11 de out de 2015

6º DIA DA NOVENA MEDITATIVA A SANTA TERESA D’AVILA


Oração vocal, meditação, recolhimento

Santa Teresa aprendeu a prática da oração vocal com as irmãs agostinianas durante seu convívio com elas e utilizou bastante esse modo perfeitamente legítimo de rezar. Porém, ela via no seu uso certos modos de proceder que poderiam ser criticados.

Em seu entendimento, ao rezar, deveria pensar-se com mais afinco no que se diz e não apenas recitar muitas fórmulas, quase maquinalmente, apenas mexendo com os lábios, sem meditação, como tinha tornado costume fazer-se já em sua época. Segundo o que ensinou Teresa, a melhor forma de oração, o mais eficaz modo de rezar seria uma oração de recolhimento. Nesse modo de rezar o espírito deve esvaziar-se de si mesmo, a imaginação e o entendimento calar-se, e então, aprende-se a amar a Deus.

Em seu modo de rezar, ela se fixa no pensamento meditativo dos mistérios da humanidade de Cristo, no seu sofrimento redentor e amoroso e, pouco a pouco, abandona seu próprio ser e seu espírito, desinteressando-se de si mesmo. A alma vive e vê tudo isso. É uma forma de oração ativa, laboriosa, voluntária e perseverante. Numa palavra, contemplativa.

"Não sabeis o que é oração mental, nem como se faz a vocal, nem o que é contemplação..."

Falando para suas irmãs do Carmelo, Teresa ensinava-lhes a rezar e dava-lhes recomendações. De certa feita, ela ensinou a suas irmãs como rezar, como elevar suas almas a Deus:

"Comecemos por nos perguntar a quem vamos falar, e quem somos. Não podemos dirigir a um príncipe de modo tão informal quanto a um trabalhador ou a pobres criaturas como nós, a que se pode falar de qualquer jeito, e sempre está muito bem!"

"Dirige a Deus cada um dos teus atos, oferece-os e pede-lhe que seja com grande fervor e desejo de Deus. Em todas as coisas, observa a providência de Deus e sua sabedoria. Em tudo, envia-lhe o teu louvor.

Em tempo de tristeza e de inquietação, não abandones nem as boas obras de oração, nem a penitencia a que estás habituada. Antes as intensifica. E verás com que "prontidão o Senhor te sustenta."

"Que teu desejo seja ver Deus. Teu temor, perdê-lo. Tua dor, não te comprazeres na sua presença. Tua satisfação, o que pode conduzir-te a ele. E viverás numa grande paz."

"Quem verdadeiramente ama a Deus, ama tudo o que é bom, quer tudo o que é bom, favorece tudo o que é bom; louva todo o bem, com os bons se junta sempre, para apoiá-los e defendê-los. Em uma palavra, só ama a verdade e o que é digno de ser amado."

"Quando recito o Pai-nosso, será um sinal de amor lembrar quem é esse Pai e também quem é o Mestre que nos ensinou essa oração. "Ó meu Senhor, como vos mostrais Pai de tal Filho, e como vosso Filho revela que veio de tal Pai. Bendito seja para sempre.

"Deixemos a terra, minhas filhas; não é justo que apreciemos tão mal um favor como esse, e que, depois de ter compreendido sua grandeza, continuemos sobre a terra." (Orações e recomendações de Santa Teresa, extraídas do livro: "Orar com Santa Teresa de Ávila - Edições Loyola - 1987.)

• Para aprofundamento leia “Nos ama”:
http://www.paravosnaci.com/268/activos/texto/wtere_informacion_adicional_0470-XWOm9p16UcqBiubr.pdf


Deixemos que a Santa nos fale através desta poesia. Pois, através dela podemos entrar na intimidade com Deus, a poesia é uma forma que a alma encontra para poder expressar-se ao seu Amado, ela fala das verdades que muitas vezes não se consegue expressar claramente, o bonito da poesia é o abrir-se às possibilidades de diversas interpretações, adequando-se ao estado em que a alma se encontra.
Rezemos com está poesia que é uma oração.
Entregar-se todo enfim, que possamos entregar a nossa vida (a nossa história) ao Senhor, assim, como Santa Teresa fez. Sem reservas doar a nossa vida ao Amado. O que queres Senhor fazer de mim?
Coloquemos a nossa vida nas mãos do Senhor.

Pai Nosso…, Ave Maria…, Glória ao Pai…
Rogai por nós Santa Madre Teresa de Jesus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oração Inicial para todos os dias
Santa Teresa de Jesus, glória da Igreja e do Carmelo, que ensinastes a grande ciência da oração, ficai conosco em cada dia desta novena que fazemos em vosso louvor. Ensinai-nos o caminho da oração, da intimidade com Deus. Ajudai-nos a praticar as virtudes, atendei os pedidos que fazemos, com toda confiança, pela Santa Igreja, pelas nossas famílias, por toda a humanidade e agradecemos confiantes vossa proteção.

Santa Teresa de Jesus, Mestra do amor, da oração,
Mostrai o caminho que conduz ao Senhor à Salvação.

Oração final para todos os dias
Oração: Ó Deus, que pelo Espírito Santo fizestes surgir santa Teresa, para recordar à Igreja o caminho da perfeição, dai-nos encontrar sempre alimento em sua doutrina celeste e sentir em nós o desejo da verdadeira santidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém!






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12