22 de jul de 2016

Ataques à Família e à Verdade



Irmãos, atualmente a instituição família tem sofrido severos ataques para sua destituição. Formada e fundada na cultura judaico-cristã a família é a célula da sociedade. Sem a saúde desta “célula-tronco” a sociedade se esfarela sem seus fundamentos básicos construídos a séculos de muito aprendizado. Conservar esta instituição é conservar a sociedade. As ideologias dos últimos tempos tem tentado solapar a família. Ela tem sofrido ataques severos no campo religioso, político, educacional, cultural, etc. As ideologias tem se infiltrado em todos os campos e atacado de formas diversas, às vezes sutis, outras vezes declaradamente, derramando seu ódio pelo cristianismo e por tudo que ele representa para o mundo atual.

Nosso papel não pode ser de covardes em tempos assim. Precisamos agir. Precisamos contra-atacar. Precisamos defender a família, o cristianismo, os valores que construíram nossa sociedade ocidental, precisamos conservar a ortodoxia de toda a riqueza cultural que Deus nos legou. É hora de sermos homens de verdade. Homens e mulheres de Deus.

É hora de reconhecermos que não somos desse mundo, aqui somos apenas peregrinos, chamados a ser sal e luz:

“Se fôsseis do mundo, o mundo vos amaria como sendo seus. Como, porém, não sois do mundo, mas do mundo vos escolhi, por isso o mundo vos odeia.” João 15,19

Hoje se fala tanto em liberdade de expressão, mas se você falar e defender projetos políticos conservadores, posições ortodoxas, valores milenares, de caráter cristão na sociedade atual, você será criticado severamente pelo politicamente correto que domina a mente da maioria, inclusive da maioria dos próprios cristãos menos instruídos.

As ideologias anticristãs e anticonstitucionais são ensinadas abertamente nas escolas. A mentira é ensinada como verdade e a verdade mostrada como uma grande mentira. A escola brasileira está nos últimos lugares de qualidade mundial porque trocaram o ensino de verdades concretas por ideologias baratas que satisfazem projetos políticos de poder. A destituição de inteligência (burrice) é geral: não se lê mais, não se sabe interpretar textos, não se sabe dialogar, não se aceita críticas, não se suporta a verdade, não se tem um sincero autoconhecimento, etc.

Reconhecer a burrice é sabedoria:

“O início da sabedoria é a admissão da própria ignorância. Todo o meu saber consistem em saber que nada sei.” Filósofo Sócrates

Eu me acho ignorante (burro) em muitas coisas. E isso tem sido a mola propulsora para me levar à busca de aprender cada vez mais. De ler, de conhecer, de criticar, contrapor, refletir.

Infelizmente vejo muito dos meus irmãos seguirem direitinho a agenda ideológica do pensamento atual criticando somente alguns pontos de vista e incapazes de criticarem a própria burrice e a loucura de muitas coisas na sociedade atual. Não estou pedindo para concordarem comigo ou quem quer que seja. Estou pedindo para criticarem tudo, até suas próprias opiniões. Perguntarem sempre para si mesmos: “Será que estou no caminho certo?” Ouvir as opiniões totalmente contrárias de mente aberta, sem choro, sem postura frouxa.

Justamente os que não tem essa autocrítica é que se acham os donos da sociedade, se acham “uma ‘casta’ superior capaz de guiar a grande ‘massa’ de ignorantes para libertá-los da opressora cultura judaico-cristã tradicional e conservadoramente retrógrada.”

Essa é uma pergunta que me faço todos os dias (será que estou no caminho certo?). E sempre com bastante autocrítica, oração e escuta, corrijo minhas rotas, ações, pensamentos e palavras. Não estou aqui para satisfazer ninguém. Estamos aqui em busca da verdade através do amor. Mas não um falso amor pateta que engole tudo quanto é porcaria. Mas o verdadeiro amor, o amor que se espelha em Jesus Cristo que nos ensinou o modo correto de amar:

“Como eu vos tenho amado, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros.”
São João 13, 34

Não é amar como a sociedade devassa quer, mas como Cristo amou. Como ele amou? Se fez homem, sofreu, morreu para nos libertar das trevas do pecado e da ignorância (burrice). Deu a vida, lutou até a morte para nos libertar do pai da mentira. Isso é o verdadeiro amor: dar a vida pela verdade, dar a vida pelo irmão para salvá-lo de seus pecados, de seus “demônios”, pois o diabo é o pai da mentira, como nos ensinou Jesus.

