6 de nov de 2015

Das Obras de balduíno de Cantuária, bispo (Tract. 6: PI 204, 451-453) (Sec. XII)

«A palavra de Deus é viva e eficaz»

A palavra de Deus é viva e eficaz, mais penetrante que uma espada de dois gumes. Aos que buscam a Cristo, que é a palavra, o poder e a sabedoria de Deus, fica bem declarada nesta expressão da Escritura toda a grandeza, força e sabedoria d’Aquele que é a verdadeira Palavra de Deus. Esta Palavra, eterna como o Pai desde o princípio, foi revelada no devido tempo aos Apóstolos e por estes anunciada aos povos e humildemente acolhida com fé. Por conseguinte, a Palavra está no Pai, na boca dos pregadores e no coração dos crentes.

Esta Palavra de Deus é viva, porque o Pai lhe comunicou o poder de ter a vida em Si mesma, tal como Ele tem a vida em Si mesmo. Por esta razão, ela não somente é viva, mas é a própria vida, como de Si mesma proclama: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Precisamente porque esta Palavra é a vida, é viva e vivificante. De facto, assim como o Pai ressuscita os mortos e dá a vida, assim também o Filho dá a vida a quem quer. Dá a vida quando chama o morto do sepulcro, dizendo: Lázaro, sai para fora.

Quando esta Palavra é anunciada mediante a voz do pre- gador, transmite pela voz que se ouve exteriormente a voz que actua interiormente e que chama os mortos à vida para renas- cerem na alegria dos filhos de Abraão. Portanto, é viva esta Palavra no coração do Pai, é viva na boca do pregador, é viva no coração de quem crê e ama. E se é assim tão viva, é também, sem dúvida, eficaz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12