventos de Ávila eram uma espécie de centro de reunião para damas e cavalheiros da cidade. Por qualquer pretexto, mesmo sendo contemplativas, as religiosas deixavam a clausura. Os conventos passaram a ser lugares ideais para quem desejava uma vida fácil e sem problemas.

As comunidades eram tão grandes quanto habitualmente relaxadas. O Convento da Encarnação possuía quase 200 religiosas. A questões das conversas nos parlatórios, da quebra de clausura das religiosas e do desprezo pela oração eram os aspectos mais salientes e visíveis. Havia também outros pontos decadentes.

Uma situação anormal, tida como normal

Já que esta situação era tida como normal, as religiosas não se davam conta de que o seu modo de vida estava muito distante do espírito de seus fundadores. De fato, uma reforma era necessária. E ela tornara-se urgente.

Teresa haveria de levar avante esse grandioso empreendimento. E isso não foi uma tarefa fácil. Logo no início dela as incompreensões foram enormes, as desconfianças se espalharam e os comentários e as oposições cresceram, sobretudo da parte dos que eram atingidos... Teresa foi criticada pelos nobres, pelos magistrados, pelo povo e até por suas próprias irmãs. Apesar disso tudo, o sacerdote dominicano Padre Ibañez incentivou Teresa a prosseguir seu projeto.

Se a reforma não fosse uma obra querida por Deus e se não tivesse no seu início o apoio de santos como São Pedro de Alcântara, São Luís Beltran, de Bispos como Dom Francisco de Salcedo e de sacerdotes como o Padre Gaspar Daza e o Padre Bañez essa obra não teria vingado, morreria em seu nascedouro. Teresa tinha total razão quando em certa ocasião disse: "Teresa sem a graça de Deus é uma pobre mulher; com a graça de Deus, uma fortaleza; com a graça de Deus e muito dinheiro, uma potência".

• Para aprofundamento leia “Se não tratar de amizade”:
http://www.paravosnaci.com/431/activos/texto/wtere_informacion_adicional_0472-DY21gkq7a6K9yJpm.pdf


Oração Inicial para todos os dias
Santa Teresa de Jesus, glória da Igreja e do Carmelo, que ensinastes a grande ciência da oração, ficai conosco em cada dia desta novena que fazemos em vosso louvor. Ensinai-nos o caminho da oração, da intimidade com Deus. Ajudai-nos a praticar as virtudes, atendei os pedidos que fazemos, com toda confiança, pela Santa Igreja, pelas nossas famílias, por toda a humanidade e agradecemos confiantes vossa proteção.

Santa Teresa de Jesus, Mestra do amor, da oração,
Mostrai o caminho que conduz ao Senhor à Salvação.

Oração final para todos os dias
Oração: Ó Deus, que pelo Espírito Santo fizestes surgir santa Teresa, para recordar à Igreja o caminho da perfeição, dai-nos encontrar sempre alimento em sua doutrina celeste e sentir em nós o desejo da verdadeira santidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém

4° Dia- Oração, trato de amizade.

Muita gente afirma que não sabe rezar e quer aprender; Santa Teresa é mestra da vida de oração ela nos ensina a rezar com a vida através do contato com nosso Senhor, e ensinou este modo próprio de rezar às comunidades carmelitanas. A sua novidade está em reconhecer que o próprio Deus habita em nós, mora dentro de nós e quer que passemos a vida em sua companhia. Quando por fora ficamos preocupados com riquezas, luxos, prazeres e discórdias lá dentro, Deus fica esquecido. O homem, feito a imagem e semelhança de Deus é muito belo e grande, por isso, Teresa o compara a um castelo feito de um só cristal; no centro está o sol, que é Deus, este faz com que o cristal se torne resplandecente, refletindo sua luz, rezar com Teresa é estar com Deus numa presença amorosa e trazê-lo para a vida e deixar o cristal resplandecer pelo sol. Esta descoberta por um Deus tão próximo leva Teresa a travar uma vida de amizade com o Amado, devemos estar na presença de Deus como estamos na presença de um amigo na qual desejamos estar com ele e falarmos das nossas intimidades.
Você já pensou em se encontrar com esse Deus em seu íntimo e em manter com ele um relacionamento de amizade?

Pai Nosso… Ave Maria… Glória ao Pai…
Rogai por nós Santa Madre Teresa de Jesus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.