“Vós tendes como pai o demônio e quereis fazer os desejos de vosso pai. Ele era homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade, porque a verdade não está nele. Quando diz a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira” João 8, 44

O objetivo maior de Deus é de que nos salvemos de todo o mal e que conheçamos a verdade:

“...Deus, nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens se salvem e cheguem ao conhecimento da verdade” 1 Timóteo 2,4

E não há como aderir a verdade sem renunciar a si mesmo, ao mundo e ao pai da mentira:

“Em seguida, Jesus disse a seus discípulos: Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me” Mateus 16, 24


Jesus não se enquadra de jeito nenhum no politicamente correto atual.

As escolas tem sido construídas de tal forma a ensinar a criança que o cristianismo conservador é um perigo para a humanidade. Que é um tipo de extremismo terrorista em desenvolvimento, assim como é alguns ‘islâmicos radicais’. Veja a foto abaixo de um livro do MEC:



Fora as cartilhas elaboradas para ensinarem crianças muito novas sobre sexo livre, masturbação, ideologia de gênero e muitos outros absurdos.


E ainda querem que eu seja um cristão pacífico, calmo, da paz, enquanto estão destruindo meus filhos, meu lar, minha nação, minha família, meus bens e minha religião?????

Também na época dos grandes cristãos da Igreja primitiva havia heróis mártires santos e havia os covardes que negaram e esconderam sua fé, ou o pouco que tinham...

Quero aproveitar para falar aqui do Projeto Escola sem Partido, que não é a solução para todos estes problemas, mas é um refrigério, um início de ação para conter essa enxurrada ideológica demoníaca que assola nossa educação. Temos a obrigação como cristãos de nos posicionarmos a favor, sem pestanejar. Para conhecer melhor recomendo que acesse o site pois há muita mentira rolando aí pela internet: http://www.escolasempartido.org/

E peço muito que participem votando a favor do projeto neste link:


Quem vive dominado pelo secularismo e pela ditadura do relativismo que os três últimos papas vem denunciando, não conseguem enxergar uma verdade absoluta, um conhecimento concreto em nada, pois para ele tudo é relativo e toda regra é ditadura. Não consegue acreditar na existência de uma verdade que necessita ser aprendida. Mas ainda assim pensam que qualquer opinião que lhe ofenda é extremista. A ditadura do relativismo te obriga a ter a opinião que todos tem. Curioso que a própria tese relativista é extremista e poucos conseguem entender isso. Mais poucos ainda conseguem enxergar o mal que isso faz à nossa nação, à nossa religião e a nossa construção de personalidade.

Estamos numa guerra e sob ataque maciço. Está na hora de bradarmos como os Macabeus:

"Não obedeceremos a essas ordens do rei e não nos desviaremos de nossa religião, nem para a direita, nem para a esquerda". (I Macabeus 2, 22)

"Levantemos nossa pátria de seu abatimento e lutemos por nosso povo e nossa religião". (I Macabeus 3, 43)

"Entusiasmados por estas palavras de Judas, tão nobres e tão capazes de excitar a coragem e robustecer as almas dos jovens, decidiram os judeus não acampar, mas arrojar-se para a frente, travar com valor a batalha e obter assim uma decisão, porque a cidade, a religião e o templo estavam em perigo". (II Macabeus 15, 17)


Termino com uma frase de Eclesiástico:



"A inteligência e a religião da ciência se acham nos tesouros da sabedoria, mas a sabedoria é abominada pelos pecadores". (Eclesiástico 1, 26)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Irmão, deixe uma mensagem!!!


"Despojemo-nos das ações das trevas e vistamos as armas da Luz" Rm 13,12
CEFAS, oriundo do nome de São Pedro apóstolo, significa também um Acróstico: Comunhão para Evangelização, Formação e Anúncio do Senhor. É um humilde projeto de evangelização através da internet, buscando levar formação católica doutrinal e espiritual.